A lenta e dolorosa morte da Avianca Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

É uma lástima. Uma pena assistirmos à lenta e dramática morte da Avianca Brasil. Pior ainda é a situação dos clientes que já tinham passagens e viagens marcadas, que terão a dor de cabeça de procurarem reacomodações em voos de outras empresas.

Segue o comentário do leitor Flying:

“Enquanto isso a Avianca vai se desmantelando rapidamente, agora perdeu muitos aeronaves e cancelou 170 voos, sem contar que o pagamento de taxas dos aeroportos é à vista!!!!

VASP, Varig… foram iguais.

Triste”.

O Rodrigo Rieger Maia, por sua vez, já havia postado na terça:

Conclusão

Para quem vive no mundo das pontos e milhas, vale mais uma vez a lição de nunca encará-los como uma poupança a longo prazo, pois as empresas podem falir, entrar em recuperação judicial e os pontos virarem pó.

Como gosta dizer o amigo Cristiano Andrade, earn and burn, ou seja, acumule e gaste.

Você foi afetado pelo cancelamento dos voos? Como tem sido o tratamento da Avianca Brasil em relação ao seu caso?

Tagged as:
  • Alan Souza

    O Brasil so lasca mesmo ……Poderia deixar logo a Azul Incorporar ja a Anvianca……. Quando tiver valendo NADA AI LIBERA PRA COMPRA

    • Problema da Azul, apesar de considerar a melhor cia brasileira, é q ela ja tem uma malha grande. Vai canibalizar algumas regiões. Apesar q por outro lado vai ter acesso a GRU e Congonhas com uma participação maior. O fato é que estamos perdendo a concorrencia.

  • Infelizmente é muito triste essa situação da AVIANCA BRASIL. Um excelente cia aérea. Para nós é menos uma aérea no Mercado Brasileiro,

  • Leandro Esteves

    Minha última esperança é alguma nacional absorver a empresa e os pontos migrarem pra lá. Tipo, a Latam comprar e os pontos amigo virarem Multiplus. Vamos ver no que vai dar, estou com cerca de 200 mil pontos lá.

    • Beto Junior

      Isso dificilmente ocorrerá. Os pontos, contabilmente, são uma dívida. Separaram o Amigo em UPI a parte justamente para não contaminar as demais. Certamente será a UPI abacaxi. Difícil alguém assumir uma dívida a troco de nada, ainda mais pagando.

      • Henry

        Eu não acho difícil.. eu acho que é impossível mesmo…

    • Julio Silva

      Acho melhor voce torrar os pontos Leandro.

    • TRL

      Muito difícil. Emita qualquer passagem ainda hoje – se possível, com parceiras. Invente uma viagem qualquer, ou você vai morrer com um micaço na mão.

      • Leandro Esteves

        Negócio é que não tenho datas. Ainda não marquei férias, então vou ter que esperar mesmo.

        • Julio Silva

          Se vc fizer um preco bom eu compro ela 🙂

        • Igor

          Vende isso

    • Sílvio Carneiro

      200k e eu aqui lamentando meus 26k. Usa logo isso, senão vira mico.

      • Leandro Esteves

        Tentar usar o quanto antes, mas até que meu preço médio nessas milhas foram bem baixos.

        • Rodolfo França

          Eu estou com mais de 400k

          • Julio Silva

            se fizer preco bom eu compro elas.

            • TRL

              Cuidado com essas ofertas… talvez por R$ 0,01 o milheiro

    • Alexandre Conde

      Tudo bem que eu inventei um pouco, mas acabei de gastar 190mil lá. Emiti um MAD BRU TLV com a Brussels por 80 mil em executiva e um TLV ZRH com a Swiss em executiva também no 77W deles por 110k. Tudo caríssimo, mas melhor que perder o saldo. Quem ainda está permitindo emissões pelo Amigo na Europa é a TAP e as empresas da LH (Lufthansa, Swiss, Austrian, LOT, Brussels Airlines…). A TK acho que já proibiu, SAS eu não tenho certeza…

      • Leandro Esteves

        Ótima emissão tendo em vista o atual cenário.

      • Guilherme

        É pra voar logo? Pq se não honrar o repasse para a companhia fica difícil cobrar na justiça a solidariedade, pois acho que a Brussels não tem escritório no Brasil, não é mesmo?

        • Alexandre Conde

          Para início de maio… Acho que dá…

      • TRL

        Meus parabéns, dê graças a Deus por isso… Qualquer emissão hoje vale a pena, a qualquer custo.

    • Pra biz está uma porcaria, mas pra dog tem muita emissão q ainda vale a pena na Amigo, recomendo torrar logo esses pontos, pq pra mim o programa Amigo vai a falencia..

    • Henry

      Leandro…
      Nenhuma empresa vai comprar um programa de fidelidade que só tem passivo.. não em ativo nenhum…(não esqueça que o Amigo nunca fez o tal do club)
      Além do mais, pra que aumentar sua base de associados se todo mundo faz cadastro no Amigo, mas tb faz no Smiles, TudoAzul e Multiplus…
      Então, usa o mais rápido possível em parceiras com representação no Brasil… senão vc vai ficar com o mico na mão…
      O Amigo vai quebrar…

  • André Luis

    Lembro que durante a crise da Varig cheguei a viajar num voo do RJ para Porto Alegre com menos de 10 passageiros no avião. A Avianca vai em outro rumo mas parece que a crise não é só por culpa de má administração. Tem coelho nessa moita. Sobre os Pontos Amigo acho que o melhor e torrar viajando o mais rápido que puder.

  • Fabio Assolini

    Eu acho que com essa divisão da empresa em diversas fatias, os despojos da Avianca serão comprados por todos os concorrentes. Ficou ruim pra Azul, que queria levar tudo, e eu acho que se isso acontecesse, haveria a possibilidade da Azul na Star Alliance. Agora com essa divisão acho que nada muda e a Star ficará sem representante no país.
    Quem vai ficar com o Amigo? Será que vão honrar a pontuação e os status? Saberemos em breve…

    • Sílvio Carneiro

      Infelizmente o Neeleman não gosta de alianças, ele já disse isso. A minha espera é que as coisas mudam, então…

    • Guilherme

      Pois eh. Em tese será uma fatia a ser leiloada em separado. Resta saber se alguém terá interesse. Muito gasto pra ter acesso a um banco de dados de clientes que provavelmente já estão vinculados aos demais programas.

    • Rafael Chagas

      Até onde sei, a Azul nunca se interessou em levar tudo, até porque nesse tudo teriam as dívidas, os contratos de trabalho (com salários maiores do que a mesma pratica), e aviões não atrativos ao conjunto de aeronaves deles. Mais que isso, a sinalização de interesse da Azul explicita exatamente o que lhe interessa, e que por isso a incentiva pagar um valor muito útil para uma empresa falida. Dito tudo isso, me animo a dizer que associar pontos amigo, star alliance, status a essa operação de compra tem chance beirando a zero.

  • Observando Fato

    Guilherme,
    A rapida e vertiginosa falência da Avianca Brasil esta por pouco a se concretizar.
    A divida inicialmente informada de algo como R$ 600 milhoes está na casa dos 2,7 bilhoes.
    A decretaçáo da falencia será mais que certa. Não há plano de recuperação que possa colocar a empresa nos trilhos novamente.
    Diferente do que se vê no noticiário, a criação dessas UPIs pode ser questionada na justiça e se a compra não for interessante para a Azul, via judicial ela poderá forçar a decretação da falência e aí todo mundo fica chupando dedo.
    Diferente do que se lê, o fatiamento da empresa, e a compra das UPIs não é um procedimento juridicamente tão tranquilo.
    A oferta de USD 105 milhoes feita pela Azul se for maior que o resultado da compra das UPIs fatiadas bloqueia todo o processo, pois os credores podem exigir o cumprimento da oferta maior.
    Por outro lado, a compra das UPIs, por qualquer valor pode ser questionada pelos credores e o comprador pode ter que responder pelas dívidas da empresa existindo a partir de então responsabilidade solidária.
    Enfim, não será algo de fácil resolução para nenhum dos lados e particularmente apostaria na falencia da empresa e não numa compra quer da empresa quer das UPIs.
    Vejamos outro aspecto. Uma das UPIs criada é a do Programa Amigo. Em principio ninguem precisaria pagar por algo que só os consumidores teriam direitos. Nesse caso essa UPI é uma forma de excluir todos os direitos do consumidor e ao não ser comprada por ninguem, joga todo o programa Amigo na massa falida e os clientes ficam sem nenhum direito.
    Acontece que o CDC proteje o consumidor e os direitos dos clientes são prioritarios frente a creditos que possam ser gerados pela compra de outras UPIs.
    A entidades de Defesa do Consumidor e mesmo o Ministerio Público impediriam essa manobra.
    Por outros N motivos não me parece que esse fatiamento será concretizado, exceto se a oferta for feita a todos e com valor superior a oferta da Azul, lembrando que a GOL não opera AIRBUS, a LATAM não tem outro interesse a não ser bloquear a expansão da Azul em CGH.
    Existe um outro aspecto aí, a Avianca Brasil cobra do passageiro a taxa de embarque e não está repassando ao concessionário do terminal no prazo os valores, ficando inadimplente. Se isto for verdade, e salvo melhor juizo, isto configuraria em tese a pratica de apropiação indébita por parte da empresa e interessados podem solicitar a intervenção judicial na companhia afastando os donos do comando. Dai para groundear todas as aeronvaves é um anoitecer.

    Não vejo futuro.
    Se voce tem milhas no programa, imediatamente emita no prazo mais longo possivel bilhetes para empresa da Star Alliance QUE TENHA REPRESENTAÇÃO NO BRASIL, tipo Air Canada, United, Lufthansa, Swiss, Ethiopian, TAP, Copa, Avianca Colombia,South African ( cuidado com esta ) ou Turkish. Com o bilhete emitido eles são solidarios na responsabilidade do transporte independente da falencia da Avianca Brasil. NAO EMITA COM OS DEMAIS PARCEIROS QUE NAO TEM ESCRITORIO NO BRASIL .

    SDS,
    Celso.

    .

    • Luis Ghivelder

      Ola Celso, por favor me explica porque hoje as cias da star alliance ainda estão disponibilizando emissões através do Amigo. Não pode ser que elas não viram o que esta acontecendo. Tem alguma obrigação contratual? Ou seria so inercia administrativa? Me parece estranho notar que ainda se pode fazer muitas emissões através do Amigo como se nada estivesse acontecendo. Eu pessoalmente fiz uma emissão para voar com a Croatia Airline, pois coincidia com meus planos de viagem. Quando/se a Avianca falir, tem chance de manterem o bilhete ou vão cancelar com certeza?

      • TRL

        A aliança aérea tem uma câmara de compensação que permite a liquidação de débitos e créditos. A Avianca deve estar adimplente para se manter na aliança. A Varig só foi expulsa quando ficou inadimplente com esta. Por isso é que devem estar aceitando ainda a emissão de passagens amigo com algumas parceiras. Mas parece que COPA, UNITED e a própria AVIANCA COLÔMBIA já fecharam seus inventários ao programa Amigo.

        • Guilherme

          Exato. Cada vez menor o número de empresas da aliança que ainda aceitam emissões pelo Amigo. Eu particularmente emitiria LH ou TP, que ainda oferecem boa disponibilidade com quantidade “razoável” de pontos para seus hubs na Europa (60k e 50k, respectivamente).

        • Observando Fato

          TRL,
          Na epoca tinha bilhete emitido com a Singapore Airlines de JFK e foi cancelado. Entretanto, a AIR CANADA e mesmo a LH assumiram a responsabilidade por realocar os bilhetes emitidos e a primeira até o último momento aceitou emitir. Houve intenção da AIR CANADA na compra da VARIG na epoca.
          sds
          Celso

      • Observando Fato

        Luis,
        Algumas e não todas as parceiras da Star Alliance ainda permitem emissões pelo Amigo. Num mundo globalizado a informação nos atinge instantaneamente. Existem obrigações contratuais e sem inadimplencia o contrato tem que ser honrado. Outro fato é que desconhecemos como são liquidadas essas contas e em que prazo. A liquidação ocorre em especie ou em direitos futuros, ou seja, emitido o bilhete o emissor tem que pagar o transportador ou gera o direito equivalente ao contrario e quiça somente de tempos em tempos isso é efetivamente quitado?
        Sua emissão com a Croatia Airlines já foi quitada pela Avianca Brasil? Quando foi emitida? Não temos como saber! Se a Avianca falir, não ! Conte a falencia como certa, não há como resgatar dívida de 2,7 bilhoes com esse patrimonio e fluxo de caixa/rentabilidade gerada. A chance de manterem seu bilhete se quitado é total, se não quitado é mero palpite, mas é provavel o cancelamento e decorrente incapacidade de obter seu direito. Avalie um plano B.

        sds,
        Celso

    • Khalil Chaves

      Celso, tenho bilhete 19/05 NAT GRU IST, voando nacional Avianca e internacional Turkish. Meu trecho nacional está entre os cancelados neste fim de semana , vc tem ideia do que pode acontecer? Se o trecho nacional for cancelado, teria como eu pelo menos embarcar no trecho internacional? Na situação atual, pra mim isso já seria ótimo, mesmo que tenha que emitir outra passagem nacional!

      • Observando Fato

        Khalil Chaves,
        Ligue na Avianca e solicite que confirmem o trecho GRU-IST.
        Se não conseguir ligue na TURKISH e tente confirmar o trecho.
        Se a Avianca não confirmar entre com liminar contra as duas para que garantam o transporte, sob pena de multa, no JEC da sua cidade.
        Até ESTE MOMENTO nao ha noticias que a Avianca Brasil não estaria reacomodando os passageiros.
        Se for decretada falencia até lá fica tudo muito dificil. Porém, se estiver operando acredito que com jeito conseguirá viajar com alguns arranjos.
        Outra opçao que voce tem e nesse caso acho diante dos fatos ainda melhor, seria, solicitar SEM ONUS A REEMISSÃO DO BILHETE na rota NAT-LIS-IST, com a TAP e seguindo de LIS para IST com a Turkish. Nesse caso ficaria totalmente protegido pois a TAP fica obrigada a honrar o bilhete. No segundo trecho LIS-IST há dois voos diarios.
        Outra possibilidade é se conseguir ir do NORDESTE para IST com a TAP. Voce fica garantido.
        Outra possiibilidade é ir DE NAT ou do Nordeste com a TAP ate um ponto na Europa mais perto de Istambul (porem nesse caso a segunda perna fica mais facil com a TAP tambem), sugiro, Roma, ou Napoles, ou ainda Budapeste na Hungria pela facilidade depois de ir a Istambul com bilhete pago eventualmente se for o caso. De Budapeste a Turkish voa para o outro aeroporto de Istambul.
        Espero ter ajudado.

        sds,
        Celso.

        • Khalil Chaves

          Obrigado Celso. Liguei e a opção que a atendente deu foi solicitar o reembolso do trecho nacional, assim o resto permaneceria como está (tem a volta também, mas é pela TAP direto para Natal). Acho que é a opção mais prudente, vou analisar aqui e mais tarde ligarei novamente.

          • Marcos Wagner Junior

            Khalil você emitiu com pontos esses trechos ou pagou? Estou na mesma situação, com origem e volta por Navegantes.

            • Khalil Chaves

              Marcos, o bilhete Amigo foi com pontos (140.000 por pessoa). Terça meu voo nacional já constava como cancelado, então liguei e eles retiraram o trecho da reserva, sem custos. Emiti esse trecho nacional com a Gol por 19.500 pelo Smiles. Na volta o voo já era direto para Natal desde Lisboa. Agora o bilhete não tem mais voo Avianca Brasil.

              • Marcos Wagner Junior

                Khalil, obrigado pelo retorno, acho que farei a mesma coisa. O localizador do voo internacional continuou o mesmo né? Eles farão algum ressarcimento pelo trecho internacional, seja em pontos, ou seja em dinheiro? Chegaram a oferecer a opção de voar por outra cia (trecho nacional) ?

                • Khalil Chaves

                  O localizador do internacional ficou o mesmo. Na terça ainda havia um vôo NAT GRU (outro horario) ele falou que ia verificar (para tentar encaixar) mas eu nem deixei ele fazer isso, pedi para retirar esse trecho, ele disse que faria isso mas não podia devolver os pontos. Eu concordei pq a situação é tão grave e queria mesmo garantir o internacional.

                  • Marcos Wagner Junior

                    Certo, descobri essa semana que eles faziam 2 voos diários nesse trecho (achava que era apenas 1 por dia), moro em Joinville, acho que vou de ônibus mesmo, pois os voos ficaram caros. Que bom que conseguiu resolver, deve ter bastante gente nessa situação e vão usar a nossa conversa para ficarem mais calmos e resolverem os problemas, obrigado e bom final de semana!

    • Guilherme

      A situação está a cada dia pior. Muito triste! 🙁

      • Observando Fato

        Guilherme,
        Como voce me falou naquele E mail, o pior sera a revolta do Henry em náo poder emitir mais seus bilhetes do SDU para UDI.
        Muito triste!

        sds
        Celso.

    • Igor

      Inicialmente havia entendido que a proposta da Gol e Latam era conjunta de 70 mi por uma das 7 UPI. Depois passei a entender que seriam 70 de uma e 70 da outra, sobrando ainda 6 UPI (e sendo 35 mi mais valiosa que a proposta da Azul por um todo).

      O problema aí é o CADE.

      • Observando Fato

        Igor,
        Náo entendi como voce, mas ainda que esteja totalmente correto seu entendimento, a disputa juridica parece-me mais que provavel.
        A negociacao com o maior credor náo pode se sobrepor aos direitos legais dos menores.
        O CADE, o MP e os orgaos de Defesa do consumidor seráo outros empecilhos.

        sds,
        Celso.

    • Atair Lima

      Pessoal, afinal, quais parceiras já não estão emitindo pontos pelo programa Amigo? Alguém poderia confirmar essa informação? É importante pra quem quer torras as milhas. rs

  • Observando Fato

    Desgraça pouca é bobagem! CONCORDATA NA AVIANCA ARGENTINA!

    Avianca Argentina inició el último viernes, poniendo en evidencia la situación difícil por la que atraviesa la empresa, el Procedimiento Preventivo de Crisis ante el Ministerio de Producción y Trabajo. Establecido en la década del 90, el Procedimiento (PPC), busca propiciar un ámbito distinto al Concurso Preventivo o Quiebra. Básicamente que empresa y sindicatos se reúnan en la secretaría de Trabajo y formulen propuestas para seguir adelante. Si bien desde hacía tiempo (concretamente desde la devaluación de mitad del 2018) abundaban los rumores, la crisis se hizo evidente hace un mes cuando debieron dar marcha atrás con los anunciados vuelos internacionales. Concretamente, la devolución de un primer Airbus A320 con el que habían comenzado a comercializar pasajes para la ruta Buenos Aires-San Pablo. Carlos Colunga, CEO de la compañía, resumió en una frase la crisis: “Tenemos 80 pilotos cuando necesitamos 24”. En la compañía suelen decir que la misma no está sobredimensionada en cuanto a personal, excepto en Operaciones que contrató y capacitó pilotos como para operar un flota de 4 ATR y un A320, cuando ahora solo hay volando dos turbohélices. Y responsabilizan a la devaluación y al alza del combustible por el impedimento para traer los aviones previstos. “El procedimiento de crisis es para que el Estado nos auxilie durante seis meses. Queremos compartir el esfuerzo”, dijo Colunga. Concretamente que los eximan de pagar cargas sociales mientras se arreglan desvinculaciones de pilotos a través de retiros voluntarios. APTA argumenta que con el procedimiento preventivo, la aerolínea buscaría reducir los actuales sueldos al 75% y suspender los convenios colectivos de trabajo. El gremio amenazó con parar Aerolíneas si echan a un piloto de Avianca Argentina. Colunga se lamentó ante Perfil no haber optado por un gremio por empresa, como lo hizo Flybondi y Norwegian. Más allá del dólar y el combustible, la empresa argentina sufre también los coletazos de Avianca Brasil, su principal accionista, que también atraviesa una crisis económica que la llevó incluso a pedir protección judicial en aquel país. Es por esto, que resulta difícil que siga llegando plata desde aquel país.

  • gabriel

    Alguem tem milhas pra vender da avianca? Preciso de 200.000 ou 400.000, Gabriel.logistica@gmail.com, obg

  • Leonardo F J

    Alguma sugestão? minha esposa comprou passagens da avianca, Brasília para natal em julho, pelo submarino viagens. Se falir até lá, consigo outro voo com a submarino???
    Que coisa.

    • Observando Fato

      Nesse caso voce esta protegido A Submarino viagens tem responsabilidade solidaria na emissao.
      sds
      celso

      • Leonardo F J

        Muito obrigado!!!
        Tenho essa convicção que a submarino não me deixará desamparado.
        Estou literalmente pagando p ver!
        Bom domingo.

