[Guest post] Os problemas dos pontos não creditados no cartão de crédito Pão de Açúcar (PDA) quando se paga a fatura adiantada – e as respectivas soluções

Segue mais uma valiosa contribuição do SwineOne, a respeito do PDA:

“Como já me aconselharam aqui e em outros fóruns de discussão, não se deve pagar a fatura do PDA adiantado, e o motivo alegado é que o PDA não credita corretamente os pontos.

Um exemplo disso, de uma discussão no Falando de Viagem, relato do usuário Rgleyson:

Fatura Out vencimento em 03/11, $10014,09
Crédito pontos Out/2020 8014pts

Abri uma reclamação durante o mês de novembro sobre os pontos a menor, a fatura seguinte ficou assim:

Fatura Nov vencimento em 03/12,
$7162,01
Crédito pontos Nov/2020 8624pts

$17176,10 de fatura x 16638pts.

Pois bem, tenho uma teoria do que pode estar acontecendo. Se alguém tiver informações que contradigam isso, vamos colocar aqui para ajudar a discussão, mas senão, pode explicar os problemas que os leitores tem.

No site do Itaucard, quando se clica em “meu cartão” -> “mais opções”, em “Benefícios” -> “Programa de pontos” -> “Consultar saldo e extrato”, existe um campo “A LIBERAR” indicando a quantidade de pontos que serão creditados após o pagamento da próxima fatura.

Venho acompanhando quase que diariamente essa opção, e percebi algo interessante: essa pontuação é atualizada com certo atraso. Para entender: quem acompanha faturas em aberto de seus cartões (as cobranças, em R$, não a pontuação) sabe que, em geral, as compras são lançadas na fatura em aberto 2 dias após sua compra — embora aplicativos como o Santander Way e o próprio Itaucard mostrem a compra imediatemente após ser feita, mas a confirmação leva esses 2 dias até cair na fatura em aberto.

Indo mais além, há um prazo maior ainda para que os pontos referentes a essas compras sejam lançados. Vou usar um exemplo do Esfera, que é um sistema que eu prefiro ao do Itaucard, pois os pontos são lançados diariamente ao longo do mês, e não somente após o pagamento da fatura — talvez o banco se ferre com isso para quem não pague com a fatura, mas para mim, que sempre pago o valor cheio em dia ou mesmo adiantado, é melhor, e para além disso, é o justo.

Voltando: no meu extrato do Esfera hoje (26/12), foram lançados pontos referentes às compras até o dia 23/12; porém, na fatura em aberto (lembrando: as cobranças, em R$, não os pontos), já foram confirmadas cobranças do dia 24/12. Portanto, o Esfera está “atrasado” em relação à fatura em aberto. E nesse exemplo, parece que o atraso é pequeno, porque tenho certeza que já vi situações em que havia um atraso de cerca de uma semana entre a compra e o crédito dos pontos.

Pois bem, infelizmente não tenho tirado prints desse valor a cada dia, porém percebi que esse valor demorou a sair do zero neste mês, e que ele tem se atualizado diariamente. Vi alguns pulos de 2.000 pontos por vez (o que, não coincidentemente, é o valor que eu passo no Iti).

Infelizmente não consegui achar um ponto exato no meu extrato que corresponda ao valor da pontuação a liberar de hoje (26/12), mas aparentemente está próximo do valor em 19/12. Em números, a fatura fechada foi de pouco menos de R$ 19.000, mas hoje constam apenas cerca de 12.500 pontos.

Acontece que minha fatura já fechou ontem (25/12), com vencimento para 03/01. Minha teoria é a seguinte: se eu fizesse o pagamento hoje (idealmente, se fosse correntista Itaú, de forma que o pagamento fosse imediatamente registrado e o limite liberado), a pontuação creditada seria de 12.500 pontos, sem contar os outros cerca de R$ 6.500 que gastei após 20/12. Ou talvez, como os pontos demoram alguns dias para liberar, pode ser que seja a pontuação no campo “A LIBERAR” de amanhã ou depois, quando a liberação dos pontos efetivamente acontecesse.

Mas não seria a pontuação referente ao fechamento da fatura. A menos que eu deixasse para pagar no dia 03/01, onde provavelmente já daria tempo de contabilizar todos os pontos até o fechamento da fatura, e então a pontuação seria lançada corretamente. Teoricamente, pode ser que fossem até adiantados pontos do mês seguinte.

No meu caso, fiz um Iti em 24/12 que não chegou a ser lançado na fatura de 25/12 (lembra a história de 2 dias para aparecer na fatura em aberto? Pois é, só entraram na fatura as compras até 23/12). Será que não dará tempo de, até 03/01, aparecer esse Iti também, e eu ganhar até mais pontos?

Particularmente, acho que não, pois como disse lá atrás, nesse mês demorou para que o campo “A LIBERAR” saísse do zero, o que talvez seja de propósito da parte do banco, para evitar créditos antes da hora, como descrevi.

Resumidamente, se essa teoria estiver certa, os problemas de pontos não-creditados no PDA não passam de um atraso na contabilização desses pontos pelo Itaú aliada a um pagamento “adiantado” do cartão (adiantado no sentido de ser antes da data de vencimento da fatura, mas já após o fechamento da fatura). 

Quer dizer, você paga numa data em que o Itaú não teve tempo de contabilizar todos os pontos, e ele credita só a quantidade que ele somou até aquele momento. A grande sacada é que isso não necessariamente significa que aqueles pontos sumiram: imagino que o que vai acontecer é que eles serão creditados no mês seguinte.

