[Guest post] Projeto revivendo antes de morrer. Parte 1: Planejando a viagem

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O Celso mais uma vez nos brinda com um guest post de alta qualidade, onde narra mais uma de suas excelentes histórias de viagem.

Acompanhem e, com o perdão do trocadilho (sorry, Ricardo Freire 😉 ), viaje na viagem!

……………………..

***As informações aqui postadas em toda série são válidas nesta data. Reavalie a necessidade de checar se ainda persistem tais informações ao longo do tempo, quando ler os artigos. Os preços estão sempre expressos em CAD $ para o Canadá e em USD para os EUA, salvo ressalva***.

Vancouver.

Montanhas rochosas canadenses- Jasper, Lake Louise e Banff, Texas- Houston e Louisiana- New Orleans.

Como viajante, conheço muito do mundo nos vários continentes, do mais simples ao mais luxuoso, em inúmeras viagens.

Tentarei transmitir o que aprendi ao longo desta série.

Sinto-me jovem, mas a idade vai avançando, e sempre tive comigo que gostaria de voltar antes de morrer a alguns destinos. Entre esses Vancouver foi um que conheci e vale uma revisita.

O tempo ia passando e a vontade sendo adiada. Tenho congresso em New Orleans e não estava tão interessado em ir a Louisiana.

Eis que tinha umas 300.000 milhas na conta do Programa Amigo da Avianca Brasil. Começo a ver bônus e mais bônus muito altos para transferir pontos ao programa. Isso não era normal. Não tinha dúvida que haveria imenso aumento na tabela, pois a capitalização do programa com pontos é um meio indireto que as deficitárias empresas brasileiras arrumaram de diminuírem sua alavancagem sem pagar juros ao mercado.

Acontece que a Avianca Brasil, através de seus prepostos, informa que faria modificações no programa. Estava dada a senha, ou queimava as milhas emitindo, ou elas virariam farinha!

Como viajo em cabine premium, tenho algumas exigências e, em alguns casos, sou inflexível, e em outros nem tanto. Não viajo em poltrona que não seja flat bed ou com foot rest estreito em nenhuma hipótese, e tenho algumas companhias que não viajo: Avianca Colômbia, United Airlines, Delta Airlines, e evito LATAM, TAP e IBERIA.

Entretanto, em algumas situações – o que temos para hoje –  pode ser a única opção.

O programa Amigo tinha algumas barbadas e emitia por regiões e não por distância. Entre elas estava emitir GRU-YYZ-YVR com a AIR CANADA pela bagatela de 70.000 pontos por bilhete em classe executiva, one way.

O voo desde dezembro de 2016 tem na rota o Boeing 787 e há algum tempo o 900.

A Air Canada foi reconhecida pela terceira vez consecutiva como a melhor companhia aérea da América do Norte pelo Skytrax. 

Já voamos com eles e o serviço é muito bom e o lounge mundial no Persons Airport em Toronto é show.

A empresa não tem Primeira Classe, mas no lounge de Toronto tem serviço a la carte somente para bilhetes pagantes de voos internacionais, o que não iremos conhecer.

Dentro do próprio lounge há área reservada exclusivamente a esses passageiros.

A dificuldade era que a ida só era liberada em dois bilhetes nas terças-feiras e a volta nas quintas-feiras. Emiti one way de ida. O segundo voo de Toronto a Vancouver, com algo próximo a 5 horas, também emiti no Boeing 789 deles.

Pronto, em outubro de 2018 estava a ida já confirmada, com assentos marcados.

Fui monitorando os voos e eis que agora, em junho de 2.019, unilateralmente, mudaram o voo de Toronto para Vancouver num A321, cuja a poltrona reclina pouco.

Liguei na Air Canada e, surpreso com o despreparo de uma supervisora, muito diferente de como os canadenses tratam a todos, fui informado que não havia mais vaga para emissão com milhas nos voos que pretendia de Toronto para Vancouver nem no Boeing 789 nem no 77LR nem no 77W. Disse à madame que isso não era problema meu, mas ela foi inflexível.

Recorri ao www.consumidor.gov.br e já informando que se não cumprissem o contrato iria judicializar de imediato a questão. Em 5 dias tudo que solicitei foi feito. Rumo a Vancouver como queria.

Como já conhecíamos Vancouver e minha mulher gostaria de conhecer as Montanhas Rochosas, teríamos que partir de Calgary rumo a New Orleans.

Não havia voo direto e tinha que emitir pelo Amigo. As opções eram poucas em classe executiva, e havia YYC-IAH (Houston) com CRJ 900 na data que queira.

De Calgary a Dallas ou de Calgary a New Orleans, via Toronto no segundo trecho, a Rouge (Air Canada de segunda linha) não abria disponibilidade em classe executiva.

O voo de Calgary ao extremo sul do deserto americano dura 4 horas e custava em classe executiva 25.000 milhas por bilhete, outra barbada! De Houston, por via terrestre, iríamos a New Orleans, num trecho de aproximadamente 500 km.

Viajaremos por 25 dias, mas com compromisso inadiável na volta.

Entre New Orleans e São Paulo existia um problema sério. Estaríamos com 4 malas despachadas de 32 Kg, fora as malas de mão.

Todas as empresas que não permitem 2 bagagens grátis com 32 kg, em classe executiva, estavam descartadas.

Nisto, a única possibilidade de concatenar voos, bagagem e datas foi com a COPA, que estaria voando com o 737 MAX-8, com poltronas flat bed na rota.

Meu genro tinha milhas no LifeMiles e com uns 500 USD comprei milhas numa promoção e, por 50.000 milhas por bilhete, emiti a volta de New Orleans via Panamá no Boeing 737, opa, 738, pois foi suspenso indefinidamente o voo dos MAX!. Adeus flat bed! Nunca voamos Copa, servirá para avaliar o serviço, o voo e o aeroporto de Tucumán. Aguardemos.

O aeroporto internacional de New Orleans – MSY, está com um novo terminal recém-inaugurado. Em todo aeroporto há apenas um lounge da Delta, que não aceita Priority Pass ou similares.

A viagem

Quando eu postar sobre Vancouver no futuro entrarei em detalhes. Minha mulher tinha vontade de ir às Montanhas Rochosas no Gold Leaf Service do Rocky Mountainner (link), cujo bilhete individual no período custaria CAD 5.500 mais taxas, por pessoa, one way, entre Vancouver e Banff OU no sentido contrário.

O trem é panorâmico e o serviço é impecável, mas por CAD 11.000 eu conseguiria viajar com muito mais conforto e flexibilidade, sendo impossível este último critério por trem. A viagem de carro também tinha imensos atrativos, com vistas espetaculares.

No ano passado, fizemos um tour bem longo na Suíça de carro e não nos arrependemos (post aqui). Vamos então repetir, descartando o trem.

Lá na Suíça a opção foi por comodidade, aqui, o custo me pareceu alto, frente ao que conseguirei com o mesmo valor. Aguardemos.

Locação de veículos

Constatação – Alugue SEMPRE DIRETAMENTE com a locadora, e faça reserva o mais breve possível. Sempre nessa série de monitoramento de 1 ano os preços iam subindo à medida que nos aproximávamos da data de retirada do veículo.

Tentei inúmeros sites – RENT CARS, RENTAL CARS…. – e nada, nenhum deles tinha preço menor que alugando direto nas locadoras.

Não perca tempo e fique procurando. Em nenhuma data de pesquisa qualquer desses sites tem preço inferior ao locado direto com as locadoras.

A Sixt tem o melhor preço, porém, tem poucas agências, e locação one way é impossível nos destinos. Ausente no Canadá.

A Hertz tem o maior preço, mas, no meu caso, consegui locação one way entre Vancouver, British Columbia com devolução em Calgary, Alberta, sem taxa de retorno, de um Chrysler 300 C (luxury car) por algo próximo a CAD $ 410, por semana, sem seguros.

A Avis tem o melhor preço, mas mais restrições. Aluguei um Ford Taurus (full size) em Houston, Texas, com devolução em New Orleans, Louisiana, sem taxa de retorno ou seguros, por USD 455 por semana. Não locam carro superior sem taxa de retorno, e os preços na Hertz eram impraticáveis.

Como as reservas são canceláveis, faça-as o mais precocemente possível.

Vindo a encontrar preço menor, cancele a anterior, após realizar a reserva futura.

Porém, monitorei durante um ano, e só a reserva de Avis foi refeita, e por preço levemente menor, após uns 4 meses.

Aqui um conhecimento muito importante. Os estados no Canadá são chamados de territórios, que apresentam em muitos casos clima POLAR com temperatura abaixo de – 20 graus Celsius por longos períodos.

Em alguns territórios, há verão como na British Columbia (Vancouver), e menos intensamente em Alberta (Montanhas Rochosas).

As frotas de veículos nas locadoras estão dimensionadas para locação de 100% no verão, e no inverno podem inclusive serem transportadas em parte para os Estados Unidos.

Assim, se você pretende locar carro no Canadá no período do verão, o faça com IMENSA antecedência, pois se deixar para algo próximo da data da viagem, não achará NENHUM CARRO para locar. Vou repetir: NENHUM CARRO.

Só para terem uma ideia, luxury car em Vancouver não estava mais disponível nas datas com 7 meses de antecedência. 

Há alguns anos aluguei uma Volvo XC 90 em Toronto que, com 10 meses de antecedência, já não havia mais disponíveis.

Em post futuro irei falar sobre o clima. O leitor que adora a diversão da Disney ou os prazeres de Lisboa deve estar totalmente focado que o CANADÁ está em boa parte abraçando o POLO NORTE. ANTES de definir data de viagem ao Canadá, saiba com detalhes profundos as condições do clima, das comunicações etc., pois poderá ser surpreendido com incapacidade de locomover-se ou quiçá morrer numa nevasca.

Entretanto, se escolheu as datas certas, comemore, e estará num dos melhores países do mundo para o turismo, e mais barato que os Estados Unidos.

Os preços no Canadá variam muito segundo a estação do ano e o inverno, com seus preços ridiculamente baixos, também carrega grandes dificuldades de locomoção, atrações totalmente fechadas, incluindo estradas, aeroportos etc.

Exceto se pretende praticar esportes de inverno, evite o Canadá no inverno e delicie-se no verão, na primavera, e, em alguns territórios, no outono do Hemisfério Norte.

Só para que o leitor tenha uma ideia. Entre as estradas cênicas mais bonitas do mundo está a de Icefields Parkway, que vai de Jasper a Banff, com extensão de 250 km.

Entre o final de outubro e março ela fica fechada pela neve!

Daí o leitor já tira suas conclusões.”

……………………………………..

No próximo post, falaremos sobre hotéis, transfers casa > aeroporto, coisas a não se esquecer de levar para viagem, e micos a evitar! Não percam!

………………………………………

Quer aprender mais? Então leia os demais guest posts do Celso:

Tagged as:
  • Guilherme

    Celso, chegou a pesquisar aluguel de carros, nessa viagem, na empresa Alamo? Qual sua opinião sobre ela?

    • Observando Fato

      Sim, todo o afirmado vale para a ALAMO.
      A ALAMO, cuja minha ultima locação foi um Cadilac em 1.991, em minha primeira viagem internacional a MIAMI.
      A empresa não tem queixas relatadas em volume discrepante frente as melhores.
      A top seria a HERTZ (porém com preços sempre superiores), levemente abaixo a SIXT/ALAMO e a seguir a AVIS. As demais na AMERICA DO NORTE sao dureza!.
      Nos EUA se tiver loja no seu destino, considerando locaçao com pick up e return na mesma loja, os preços de SIXT sao MUITO, MUITO MENORES!
      Nunca consegui no periodo preço melhor da ALAMO mesmo com os cupons de desconto, etc.

      sds,
      Celso.

      • Guilherme

        Opa, valeu pelos comentários! Vou pesquisar mais sobre essas empresas, principalmente a Sixt.

      • Não li o texto todo (pow Celso tu escreve muito!) mas deixo uma dica: pesquise as reservas em outros países, sites .uk e demais europeus costumam ter os mesmo preços com seguro já incluso (norma do reino unido por exemplo), e muitas vezes aparece algumas categorias com preços melhores que não tem nas versões em portugues ou até mesmo americana dos sites das locadoras. Já peguei um carro duas categorias acima só locando pelo site do reino unido ao invés de usar o site da sixt aqui, mas a dica vale para todas, a hertz principalmente para quem é president circle e visa upgrade.

        • Observando Fato

          Negativo,
          Nao façam isso de jeito nenhum. A HERTZ EXIGE que o pais de residencia do contratante seja o mesmo do site da reserva.
          Ao chegar ao exibir seu passaporte que difere de U.K. sua reserva é cancelada e se quiser pagará a tarifa balcao dia lhe causando um imenso prejuizo.
          Ademais, atente-se as leis do pais de origem-destino que pode lhe enquadrar em fraude contratual, policia e cana!
          É claro que a HERTZ sabe que o site UK é mais barato.
          Leiam o full contract que consta expressamente essa restriçao.
          A tarifa cobrada inclusive tem um plus ou minus dependendo da nacionalidade do cliente por sinistro em funçao do numero de locaçoes.

          sds,

          Celso

  • Luiz Rodrigues

    Excelente Celso. Banff foi um dos lugares mais bonitos que já visitei.

    • Observando Fato

      Luiz,

      Vai ter surpresa legal para voce de lá!

      sds,
      Celso.

      • Guilherme

        Spoiler: a parte de pesquisa de hotéis tá show de bola. Pra quem tá acostumado apenas com Submarino Viagens, Rocket Miles e Hoteis.com, vale a pena a leitura da segunda parte desse guest post inicial, principalmente para pegar dicas sobre como conseguir hotéis – e hotéis bons – com desconto.

        Trabalho primoroso, além de, por óbvio, inédito, inédito até mesmo na blogosfera de viagens.

  • Guilherme

    voltei recentemente de um tempo no Canada e achei muito bacana..
    a rota pelas montanhas rochosas parece realmente um lugar mto legal de conhecer… não deu para ir nessa vez, mas é um local q certamente planejo para o futuro…

    permita-me apenas acrescentar uns pontos, não sei se fui com expectativa muito alta junto à Air Canada, frente aos comentários de superioridade com relação às americanas, mas a minha impressão final ficou abaixo das minhas expectativas (voei por volta de 10 trechos, aproximadamente metade em biz)…
    sei que eles possuem 2 lounges no YYZ.. a Signature Suite (parece excelente, mas é restrito a passagens pagantes… tentei a sorte com award ticket e me barraram.. n sei se há algum macete) e o Maple Leaf que é decepcionante… buffet muito restrito, a cabine do chuveiro, numa cor verde duvidosa, parece de hospital rsrs … os lounge da Star em GRU e GIG são melhores

    mas voar com eles YYZ/YVR em widebody é show … pensando em award Star alliance, se viajo aos EUA, entre Air canada ou United voando direto (n sendo 777 do 2x4x2), certamente escolheria United… ate pq possuem os lounges Polaris em alguns aeroportos (com acesso permitido para award tickets) que são muito superiores aos Maple Leaf…

    aluguel de carro ao menos em Julho passado estava tranquilo de encontrar… reservei um mês antes para retirada no YYZ pela happy tours (locadora Alamo), com seguro sem franquia incluído.. uns 10 dias antes barateou uns poucos dólares e refiz a reserva… no site da Alamo o valor ficava mais alto que na happytours e outras consolidadoras…
    abs

    • Observando Fato

      GUILHERME 2X É PRA MATAR!
      Em todo caso, kkkkkkkkkkkkkkkk

      O lounge em Toronto no periodo da manha concordo que nao tem a oferta e explendor dos outros horarios. Polaris o foot rest é restrito, o catering nem meus
      empregados comeriam ou lhes daria. Discordo que o lounge Polaris seja superior ao Maple Leaf de Toronto, Vancouver e Londres. Sua manifestaçao inclusive
      nao tem amparo nos viajantes frequentes que avaliam as companhias junto a Skytrax, onde a AIR CANADA e nitidamente superior , ano a ano.
      Aluguel de carro estava tranquilo de encontrar ao menos em julho, ONDE, QUE CARRO, QUE PREÇO? Sua manifestacao sobre a Happytours vai contra o que
      monitorei nos ultimos 12 meses e nao vejo nenhum relato confiavel que a HAPPYTOURS tem melhor preco.

      Fique com um abraco e que tal por um nick diferente, kkkkkkkkkkk

      Celso.

      • Guilherme

        em Julho aluguei um Compact SUV (CFAR) na agência do aeroporto de toronto (YYZ)… é possível que uma categoria específica seja mais dificil de se conseguir reservar…
        fazendo uma rápida simulação agora na happy tours, para uma reserva de uma semana, iniciando-se amanhã, com retirada no YYZ, aparece disponibilidade em todas categorias para Alamo e Enterprise já incluído o seguro sem franquia (SCDW)… no site da Alamo para quase todas categorias o valor está maior e sem seguro

        Mas concordo plenamente que quanto mais cedo possível for feita a reserva do carro, as chances de sucesso serão maiores…

        No conjunto, a Air Canada é superior ao United, mas esperava uma superioridade maior

        Quanto aos lounges, aí não tem o que discutir… os poucos Polaris Lounge (não os united club que são marromeno) que por sorte estão em quase todas cidades que a United opera para o Brasil são MUITO melhores que o Maple Leaf (estive no m. leaf no fim do dia antes do voo para GRU)… basta olhar as fotos e reviews pela internet
        Shower suites muito mais elegantes (quase um fusca x ferrari rs)… possuem sleeping room e menu a la carte, que o Maple Leaf não tem..

        abs
        guilherme 2 rsrs

  • Bruno Almeida

    Celso, poderia relatar o motivo de não voar com Avianca Colômbia, United Airlines e Delta Airlines, por favor?

    • Observando Fato

      Bruno,

      Quando contrato algo busco melhor relacao custo beneficio. Conheço do pior ao melhor e é a partir desse conhecimento que tomo decisoes futuras.

      AVIANCA COLOMBIA, em janeiro de 2.018 fiz dois voos seguidos com eles no 788. De LAX a BOG e de BOG-GRU na business.
      O foot rest do assento é tao estreito que nao lhe permite girar o pe durante a noite. Voce ou viaja sentado ou nao consegue dormir se posicionar a poltrona na posiçao flat bed.
      O catering é sofrivel, o serviço espartano. Note que estou falando de business, imagine a economy. Champagne nao servem, os vinhos sao os mais encorpados possiveis, um horror.
      Chegando a BOG o lounge é fantastico, tem bolacha de agua e sal, batata frita LAYS e acredite ate uma cerveja quente Corona! Sensacional. Emiti com milhas e poderia por um pouco a mais emitir com a UNITED que nao viajo e queria conhecer os serviços a AVIANCA.

      UNITED, a gota daqua ocorreu há uns 2 anos quando estive no Canada e ia a Quebec. O primeiro voo de GRU-IAH emiti First e a United deu um dowgrade e me colocaram na Business do 763ER. Apesar do esforço do comissario em nos agradar, tudo estava horroroso! Os pratos a sobremesa….. A poltrona…. O segundo voo de 757 de IAH-ORD o Ravioli estava tao horroroso que minha mulher nao comeu nada deixando tudo no prato. Meu PATINHO porque aquela borracha nao era file em nenhuma hipotese nao se conseguia cortar com a faca. Um dos banheiros da aeronave estava interditado e mesmo assim decolaram…… o ultimo voo de ORD-YYZ nao serviram NEM AGUA!. O Lounge em ORD nao tinha nem estaçao e so tinha amendoin que tinha aspecto de velho inclusive, bebida alcoolica ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh paga, acredite se quiser. Para ajudar quebraram minha mala me deram um voucher para abater em futuras despesas, quando fui usa-lo disseram que ele expirou, porém no voucher nao havia nenhum aviso de validade. E para terminar passageiro tirado na porrada do interior da aeronavve e o CEO MUNHOZ tem aquela atitude pra mim nao serve. UNITED DE JEITO NENHUM!

      Com relaçao a Delta, o atendimento nos modernos MD 88 E MD 90 nao sao minha primeira opcao. Gosto mais do A380. Apesar de voarem com 747 de NORTHWEST que sua avó deve ter voado muito. Uma das empresas mais rentaveis da America do Norte tem no serviço bem ruim a fonte de seu lucro. Nao venha me falar de A 350 pois a empresa tem 1000 avioes e o universo de A350 é desprezivel no geral. O programa de fidelidade deles é o que mais penaliza o usuário, com disponibilidade ruim e premio exorbitante para emissao.

      sds,

      Celso

      • Bruno Almeida

        Obrigado pela resposta mais que completa!

  • hotel_soap

    Fiz viagem similar em agosto de 2018. Lugares lindos.

    Apenas um ponto de atencao quanto a parte terrestre: reservei luxury na hertz em Yyc, chegando para retirada nao havia o veiculo e fui direcionado para a Dollar onde a opcao mais proxima foi um carro esportivo dodge challenger, o que para sua duração de viagem pode ser um tanto quanto desconfortavel.

    • Observando Fato

      hotel_soap,

      O que ocorreu com voce chama-se descumprimento contratual unilateral. Eu nao aceito. Entro no JEC sem perda de tempo.
      Se contratei luxury car e aceitaram ou honram ou vao responder pelo descumprimento.
      As relaçoes de consumo mudaram no país e hoje esse atos sao totalmente e rapidamente indenizaveis para coibir esses abusos.
      Da ultima vez que estive em Toronto aluguei um Mercedes C 300. Na hora nao tinha o carro tentaram me dar um downgrade pelo mesmo preço.
      Fui na garagem da Hertz e escolhi um LAND ROVER. Disseram que aquele carro nao era permitido locaçao para devolver em Montreal.
      Delicadamente informei que no meu pais onde fiz a contrataçao downgrade pelo mesmo preço nao é permitido, downgrande sem concordancia bilateral nao é permitido. Eles tinham ainda a opçao de me ofertar o LAND ROVER sem judicializaçao da questao ao chegar no Brasil.

      hotel_soap, adorei o LAND ROVER!

      sds,

      Celso.

      • Maslow

        Sensacional!!

  • Túlio Faria

    Celso, excelente relato!
    Mesmo com promoções de 10×1, 12×1 da Livelo com a subviagens, você acha que ainda pode sair mais barato alugando direto?
    Abraços

    • Observando Fato

      Tulio,
      Eu nao acho, é certeza absoluta, faça conta e verá.

      sds,

      Celso.

      • Túlio Faria

        Digo, fazendo as contas de bonificações, por exemplo de 100% e valor dos pontos. Quando há promoções com pontos os valores inflacionam, mas dependendo pode ser viável. Na próxima, farei esse comparativo.
        Abraços

        • Observando Fato

          Tulio,

          Voce quer comparar o certo com o talvez? Nao existe nenhuma garantia que continuarao a existir promocoes, muito menos com bonus de 100%.
          Ainda assim, mesmo com o eventual bonus, locar direito tem preço IMBATIVEL.

          sds,
          Celso.

          • Tulio Faria

            Sim. Quando tiver uma promo boa eu comparo, hoje não tem nenhuma.

            Sim tem os riscos de não conseguir 100, 120% ou até mais.

            Tudo que colocar na ponta do lápis.

            Abraços

  • Pingback: [Guest post] Projeto revivendo antes de morrer. Parte 2: Planejando a viagem – continuação | Meu Milhão de Milhas()

  • Pingback: [Guest post] Projeto revivendo antes de morrer. Parte 3: Vancouver – Amar, comer e passear | Meu Milhão de Milhas()

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×