    • Henry

      Leonardo…
      Imagino que vc deva ter comprado outras coisas para a viagem, como hotel etc..
      Então, talvez seja melhor vc já ir fazendo contato com o Submarino e tentando trocar desde já de cia. aérea… porque se deixar pra cima da hora, pode ter problemas porque julho é mês de férias e alta temporada….
      Se o Submarino ficar enrolando pra trocar agora, dizendo que está tudo sobre controle, então, formaliza isso via e-mail.. e não esquece de colocar no e-mail que vc gastou dinheiro com outras coisas além da passagem…
      Porque isso pode ser útil mais tarde no JEC…
      Tava vendo na Decolar e pra lá, voo direto, além da Avianca só a Gol e Latão.. e os preços hoje, já está altos..

      • Leonardo F J

        Obrigado Henry, iniciarei estes contatos com submarino.
        Eu moro em Natal, na época da compra Avianca era a menos cara. E como bem observou, Natal é bem restrito de voos.
        Agradeço muito a atenção!!
        Já prevejo dor de cabeça.

  • Rodrigo Rieger Maia

    Graças a Deus que vendi tudo há uns 2 meses!

    • Eu vendi meus 110.000 pontos Avianca – Amigo em Janeiro de 2019. Não quis esperar para ver o final da história…

      • Rodrigo Rieger Maia

        Fez muito bem! Eu consegui 20,00 a cada mil. Eu tinha 330k lá! Também não quis esperar pra ver

  • Carlos Telles

    Eu sai de são paulo dia 12/04 em um voo da avianca para Belém, ao chegar em Belém descobri que o meu voo de volta (que seria na madrugada do dia 15/04 as 03 am) foi cancelado, tive que comprar um voo da tam pro dia 14/04 a noite ou não teria como voltar. Agora é torcer pelo reembolso.

    • Henry

      Carlos..
      É muito ruim isso aí que vc passou, mas pelo menos vc chegou vivo e sem sustos…
      Pensa por esse lado..
      Hoje, eu não entraria numa aeronave da Avianca Brasil… e diante do zoeira que está no mercado com esse nome, não entraria tb num avião da Avianca Internacional… tá tudo muito esquisito e nebuloso com esse nome….

      • Carlos Telles

        Eu só fui de Avianca pois eu já havia comprado esse voo faz muito tempo, antes de toda essa confusão começar. Eu só fico pensando na galera que não teve como comprar o voo de volta.

  • Henry

    Em função das informações mais recentes de que a dívida da Avianca não é de R$ 600 milhões, mas sim de algo na faixa de R$ 2,7 bilhões (será que a informação da dívida de 600 milhões foi passado pelo Sr. Fabricio Pinóquio Angelin ??? ), somada às novas informações de dívidas até mesmo de tarifas aeroportuárias, vamos a considerações rápidas sobre a “atividade de risco” que é voar num avião da Avianca e/ou nas parceiras:

    VOOS AVIANCA
    Pois é.. o grande problema diante de tanta informação mentirosa/inverídica/ sobre a Avianca é que não sabemos como anda a manutenção das aeronaves da empresa… Lembrando que boa parte das aeronaves novas, que em tese deveriam estar em melhores condições, já foram devolvidas e/ou impedidas de voar pela ANAC. As aeronaves que a cia. ainda opera são mais antigas.
    Assim, hoje, eu tomaria a decisão de simplesmente NÃO VOAR num avião da Avianca… não correria este risco… pode ser uma decisão alarmista, apressada, não fundamentada ??? Sim, pode ser… há uns meses atrás eu tomei a decisão de boicotar as cias. aéreas brasileiras diante da situação que elas montaram um oligopólio através da A-URSO (ou A-BEAR como queiram).. só voaria se fosse estritamente profissional.. pois bem, a serviço, hoje esse universo se restringe a Azul/Gool/Latão…
    Eu prefiro perder valores e/ou milhas usadas para emitir do que arriscar voar num “alado” deles..

    VOOS PARCEIRAS…
    O Celso, em que pese o imenso tempo que ele consome esperando o voo da Gool UDIGRU (ou não avisaram pra ele que a rota foi cancelada, ou ele sabe e está lá, batendo pezinho junto com o “né nom??”, em forma de protesto), bem continuando, então o Celso tinha recomendado queimar suas milhas Amigo emitindo voos com parceiras que tenham representação no Brasil, porque no caso da Avianca falir e não pagar por essas passagens, as cias. aéreas teriam que assumir o prejuízo e honrar a passagem… .e se não o fizessem, JEC nelas..
    Sim, esse raciocínio está correto, MAS, precisa de um pequeno complemento…
    Vamos imaginar que vc conseguiu a façanha de emitir uma passagem aérea num parceiro e façanha maior ainda, que tem representação no Brasil…
    No dia do voo podem acontecer duas coisas: vc voar e tudo OK, ou vc descobrir nesse dia (ou até mesmo antes), que a cia. aérea cancelou seu bilhete por falta de pagamento do Amigo e ela não quer honrar a passagem…
    Bem… NESTE DIA, a menos que vc tenha um bom advogado e ele consiga uma liminar obrigando a cia. aérea a emitir a passagem, vc NÃO VAI VOAR…
    Aí, que vem a parte que acho bom vc se lembrar…
    Uma viagem tem outras despesas, tais como: hotéis, locação de carro, ingressos em parques e shows…
    Então, mesmo que vc tenha absoluta certeza que irá fazer a viagem porque vai estar de férias… é recomendável que, se usou milhas Amigo, fazer as reservas do tipo CANCELÁVEL… para hotéis, do tipo “pague no destino” no caso de locação de carros, parques da Disney, o ingresso vale por 12 meses (em verdade, uma vez lá nos EUA eu liguei para a Disney e o atendente deles disse que os ingressos valem indefinidamente, desde que vc não utilize uma primeira vez, MAS, eu vejo todo mundo dizer que o ingresso vale por 12 meses a partir da data da emissão… então, vamos no tradicional), então, como a diferença entre o valor que vc paga comprando aqui e comprando lá é muito pequena, então, SE FOSSE EU, eu iria comprar lá, no balcão e pagando com dólar cash, o que é melhor ainda… e ingressos para shows, eu tb só compraria aqui se pudessem ser agendados para outro dia, e ainda assim vendo a validade deles, porque tem que saber quando é que vai poder viajar pra fora, afinal, todo mundo trabalha, quer dizer, tem uma classe lá em BSB que não se enquadra, mas isso é um universo pequeno, né ??
    Outra coisa: se vc está viajando em família, com muitas pessoas e se tiver que acionar o JEC para pedir indenização contra uma parceira do Amigo, tipo vc quer receber o valor das passagens + hotéis (fez do tipo não cancelável, não viajou e perdeu a reserva do hotel) + ingressos + etc.. então saiba que o JEC tem o limite de 40 salários mínimos, que valendo R$ 1.006,00, vc só vai poder acionar até R$ 42.400,00..
    Então, pense bem antes de programar essa viagem usando suas milhas Amigo voando com parceiro…
    Como eu sou uma pessoa que tem fé nas coisas que faz, eu pensaria que vai dar tudo certo, mas tomaria essas cautelas adicionais….

    • Henry

      Ah… nunca é tarde lembrar que o Srº Fabrício Pinóquio Angelin, o paladino da verdade, está indo para a LATÃO…
      Então, como dizia um colega: “… olho vivo porque cavalo não desce escada….”

      • hotel_soap

        Ótimas ponderações Henry.
        Irei realizar uma viagem num grupo de 06 pessoas, no dia 09 de maio, para miami, onde posteriormente embarcaremos em um cruzeiro no dia 11. 03 membros do grupo decidiram (ainda bem que nao faço parte deste subgrupo de 03) arriscar irem de avianca internacional em executiva, só que como saimos de santa catarina, o trecho até GRU é avianca brasil, apesar da emissao ser avianca INTL, estamos agora todos na expectativa deste primeiro trecho ser honrado e a viagem nao ser completamente desconfigurada, inclusive para o meu subgrupo que optamos ir de AA em economica, apesar dos valores nao estarem tao longe da executiva da Avianca.

        Alguma sugestao ?

        obrigado!

        • Henry

          Sinceramente ???
          No caso das pessoas que têm passagem de GRU => MIA pela AA, eu compraria essas 6 passagens, voo direto, pela Gool ou pela Azul… em milhas no Smiles custa 6.000 milhas e o voo sai às 07:40 e chega em GRU às 8:55.. e pela Azul, custa 5.000 milhas e sai as 05:15 e chega as 06:35 horas… aí, vai ter que ficar o dia todo em GRU ?? talvez, mas eu NÃO ARRISCAVA voar pela Avianca e no dia descobrir que não terá o voo… se vcs não chegarem em GRU na hora certa, vão perder o voo pra MIA e talvez o cruzeiro que já devem ter pagos…
          Claro, eu estou imaginando que vcs emitiram o voo pela Avianca de FLN => GRU SEPARADO do bilhete do voo da AA de GRU=>MIA.. aí é tranquilo…
          DETALHE DESAGRADÁVEL, e talvez custoso: não tem franquia de bagagem no voo da Gool e na Azul tb não deve ter.. então, custos extras com despacho são esperados..
          Já quem vai viajar pela Avianca Internacional SE EMITIU no mesmo bilhete o trecho FLN=>GRU e GRU=>MIA (com certeza fará conexão em LIM ou BOG), aí está com um abacaxi na mão..
          Se o trecho doméstico e internacional estiverem no mesmo bilhete, vai ser muito complicado e sinceramente nem sei como resolver o problema, porque se vc não voar o primeiro trecho FLN=>GRU, em tese, daria no show, e isso cancelava o bilhete GRU=>MIA…
          Minha sugestão: converse isso com o pessoal desse grupo… e explique a situação da Avianca.. que está de mal a pior…
          E veja se vcs conseguem com o pessoal da Avianca ou Amigo, separar o bilhete doméstico (que é a Avianca Brasil) do bilhete internacional: GRU=> MIA..
          Se conseguirem, aí a sugestão é a mesma do grupo da AA: voarem de Gool ou Azul… mesmo que avião da Avianca possa voar, se estiverem com bilhetes separados o doméstico do internacional (com localizadores diferentes), eu não voaria de Avianca Brasil..
          Se eles não conseguirem, aí, realmente não sei, nesse momento, como resolver essa pendência…
          De repente… se a Avianca Brasil não conseguir separar os bilhetes, vcs podem ligar para Avianca Internacional de São Paulo, explicar o problema e, se por e-mail eles concordarem que vcs façam o voo internacional, mesmo que o nacional não role pela Avianca Brasil, então, eu compraria a passagem na Gool/Azul e no dia via como ia ser: mas, ainda assim, tem que comprar a passagem da Gol/Azul, para um horário depois do Avianca Brasil e que dê tempo hábil de chegar em GRU e embarcar pra MIA..
          Entendeu ???

