[Crônicas literárias de um viajante precavido] #PartiuAventura!!?? Três cuidados que você deve ter ao planejar uma viagem, nesses tempos de pós-pandemia, inflação nas alturas, demanda super aquecida (e resgates online que não funcionam)

Domingo é dia de reflexões, e trazemos aqui mais uma coluna literária, recheada de bom humor mas com muitas informações e dicas práticas, do estimado Henry, viajante experiente, sobre os cuidados que você deve ter nesses tempos inflacionários que estamos vivendo.

Confiram!

…………………………..

“Setembro/2021 e já se passaram uns 21 meses da propagação da pandemia do vírus…

Vacinas criadas… muitas picadas…. muita ciência e muitas incertezas…

Rol com vacinas válidas… que abrangem vacinas top (à lá first world) e vacinas top top top (no caso, em que as toma e à lá ChingLândia)…

Parecia que, “de novo e novamente”, teríamos uma divisão em nível mundial de ricos e pobres…

Mas.. a coisa se igualou, se nivelou pra pior…

Estamos diante de uma situação de total balbúrdia gerencial estatal… autoridades tomam decisões que não duram nem 48 horas..

E, tem uma pequena galera, do tamanho de meio planeta Terra, babando e doida pra #PARTIUAVENTURA….

Na boa…se a gente pegar todos os aviões que estão lá no Deserto de Mojave, naqueles cemitérios de aviões, assim como em todos os cemitérios de aviões do mundo todo e ressuscitarmos esses bólidos voadores, e, “brevetarmos” todos os motoristas de Uber, habilitando-os para pilotar, nem como todo esse contingente de aviões, vai dar pra atender a demanda…

Povo quer viajar.. não importa pra onde… até Coreia do Norte tá valendo… rsrs

Estava eu revendo os detalhes da passagem para Miami -fev/22, e Rock, meu pastor alemão, abanando rabinho, falou em cachorrês:

“… au au… poxa patrão… Rock nunca foi aos EUA… quem sabe lá eu cruzava com uma cadela americana e obtinha um green cãocard…” rsrs

Ao que, Nina, a gatinha que o Henry Jr cria, mandou na lata:

“… pois é, eu sempre achei os gatos americanos uns gatos…(com o perdão da redundância)…”…

Tá vendo aí, Editor/Redator Chefe ???

Todo mundo querendo viajar… mas… “…. temos um problema…”, aliás, “nóis tápior” que Apollo 13, porque “nóis” temos muitos problemas…

E, agora, decorridas algumas dezenas de letras e palavras, vamos objetivamente a eles…

Viagens são constituídas de: passagens / hotéis / rent a car / ingressos para eventos (shows etc )

Na parte que toca eventos, não vou falar.. porque imagino que isso gere um universo de situações, cada uma com suas peculiaridades, que não se detém controle/conhecimento sobre como mitigar os problemas..

Mas… no resto, a gente pode dar uns pitacos…

Tudo que se vai falar agora, é decorrente e com o objetivo de evitar problemas/prejuízos futuros..

PASSAGENS

Duas opções de aquisição: cash e/ou milhas…\

Quem compra passagens cash, precisa definir no ato da compra, o que ocorre se por acaso o destino para onde a passagem for comprada, fechar a fronteira ao ingresso de turistas do país do viajante..

Você conseguirá reemitir para outra data.. para outro destino, obter reembolso da passagem ao cancelá-la ??? e qual a multa para estas situações ??

Além disso, 1% da população mundial falando com os SAC das cias. aéreas e os restantes 49% da população na linha aguardando para ser atendido (não desista, o fato de você ser o 1.368.543ª da fila não deve ser motivo para desânimo… antes da sua “viagem final e definitiva, vc será atendido…rsrs)… é o caso a se pensar como é que vc poderá alterar/mudar/cancelar a passagem emitida…

Tem possibilidade de fazer isso pelo site ???

