[Guest post] Projeto revivendo antes de morrer. Parte 3: Vancouver – Amar, comer e passear

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Nessa terceira parte do guest post, o Celso discorrerá sobre as atrações de Vancouver.

Acompanhem!

……………………………………..

*** As informações aqui postadas em toda série são válidas nesta data. Reavalie necessidade de checar se ainda persiste ao longo do tempo quando ler os artigos. Preços são sempre expressos em CAD $ para o Canadá e em USD para os EUA, salvo ressalva. ***

Vancouver

Antes de falar dessa maravilhosa cidade, vamos às preliminares que talvez você desconheça.

Em números aproximados, o Canadá tem aproximadamente 15% da população norte americana e 25% do seu PIB. Muito mais ricos que os americanos médios, as desigualdades sociais também são bem menores. Culturalmente, são muito amáveis, não discriminam os latinos, e faz parte da educação do povo ajudar aos turistas em tudo.

A colonização do Oeste (próxima ao Oceano Pacifico) ocorreu pelos ingleses, e a leste o território do Quebec tem forte influência francesa. As dimensões continentais do país trazem contrastes culturais como o Gaúcho e o Cearense.

Vamos então falar do território da British Columbia, o mais a Oeste.

Sua capital, Victoria, fica fora do continente e Vancouver, inacreditavelmente, é mundialmente muito mais famosa.

Vancouver tem somente o tamanho de Sorocaba, com algo como 650.000 habitantes. Mas como uma cidade média ganhou fama mundial? Isso será o que esse texto ira lhe mostrar.

Vancouver, no Canadá, e Melbourne, na Austrália, entre outras, alternam o título anual de melhor cidade do mundo para se viver.

O que Vancouver oferece? Prestação de serviços espetaculares em todas as áreas, lazer com atrações de nível mundial, povo culto e amável, trânsito tranquilo, fácil sinalização para o turista, atrações próximas, beleza natural estonteante, inclusive na vegetação. Enfim, retrato perfeito de um país muito seguro.

O shopping fica em Burnaby, na grande Vancouver, com preços e designs não tão atrativos. Se você deseja comprar, vá a Seattle, nos EUA, a 2 horas de carro.

Os preços em geral são 20% inferiores aos americanos para um mesmo serviço, se compararmos cidades excluindo Nova York e Beverly Hills, onde a diferença torna-se muito maior em favor do Canadá.

Quantos dias ficar em Vancouver?

Vancouver e suas imediações dispõem de atrações para facilmente lhe encher os olhos e os demais sentidos por, pelo menos, 10 dias.

Conhecer a capital de British Columbia, Victoria (link), indo com ferry (link) e seu carro, ou se for um Guilherme da vida, com o Aquaplane, será passeio imperdível. Visite Butchart Gardens e faça como o Guilherme, hospedando-se no Fairmont, degustando o chá das 5 com seus scones. Não faça bate e volte no mesmo dia, curta a ilha.

Conhecer Whistler, a renomada estação de inverno, com suas atrações, também é imperdível, mesmo no verão. Imagine Campos do Jordão, em São Paulo, muito, muito mais bonito, com muito mais estrutura etc. É lindo… Se você gosta de montanha, nem pense em bate e volta, o pernoite obrigatório.

De Vancouver a Whistler, você trafegará pela sensacional SEA to SKY, HY 99, que reputo como muito mais bonita que a US 1.

Existem outros passeios interessantes na grande Vancouver, mas alguns sazonais, como conhecer as fazendas de Mirtilo com suas stores.

Agora direto à cidade, o que ver, fazer, quando….

  1. Hospedagem: Vancouver oferece hotelaria de todos os níveis, com muitas opções, sendo os preços maiores no verão. Vancouver pode ser visitada em qualquer época do ano e, no inverno, suas temperaturas ficam no máximo em médias próximas de zero grau, sendo clima úmido. Neve é muito raro. Raincover é o apelido carinhoso dos locais à cidade pela chuva muito constante entre os meses de novembro a abril.
  2. Alimentação: na cidade, há opções, para todos os gostos, fartas em número, com todos os tipos de preços, e inúmeras cervejarias artesanais ótimas. Second Cup é um concorrente de peso ao Starbucks, Tim Hortons é um patrimônio do Canadá – fast food delicioso, e tem um Mercado Público Gourmet INESQUECÍVEL E IMPERDÍVEL! Shows com artistas de rua maravilhosos, enquanto você aprecia a vista do False Creek (braço de mar).
  •  O que visitar?

Entre outras atrações,

  1. Você gosta do Central Park de Nova York? O Stanley Park não fica a dever nada, pelo contrário, é espetacular!
  2. Você aprecia caminhada? Que tal à beira mar!? Então vá à Vancouver Seawall, e você pode desfrutar dessa caminhada ouvindo Celine Dion ou Shania Twain, se gosta de country!
Vancouver Seawall
  1. Gastown. Você conhece o bairro do Bexiga em São Paulo com suas cantinas transadas etc. Imagine algo bem similar em Vancouver: Gastown.
  2. Capilano Suspension Bridge. Uma das sagas de Indiana Jones foi filmada aqui, com Harrison Ford. O parque é lindíssimo. 
Ponte Capilano
  1. Outra bela ponte no norte de Vancouver é a Lions Gate, muito parecida a Golden Gate de São Francisco na Califórnia.
  2. Grouse Mountain. Pegar o teleférico e avistar Vancouver por todos os ângulos é somente o início dessa aventura deliciosa. No alto da montanha, há cinema 3D, ursos, pista de sky, shows circenses… enfim um passeio completo, inclusive um restaurante com sanduíche de salmão, numa ciabata crocante, que se come de joelhos! 
  3. Aquário. Não é tão maravilhoso como o de Sydney na Austrália, mas está no nível do Aquário do Principado de Mônaco.
  4. FlyOverCanada – aprecia cinema 4D – Imax? Então não perca esta atração deslumbrante!
  5. Queen Elizabeth Park – a rainha Elizabeth foi homenageada neste parque lindíssimo, que nas suas dependências tem o Bloedel Conservatory, um recinto com aves exóticas, pássaros, insetário etc.
  6. Porto de Vancouver e muitas atrações locais, incluindo restaurantes com vistas, bares com drinks exóticos e comidas saborosas etc.
  7. China Town – aprecia um Dim Sum? Sabe onde fica a maior China Town fora da Ásia? Em Vancouver!
  8. Food tour gourmet, Tour para degustação de chocolates gourmet, Tour em cervejarias artesanais e das boas, são tantos que nem tenho como citar………..
  9. Gosta de vinho? Wine tour em bate e volta, com muitas opções de vinhos muito bons, não maravilhosos, aqui.
  1. Compras não são o ponto forte do Canadá, se comparado com os EUA. Entretanto, existe uma rede de lojas tipo R$ 1,99, mas de passagem obrigatória. A rede tem lojas por todo Canada, vejam neste artigo.
  2. Se você pensa que acabaram as opções, está muito enganado. Quer fazer um tour para ver baleias, gostaria de um cruzeiro rumo ao Alasca, quer alugar uma bike para passear no Seawall,  visitar o Museu de Antropologia (muito bom),  gostaria de alugar um JetSky perto de downtown, quer voar num hidroavião? Não tem carro alugado? Que tal um ônibus para Hop on/Hop off…. O tempo passa e você não esquece o que viveu. O transporte público na cidade de Vancouver é excelente.
  3. Depois desses comentários, vejamos este vídeo muito interessante sobre esse paraíso na Terra!

Clique no canto inferior direito do vídeo, em subtitles, configurações, (settings)  e selecione português, caso precise.

……………………………..

No próximo post: como iniciamos a viagem, a viagem de Sampa, e a saída de Vancouver rumo a Jasper.

……………………………..

Quer aprender mais? Então leia os demais guest posts do Celso:

Tagged as: ,
  • Gabriel

    Vancouver é realmente uma cidade espetacular. Conheci há um ano em conjunto com a Califórnia (lembrando que desnecessário visto se já tem o americano). Hospedagem é barata se ficar a uns 20min da cidade de transporte público (muito eficiente), em um Airbnb. Tim Hortons achei nível de Starbucks (usei basicamente só para café da manhã), mas bem mais o barato.

    • Observando Fato

      Gabriel,

      Vamos tornar sua informação mais precisa para o leitor.
      Primeiramente, O CANADA EXIGE VISTO DE CIDADAO BRASILEIRO.

      ENTRETANTO, somente portadores de visto americano valido podem solicitar pela internet uma autorização para entrar no Canada (ETA) quando,

      1- for ficar no Canada até 180 dias,
      2- chegar e SAIR do Canadá EXCLUSIVAMENTE por via aérea,
      3- Nunca teve visto Canadense negado,
      4- Possui passaporte brasileiro válido,

      sds,

      Celso

      • Luiz Rodrigues

        Correto Celso.

      • Almir dos Santos

        Celso, obrigado por mais essa aula. Poderia tirar mais uma dúvida? Me encaixo nos 4 itens que vc listou. Tenho bilhete ida/volta emitido até Vancouver mas pretendo ir/voltar por via terrestre até Seattle. Como fica a situação do visto nesse caso? Obrigado

        • Observando Fato

          Almir,

          Exatamente o que pretendia. Ir a Seattle também que já conheço. O ETA não permite sair E/OU voltar a Seattle via terrestre.
          Nesse caso é obrigatorio tirar o VISTO CANADENSE mesmo tendo visto americano válido.
          Se optar por ir a Seattle, ou terá que tirar o visto candense ou fazer uma round trip aérea. YVR-SEA é uma ponte aérea.
          Indo rumo a Seattle vale muito a pena um passeio maravilhoso na sede da Boeing, em Everett que fica na grande Seattle.
          Muitos radares com patrulheiros com laser no trecho da estrada.
          Fronteira CANADA-EUA term fortissima vigilancia para entrar nos EUA e há uma taxinha de nao me lembro bem 4 ou 5 USD
          por pessoa para entrar que so pode ser paga em cash USD.
          A fronteira USA-CANADA tem forte vigilancia na compra de tabaco feita nos EUA e há limites rigidos em compras em funçao
          do prazo de saída e re-entrada no Canada. Veja detalhes na NET. Sugiro, se optar por ir via terrestre ir com malas vazias
          deixando sua bagagem no hotel no Canada..
          Para evitar MEGA aborrecimento de ficar retido na fronteira por horas, estude os melhores horarios para ir e vir simulando
          situaçoes em real time, nos mesmos dias da semana previos a viagem, certificando-se que no dia nao será proximo de feriados
          ou feriado.
          Este site informa o tempo real de travessia em real time.
          https://travel.gc.ca/travelling/border-times-us

          É comum no horario de pico em dias normais espera de até 2-3 horas para atravessar.

          sds,
          Celso

        • Dorgival

          Complementando, há diversas opiniões na net sobre isso.
          Eu fui da carro de Vancouver a Seattle e voltei apenas com o ETA.
          Por precaução, parei na saída do Canadá e perguntei se poderia ir e voltar via terrestre apenas com o ETA.
          A resposta que tive foi de que o ETA permite a reentrada desde que tenha chegado primeiro por via aérea.
          Não lembro de ter pago taxa. Fomos sem bagagem, ida e volta no mesmo dia.
          Em alguns horários, realmente a travessia pode demorar horas, fui não muito cedo e voltei tarde. Devo ter esperado uns 50 minutos. Os cidadãos lá têm guichê exclusivo e nós os outros pegamos fila normal enorme.

          • Observando Fato

            Dorgival e Almir,

            Diversas opinioes na NET não tem valor oficial.
            A informação que postei foi obtida junto a Embaixada do Canada em Brasilia.
            Nada impede que tenham flexibilizado o procedimento desde então.
            Aqui nao caberá disputa se a minha informação ou a pratica que ocorreu especificamente com o Dorgival está vigindo.
            Sugiro Almir, contactar por e mail a Embaixada do Canada e formular a questão especifica.
            Inclusive a resposta se postada no site ajudará outros leitores.
            Será que o Dorgival deu uma carteirada no Oficial da Imigração dizendo que era parente do Guilherme, ou será que agora a reentrada pode
            ser por via terrestre?

            sds

            Celso

            • Guilherme

              kkkkkkk………. nunca fui pro Canadá, então realmente não sei a resposta!!!

    • Guilherme

      Exato, Tim hortons é um primo do Starbucks mais barato… longe de ser delicioso, mas no sufoco quebra um galho

  • Dorgival

    Ótimo post. Há um alternativa à ponte do Capilano, que é paga e mais cheia de turistas. É a do Lynn Canyon Park, menor mas também muito bonita. E de acesso gratuito. Fica num parque com muitas árvores e há a possibilidade de descer uma trilha até um riacho. Cansativo mas imperdível.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×