          • hotel_soap

            obrigado pela sugestao, vamos correr com essa questao da avianca brasil, tentar separar o bilhete.

            o da AA, o trecho emitido por enquanto é somente gru-mia, entao tá tranquilo de emitir gol com pontos.

            • Henry

              Boa sorte…
              Se conseguirem separar os bilhetes, dá um feed-back aqui.. MAS, CUIDADO… pra eles não cancelarem e depois dizer que não conseguiram emitir nas parceiras..
              Converse com todos do grupo sobre os riscos.. pra pessoal depois não te encher o saco se a coisa de mal…

              • hotel_soap

                fala Henry.
                Pessoal que ta com avianca no trecho todo falou que vai pagar para ver e aguardar, e que a avianca os reacomode no trecho interno em caso de cancelamento.
                Eu nao arriscaria, mas cada um sabe o que faz, ou nao.

  • Henry

    Pessoal que emitiu passagens para voar com parceiros e que fará no doméstico com a Avianca Brasil…
    Última chamada pra vocês…
    Melhor irem pensando na hipótese do voo doméstico com a Avianca não ocorrer… e então ???
    Temos duas situações:

    DOMÉSTICO E INTERNACIONAL COM LOCALIZADORES SEPARADOS.
    Este caso é mais fácil resolver, embora custoso. Vc emite a passagem com outra cia. aérea e voa com ela e esquece a Avianca Brasil…
    Vai pagar a passagem + taxa de aeroporto + despacho de malas… mas, não vai perder o trecho internacional e todas as reservas feitas lá fora..

    DOMÉSTICO E INTERNACIONAL NO MESMO LOCALIZADOR…
    Aí, temos um abacaxi pra descascar porque se o doméstico com a Avianca Brasil não rolar, mesmo que vc vá em outra cia. aérea, quando chegar em GRU/GIG pra fazer o voo com a parceiro, seu bilhete vai estar com “no-show”, o que acaba derrubando a reserva internacional..
    Melhor começarmos a analisar soluções para este caso…

    • Khalil Chaves

      Henry, não entendi o que vc quis dizer com LOCALIZADORES SEPARADOS. Até onde eu sei, quando você emite uma passagem pelo amigo, mesmo havendo um trecho interno avianca, só há 1 (um) localizador, não é assim? Esse é o meu caso (1 localizador), tenho um vôo Star Alliance com trecho interno Avianca Brasil (O6), depois IST com a Turkish

      • Henry

        Khalil…
        As vezes a pessoa emite separado sim.. faz 2 emissões… porque as vezes a opção que o Amigo liberava ou a conexão era apertada ou tinha que ficar esperando o dia todo no aeroporto.. então, a pessoa primeiro emite o trecho internacional na parceira e depois emite, separado, o voo domestico com a Avianca, mesmo pagando mais milhas, mas num horário mais confortável..
        Seu caso, é o caso de vc ligar para a Turkish e ver com ficaria se vc não pudesse voar o doméstico com a Avianca mas vc voaria com outra cia. aérea e se apresentaria em GRU/GIG para fazer o trecho internacional com a TK… ou seja, em princípio iria dar no-show lá em GRU/GIG o doméstico… pergunta se isso vai ter problema pra vc..

  • Henry

    Pessoal…
    Outro aviso…
    Quem conseguir emitir passagem pelo Amigo com parceiras, PENSE no caso de emitir apenas o trecho internacional com essa parceira e o trecho doméstico, com uma das outras 3 cias. aéreas brasileiras..
    Se vc emitir no mesmo localizador o doméstico com a Avianca Brasil e a parceira, se a Avianca não fizer o voo, e mesmo assim vc voar com outra cia. aérea, se estiver tudo no mesmo localizador, PODE dar merda lá em GRU/GIG, porque a passagem vai estar com status no-show..
    Entenderam ???

    • Khalil Chaves

      Liguei pedindo para desvincular o trecho nacional mas ela disse que isso não é possível, a opção que ela deu foi solicitar o reembolso do trecho nacional, e aí o trecho internacional ficaria preservado. Vou maturar essa informação e ligar mais tarde para resolver.

      • Henry

        Se vc realmente fizer isso e der tudo certo, dá um feedback aqui pros colegas.. porque acho que muitos vão querer ter esse cuidado.. mesmo pagando pra emitir em outra cia. aérea, pelo menos não perde o voo internacional, que o mais importante…
        O detalhe é que a pessoa tb terá que saber como fará no voo de volta… porque se quando voltar pro Brasil a Avianca não fizer o voo de volta pra cidade, tudo bem que não perdeu o voo internacional, mas vai morrer numa grana preta se quiser comprar a passagem lá no aeroporto….

  • Henry

    Guilherme..
    Que vc acha de criar um tópico sobre pessoas que emitiram passagens pelo Amigo, para voar com parceiras, que tem NO MESMO BILHETE/LOCALIZADOR, uma passagem para voar com a Avianca Brasil ???
    As pessoas poderão ter sérios problemas se o voo da Avianca Brasil não for feito, porque vai dar no-show…

    • Guilherme

      Boa! Eu já estava pensando em criar essa ideia, e sua sugestão só reforçou aquilo que eu já estava pensando.

