O que fazer com os pontos extras da promoção Bateu Ganhou do Santander: transferir para o Iberia Plus (2:1), resgatar em créditos na fatura, ou transferir com bônus para uma nacional?

Mesmo com o fim da paridade na parceria com o Iberia Plus, o Santander Esfera ainda sobrevive para alguns clientes por conta da vigente promoção Bateu Ganhou.

Em razão disso, um interessante debate surgiu na caixa de comentários desse artigo, iniciada pelo Robert:

“Fiz a mesma coisa! Mandei tudo que tinha pra IBeria. Agora tô questionando aqui. No fim do Bateu, Ganhou e com o 2×1 IB, Qual será a melhor opção? Ainda mandar pra IB? Resgatar o Crédito na fatura? Ou mandar com bônus pra uma nacional? Qual?”

O Swine respondeu:

“Acho que você colocou uma coisa interessante.

Normalmente, nem pensaria duas vezes: transformaria em pontos e mandaria para a Iberia. Mas, nessa nova situação, penso que vale a pena analisar com carinho quanto virá de crédito na fatura.

Por exemplo, no meu primeiro mês, terei a opção entre 11.400 pontos Esfera ou R$ 374,93 de crédito na fatura.

Embora tenha acabado de analisar a possibilidade, o crédito de repente está me parecendo excelente. Na minha opinião, R$ 70 o milheiro da Iberia é caro.

Vou pensar com mais carinho a respeito.”

Em seguida, complementou:

Esta ideia de crédito na fatura me parece cada vez melhor.

Vamos pegar o exemplo do colega aí em cima, que falou de 24 pontos/R$ na Natura. Usando esses R$ 375 de crédito na fatura para fazer uma compra na Natura, seria possível ganhar 9.000 pontos. Portanto, você deixa de ganhar 2.400 pontos, mas em compensação, ganha R$ 375 em produtos.

Mesmo que você ache que os produtos da Natura são caros e custam o dobro do que valem, ainda assim você teria o equivalente a R$ 187,50 em produtos abrindo mão de apenas 2.400 pontos. De certa forma, ficar com os 11.400 pontos ao invés dos R$ 375 equivale a precificar o milheiro a R$ 78 — um negócio evidentemente péssimo, já que você pode adquiri-lo, via pontos + dinheiro, por menos de R$ 60, e em promoções pontuais, por R$ 42 ou até R$ 35.

Pensando de outra forma: se gastasse R$ 475 na Natura, teria os mesmos 11.400 pontos. Mas só sairiam R$ 100 do seu bolso, pois os outros R$ 375 são o crédito na fatura da promoção. Comprar 11.400 pontos por R$ 100 equivale a pagar R$ 8,77 no milheiro Esfera. É um valor excelente sob qualquer ótica.

E, por fim:

“Mais uma conta interessante.

Imagine que você está pensando se usa o PicPay ou não para bater uma meta da promoção Bateu Ganhou.

Para simplificar as contas, vamos considerar que você fosse enviar R$ 6.000, o que dá cerca de US$ 1.000, ou 2.000 pontos no Unique, já considerando um spread bastante generoso.

Essa transferência custa 1,99% de R$ 6.000, ou R$ 119,40. Mas vai gerar 2.000 pontos agora, e mais 2.000 pontos no ato da liberação da promoção.

Aparentemente, o crédito na fatura é da ordem de R$ 330 o milheiro. Portanto, esses 2.000 pontos no ato da liberação vão te gerar R$ 66.

Portanto, o custo real do PicPay terá sido de R$ 53,40 (a diferença entre R$ 119,40 e R$ 66), ou 0,89%, para geração dos 2.000 pontos de agora.

Repetindo a conta para o RecargaPay Prime+, em que o custo é 1%, ele se paga sozinho, e ainda deve sobrar um lucrinho. Ou seja: vão te pagar para você gerar os pontos. Pena que são apenas R$ 2.000 por mês”.

…………………………………

De fato, o resgate dos pontos extras por créditos na fatura é uma coisa a se pensar, dados os cálculos envolvidos.

E você, pretende fazer o quê com os pontos extras?