Há um ano, publicávamos um dos artigos mais importantes do blog

Não seja teimoso.

Esse foi o título de um artigo publicado no exato dia de 6 de março de 2020.

Naquela data, já alertávamos da necessidade de se cuidar, pra evitar uma maior exposição ao risco de contágio do até então desconhecido e mortal coronavírus.

Naquela época, o caos já estava instalado na Europa, principalmente na Itália, não havia vacina, e não se sabia ao certo qual era a melhor maneira de combater e tratar a misteriosa doença.

Diante das incertezas futuras, a recomendação para o mundo das viagens, milhas e pontos era bem clara: evitar viagens.

E no meio daquele post, eu alertei:

“Pra piorar, nada impede que estejamos vivenciando o começo de uma nova recessão global, que, se confirmada, atingirá em cheio os brasileiros”.

E o que temos para hoje, 365 dias depois, 6 de março de 2021?

O Brasil dando o anti-exemplo para o mundo.

Recordes de contaminações sendo registrados.

Recordes de mortes também.

Variante mais agressivas, em nível mundial, oriundas, adivinhem…. do Brasil.

Um ano depois, março continua igual. Um repeteco. Lockdown pra tentar frear o avanço do vírus. UTIs super lotadas. Aglomerações. Muitas pessoas não usando máscaras pelas ruas.

Triste a situação em que estamos vivendo. 🙁