[Guest post] O problemático restaurante DK Oyster Bar, de Mykonos (Grécia)

Segue mais uma excelente contribuição do Emmanuel Kalispera:

“Você sabia que tem um restaurante na Grécia que aplica golpes escancarados a turistas há anos e a polícia não faz nada? O DK Oyster Bar, em Mykonos, tem sido alvo de inúmeras reclamações por cobrar preços exorbitantes de forma injustificada.

Um exemplo recente envolveu um casal americano que foi surpreendido com uma conta de mais de $550 por apenas uma dúzia de ostras e quatro bebidas. Outro caso envolveu Oscar Maldonado e seu namorado, que foram cobrados em £600 por dois smoothies e um prato de massa com lagosta. Eles não são os únicos; muitos turistas relatam experiências semelhantes, e a situação só piora com o tempo.

De acordo com relatos no TripAdvisor, um grupo italiano foi atraído para o restaurante com uma simples oferta de bebidas e petiscos, mas acabou com uma conta de €711,41 por três sucos de laranja, um Aperol spritz e uma “porção média” de lulas e camarões, sem qualquer explicação detalhada dos preços no menu.

Outro grupo pediu duas cervejas, calamares e bruschetta e foi cobrado €357. Em outra ocasião, clientes foram ludibriados com a oferta de espreguiçadeiras gratuitas, uma tática comum do estabelecimento para consumir no mínimo €50. Quando pediram o menu, a resposta foi: “Eu sou o menu, o que você gostaria de pedir?”, sem declarar claramente os preços, configurando uma armadilha clara para os desavisados.

Além das práticas de preços exorbitantes, o DK Oyster Bar também é conhecido pelo comportamento agressivo de sua equipe quando os clientes questionam as cobranças. Muitos relatos descrevem situações constrangedoras no momento de pagar a conta, onde os funcionários cercam os clientes de forma intimidadora, dificultando reclamações ou qualquer tentativa de diálogo sobre os preços absurdos.

Essa abordagem agressiva aumenta o desconforto dos turistas, muitos dos quais acabam pagando valores inflacionados apenas para evitar conflitos. O bar também utiliza estratégias enganosas para atrair clientes desavisados, como oferecer cadeiras de praia gratuitas, que só podem ser usadas com a compra de alimentos ou bebidas no estabelecimento.

Essa combinação de táticas enganosas e preços inflados cria uma experiência frustrante e dispendiosa para muitos visitantes da idílica ilha de Mykonos. Não é só no Brasil que enfrentamos problemas ao turistar por aí, e a impunidade parece ser um prato cheio em muitos destinos populares.

E você, já teve uma experiência assim ou levou algum golpe em viagem? Conte para gente o maior golpe que você já levou!”

Tagged as: