Ibis Business prorroga a associação por mais 6 meses

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Boa notícia para os portadores do cartão de fidelidade Ibis Business: a assinatura foi prorrogada por mais seis meses.

Esse cartão de fidelidade, que custa 60 euros por 1 ano, ou 99 euros por 2 anos, confere alguns benefícios que podem ser úteis para quem usa com frequência os hotéis Ibis, tais como desconto fixo de 10% sobre a melhor tarifa flexível, status Gold no All Accor etc.

Falamos sobre esse cartão, de forma pioneira no Brasil, nesse post.

Devido à crise do coronavírus, a Accor resolveu prorrogar a validade da assinatura por mais seis meses:

“In response to this tough situation we are all facing, and because we feel privileged to count you among our best customers, we have extended your ibis BUSINESS membership by 6 months.

An update has already been made on your Personal account, where you will find the new expiry date of your subscription.”

Conclusão

Boa iniciativa da Accor, mas que era, de certa forma, esperada, haja vista que se encontra alinhada às políticas dos demais programas de fidelidade hoteleira, das empresas aéreas etc., de prorrogarem os status de seus clientes.

O fato é que a crise atingiu em cheio não só as aéreas, mas também todo o setor de turismo, o que inclui, claro, as redes de hotéis.

O que todos nós esperamos e torcemos é que a rede Accor não quebre ou peça recuperação judicial, pois há muitos clientes, dentre os quais vários leitores desse site, que fizeram um hedge cambial, transferindo os pontos dos programas de milhagens para o All Accor.

Aparentemente, os pontos estocados no All Accor estão mais seguros do que se estivessem guardados no Smiles, Tudo Azul, Latam Pass etc., mas e se a Accor, num lance de surpresa, de uma hora para outra, declarasse falência? Provavelmente os pontos acumulados no All virariam pó.

Portanto, quem tem pontos na Accor deve monitorar com certa constância o programa, e não deixar os pontos prescreverem nem mofarem lá indefinidamente. Afinal, parafraseando o chavão da propaganda de uma corretora de seguros, vai que… 😉

  • Henry

    Se o Le Club quebrar eu perco uns milhares de euros lá…
    Ultimamente eles investiram muita grana lá com propaganda…mas acho que foi a Accor que bancou toda essa propaganda…
    Eu desconfio que o Le Club e Accor são empresas distintas….
    Em princípio o Le Club é uma corretora que vende pontos e paga diárias…
    Quanto a pagar diárias, nesse momento não deve estar pagando muito porque ninguém tá se hospedando…
    Já a venda de pontos deve estar reduzida mas pingando uns euros no programa..
    Outra despesas deles, que é pagar milhas quando enviamos os pontos do Le Club pras aéreas tb deve estar parada…
    Acho que, apesar dessa crise, eles ainda estão se capitalizando, menos do que o usual, mas em menor velocidade…
    E, o euro não se desvalorizou em relação ao dólar… além disso, acho que eles pagam poucas hospedagens nos EUA porque usar Le Club lá é meio furada…

    • Afonso Leibanti

      Partilho o mesmo sentimento sobre o Le Club. Entretanto, estou com 126mil pontos ALL, entretanto sem emissões em vista, tenho uma viagem para NY em Novembro mas os preços do Novotel na Times estão mais que o dobro do que tenho encontrado no mesmo padrão e localidade! Tenho ainda uns 90mil pts no TudoNoVermelho, estou em dúvida se envio para Accor, uma vez que a Azul não tá valendo nada, é a única que ainda preserva uma paridade atrativa para a Accor e o risco de quebra transferindo é menor… Qual opinião do amigo Henry?

      • Viajante

        Desculpe me intrometer, mas se vc tem pontos no TD e não vai usar em breve, te aconselho a se livrar deles.
        Eu sou Diamante no TD e nunca uso o benefício do bilhete cortesia, pq sempre nas outras a passagem está mais barata, ainda que com milhas…
        Realmente, os pontos TD não valem nada, nem p emissão com cias aéreas parceiras. Além disso, podem a qualquer momento e sem aviso prévio, subir o fator de transferência, como Smiles e LatamPass fizeram recentemente. Então eu não daria “bobeira” com esses pontos na conta.
        Acredito que o raciocínio do Henry está correto… embora nunca é 100% garantido que uma empresa sólida (e não brasileira) venha a falir, eu prefiro deixar meus pontos no Le Club, que teoricamente nunca expiram, do que em empresa aérea brasileira…
        Tenho 100 mil pontos no Le Club e acho melhor do que deixar com Smiles, LatamPass e TD… Fica a dica!

        • Afonso Leibanti

          Acho que farei isso mesmo, em 2 dias libera meus envios da Azul, espero que não subam a conversão até lá! Também tenho diamante na Azul, mas diferente do colega sempre consigo usar, uso em voos nacionais em feriados geralmente, quando tá caro em todo lugar, aí a patroa voa de graça comigo! Esses tempos eles mudaram um vôo meu e me enviaram 2 vouchers de 500,00, aí fiz emissões com o voucher e ainda usei a passagem extra.

          • Viajante

            Acho certo msm. Algo que tb não referi foi que quanto mais se fizer transferências para o Le Club, menos é o risco de ele falir, uma vez que estará entrando dinheiro no caixa deles e não saindo. Tb vou aproveitar e mandar uns do Smiles p lá, que comprei naquela promo de 0,01 centavo que teve na Smiles.

      • Henry

        Desculpa pela demora….
        A Azul tá recebendo 2 bilhões do governo, assim como outras empresas…
        Isso deve dar um fôlego de uns 2 a 3 meses…
        Como o envio pro Le Club tá muito ruim nos programas nacionais, acho que vc pode correr o risco e aguardar uns dias pra ver se aparece alguma coisa em termos de passagem…
        É raro, mas o TD as vezes faz promo pra Miami e acho que Lisboa tb..
        Mas existe o risco… só que acho improvável alguma aérea nacional quebrar nos próximos 90 dias…
        O mercado brasileiro é oligopolizado pelas 3 irmãs e nenhuma delas quer perder espaço… tanto que até o momento eu não soube de demissões por aqui…
        E a Azul, numa crise de grana, sempre pode contar com o apetite dos chineses, que estão abarrotados de dólares e doidos pra entrar no Brasil… e o David teve ou ainda tem uma parceria com os chineses…
        Enfim, em função do socorro do governo eu vou esperar mais uns meses pra ver o que faço com os 280k que ainda tenho no Smiles…

      • Henry

        O risco é o TD mexer na paridade de envio.. aí vc vai perder…
        Se vc realmente ñ tem esperança de emitir nada de bom com eles, de repente é melhor despachar pro Le Club mesmo…

  • Mr_flying

    Aí vem neguin dizendo que não tem “tabela dinâmica” !! Ah tah!!! Cei! Reserva com pontos e compara com reserva em dinheiro !

  • Henrique S

    Acabei de ver no app que o ALL estendeu os status até final de 2021. Tenho status GOLD até 2021 agora.

    • assolini

      Idem aqui!

      • SwineOne

        O meu é Silver e só está válido até 31/12/2020. Mas talvez estejam atualizando por lote (por exemplo, talvez só quem tem status gold primeiro).

  • Thiago84

    O LE CLUB além de ter prorrogado a validade do meu Status Gold para 31/12/2021, lançou na minha conta no dia 02/04/2020 a contagem de 15 Courtesy nights e 3500 Courtesy points para fins de upgrade de categoria.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×