[Dica do leitor] Cenário favorável para clientes Clube Tudo Azul se aproximarem da pontuação de 1 ponto por real no cartão Tudo Azul Visa Infinite

A expressiva queda do dólar comercial, já abaixo dos R$ 5 (fechou aos R$ 4,93 no dia 25 de junho de 2021), está criando um ambiente favorável para que alguns cartões de crédito consigam chegar no “modo PDA” de pontuar, ou seja, se aproximem enfim da paridade com o real.

É o caso de quem usa o cartão co-branded Tudo Azul Visa Infinite, e que sejam cumulativamente clientes do Clube Tudo Azul.

Segue a dica dada pelo leitor Raphael Rocha (a quem desde já agradecemos!):

“Com o dólar começando a cair, se porventura ele chegar a R$ 4,50 na fatura do cartão, os clientes que têm o cartão Tudo Azul Visa Infinite + Clube Tudo Azul (qualquer um) passam a acumular 1 ponto a cada R$ 1 gasto, já que nesse cenário o cartão passa a acumular 4,5 pontos por dólar.

“Clientes titulares dos cartões Azul Itaucard e participantes ativos do Clube TudoAzul, terão bonificações diferenciadas nas compras realizadas utilizando o cartão e também em compras dentro da Azul. Todos os planos do Clube TudoAzul são elegíveis ao benefício, desde que esteja ativo e regular. Os pontos diferenciados serão inseridos nas faturas pagas a partir de 01/12/2020 até 31/12/2021.

Cartão Azul Internacional: 2,1 pontos por dólar gasto em compras e 2,25 pontos por dólar gasto em compras realizadas na Azul.

Cartão Azul Gold: 2,55 pontos por dólar gasto em compras e 3 pontos por dólar gasto em compras realizadas na Azul.

Cartão Azul Platinum: 3,3 pontos por dólar gasto em compras e 3,9 pontos por dólar gasto em compras realizadas na Azul.

Cartão Azul Infinite: 4,5 pontos por dólar gasto em compras e 5,25 pontos por dólar gasto em compras realizadas no exterior.

Conclusão

Outro cartão co-branded que pode se beneficiar desse cenário é o Smiles Visa Infinite, para quem tiver a assinatura do Clube Smiles, porém, nesse caso, o acúmulo é de 4 milhas por dólar, ou, na atual cotação de R$ 5 o dólar, na faixa de 0,80 milha Smiles por real.

Contudo, no caso específico do Smiles, um cartão que pontua 2,2 pontos por dólar (e há vários nesse naipe, como o Amex TPC, BB Elo Nanquim, PSVI etc.), já superaria essa pontuação em eventual bônus de transferência de 100%, já que, nesse caso, ganhar-se-iam 4,4 milhas Smiles por dólar.

Resta saber se essa queda do dólar rumo aos R$ 4.xx é temporária ou de fato duradoura. Só o tempo dirá.