Livelo chega a (mais) farmácias: acúmulo de pontos (1 ponto por real) nas Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco

Exceto compras de medicamentos.

Veja o press release:

“A Livelo, uma das principais empresas de recompensas do Brasil, anuncia novas parcerias no segmento de saúde, bem-estar e cuidados pessoais. A partir de hoje (21/10), os clientes podem juntar pontos ao comprar produtos online nas redes Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco, marcas fazem parte do Grupo DPSP, conhecido por ser uma das principais redes varejistas de farmácias do Brasil.

Os clientes Livelo podem juntar 1 ponto a cada real gasto em compras online com os parceiros. A novidade é perfeita para quem está procurando produtos como dermocosméticos, suplementos, artigos de beleza e cuidado para o corpo, produtos infantis e para bebês, itens de higiene e muito mais. Produtos como medicamentos não permitem o acúmulo de pontos. Por isso, é importante consultar o regulamento das parcerias.

Para garantir o crédito dos pontos, as compras devem ser feitas através dos sites de cada parceria. Para isso, basta acessar o site da Livelo, selecionar a opção “Ganhe Pontos” e clicar em “Com sites parceiros”. Depois, busque pelos nomes dos parceiros Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco para ser direcionado para o site de cada parceria.

Com a iniciativa, a Livelo oferece mais uma oportunidade para seus clientes juntarem pontos com gastos essenciais do dia a dia. No segmento de farmácias, o programa já conta com parcerias como Drogarias Povão e Drogatur Drogarias para acúmulo de pontos e Pague Menos para troca de pontos diretamente nas lojas físicas”.

 

Conclusão

As Drogarias Povão e a Drogatur eram menos conhecidas do que essas novas parcerias.

Dificilmente veremos uma parceria da Livelo com Droga Raia ou Drogasil, já que essas últimas fazem parte do mesmo grupo ao qual pertencem o Extra e o Pão de Açúcar, os quais já têm um programa próprio de recompensas, o Stix.

Quanto ao impeditivo de acúmulo de pontos em compras de medicamentos, alguém sabe o motivo? Será que há alguma legislação proibindo esse acúmulo?