Dúvida do leitor: como comprar um iPhone aqui no Brasil gastando menos ou acumulando mais pontos?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Segue a dúvida do Bhodan:

“Alguma sugestão de como comprar um iPhone aqui no Brasil gastando menos ou acumulando mais pontos?

Moro em Sampa, mas ainda uso um DDD 21 da Vivo. Pretendo passar a usar um 011, mesmo que seja só para fins profissionais, em breve.

Acumulo pontos normalmente na Livelo e na Smiles”.

…………………..

E aí, qual dica vocês dão pra ele?

Como vi que no blog há muitos experts em acúmulo de pontos em compras de celulares (a julgar pelo teor dos comentários desse post), penso que a dúvida pode gerar respostas bem interessantes e variadas.

Tagged as: , ,
  • SwineOne

    Já respondi com uma experiência minha nesse sentido, mas deixo também outra dica: geralmente a Apple lança novos modelos em setembro, que depois de algumas semanas (talvez leve até dois meses), chegam no Brasil.

    Nos EUA, certamente não seria o momento de comprar um iPhone agora — esperando 2 meses você compraria a geração mais nova pelo mesmo preço, ou a antiga por um preço menor.

    Mas aqui tenho medo que eles finalmente repassem a diferença do câmbio, o que aparentemente ainda não ocorreu. Nesse sentido, deve haver modelos (mais de um) custando acima de R$ 10 mil, e não me surpreenderia se o modelo mais caro chegasse perto de R$ 15 mil.

    Então, dependendo dos preços agora, pode sim ser bom negócio pegar a geração antiga agora, pois a geração nova pode chegar muito cara, e provavelmente repassarão a diferença do câmbio para a geração antiga também. Hoje o iPhone 11 está pouco mais cara que seu preço em dólar nos EUA (considerando o câmbio real, IOF e sales tax). Com promoções de x pontos/real nas lojas on-line, sai até mais barato. Então, é algo a se pensar.

  • SwineOne

    E aproveitando que falei sobre promoções de x pontos/real do varejo, quero deixar meio elogio para a Renner (só meio, e espero que não me arrependa desse meio ainda).

    Cada vez que preciso aproveitar uma dessas promoções, já me preparo para uma possível dor de cabeça para conseguir os pontos. Sempre tem alguma desculpa que alguma coisa aconteceu durante o processo de compra que perdeu o registro dos pontos.

    Ontem havia uma promoção de 10 pontos Esfera/R$ na Renner, e minha esposa fez algumas compras. É legal ver que, ao longo de todo o processo de compra, a pontuação obtida sempre é mostrada, até o último passo, onde se preenche o número do cartão. Além disso, não tem a armadilha do Ponto Frio, por exemplo, de exigir o preenchimento do CPF na tela de confirmação do pedido (após a compra) para conseguir os pontos — se esquecer, adeus.

    Porém, é só “meio elogio” porque os pontos não constam da tela de confirmação do pedido, nem do email de confirmação. Para mim, falta só isso para termos uma certa segurança que realmente receberemos os pontos.

    Em outra oportunidade, aproveitei uma promoção semelhante, mas com a Livelo, e os pontos foram creditados corretamente. Espero que, diferente do Ponto Frio (que no passado não me creditou uns 50-60 mil pontos Latam Pass numa compra, não lembro exatamente quantos), eu não quebre a cara com a Renner. Senão, assim como fiz com o Ponto Frio, vai ficar na geladeira e evitarei a todo custo fazer compras com eles, seja com bonificação de pontos ou não.

    • Arthur Castro

      A Livelo é mestre nisso. Eu estou penando para receber pontuações. Sempre printo todo o processo, mas mesmo assim. Eles são péssimos.

      Diferente do Tudo Azul. As pontuações caem no oitavo dia, sem falta.

      E dá pra saber que é o programa de acúmulo e não o parceiro, pois o mesmo parceiro credita corretamente nas compras com Tudo Azul, mas não com a Livelo.

    • Bohdan14

      Mais uma boa sugestão, Swine! Devo comprar até o final do mês. O celular que eu uso está para parar a qualquer momento.

    • Vinicius

      Comprei na Renner pela Livelo numa promoção bônus de 10 mês passado. Fiquei com o msm receio. Printei tudo e anotei o cálculo da pontuação. Os pontos caíram mais rápido do que o esperado, acho que em uns 15 dias. Sempre anoto todas as compras que geram pontos com a data.

