Balanço parcial da Black Friday 2020 no universo das milhas e pontos

Não dava pra esperar muita coisa de um setor, como o de turismo, viagens e aéreo, que vem sendo duramente castigado nessa pandemia.

Como se não bastasse tudo isso, ainda há os perigos decorrentes de uma inflação que parece querer mostrar suas caras, o que desvaloriza ainda mais a moeda fiduciária (real, dólar etc.), além das próprias moedas digitais de viagens.

Ao longo dos anos, os consumidores foram aprendendo a não criar altas expectativas para a Black Friday, o que, por enquanto, acabou se confirmando.

Com restrições para viagens em inúmeros destinos, principalmente América do Norte e Europa, as opções para o consumo e gastos de dinheiro ficam bastante limitadas.

De todas as promoções que apareceram até aqui, eu destaco a da Accor oferecendo seus 30% a 40% de descontos com possibilidade de pagamento de diárias com pontos, e cancelamento com reembolso em D-5. Esse realmente foi um diferencial.

Esperamos que a Black Friday de 2021 encontre o mundo num local mais propício para viagens, pois, na Black Friday de 2019, ninguém, absolutamente ninguém, imaginaria que a Black Friday de 2020 iria se dar em um contexto tão sombrio e tão avassalador para a indústria do turismo…

E você, conseguiu aproveitar, na Black Friday 2020, alguma promoção que casou com seus objetivos pré-definidos de consumo?