Está na hora de cancelar seus clubes de milhas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Fazer sobrar mais dinheiro é o grande desafio dessa crise econômica, e, complementando as dicas do post de ontem, hoje aproveito para recomendar mais essa ação que já vem sendo observada por alguns leitores: cancelar seus clubes de milhas e pontos.

O Eloy do Mestre das Milhas já havia apontado a importância dessa tarefa, e ontem mais dois leitores disseram que essa recomendação é importante: o SwineOne e o Márcio Correa, de quem transcrevo o comentário:

“Então pessoal. Vivemos tempos inimagináveis, quem diria.

Eu, particularmente, no “alto” dos meus 62 anos, já tenho uma reserva financeira que permite certo conforto. Não muito, mas o suficiente.

Não possuo nenhum cartão que cobra anuidade, mas cancelei meu Clube Tudo Azul, que só fiz por que estava no desafio Diamante, e ajudava nos pontos qualificáveis.

Como trabalho “terceirizado”, meu contrato foi “suspenso” até as coisas voltarem ao normal, ou seja, só tenho renda da minha aposentadoria privada, investimento que devo “assessoria” ao meu saudoso pai, a do Governo ainda não faço “por merecer”.

Enfim, realmente é hora de cortar estes gastos “desnecessários”.

No mais, saúde e paz a todas(os).

Se cuidem, por favor!”

Conclusão

Valem as mesmas dicas do post de ontem: ECONOMIZEM O MÁXIMO QUE PUDEREM! A crise ainda não atingiu seu ápice! Sejam precavidos e prevenidos. Nada de aumentar os gastos nesse momento.

Depois, quando a crise passar, e seu ritmo normal de viagens se restabelecer, você pode, querendo, voltar a contratar os clubes.

Agradeço ao Márcio e ao Swine pela lembrança da dica!

Tagged as:
  • Rodrigo de Freitas

    Se eu cancelar o clube livelo vou deixar de pagar 650 reais, mas caso queira retornar o valor sobe para 800 no clube 20 mil, não compensa, isso é passageiro.

    • SwineOne

      Será que a Livelo consegue manter o valor nesse patamar na economia pós-vírus chinês?

      Quem cancelar agora e ligar lá depois pedindo para voltar no preço antigo, será que terão coragem de dizer não?

      • Yuri Fonseca

        Eu tinha livelo em 2015. Voltei esse ano e não fizeram o preço antigo não. Se conseguir me fala que 799 é osso kkk

        • SwineOne

          Obviamente que antes do vírus chinês eles não iam baixar o preço, a demanda estava boa.

          Mas o mundo pós-vírus chinês é outro. É um mundo de economia deprimida, que atingirá a todos, alguns mais fortemente, outros menos. Um mundo onde você não pode afirmar com o mínimo de certeza que terá um emprego no mês que vem, é um mundo incompatível com um supérfluo do nível de um clube de milhas que custa mais de meio salário mínimo por mês. Especialmente considerando que não se sabe quando será tranquilo viajar novamente, e quais aéreas sobrarão para contar a história.

          Não sei quanto do faturamento da Livelo vem dos clubes. Mas se for uma parcela importante, é absolutamente inevitável que venham a fazer promoções agressivas no futuro. Talvez não voltem a vender 20 mil pontos por R$ 650 por mês (R$ 32,50/1.000 pontos), mas certamente haverão promoções em que, ao longo de um ano, você acumulará uma certa quantidade de pontos por um valor menor do que R$ 32,50/1.000 pontos. Aliás, estão são as promoções que eu mais gosto; como já disse em outro tópico, estou no Clube TudoAzul 2000, recebendo pontos a R$ 16,25/1.000 pontos, mas sem a obrigação de comprar uma cacetada de pontos por vez (e gastar uma fortuna de dinheiro por mês).

      • Viajante

        Eu não contaria com o ovo da galinha lá naquele lugar não ehehe.

      • Cristiano Andrade

        Não acho que volta ao valor anterior, até porque teremos inflação (dólar noutro patamar).

        A parte, por que da expressão xenófoba? A pandemia é global e tem várias mutações do COVID-19 (nome adotado globalmente, sem expressão de xenofobia) e o uso de expressões como essa além de serem ofensivas a um povo (sim, elas são ofensivas) também desinformam seu caminho de contágio (foi uma das razões de terem abandonado a expressão “gripe aviária” em 2009).
        Só como nota histórica a “Gripe Espanhola” surgiu nos Estados Unidos, mas adotou mais uma expressão xenófoba, ligando a mesma aos povos hispânicos, que eram até agredidos fisicamente apenas por serem hispânicos.

        • SwineOne

          Vinha chamando de coronavírus anteriormente. Porém, considerando que:

          1. este vírus, assim como todos os demais princípios de pandemia (H1N1, gripe aviária, etc.) à exceção do Ebola, surgiram na China, muito provavelmente conectados aos péssimos hábitos dos chineses com relação à criação, venda e consumo de animais exóticos;
          2. a ditadura do partido comunista chinês reprimiu os médicos que tentaram alertar para a pandemia ainda em 2019, quando havia uma chance de conter a pandemia;
          3. a China se manifesta veemente contra aqueles que afirmam o óbvio, que é seu claro papel (vide itens 1 e 2) no surgimento e disseminação desta pandemia,

          decidi que temos que deixar o politicamente correto de lado, e chamar o vírus como deve ser chamado.

          • Cristiano Andrade

            Caro Swine,
            Não se trata de “politicamente correto”, se trata de normas de civilidade. É ofensivo é desinforma. A expressão é xenófobo, pouco civilizada, prejudica relações entre povos.
            Com relação a item 1., qual a fonte de informação? Ou é “consenso geral”, ou apenas “achismo”? Sempre recomendo cuidados ao destilar preconceitos (= opiniões pre-concebidas)
            Com relação ao Item 2., concordo plenamente que a ditadura chinesa ajudou a desinformar. Por outro lado, as informações de afastamento social e controle de contágio surgiram de profissionais chineses, bem utilizadas de forma que a ditadura de Singapura ou a democracia sul-coreana puderam aplicar os aprendizados e controlar o contágio em seus territórios (muito antes da explosão de casos no ocidente). A informação e seu impacto estava disponível, governos ocidentais decidiram ignorar as recomendações da OMS e os aprendizados de profissionais chineses, ao contrário de alguns governos orientais (me vêm a mente a India, além de Singapura e Coréia do Sul). Culpar o POVO chinês pela pandemia é xenofobia, é ofensivo e tem impacto parecido com gente que está agredindo profissionais na saúde que se locomovem de casa para o hospital, ou estão sendo despejados como em NY). É o mesmo que chamar Brasileiros de genocidas ou torturadores devido a postura de determinados grupos no poder.
            Quanto ao Item 3., vide o que escrevi de itens 1. e 2., existe uma postura ambígua do governo central chinês (e nunca confundir governo com o POVO), ao mesmo tempo que negam dados (e possivelmente manipulam os mesmos), o governo chinês dividiu o risco com órgãos internacionais e empresta profissionais e expertise para o controle da mesma. A OMS fala da epidemia e de medidas de afastamento social desde o começo do ano, medidas adotadas com sucesso na Coréia do Sul e Singapura por exemplo, mas ignoradas por governos ocidentais (e depois adotadas por quase todos).
            Swine, estou buscando ser cortês ao máximo, quando levanto o fato de que está sendo xenófobo, ofensivo e preconceituoso, chamo a atenção de que confunde a postura de um grupo governante com o conjunto de povo, que ainda tem que sofrer pelos desmandos desse grupo, e depois com o preconceito e suas ramificações. Esse comportamento, quando estimulado, resulta até em agressões físicas a membros desse povo.
            Resulta também em desinformação, um leitura rápida pode levar a crer que o perigo vem da China, quando o contágio imediato extra-comunitário se deu de viajantes como eu e você que tenham vindo da Europa.
            Por isso chamei a atenção, não me importo com o “politicamente correto”, expressão na minha opinião inadequada, mas me importo em momento tão duro mantermos nossos laços de civilidade e, ao mesmo tempo, cuidarmos para evitar a desinformação.
            O convido a isso, por mais que tenha o mesmo desconforto com a ditadura chinesa (como tenho com qualquer ditadura), tenha estranheza com hábitos alimentares locais (e tive a curiosidade de entender mais sobre isso, é é bem interessante, vale um bom papo, rodeado de conversa e para aqueles que gostam de um bom vinho), busco a manter os laços de cordialidade, civilidade, compaixão com o povo chinês.

            • SwineOne

              Não gostaria de alongar mais o assunto, mas vejo que algumas respostas devem ser dadas.

              Primeiramente, um governo não deixa de ser reflexo de seu povo. A Venezuela não se colocou na situação que está por um golpe; o povo caiu no conto da sereia de Hugo Chavéz e o elegeu democraticamente. É mais difícil se libertar de uma ditadura, especialmente com o controle do acesso à informação praticada na China, mas se aderirmos à narrativa do governo chinês que se exime de qualquer responsabilidade, estamos dificultando ainda mais que o povo chinês enxergue que outra alternativa precisa ser buscada.

              Quero deixar claro que minha intenção não é agredir o povo chinês (muito embora os hábitos alimentares devem e já estão sendo revistos), e sim a resposta do governo chinês que acha que o mundo é o quintal da casa deles, onde a ditadura deles pode mandar igual. Chamar o vírus assim é a minha forma de me manifestar contra isso. Fico horrorizado, senão surpreso, que pessoas possam criar relação entre o país de origem de um vírus e a população de imigrantes (ou filhos, netos, … de imigrantes, que nunca pisaram na China) como possíveis transmissores. Certamente nunca me passou pela cabeça a possibilidade de fazer essa ligação. Reitero que trata-se apenas de um contra-ataque às atitudes do governo chinês.

              Mais ainda, vejo que não minimizar o papel do governo chinês e sua campanha de desinformação no combate à pandemia é de suma importância. Quando a próxima pandemia estourar por lá, devemos ter claro que não é possível confiar que o governo da China será suficientemente honesto a respeito da evolução da situação. Equipes internacionais independentes devem ser enviadas para fazer uma análise sem vieses. Talvez fechar a fronteira dos países com a China ou, pelo menos, acompanhar muito de perto os passageiros que chegam de lá, assim como foi feito com o único passageiro que trouxe Ebola da África quando da época do surto. Nesse caso não é xenofobia, não é preconceito, é matar o mal pela raiz.

              Quanto ao ponto 1, não é uma teoria minha. Veja, por exemplo: https://www.businessinsider.com/wuhan-coronavirus-chinese-wet-market-photos-2020-1 Também foi amplamente noticiado que a China está revisando essas práticas alimentares: https://www.businessinsider.com/china-bans-wildlife-trade-consumption-coronavirus-2020-2

              Quanto ao ponto 2, já coloquei num comentário do tópico anterior que há opiniões dissonantes sobre a importância da quarentena, de especialistas extremamente gabaritados — não coincidentemente, a própria China já não a pratica mais, certamente porque tem consciência do efeito econômico. Então, nesse ponto, a China pode ter ajudado a piorar e não a melhorar a situação ao sugerir o isolamento. E convenhamos, quando há mensagens sem coerência nenhuma vindo do governo chinês, como saber em qual delas acreditar?

              • Gerfeson Mendonça

                Kkkkk essa da quarentena foi boa kkkk
                Falou pouco, mas foi merda pra karai em uma só frase.

              • Luiz De Freitas

                … endosso sua afirmação: …um governo não deixa de ser reflexo de seu povo. A Venezuela não se colocou na situação que está por um golpe; o povo caiu no conto da sereia de Hugo Chavéz e o elegeu democraticamente … … Os hábitos e cuidados de higiene chineses e a manutenção de mercados e comércio de chifres de elefantes, rinocerontes, pangolim e outros animais não foi reprimida da mesma maneira que o governo chinês reprime dissidentes …

          • Luiz De Freitas

            … o virus é chinês!

          • Alexandre

            Vale a pena lembrar também que a China, juntamente com seu lacaio, a OMS, insistiram por muito tempo que não havia contaminação entre humanos, e que o fechamento das fronteiras era contraproducente. Resultado: pandemia.

            Fica a impressão que o governo chinês deliberadamente quis que o vírus se espalhasse pelo mundo, atitude muito parecida com a de muitos de seus cidadãos infectados que cuspíam na cara de pessoas inocentes, em particular os profissionais de saúde.

            O vírus é chinês não porque surgiu na China, e sim porque o Partido Comunista Chinês 1) permitiu o tráfico e consumo de animais selvagens em grandes metrópoles, 2) mentiu e continua mentindo para o mundo sobre a gravidade da doença, e 3) fez esforços, juntamente com a OMS, para que o vírus se espalhasse pelo mundo.

      • Rafael

        Kkkk

      • Felippe

        Eu que não arrisco. Cancelo qualquer um, menos o clube Livelo

    • Viajante

      To na msm que vc. Esse é o único que vou manter, pois dá p fazer 1k milhas aéreas por R$16,25 numa promo de 100%. Esse quem puder aguentar, não aconselho a cancelar.

    • SwineOne

      Especulações à parte, acho que cabe tentar explicar o que motivou a criação deste tópico pelo Guilherme, na minha visão. Arrisco fazer essa análise, porque sei que no outro blog do Guilherme, toda a semana ele bate nessa mesma tecla, e com toda a razão.

      Claro que temos, entre os leitores do site, aqueles que estão numa situação financeira confortável, para quem pagar 10 clubes Livelo 20.000 por mês seria factível. Mas, como é o caso da população como um todo, do qual os leitores são apenas uma amostra um pouco enviesada (claro que moradores de rua não lêem o site), a maioria dos leitores vive numa situação em que precisa fazer escolhas, às vezes mais e às vezes menos difíceis, para fechar o mês.

      Algumas destas pessoas tomam a decisão, já errada em tempos de bonança, de fazer “poupança” em milhas ao invés de dinheiro (e muitos não tem uma reserva financeira). Estas pessoas são ludibriadas pela visão cor de rosa do mundo pintada pelos sites da Jabalândia, especialmente o Jabá de Primeira, que dá a entender que se você não estiver fazendo várias viagens de 12 horas em classe executiva ou primeira classe por ano, você é um fracassado.

      A pessoa olha para o seu salário mensal de, digamos, R$ 3 ou 4 mil reais, e pensa que se colocar 10% disso num clube de milhas todo mês, vai poder fazer uma viagem em classe executiva no ano e ser um pouco menos fracassado (esquecendo, como os compradores de carro 0 km que só olham a parcela, que uma viagem tem outros custos além da passagem). Já vi até chamarem de “poupança em moeda forte” — que poupança é essa que seu dinheiro vira pó depois de um ano ou dois se você não GASTAR?

      Esse pensamento já é extremamente temerário em tempos de bonança. No mundo pós-vírus chinês, trata-se de autêntico suicídio financeiro para essas pessoas.

      O dia que elas perderem o emprego, por acaso elas vão poder usar essas milhas para pagar a comida que elas precisam colocar na mesa? Pagar os boletos do mês? Evidentemente que não. O que elas poderão fazer é, no máximo, comprar umas bugigangas no camelódromo de milhas, como já disse o Guilherme, pagando no mínimo o triplo do que gastaram com o seu clube de milhas, tudo para evitar que essas milhas expirem, porque não terão a mínima condição de fazer a sua tão-sonhada viagem de classe executiva.

      Então, vejo que é essa a reflexão que o Guilherme propõe. Infelizmente é sabido que o brasileiro tem uma tendência não à poupança, como deveria, mas à ostentação, tão habilidosamente explorada pelos sites como o Jabá de Primeira. Está na hora de cada um olhar friamente para o espelho e se perguntar se tem reais condições de manter uma despesa dessas.

      Deixo um exemplo meu. Fui por muitos anos fã de carteirinha da Apple, e não só de celulares: tenho notebook, tablet e outros produtos; para a minha linha de trabalho, a qualidade dos equipamentos justificava o preço, embora a qualidade tenha caído recentemente. Desde o lançamento do primeiro iPhone, que nem foi vendido no Brasil, até o iPhone X em 2017, tive um modelo de cada ano. Mesmo assim, fazia questão de comprar ao menor preço possível (em épocas de dólar baixo era razoavelmente factível comprar no Brasil, senão nos EUA, Paraguay, etc.), passava o iPhone da geração anterior para a minha esposa, e vendíamos o de 2 anos atrás para ficar menos no prejuízo. Porém, depois de comprar o iPhone X na euforia — e não me arrependo, penso que foi o maior avanço de um ano para outro possivelmente com exceção do segundo ou terceiro ano — refleti que era absurdo pagar mais de US$ 1000 por ano em um celular, muito embora eu tenha dinheiro para isso sem me fazer falta. Continuo com o mesmo modelo até hoje. Talvez troque no final desse ano; provavelmente não, só no ano que vem.

      E para concluir, mais um exemplo. Tinha um carro, comprado em 2011, que é um modelo esportivo de um carro de uma categoria média-alta, sem chegar a ser premium — esportivo de verdade, não essas sem-vergonhices que consistem em apnesa adesivar o carro e trocar as rodas e pneus por especificações incompatíveis com o asfalto brasileiro. Minha esposa tinha um carro mais racional, o qual posteriormente trocou por um carro de padrão mais alto. Quando decidi, no ano passado, trocar o carro, naturalmente que o primeiro impulso seria pegar um carro de uma categoria superior — provavelmente muitos no meu lugar começariam a olhar carros de marcas premium alemãs. Entretanto, pensei friamente: minha esposa já tem um carro melhor que podemos usar para viagens, o meu seria apenas para ir e voltar do trabalho. Por que, racionalmente falando, eu preciso de mais do que um carro popular? E então foi isso que fiz: peguei um carro popular um pouco melhor equipado, que está me dando grandes alegrias no seguro e no posto de combustível. Certamente muita gente em volta estranhou que eu tenha “caído de padrão”, mas eu comprei o carro para mim, não para eles.

      São reflexões semelhantes que o Guilherme propõe a todos que façam.

      • Guilherme

        Excelentes observações, Swine!

    • Henry

      Citando você…
      “… isso é passageiro….”
      Será ???
      Ninguém sabe.. também acho que será, mas de uma coisa tenho certeza…muitos irão (irão não.. já perderam) o emprego…
      E com certeza, esses não serão mais “passageiros”, isto é, vão usar os poucos recursos que têm pra sobreviver… e não poderão viajar mais…
      Será muito ruim para eles pensar daqui a 6 ou 8 meses que os valores pagos com clubes foi dinheiro jogado fora porque não vai poder viajar tão cedo e os pontos e/ou milhas vão expirar…
      Além de ter jogado dinheiro fora, deixou de usar o dinheiro pra alguma coisa que eventualmente realmente precisa…
      Por pior que isso possa ser, precisamos pensar que viagens, numa situação de crise financeira, são supérfluas…
      Agora, o cara que tá montado na grana, dinheiro a rodo…… esse realmente deve ficar na dele…

      • Roger Olinger

        Tenho a clara impressão que a grossa MAIORIA não se apercebeu ( ou não quer se dar conta) de que a situação é MUITO PIOR do que aparenta ser. Além disso tudo indica que ficará AINDA PIOR. Não é pessimismo, é só observar as peças do quebra cabeças….

        • Henry

          E dessas peças do “quebra cabeças”, justamente a mais importante, parece que tem a “cabeça quebrada”….. rsrs

        • SwineOne

          Impossível ser mais claro do que isso. Sinceramente, se você não tem dinheiro no banco para manter as suas despesas essenciais pelos próximos 12 meses no caso de perda de todas as fontes de renda na sua casa, e mesmo assim mantiver o supérfluo do supérfluo do supérfluo como é um clube de milhas de R$ 650 por mês, há fortes chances de você se arrepender depois. Inclusive se você for funcionário público: a conta também chegará para estes.

          Acompanhava um site sobre a bolha imobiliária brasileira, onde um dos participantes costumava dizer que você jamais deve ter um carro que custe mais do que 10% do que o dinheiro que você tem no banco (e eu sou o primeiro a admitir que, infelizmente, infrinjo essa regra). Um cara que pensa assim, e pratica o que pensa, certamente está preparado para a crise. Infelizmente, tá cheio de gente que ACHA que está preparada para a crise. Estas pessoas arriscam tomar um belo tombo. Talvez seja prudente deixar de lado o raciocínio que “óbvio que não posso perder essa super-promoção para gerar pontos quase de graça gastando a módica quantia de R$ 650/mês”, e tentar, por 30 segundos que seja, abrir a cabeça para as ideias que estão sendo discutidas aqui.

    • Eduardo

      pensei a mesma coisa… vou aguentar com o clube 20k

  • Pedro Viajante

    Falando nisso, alguém já visualizou o prolongamento do status do TudoAzul até 2021?

    • pauloleo

      Nada aqui!

      • Pedro Viajante

        Acabei de receber o e-mail confirmando o status até 2021!

        Boa, TudoAzul!

        • Henrique P. P.

          Eu não recebi o email, mas acessando o app me rebaixaram de diamante para o básico, sendo que fiz pontuação no ano passado para me qualificar como safira este ano. Só quero ver como vai ficar tudo isso. Por sorte tenho print com os pontos qualificáveis em dezembro do ano passado, mas já tô vendo que vou me incomodar.

          • Pedro Viajante

            Estranho. Já recebi o e-mail.
            Quando resolver não esquece de nos falar como foi a solução, Henrique.

        • pauloleo

          Recebi também, mas ainda não refletiu no aplicativo.

          • Pedro Viajante

            No app aqui também não mudou ainda.

  • Alexandre

    Obrigado pelos alertas.

    Por alguma razão, a ficha ainda não tinha caído para mim, e eu estava achando que tudo isso será passageiro e que tudo voltará a ser como antes. Nem um nem outro.

  • Jhow

    Concordo Guilherme, mas vou tentar lutar mais um pouco para manter o Livelo 20k meu e da esposa por 650. Se cancelar tenho certeza que em hipótese alguma retornarei no valor antigo.

    • Felippe

      Duvido que volte com o preço antigo

  • Khalil Chaves

    Clube Livelo antigo deve ser analisado com cautela, eu particularmente não vou cancelar. Importante notar que os cartões de credito pontuam baseado em dólar, enquanto que o Clube Livelo é fixo, então nesse momento de dólar nas alturas o livelo é uma espécie de moeda forte.

    • SwineOne

      Moeda forte é aquela que compra comida e paga boletos. Viagem é supérfluo. Claro que quem tem reservas em moeda forte de verdade, e tem condições de se segurar na recessão prolongada que virá, a qual pode e provavelmente deve durar anos, tem todo o direito de continuar gastando R$ 650 ou R$ 1300 por mês com isso. Diria que, se analisado friamente, devem constituir no máximo 10% dos leitores do site, chutando alto.

      • Roberto Carvalho

        Eu entendo a posição do Guilherme, mas você está sendo inflexível.

        Quem tem e pode manter o Clube Livelo antigo deve fazê-lo. O valor da milha é disparado o mais baixo do mercado e você não vai conseguir assinar nesse preço depois.

        A análise é individual, cada um sabe de sua disponibilidade financeira. Pra mim não é um custo significativo e posso manter, sei que não é a realidade de 90% dos brasileiros e o Guilherme escreveu para o todo, mas ainda assim tenho o direito de dar minha opinião, assim como o colega acima pode dar a dele conforme a ótica dele.

      • Luiz De Freitas

        … não acredito que os leitores do blog se enquadrem na categoria daqueles que tiram dinheiro de comida ou outras necessidades básicas para se filiarem a clubes … creio que são pessoas de perfil semelhante ao seu mesmo: possui investimentos em plano de previdência privada, casal onde os 2 trabalham, 2 carros, viaja muito de avião para campinas, tem pontos no LE CLUB (ALL), usam Mercado Pago, PicPay, Recarga Pay, ITI, etc … na vdd acredito serem pessoas de perfil de investidores ou de pessoas que ganham milhas gerando, comprando e vendendo milhas e outros produtos … acredito que o percentual dos seguidores é de 80% de pessoas que podem gastar R$1300/mês e para as quais viagens são também essenciais e, polemizando, milhas e pontos também compram comida … e boas comidas, vinhos e espumantes!

        • SwineOne

          Difícil afirmar qual é a demografia do site; quando muito, o Guilherme pode ter alguma noção.

          Poderia até concordar que boa parte dos leitores que comentam aqui se enquadram nesse perfil, e quando a gente vê pessoas falando de ideias parecidas, arriscamos achar que todo mundo tem o perfil igual à gente. Seria igual achar que dá pra julgar o nível de uma sala de aula pelos alunos que fazem perguntas (sou professor e falo com conhecimento de causa); para cada aluno que pergunta, tem 10 que estão boiando e não tem coragem de abrir a boca.

          Por isso, acredito que devem haver muitos leitores “silenciosos” com perfil muito diferente. É só olhar os comentários feitos em sites mais “populares” de divulgação de promoções, que não vou nomear aqui. Assim como aquela horda de gente que entra pela primeira vez na vida na Bolsa quando atingiu quase 120 mil pontos e está perdida agora (se já não entrou em pânico e vendeu tudo), estas pessoas carecem dessa orientação que o Guilherme está fazendo o favor de dar.

          Frequentemente temos conteúdos aqui no site, a exemplo do tópico anterior e deste, que para os mais experientes parecem bobeira. Mas fica claro que o Guilherme está escrevendo para estes leitores que não se manifestam, mas enxergam no blog uma fonte de informações e posicionamentos sensatos. São estes que precisam desta informação. Quanto aos leitores com esse perfil que você falou, acho que a maioria já tem boa noção de como agir, e mesmo assim alguns se beneficiam da reflexão.

        • Leonardo

          Até acho que tem um público desse perfil aqui no blog… mas se realmente são investidores deveriam colocar na balança que talvez compense usar esse dinheiro dos clubes para comprar alguns ativos descontados como FII ou ações, por exemplo. A liquidez é melhor que milhas em programas de “fidelidade”.
          Dito isso, só mantive o Livelo 7k que pago R$229/mês.
          O resto foi tudo descontinuado. Até porque vai demorar um tempo até podermos usar em segurança novamente essas milhas.

  • Bohdan14

    Muito bom !
    Cancelei meu Livelo 1000. Tinha assinado há menos de 01 ano . Pensando em cancelar Smiles 1000 também, o ruim que dá mais trabalho.

    Outro alerta – eu demorei pra cancelar o Esporte interativo plus. Até que notei ele na fatura. Não deve haver competição esportiva por mais umas 4 semanas pelo menos. Quando você pede cancelamento eles perguntam o motivo, aí marquei que era porque a Champions League estava suspensa, até ofereceram um desconto.

    Guilherme, qual o endereço do seu outro blogue ?

  • Obrigado pela menção Guilherme! 🙂

    • Henry

      Cês dois estão me lembrando a dupla Pelé & Tostão…
      Cada um deixando redondinho pro outro enfiar a bola pra dentro da Gol, ops, do gol…..

      hum…. “deixando redondinho”… ” enfiar a bola… “.. confesso que o texto ficou meio esquisito… foi mal….rsrs

      • Guilherme

        rsrsrsrsrsr…… vc está perdoado, Henry, a dupla Pelé & Tostão realmente marcou uma geração…… os mais novos devem se lembrar somente da dupla Ronaldo & Ronaldinho Gaúcho, que também rendeu uma Copa pro Brasil….

      • Dr.Henry… Rsrsrsrs. Sempre bom visitar o Site do Guilherme e ver o conteúdo de alta qualidade que tem aqui. A comunidade precisa estar unida num momento desses disseminando informações com o objetivo de ajudar a todos! Tenho certeza de que você concorda com isso… Abs!
        P.S.: Agora mesmo que nosso HH não sai, já que o seu amigo Witzel proibiu tudo de abrir aqui no RJ. kkkk

        • Guilherme

          Obrigado, Eloy, e a recíproca é integralmente verdadeira em relação ao Mestre das Milhas!!!

    • Guilherme

      Créditos mais do que merecidos, Mestre!

  • Rafael de Araújo Guimarães

    Eu ainda fico pensando pq motivo alguém assina um clube de 20k, acompanho esses blogs de milha a uns 3 anos, e quando comecei a empolga tomei um pequeno prejuízo de 2 mil da finada Avianca … única explicação plausível para mim é a galera que tava gerando milheiro, pois nesse período fui para Europa economica pagante por R$ 1500 em 2018, 2019 Orlando fui por milhas smiles depois de me fufu com Avianca e o detalhe pagando preço próximo ao em dinheiro em outra cia aérea somente por não querer fazer escala voando 9h num 737, Buenos Aires milhas smiles, mas todas essas emissões com milhas que deram um puta trabalho para conseguir o melhor custo beneficio vire e mexe esta mais acessível com emissão em cash, tinha uma emissão SCL agora dia 10 de Abril e Latam além de dar um puta chá de cadeira, quando consegui o contato pediram para esperar 48h, eu gero com cartão em consumo em média 4k por mês LIVELO, mas honestamente alguém acredita que iremos ter uma melhora real nesse mundo de milhas que virou negócio vide 123 milhas, Maxmilhas com todas nossas CIAS com as pernas quebradas no próximo 2 anos precisando fazer cash ? P.S desculpa o desabafo modo “Henry” =D

  • Carlos E. Araujo

    Aproveitando o tópico, quero registrar aqui que no tudo azul você liga para cancelar, eles informam que foi cancelado e depois você descobre que continua cobrando, como se nada tivesse acontecido. Essa foi minha experiência recente. Parece que tentam te vencer pelo cansaço. De cara já é de se estranhar um serviço poder ser contratado online e para cancelar somente por telefone. Já nota-se a má fé dai. Mas a mais nova é essa: o atendente diz que cancelou e tudo prossegue normalmente como se voce nunca tivesse ligado lá. Anotem os protocolos, fica o alerta. Tive que ligar novamente(meses depois, pois fui um dos otários que conseguiram me vencer no cansaço) e dessa vez espero ter dado certo, pois nao recebi novamente nenhum comprovante, ao contrario do que ocorre em outros programas que recebo um email.

  • Flavio

    O problema está sendo conseguir falar com um atendente para cancelar o club smiles, hoje fiquei mais de 1:30 na linha e não consegui ser atendido, isso pq sou Diamante e teoricamente tenho central exclusiva.
    É uma puta SACANAGEM, para vender é muito fácil, agora cancelar eles dificultam.

    • Carlos E. Araujo

      Eu quando passa de 20 min desligo e ligo novamente. Essa central deles tem algum bug, pois quando fiz isso por duas vezes, me atenderam rapidamente após a segunda ligação.

    • Henry

      Por isso que o dia em que eu voltar a fazer club de novo, se é que isso vai rolar um dia, eu vou colocar cartão virtual pré-pago… o dia que quiser cancelar e demorar mais que 5 minutos pra resolver, é só zerar o saldo do cartão e mandar uma mensagem comunicando que tá cancelado.. simples assim…
      Eu detectei essa sacanagem há uns 6 anos atrás, quando fui cancelar o club da minha sogra: fiz pelo site e pra cancelar tinha que ligar…

    • KARINA

      Clube Smiles está dando desconto para os próximos 3 meses quando falamos que o motivo do cancelamento é a pandemia. O clube 1000 sai por 10 reais ao invés dos 42,90.