  • Raul

    Pelo Smiles, nos últimos meses o menor valor que eu vi foi de 230.000 milhas no Iphone 11 mais básico. Assim como houve a excelente promoção do S20 nessa semana, às vezes acontece também umas promoções do Iphone.

    • Bohdan14

      Obrigado! Vou acompanhar!

  • Gustavo Castro

    Anteontem teve uma super promoção no Esfera Santander, porém durou somente no dia. A promoção era para compras na Fast Shop e/ou magazine Luíza, onde usava a opção pontos + dinheiro e o valor pago em dinheiro voltaria em pontos x 30. Um iPhone 11 Pro 256gb saía mais barato que nos EUA, e uns 25% mais barato que aqui no Brasil. Eu não comprei iPhone, mas comprei TV e outras coisas.

    • SwineOne

      Eu olhei essa promoção. O problema é que, de todas as opções com pontos + dinheiro que tem, a que usava menos pontos era tal que o número de pontos gastos era quase exatamente 30 vezes o preço extra em real. Por exemplo, se o celular custasse R$ 5.000 (a título de exemplo), você gastava 150.000 pontos. Aí ficava elas por elas, só servia para renovar os pontos mesmo (correndo o eterno risco de problemas de creditar os pontos de volta, o que imagino que seja um risco menor dentro da plataforma Esfera).

      Mas se tivesse uma opção de pagar o preço quase cheio e usar “poucos” pontos, digamos pagar R$ 7.000 e usar 50 mil pontos ou menos, eu teria comprado sem dó. Nesse exemplo hipotético, seriam 300.000 pontos de saldo, que viravam três passagens e meia em executiva off-peak GRU-MAD na Iberia.

      • Gustavo Castro

        Eu achei interessante, pois o fato de a promoção ser dentro do sistema Esfera, creio que tenha menos dificuldade de receber os pontos de volta. Tinham até 3 opções de uso de pontos + dinheiro. No caso específico do iPhone 11 Pro 256gb eram as seguintes:
        269.815 pts + R$3.021,82
        228.305 pts + R$3.835,18
        166.040 pts + R$5.054,81

        Nesse terceiro caso, receberia de volta 151.644 pts e teria um desconto de 28% no valor do aparelho, seria um desconto de quase 2 mil reais por menos de 15 mil pts. Sendo que a compra ainda gera pontos no cartão. Era um super negócio. No meu caso, a única diferença é que os pontos que voltam terão 12 meses de validade, os meus originais não vencem, por ser unlimited.

  • SirNiXXon

    Trocar por um Android pode representar economia de 50% ou mais!

    [ Tá, eu sei que não ajudei, foi mal gente! 🙂 ]

    • Bohdan14

      Pior que uso Android atualmente…mas resolvi mudar.

  • Henrique P. P.

    Tá rolando uma 5×1 da Livelo e Ponto Frio para o S20, ou 4×1 para outros produtos vendidos e entregues pela Ponto Frio. Não é muito boa, mas pode ajudar.

  • Lucas Santos

    Alguém já usou a proteção de preço dos cartões pra comprar numa promo do tipo 10 pontos por real onde sai mais caro e depois receber a diferença?

    • SwineOne

      Lembro que o Eloy do MdM sugeria isso no passado. Sempre fui contra. Tecnicamente, OK, você pode fazer isso. Na prática, sou da opinião que, se todo mundo fizer isso, é o caminho mais rápido para esses seguros deixarem de ser ofertados.

  • Fernando Medeiros Junior

    Torrei meus quase pontos 190.000 pontos smiles num iPhone SE 128Gb. Não tá lá essa maravilha mas, a título de comparação, com pontos latam/multiplus seriam necessário quase o dobro de pontos. E no cenário de incerteza atual, achei melhor do quer deixar esses pontos parados.

  • Vinicius

    Sobre essa questão da compra do iPhone, no meu caso, estou aguardando bonificação extra, tipo 1/10, mas para comprar outro smartphone, iPhone não, e somar os pontos para futuramente passagem aérea ou vender. Considero esse gasto com pontos como um desconto na compra do aparelho. O problema que já há alguns meses não vejo bonificação extra (1/10), só 1/5 o que considero pouco.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×