[Dúvida do leitor] O que fazer quando o Tudo Azul aumenta *MUITO* o preço dos bilhetes depois de uma promoção (como a da Livelo)?

Eis a dúvida do leitor Eduardo Queiroz:

“Pessoal mais experiente no programa da Azul, não sei se podem me ajudar.

Participei daquela última promoção da Livelo com a Tudo Azul de 100% de bônus e mandei todas as minhas milhas da Livelo pra Azul, e inclusive cancelei meu plano na Livelo.

O meu trecho principal pretendido (REC-MCO) estava a 66k na ocasião, depois que meus pontos computaram passou para 98k e agora já está 101k/115k.

Sei que a precificação é dinâmica, mas parece ser dinâmica sempre pra maior.

Pela experiência de vocês, existe alguma chance da Azul reduzir esses valores em milhas ou seria melhor eu fazer logo essas emissões?”

O Lucas Machado recomendo o seguinte:

“Acho muito difícil baixar, e tem que atentar para a validade mega curta destas milhas bônus (6 meses).

Se sua viagem não for para logo, recomendo aguardar e ir monitorando (cuidando muito este fato da validade).

Se sua viagem for para até novembro/dezembro, emita logo, não vão baixar as tarifas.

Outra dica é que, para estes casos onde a passagem custa um certo montante de milhas, pague a tarifa congelada.

A Azul é perita em baixar os preços quando das transferências bonificadas e, quando creditam as milhas, explodem as tarifas”.

………..

A Bel Lemos, por seu turno, disse:

“Se você tiver flexibilidade de datas e puder esperar, acho q vale a pena.

Eu já emiti trechos com valores bem mais baixo do que o que pesquisava antes.

Apesar q o seu é internacional, aí pode ser mais complicado”.

………..

E você, o que faria no lugar do Eduardo? Aliás, você já se deparou com uma situação similar à dele?

Tagged as: