[Guest post] Reflexões sobre o futuro do uso dos pontos All Accor – incluindo um (hipotético) cenário onde ele pode virar um KM de Vantagens da vida…

O uso do All Accor pode e deve ser objeto de reanálise por parte daqueles que concentram seus acúmulos e resgates de pontos hoteleiros na rede francesa.

Comentamos sobre ele em dois recentes tópicos:

Diante das incertezas que pairam sobre o programa, seguem as bem lançadas reflexões do Swine sobre o uso do programa.

Confiram!

………………………

“Já fazem anos que não são todas as tarifas que podem ser pagas com pontos — até aparece, na hora de escolher a tarifa, “Pague com pontos de prêmio” ou não.

Pois bem, até hoje eu vinha aceitando que isso encarecia um pouco meu custo de usar os pontos ALL, mas como consigo adquiri-los a 1/4 do preço, aceitei isso como um custo extra que vai piorar um pouco este fator de 1/4, talvez para 1/3, o que ainda é excelente.

Acontece que, ao obrigar o cliente a ter uma “coparticipação”, permitindo pagar só X% da reserva em pontos e o restante em dinheiro, e ainda restringindo o cliente de escolher as melhores tarifas, pode ser que no final das contas você gaste todos os pontos permitidos e ainda assim saia mais caro do que pagar em dinheiro.

Imagine que está rolando uma daquelas promoções de 30% de desconto (onde as tarifas com 30% não permitirão pagamento algum com pontos). Aí você vai lá pagar a tarifa cheia e só pode pagar 30% com pontos.

Quer dizer, os 70% que sobraram são os mesmos 70% que sobrariam se tivesse pego a promoção de 30%.

Aí sim o ALL vira um Km de Vantagens de verdade — seus pontos só vão comprar um cupom de desconto fake estilo “metade do dobro”.

Conclusão

O negócio é torcer para que a restrição seja só sobre um valor absoluto fixo (digamos, €400), mas que dentro desse limite, te permita pagar a reserva inteira.

Com essa regra, bastaria fatiar as reservas para não excederem €400, mas claro, o acesso a hotéis muito caros já exigirá obrigatoriamente um pagamento dessa “coparticipação”.”

…………………..

E você, também está preocupado com a possibilidade de limitação do uso dos pontos All Accor?

Tagged as: