Análise dos novos cartões de crédito Latam Pass Itaucard Master Black e Visa Infinite

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Recentemente a Latam Pass lançou seus novos cartões de crédito co-branded em parceria com o Itaucard, substituindo os cartões Latam Itaucard e Multiplus Itaucard.

As características principais dos novos cartões Visa Infinite e Master Black são:

  • Anuidade grátis gastando R$ 20.000 por fatura. Gastos a partir de R$ 10.000 por fatura você tem redução de 50% no valor a anuidade
  • Mantendo o gasto de R$ 20.000,00 por fatura durante os 3 primeiros meses, você ganha 20 mil pontos bônus*  
  • Ganhe 2,5 pontos LATAM PASS a cada dólar gasto em compras no Brasil
  • Ganhe 3,5 pontos LATAM PASS a cada dólar gasto em compras no Exterior
  • Acesso a Sala VIP LATAM (titular + acompanhante)  
  • 6 cupons de upgrade de cabine por ano
  • Pontos qualificáveis para upgrade de categoria na proporção de 1 a cada 10 acumulados, limitado a 6 mil pontos qualificáveis por ano
  • Embarque preferencial em voos domésticos e internacionais (titular + acompanhante)  
  • Passagens áreas LATAM Airlines em até 10x sem juros  
  • Benefício Master: Sala VIP Mastercard Black no Aeroporto de Guarulhos
  • Benefício Visa: 2 visitas anuais gratuitas aos lounges Lounge Key
  • Caso seus gastos fiquem abaixo de R$ 10.000 não haverá desconto, e sua anuidade será de 12x R$100,00 ou R$ 1.200,00
  • Contrate o seu cartão de 08/10 a 31/10/19 e dobre os pontos da sua primeira fatura. Para ser elegível a campanha e receber os pontos em dobro, será necessário ter a sua fatura primeira a partir de R$ 20.000,00. OBS: Caso a sua primeira fatura seja em nov/19, dez/19 ou jan/20, você estará elegível (Será uma única fatura com os pontos em dobro) Após esse prazo, não estará mais disponível. Lembrando que a fatura precisa ser paga em dia e o valor total.

Conclusão

Via de regra, não gosto dos cartões co-branded como meio principal para o acúmulo de milhas e pontos porque os pontos gerados por eles vão direto para o programa de milhagens associado, impedindo qualquer aproveitamento das inúmeras promoções de bônus de transferência que são realizadas a cada semana.

Houve uma tentativa de melhorar os benefícios desses cartões VI e MB com, por exemplo, o aumento da pontuação para compras internacionais (para 3,5 pontos por dólar), bem como a criação de pontos qualificáveis para upgrade de categoria – o que na prática não sei se vai surtir algum efeito, já que os requisitos para upgrade de categoria são bastante difíceis de se conseguir na Latam, principalmente nos níveis mais altos.

A criação dos cupons de upgrade é interessante, mas na prática vários leitores já relataram inúmeras dificuldades para utilização, o que torna o benefício um tanto quanto inócuo.

Porém, esses cartões não dão direito ao despacho gratuito de mala, diferentemente dos seus concorrentes Visa Infinite do Smiles, e Visa Platinum do Tudo Azul.

Além disso, como eu disse em outro post, os clientes do Clube Latam Pass não têm direito a uma pontuação maior, diferente do que ocorre com seu concorrente Visa Infinite do Smiles, que pontua 2,2 milhas por dólar, mas que pontua 2,5 milhas por dólar para quem for do Clube Smiles.

Mas a pior mudança, e que enterra de vez o cartão para viajantes frequentes, é o downgrade assustador nas franquias de visitas gratuitas ao LoungeKey para os portadores do então Multiplus Visa Infinite.

Até então, as visitas gratuitas, com o Multiplus Itaucard Visa Infinite, eram ilimitadas, e, com o Latam Pass Visa Infinite, elas foram limitadas a apenas duas visitas anuais gratuitas.

Isso certamente irá fazer muitos clientes cancelarem o Latam Pass/Multiplus Visa Infinite, e irem em busca de outras alternativas no mercado.

Em suma, no balanço geral, as mudanças foram mais negativas do que positivas.

A Latam Pass perdeu uma grande oportunidade de oferecer um produto diferenciado e com benefícios mais vantajosos frente à concorrência, nesse nicho de cartões co-branded, reduzindo drasticamente alguns benefícios, principalmente a franquia ilimitada de visitas para o VI, e não implementando outros benefícios que seriam muito úteis para os portadores desse cartão, como uma franquia de bagagem despachada gratuita.

Se os cartões co-branded já são marginalizados pelo público que consome milhas e pontos, com esse lançamento eles tendem a ficar ainda mais irrelevantes no seu respectivo market share.

E o pior é que não dá pra esperar melhorias no futuro, já que a Delta, que comprou uma fatia considerável da Latam, é famosa por deixa o programa de milhagens (e por tabela os cartões de crédito associados) no último lugar da lista de prioridades.

Portanto, a tendência para o futuro, infelizmente, é só piorar. 🙁

  • Ederson Luiz

    Uma correção no texto:
    Não era Multiplus Itaucard Visa Infinite, e sim Itaú Personnalite Multiplus Visa Infinite.

    Embora a Itaucard seja do grupo Itaú, a versão Multiplus Visa infinito era apenas pra quem era correntista do segmento Personnalite.

    • Guilherme

      Grato pela correção!

  • Flying_B

    Semana passada enterrei de fato qualquer relação com a Latão. Ainda tinha esperança no programa, mas, diante de tantas novas velhas novidades não resta duvidas que a Latam faz os brasileiros de idiota. Na quinta-feira estava lendo a FlyBond, cia ultra low cost argentina, fazendo seu primeiro voo entere Brasil x B. Aires, li que, os aviões já são meio antigos, não reclina, ou se reclina é muito pouco, cobra-se tudo e gratuito somente a água, cobra despacho, não tem mala, e cobra check in, não tem wifi, não tem usb….. Ueh…., pensei bem se não estava lendo um voo Latão…. Visto que na semana retrasada viajei para B. Aires, via Latam e por ironia era exatamente igual às características da cia ultra low cost.
    Cheguei a comprar no ultimo dia do finado Multiplus, 100 mil pontos, para pagar uma emissão em janeiro, mas o casamento acabou ai…. Agora é começar o relacionamento com outro… talvez Azul, talvez outro de fora, já que a United também alterou seu programa, o da Delta não é tão bom, o da AA não sabe se quer ser legal ou ordinário. Cenas do próximo filme. CONCLUSÃO: Latão não dá, e digo mais vai ficar pior, mas sempre vão dizer que é melhor. Né NOM???!!!

    • Guilherme

      rsrsrsrs….. verdade, latão cada vez pior! Vamos ver como será com a Mutamdel!

      • Flying_B

        MUTAMDEL ™ pegou kkkkk!!!!

        • Guilherme

          kkkkkk…… já prevejo uma evolução futura para Mortamdela…….rsrs

    • Fábio

      Já pensou no programa da Ibéria. Considero um dos programas que trata os consumidores de forma mais honesta além de possuir uma tabela com resgates viáveis. Claro que isso vai depender muito da cobertura do programa frente seu padrão de viagens, e também da forma que acumula pontos. Mas considero a Ibéria um dos melhores resgates do Santander na proporção 1 pra 1

      • Guilherme

        Também gosto bastante do Iberia. E o legal é que dá pra usar o BAEC também com o mesmo saldo de Avios.

      • Flying_B

        Ótima dica Fábio. Estou com conta no Santander. Acho que vou aproveitar. Apesar que meu cartão atual, Porto não enviar pro Ibéria. Se mandasse seria top!!!

    • Cristiano Andrade

      Eu abandonei a Latam faz tempo. Para ser honesto, até emiti passagem de Business para o US em tarifas baixas para Boston que eles tem mantido (cheguei a pegar uma por R$5.5k, e fazendo o trecho interno em passagem separada) , mas é isso, tem que ter um valor muito bom.
      Não tenho mantido nenhum programa com fidelidade, extrair valor para emissão de passagens está cada dia mais difícil. Por isso focando em manter os pontos para hospedagens de hotel e viajo a lazer com passagens pagas (ao menos esse é o plano).

    • GILMAR

      CONCLUSÃO: Latão não dá, e digo mais vai ficar pior, mas sempre vão dizer que é melhor.copy Flying-B
      Com certeza vai piorar.

      • Flying_B

        Avião velho, serviço meia boca, cobrando tudo, ultra low cost

  • Maslow

    O Black deles não vala a pena.
    O que ficou interessante é o Platinum. Esse melhorou

    • Guilherme

      Boa observação!

  • Felipe Drummond

    Muita bagunça, equipe não sabe da existência do novo cartão visa infinite latam pass, do personalitte. Embarquei no grupo 5 no voo saindo de cancun e no grupo 4 no voo saindo de lima, um absurdo, anuidade de 1.200!! fui barrado na porta do avião para embarque preferencial.

    Estou agora em são paulo aguardando o voo para o rio e ja fui informado que esse cartão nao da prioridade de embarque.

    Qual o grupo certo para portadores do visa infinite latam pass??

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×