[Guest post] Os motivos pelos quais minha dupla preferida de cartões/programas de cartões é o Pão de Açúcar + cartões do Santander (em detrimento do Livelo)

Por ocasião do post de ontem, o leitor Swine One registrou um comentário que vale por um post: os motivos pelos quais ele prefere acumular pontos nos cartões PDA e Santander, em detrimento do Livelo.

Confiram!

………………..

“Excelente ponto, Guilherme. O pior é que tem gente que fica discutindo se o cartão Bradesco Ultra Gourmet Plus é melhor que o BB Super Extra Power. Tratam Livelo como se fosse a pica das galáxias total.

O Livelo tem duas utilidades: uma é emitir para o TAP Miles & Go que, francamente, já fez tantos ajustes de tabela que não fica muito para trás dos programas brasileiros em termos de respeito ao consumidor.

Outra é converter em pontos ALL (e, se não estou enganado, PDA + Clube Smiles + 100% de bônus ainda é equivalente).

Afinal, para os programas brasileiros em si, o PDA é claro vencedor — e se por acaso deixar de participar de promoções de bônus, continuará sendo o claro vencedor, como já comentei aqui recentemente — mas resumindo, para quem não acompanhou:

1. ainda pontua mais,

2. caso pontuasse igual, o que ainda está longe de acontecer, você teria liberdade de enviar quando quisesse, sem precisar esperar por uma promoção, e

3. você acumula muito mais pontos qualificáveis (por exemplo, no TudoAzul — não sei se transferências geram pontos qualificáveis em outros programas).

E os programas internacionais que respeitam o cliente (portanto, Miles & Go excluído), e são acessíveis por cartão brasileiro sem um deságio ainda mais brutal do que o dólar já está nos impondo, são basicamente AAdvantage e Iberia Plus — ambos acessíveis somente pelo Santander.

Essa questão de respeito às regras será ainda mais importante no mundo pós-vírus chinês. Assim como as aéreas brasileiras estão usando os programas de fidelidade para fazer caixa agora, eles farão muitos “pacotes de maldades” lá na frente para maximizarem as receitas em dinheiro (passagens pagantes, não emitidas com milhas).

Lá fora esse tipo de coisa é mais difícil de acontecer, então é importante poupar em moeda forte de verdade (dica: pontos de programas brasileiros não são moeda forte, e Livelo, como só transfere para programas brasileiros e semibrasileiros sem ágio, não é lá uma moeda muito forte também).

Conclusão

Me orgulho de dizer que há muito tempo não tenho cartão que pontue no Livelo.

Sei que todo mundo idolatra o programa, mas sou muito mais o PDA e o Santander”.

…………………………

Como esse é um espaço plural, os leitores que gostam mais do Livelo fiquem à vontade para registrar seus comentários, e, assim, termos uma diversidade de opiniões que, compartilhadas, possam ajudar aos demais leitores que ainda têm dúvidas sobre qual cartão ou programa de cartão usar.

Tagged as: , ,