Infelizmente não tenho muitos dados para contribuir aqui, pois sou cliente recente do PDA e paguei apenas 2 faturas até agora, mas vamos lá.

Minha primeira fatura fechou em 25/10. Paguei uma parte (superior ao pagamento mínimo) em 26/10, e tive a pontuação completa creditada nesse momento.

Acontece que minha última transação feita com o cartão tinha sido em 13/10, então deu tranquilamente um prazo maior que essa 1 semana que estou vendo agora para contabilização dos pontos (na época não sabia dessa tela falando os pontos a liberar, então não prestei atenção no que aconteceu).

Minha segunda fatura fechou em 24/11. Já fiz um pagamento superior ao mínimo via Iti no mesmo dia, mas novamente, minhas últimas compras (somando R$ 48) tinham sido em 17/11, 1 semana antes. Recebi somente 48 pontos, referentes exatamente a essas 2 únicas compras não-Iti feitas no cartão naquele mês, mas todos os Itis haviam sido feitos antes dessa data, então o problema de não lançar o Iti foi aquele mesmo que muitas pessoas tiveram, e resolveram contatando o Itaú. Mas as pontuações que o Itaú “reconhece” automaticamente, de compras normais, entraram sem erro.

Quer dizer, no meu caso recebi os créditos certos (com exceção do problema do Iti, mas que não tem relação nenhuma com o problema discutido aqui), mas isso porque o pagamento da minha fatura foi pelo menos 1 semana após a última compra lançada na fatura.

Digamos que essa teoria esteja certa. De que forma ela pode nos ajudar?

Primeiro, como mencionei anteriormente pode ser que não exista um problema de não receber os pontos do Itaú, como muitos acham: o que existe, na verdade, é que vai demorar um mês a mais para creditar. É que imagino que quem não recebe já vai lá e abre uma reclamação (o que é justo, já que ninguém garante que os pontos serão creditados no mês seguinte).

O Itaú arruma, o que é excelente, mas não nos dá a oportunidade de saber se esses pontos não seriam naturalmente creditados no mês seguinte, mesmo sem reclamação nenhuma. Então, se alguém quiser tentar, pode fazê-lo e relatar no mês que vem: pague o boleto logo após o fechamento da fatura, e veja se os pontos caem naturalmente na fatura seguinte.

Mas se você precisa receber aqueles pontos ainda aquele mês, outra possibilidade é deixar para pagar a fatura só no dia do vencimento mesmo. Como são pelo menos 9 dias entre o fechamento da fatura e a data de vencimento (pode ser mais, se o dia de vencimento daquele mês cair num feriado/final de semana), então deve dar tempo de o Itaú contabilizar todos os pontos.

Conclusão

Essa é a estratégia que pretendo seguir esse mês. Eu sei que, para muitos, isso é complicado porque tem o limite baixo no PDA, e eu me incluo nessa situação, mas pelo menos no meu caso, ainda não vi o PDA negar compras feitas com o cartão físico ou Apple Pay (e uma dica: Apple Pay é um dos meios de pagamento aceitos pelo iFood), mesmo que eu esteja com o limite muito estourado, como estou agora (limite de R$ 7.800, mas quase R$ 23.000 gastos).

Compras pela internet são quase sempre negadas (lembro de tentar fazer uma compra de R$ 5,80 no aplicativo do Burger King que foi negada), mas recentemente vi os primeiros exemplos que me lembro de terem passado: uma compra na App Store da Apple na semana passada, e uma compra de ontem na Amazon.

Ambas eram de valores pequenos, mas não sei se o problema é o valor ou se é quem está fazendo a cobrança — no caso, empresas grandes como Apple e Amazon talvez tenham algum tipo de “privilégio” no sistema de autorização de compras do Itaú. Enfim, a questão é que demorar para pagar a fatura pode não ser um problema tão sério como parece — para mim, a maior inconveniência é com o Iti, e que resolvo solicitando limites por exceção no chat.

Agora, se você quer ter certeza que receberá os pontos, mas precisa pagar a fatura no dia que vencer para liberar logo os pontos, outra possibilidade é parar de fazer compras no PDA quando faltar uma semana para a fatura fechar. Por exemplo, se boa parte dos seus gastos são no Iti, faça-os na janela entre o fechamento da fatura e 7 dias antes do próximo fechamento.

Talvez você tenha outro cartão, que tenha meta de gastos para isenção de anuidade, e você pode aproveitar essa janela de 7 dias para fazer as compras necessárias nele. Ou quem sabe você pode adiantar/atrasar compras grandes para evitar essa janela de 7 dias, como por exemplo a compra do mês no supermercado.

Ficaria feliz se alguém pudesse contribuir informações que reforçassem ou desmentissem essa teoria. Se ela fosse verdade, poderíamos evitar dores de cabeça reclamando no Itaú, e também não ficar com “vodus” do tipo não adiantar pagamento de fatura.

Pode adiantar, o máximo que vai acontecer é que vai demorar um mês para os pontos caírem. E se precisar dos pontos naquele mês, coloquei alguns caminhos: deixar para pagar a fatura na data de vencimento, ou então adiantar compras para 7 dias antes do fechamento da fatura.”

………………………………………

Mais alguém tem enfrentado esse tipo de problema com seu PDA?