      • Flavio

        Eu tive esse mesmo desconto qdo liguei para cancelar em dezembro, mantive pelos 3 meses seguintes…

  • Henry

    Bateu desespero na TAP…
    Recebi um e-mail deles com bônus mirabolantes pra envio de pontos, combinado com adesão ao club + compra de pontos..
    A compra de pontos da ate 300% de bônus..
    O cara compra 20.000 e leva 80.000 milhas…
    Deve ser furada… to com preguiça de fazer as contas…

    • Henry

      Por falar em desespero AA tá com quase todo o mês de julho/ago/set/out por 15k o trecho pra Orlando….

      • Jhow

        Para EUA nos próximos meses? Melhor não rsrs

        • Henry

          Why not???
          O Mickey vai estar usando máscara…. rsrs

  • Denilson Vargas Lima Junior

    Cancelei todos.

  • Jhow

    Hoje foi um longo dia e, depois de muitas contas e ponderações, também cancelei o saudoso Clube Livelo 20k de 650, após ouvir, inclusive, a sábia opinião da esposa. Dias melhores virão! Considerei que, na dúvida, o momento é de aplicar os recursos de outras formas. A Livelo com certeza está perdendo muita gente, então é esperar que, quando as coisas começarem a normalizar, apareçam promoções de novas adesões!

    • SwineOne

      Que bom ver que, diferentemente da opinião que muitos expressadas no tópico, os convites à reflexão do Guilherme estão surtindo efeito. Tenha certeza que você tomou uma excelente decisão.

    • Guilherme

      Parabéns Jhow!

      Ganhou R$ 78.000,00 com essa decisão!

      R$ 78.000,00 = 10 anos (R$ 7.800 por ano) de Clube Livelo 20k a R$ 650/mês.

      Agora esses 78 mil reais vão reforçar seu fluxo de caixa!

  • Livelo podia, assim como o governo, deixar-nos suspender o Clube por um tempo, né? Bom, temos alguma certeza que isso traria a eles uma recessão dentro da recessão… mas o post é realmente muito informativo e pé no chão. Achei que seria uma boa manter o clube… mas vocês tem razão que nesse momento, mesmo o meu Clube 7K (são dois, eu e esposa) acabam trazendo, sim, custo fixo no meio de uma incerteza danada que será nosso mundo de daqui a 2-3 meses (porque até lá eu já sei que é casa e serviços essenciais… depois é bem provável que continue sendo, apesar da esperança sempre apontar pra possibilidade de remédios e melhores idéias e novas pesquisas). Tô no barco, vou cancelar aqui também – vou esperar mais dez dias, pois o clube só renova mais pro fim do mês e ver se por algum milagre a Livelo lança algo nesse sentido).

    • Henry

      Se eles permitirem vc “suspender”, provavelmente irão permitir que vc retorne, mas, imagino que queiram cobrar o preço novo…
      Seria mais inteligente eles reconhecerem a fidelidade do cliente, que até hoje se manteve fiel ao clube, e permitir que os clientes que assim desejarem, poderão suspender por até ¨(seis) meses, ficando neste período tb suspenso a acumulação de pontos e eventuais bônus em campanhas, porém ao retornar, o cliente tem assegurado o preço que pagava antes..
      Mas.. normalmente essas empresas não pensam com a cabeça “de cima”.. geralmente pensam e querem usar a “de baixo”.. e aí, já viu, né ???
      Tomara que esteja errado e alguma empresa do ramo aqui no Brasil comece a ter um mínimo de inteligência… porque senão, quem sairá perdendo serão elas mesmos..

      • Concordo demais contigo. Bom, tentei fazer minha parte e deixo a sugestão que também façam. Não leva mais que cinco/dez minutos e, quem sabe eles nos ouvem? O número do whatsApp da Livelo é o +55 11 30048858. https://uploads.disquscdn.com/images/19ba824710bc5f7edbff25bc85d87e88a57e14eacb02a815eafdffcef8ef8b95.jpg

        • SwineOne

          Excelente ideia. Todos que tem o Clube Livelo poderiam fazer isso, e em especial aqueles que já cancelaram. Se houverem muitos pedidos, pode ser que eles façam algo a respeito.

        • Viajante

          Eu tenho o 20k. Acabei de mandar a msm sugestão p eles no whats. Vamos ver se surte efeito. Pq deve ter bastante gente cancelando já.

        • Jhow

          Mandei a msg informando que cancelei ontem, mas que ainda tenho até o final do mês para mudar de ideia. No mais, fiz sugestões nos mesmos termos do colega. A resposta também foi a mesma. Aguardemos.

  • Mr_flying

    O mesmo Eloy Mestre da Latam, agora começou a deletar os comentários, triste mas é verdade, depois da vergonhosa publicação do cartão AMEX de 15 mil dólares. /Mas enfim, RIP.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×