A mesma coisa/problema/situação se aplica a quem compra as passagens e as paga com milhas…

No Brasil, até o Smiles bugar o sistema dele de forma proposital, dava pra vc cancelar passagens de boa.. tudo muito automático…

Mas.. com o sistema bugado, nem emitir normalmente tá de boa.. e como será que estaria cancelar para depois reemitir ???

Então.. pense nisso.. como seria sua logística para a situação do destino fechar..

Eu emiti minhas passagens para fev/22 para os EUA pela AA… se precisar cancelar, pode ser via site.. ou pelo tel (atendimento é rápido)… e o melhor, todas as milhas retornam para a conta, sem multa, sem nada..

HOTÉIS

Novamente, temos as opções de vc pagar cash e/ou pontos/milhas…

Em ambos os casos, com tanta incerteza rolando em relação aos destinos é fortemente recomendável, para não dizer obrigatório, que vc abra a mão um pouquinho mais e opte por reservas do tipo cancelável… custa um pouco (30% é pouco ??? rsrs), mas se precisar cancelar vc recupera o cash/pontos…

Novamente, tem que ver como faz para cancelar…

Se pagou cash nas “Decolar” da vida, pode ter certeza que eles farão o máximo para “facilitar a criação de artifícios para não te permitir cancelar”… rsrs

Mas.. se vc optou por Accor LeClubALL Messi.. bem, pelo menos até agora (e não se sabe até quando), os cancelamentos são quase tão fáceis quanto fraudar uma urna eletrônica em Banânia… na verdade, fraudar é mais fácil…rsrs

Mesmo coisa de vc emitiu pelo IHG…

Em ambos os casos, volta tudo na hora..

Já nas Decolar da vida… volta tudo na hora.. quer dizer, na hora que eles acharem que tem que voltar…

RENT A CAR

Aqui, temos dois tipos de reservas: pré-pagas e pagas no destino… pois a quase totalidade dos sites que fazem as reservas por aqui, as fazem do tipo “cancelável”..

Bem.. quem gosta de assumir riscos, nós da Henry Tours indicamos fortemente que vc realize reservas pré-pagas… aliás, se vc gosta mesmo de correr risco, além de fazer uma reserva pré-paga, faça sem contratar os seguros… rsrs

O eventual problema de vc fazer uma reserva pré-paga é se vc cancelar e a demora em obter o reembolso..

Já uma reserva do tipo “pagamento no destino”, não tem esse problema.. vc cancela e pronto… e, posso te dizer que a diferença entre as duas, neste caso, é pequena..

Além disso, vc tem uma vantagem adicional de pagar no destino: se for nos EUA,.. na hora do check-in, vc informa que quer pagar cash, pra eles não debitarem no cartão.. vc paga ali. de qq forma, vc terá que deixar o cartão como garantia para eventuais franquias/pedágios etc.. ou ainda, a Alamo, só debita no check-out, mas na hora de devolver o carro na garagem, informe que vc quer pagar cash.. vc terá que ir na loja do aeroporto e poderá pagar cash… (reserve mais 1 hora para isso.. mas é vapt vupt…)

A vantagem de pagar cash em relação ao cartão de crédito é o valor do dólar e tb o IOF (1,1% cash x 6,38% card)…

CONCLUSÃO

Enfim… nesses tempos de COVID-19 e de autoridades mais loucas que biruta de aeródromo, a gente tem que ter um cuidado a mais com nossa programação de viagens..

E, não se esqueça… o setor turístico foi pra la de atingido pela pandemia… muitas empresas vão demorar anos pra poder reequilibrar as contas/gestão…

Estão com equipes reduzidas de um lado, descapitalizadas, algumas à beira do precipício… então.. muito cuidado com a gestão da sua viagem…

Chega uma hora em que, mesmo uma empresa honesta não tem condições de entregar o que vendeu..

Imagine o prejuízo que uma empresa dessas pode ter, se, por exemplo, o governo de Portugal fechar geral….

EDITANDO: o rol acima não é taxativo, mas exemplificativo… cabem outras opções…”

…………….

E você, também está muito mais criterioso e cuidadoso no planejamento de suas viagens?