[Guest post] Uso de milhas TAP Miles & Go para resgates em voos Swiss e TAP!

Segue mais um excelente relato do leitor Leandro Nicolau!

………………….

“Pessoal, venho compartilhar mais uma experiência com o M&G e desta vez foi mais bisonha que o normal, só que bisonha de forma positiva.

Tinha coisa de 810k pontos lá mais ou menos antes dessa emissão e desse montante aproximadamente 550k iriam expirar agora em 31/03/2024. Como as milhas AA e IP não expiram (outros programas que acumulo) obviamente o foco era gastar o máximo possível do M&G e aí entramos no problema da Star Alliance e não só do M&G: a problemática questão de disponibilidade somente com pouquíssima antecedência. Como minha esposa só pôde colocar sua férias em Junho, complicou.

Venho buscando no combo UA (United Airlines) + EF (ExpertFlyer) tinha meses e minha assinatura do EF acabou tem uns 15 dias, apelei pra ficar procurando também no site da própria TAP, porque “vai que…”.

Não queria assinar o Clube Platinum porque o aumento do mesmo foi absurdo e também porque está fazendo menos sentido pra minha estratégia agora focar no M&G já que fiz uma quantidade expressiva de pontos AA nas últimas BGs e consegui pegar também duas campanhas para o IP com 30% de bonificação. Aliado a isso a questão de dificuldade de emissão com Star Alliance, mesmo eu não tendo problemas de emitir em cima da hora, fica ruim com essa questão da validade limitada das milhas M&G.

Explicado isso, sigo o relato:

Depois de centenas de buscas (para todos os destinos Star Alliance saindo do BR) achei um GRU-ZRH com a LX, em biz (business = classe executiva) e duas disponibilidades! Meu foco nunca é emitir com a própria TAP já que a mesma cobra MAIS do que com parceiras e na última experiência que tive com eles, entrega MENOS mas… como tinha um prazo pra emissão, a TAP passou a ser uma opção e entrar nas buscas de um voo de retorno e após muitas pesquisas achei um LIS-GIG com a própria TAP numa data que era conveniente para mim!

Agora era a hora era de achar algum voo intra Europa e já que a TAP permite até 6 segmentos sendo um stopover na ida ou na volta no caso de passagem RT e também open jaw, tentar aproveitar ao máximo para extrair mais valor das milhas.

Analisando isso e locais de eventual interesse na Europa, foquei em algum país que ainda não havia visitado e que obviamente tivesse conexão com voos da Star Alliance e/ou TAP. Olhando através do FlightConnections para facilitar e pensando no melhor sentido geográfico, pensei em chegar por Belgrado, Sarajevo, Podgorica, Escópia, Tirana ou Tessalônica.

Como eu sabia que não podia demorar, pois certamente o voo GRU-ZRH iria acabar, acabei escolhendo Belgrado que conta com três voos diários da LX. Para voltar complicou um pouco mais, não achava nenhuma disponibilidade de nenhuma cidade próxima naquela região do mapa, acabei emitindo MUC-LIS-GIG, de algum dessas cidades comprarei uma passagem pagante até MUC para então retornar.

Na minha cabeça a emissão custaria: 120k (preço da tabela em biz no trajeto América do Sul – Europa) x 2 passageiros = 240k. O preço MUC-LIS-GIG estava 181k (que horror huauhahuahua) x 2 = 362k, logo a emissão custaria 602k + taxas.

Devido esse custo absurdo seria uma emissão longe de ser boa mas… desovaria as milhas em questão.
No cenário mais otimista a TAP cobraria tudo seguindo a tabela para parceiros, o que ficaria em 480k + taxas.

Começa a odisseia: emitir via call center. Foram 4 ligações totalmente infrutíferas e uma delas a atendente foi muito mal educada, não aceitando que eu corrigia ela a todo momento pois ela sequer sabia das regras da empresa que ela trabalha, afirmando que o stopover só poder ser feito em OPO ou LIS. Teimou, teimou, apontei as regras no site mas a mesma se enfezou e nada deu certo, acabei inclusive abrindo uma reclamação contra ela na parte de reclamações da TAP.

Segue o jogo, eu preocupado que a disponibilidade fosse desaparecer, preferi ligar diretamente para a central em Portugal. Expliquei tudo, que queria fazer um stopover de 6 dias em Zurique antes de sair pra Belgrado e etc, tudo certinho. O mesmo entendeu tudo e foi tarifar para então fazer a emissão.

Eis que ao retornar ele me fala o valor das taxas e que custaria 300k milhas. Na mesma hora eu informo que “isso está muito barato” e pergunto se esse era o valor por passageiro ao que me esponde que não, era o valor total. Falo novamente que não faz sentido isso e ele me responde que “não era anormal ter trechos da Europa para o Brasil por 50k pontos em executiva”, respondi que havia pelo menos uns 6 anos que não achava nada nisso mas o mesmo seguiu para a finalização, informando que eu receberia um e-mail com o link de pagamento.

Após alguns minutos o mesmo retorna dizendo que algum erro ocorreu mas que ele havia feito a reserva e eu deveria ligar no dia seguinte para finalizar o pagamento.

Desliguei descontente, já prevendo que daria problema. Entrei no site da TAP e a reserva estava lá, já atrelada a minha conta e tudo parecia correto. No dia seguinte liguei novamente para a central de Portugal, passei o código da reserva expliquei o ocorrido.

A atendente localizou a reserva, checou voo a voo e eu perguntei a mesma coisa. A mesma disse que estava tudo correto e que procederia ao pagamento.

Desta vez recebi o link corretamente, paguei e em questão de minutos recebi o e-mail da confirmação. Chequei pelo Award Wallet as classes tarifárias (voo de ida classe I que é justamente business award) e o retorno que são só dois voos operados pela TAP em classe Z que consultando verifiquei ser “business promocional”.

Resumo da história

Ida e volta BR – Europa com stopover e open jaw para dois passageiros em biz por 300k pontos M&G + R$ 2.350,00 em taxas aproximadamente. Já liguei na Swiss e confirmaram todos os trechos (inclusive dos da TAP), já marquei os assentos e falta somente o LIS-GIG, vou ligar depois para fazer isso.

Agora continuo com 252k pontos para expirar no final do mês e não tenho datas futuras para voar. Como eu não vendo milhas nem emito passagens para terceiros ou eu perco essas milhas ou terei que pagar o caríssimo clube Platinum. Como não vou perder essa quantidade de milhas, vou acabar assinando já que o custo x benefício dessa emissão foi absurdamente incrível.

Não sei ao certo o que ocorreu mas os dois trechos de ida parecem ter sido computados corretamente, já que esta na classe I. Já os de volta constavam no site como 181k e acabaram saindo por 30k cada um, sendo que isso sequer é o custo desse trecho em eco.

Fiquei dando uma olhada em outras opções e não achei mais nenhuma classe Z disponível, parece que tem somente dois assentos nessa classe por voo e os mesmos são os primeiros a esgotar e pelo visto tive a sorte de emiti-los. Ainda bem que liguei para fazer o stopover, se tivesse feito tudo de forma automática teria pago 181k o trecho ao invés de 30k.

Alguém teria alguma outra teoria do porque dessa precificação em tarifa Z?

Seguem os prints do débito realizado de pontos e da reserva em si.”

Resultado final:

……………….

Parabéns ao Leandro por mais um relato sensacional, onde houve um excelente custo/benefício no resgate das milhas!

E você, também conseguiu com sucesso concluir uma emissão recente no TAP Miles & Go?