Como é ser free agent na prática: a experiência do leitor

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

A propósito do texto de ontem, e diante da falta de opções boas de concentrar todos os acúmulos num único programa, segue um lúcido comentário do leitor Cristiano Andrade:

“Não existe almoço grátis! Tudo indica que daqui a pouco o programa da TAP deve passar por algum devaluation na tabela das parceiras (note que emitir passagens da Azul que era mais disponível está cada vez mais difícil) e nos vôos próprios smilizou!

Estou fugindo de manter milhas em qualquer programa e sem fidelidade a nenhuma companhia. Mantenho as milhas no cartão e só envio com bom bônus e se tiver uma emissão disponível! Ou então posso mandar pro Le Club Accor.

Tendo a viagem em mente, monitoro no Smiles e uso o Viaje Fácil (aí ganho tempo para aproveitar um bom bônus e dar bom uso para as milhas), mas também se a passagem aérea paga entra num bom custo vou com ela paga e economizo no hotel (milhas pro Le Club Accor, que pode ser até com aproveitando bônus para Tudo Azul nalgum 100% e depois transfere 60 mil pontos por mês).

Voando One World Internacional ainda pontuando AAdvantage e as milhas não expiram… Voando Star Alliance Internacional pontuando n Life Miles.. voando Delta ou Aeromexico estou mandando no Smiles mesmo…”

……………..

E você? Também desanimou com o rumo que os programas de milhagens em geral estão tomando?

Agradecimentos de praxe ao Cristiano pelo envio do comentário!

Tagged as:
  • Fábio

    Eu sigo uma política parecida. Deixo a maior parte dos pontos no cartão e só transfiro quando tenho emissões em vista por valore aceitáveis e bons bônus de transferência. Porém, como política pessoal gosto sempre de deixar algum saldo residual nos programas que mais uso, no caso Multiplus e Smiles. Essas milhas servem para emissão imediata em oportunidades pontuais onde não haveria tempo hábil para transferência. Mas como todos sabem por aqui os programas nacionais estão cada vez piores. Provavelmente minha próxima transferência será para o programa da Ibéria. Isso se o Santander realmente manter a parceria

  • Flying_B

    A exemplificar a tática do Cristiano e como disse o Fábio abaixo, também sigo essa prática. Para minha surpresa eu fiquei tentado a emitir 2 bilhetes pro Chile, e estavam por ótimos 8 mil milhas cada um, cada perna. Pensei, puxa não tenho milhas na Latam/Multiplus, mas tinha na Porto Seguro e agora? transfiro e arrisco ? – Resolvi arriscar, e pra minha surpresa após o ótimo atendimento da Porto (nota 10), os pontos caíram em cerca de 15 minutos na Latam/Multiplus, isso mesmo, 15 minutos, e vualáaa. Bilhetes emitidos.
    Achei top essa transferência, a analista da Porto pediu até 5 dias no atendimento. Mas, para alegria geral caiu em 15 minutos, muito parecido em comprar pontos Multiplus no KM, que costuma cair também em uns minutinhos após à efetivação da transação.

    • Fábio

      Conseguiu algum bônus nessa transferência da Porto para o Multiplus? Normalmente eu já precifico as minhas com um bônus médio. No caso da Multiplus algo como 30/40% (que no passado chegou a 60%) e 80% no Smiles (até ano passado 100% era o habitual).

      Gerenciar o saldo das contas não é simples. Deixar a conta zerada pode significar muitas vezes transferir sem bônus em eventuais promoções. Transferir também um montante alto sem emissão em vista pode significar desvalorização das milhas no atual cenário de inflação da tabela.

      • Flying_B

        Nessa eu não consegui Fábio, a banca ganhou kkkk
        Mas meu objetivo era emitir pro Chile no 787-9 pra tentar o upgrade e consegui. A primeira parte foi tranquila e rápida, vamos ver o upgrade.

        • Fábio

          De qualquer forma, mesmo sem bônus, 8 mil milhas é muito pouco para esse trecho. Mandou bem hahahahha!

  • rodrigo3d

    Acho que nem isso (de manter no cartão), vide o susto da Iberia/Santander… tá difícil.

  • Cristiano Andrade

    Oi Guilherme..
    Olha só um exemplo… hoje entrou promoção do Tudo Azul pro Le Club Accor 10.000 Tudo Azul por 4.000 Le Club… “pimba na gorduchinha”! Tinha uns pontos dando sopa e acabo de transferir. Transformar 10k Tudo Azul em 80 euros no Le Club para mim um bom negócio, extraindo R$0.04/ponto.

    • Fabiano G. Souza (Nerdmor.com)

      Sabe até quando vale?

      • Cristiano Andrade

        Parece que é hoje e somente hoje

        • Fabiano G. Souza (Nerdmor.com)

          Valeu!

  • Emmanuel Kalispera

    Ano passado fiz os 24 trechos para me tornar platinum na latam e desde então tenho concentrado os pontos lá, para Europa tem sido a melhor opção depois da Iberia.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×