      Abraços!

  • Atair Lima

    Pessoal, afinal, quais parceiras já não estão emitindo pontos pelo programa Amigo? Alguém poderia confirmar essa informação? É importante pra quem quer torras as milhas. rs

  • Leonardo F J

    Quem comprou passagens pelo Submarino Viagens há um aviso no site informando p manter sua programação de viagem e que a submarino não mede esforços para realocar os passageiros.

    • Henry

      Eu li o comunicado da Submarino…
      Irresponsável.. pede que as pessoas mantenham sua programa de viagem.. OK..
      E que se dirijam ao aeroporto no dia de sua viagem com 4 horas de antecedência.. só isso…
      Tá, e se chegar lá e não tiver o voo da Avianca ??? Vai fazer o que ???
      O que ela tem que recomendar é que as pessoas formalizem com a própria Submarino, com alguns dias de antecedência para saber se já foram impactados por voos da Avianca… e que peçam para a Submarino responder isso por e-mail também.. e que resolvam o problema alocando em outra cia. aérea…
      O que uma pessoa vai fazer no aeroporto se não tiver voo da Avianca ?? simplesmente nada..
      É muito cômodo para ela.. o cara chega no aeroporto, não tem o voo, e não tem como voar, ou a Submarino vai resolver o problema em questão de 1 ou 2 horas pelo telefone ?? claro que não…
      Aí o cara perde o voo, a reserva de hotel, de carro, os ingressos e as férias negociada com os superiores vai pro espaço…
      E a Submarino vai querer se limitar a devolver o valor da passagem da Avianca, tirando o corpo fora..

      Tem que te mais proatividade dela resolver isso com alguns dias de antecedência… e não deixar a coisa explodir na cara do consumidor…

    • Henry

      A irresponsável da Decolar é outra que está lá vendendo pacote/passagens com a Avianca…

  • Khalil Chaves

    Atualizando a saga … Tenho uma ida e volta business (casal) NATAL DOHA, com o primeiro trecho voando O6. A atendente disse que, como o voo é só em maio, a passagem ainda está confirmada e não tem como fazer nada sem custo.
    Perguntei se poderia desvincular (gerar outro localizador) o trecho de ida que é com a Avianca Brasil, ela disse que isso não é possível. Pedi o reembolso apenas do trecho nacional, ela falou que só é possível o reembolso completo, ou seja, de todos os trechos, e custaria 170 dólares por trecho, um total de 680 dólares. O tempo todo a atendente calma e educada, mas falou que isso era a única coisa possível de se fazer, já que a passagem ainda consta como confirmada. Dureza, meu medo é de a companhia falir a qualquer momento e eu ficar totalmente sem amparo, não conseguir embarcar no trecho GRU IST e perder as 280.000 milhas, além das taxas de embarque!

  • Khalil Chaves

    Atualizando… ontem verifiquei minha reserva e o voo nacional constava como cancelado, e como sugestão de remarcação um voo que era posterior ao voo internacional, ou seja, impossível. Prontamente liguei e dessa vez o atendente procedeu o cancelamento do trecho nacional. Vou ter que comprar separado e pagar 20k milhas na GOL, mas pelo menos fico mais tranquilo, o bilhete não tem mais nenhum voo Avianca Brasil.

    • Henry

      Mas o voo internacional está ativo???
      Confirmou isso com a parceira ??? Se ela disser que está ok, tenta obter essa confirmação por email….

    • Henry

      E tb verifica se no aeroporto onde vc vai fazer o voo internacional se tem JEC e se no horário que vc vai fazer o check-in se o juizado está aberto..
      Outra coisa boa é tentar fazer a conexão com pelo MENOS 3 horas porque o check-in internacional abre com essa antecedência e vc terá mais tempo pra resolver eventual problema…
      Aí, como tudo vai dar certo, 3 horas antes do voo e depois do check-in tu se manda pra sala VIP e pede pra eles abrirem uma Krug porque vc vai merecer… rsrs

  • Leandro

    Dos 370000 pontos Amigo ainda fiquei com 50000 pontos , se alguém estiver precisando de um único trecho de GRU para LIS com a TAP que acho que é o que tem para se fazer , ou quiser emitir algum outro bilhete com parceira , estou vendendo .

    • Marcos Wagner Junior

      O que você fez com o restante? Vendeu ou emitiu passagem para você? Estou com essa dúvida pois tenho 720k ainda.

      • Leandro

        Oi Marcos , eu emiti 4 executivas Brasil europa pela SWISS por 80000 pontos cada uma ,mas isso em setembro de 2018 antes do super aumento , ai fiquei com esses 50000 ainda . Se eu estivesse com 720000 , eu emitiria tudo para ontem em parceiros da STAR ALLIANCE que tenha escritório no Brasil ,a chance de perder tudo está muito grande , acho que nem Latam , nem Gol e nem Azul vão pagar 1 centavo pela UPI do programa amigo , é um passivo sem fim . Dos meus 50000 já procurei inúmeras alternativas mas não estou vendo mais saída alguma .

  • Suzane

    Comprei 2 passagens Vitória Es para São Paulo ida dia 07/07 volta 19/07 ,estou aem saber o que fazer e com medo de ficar sem o valor pago!ja que o voo não foi cancelado pela empresa avianca ainda, se eu cancelar agora só tenho direito do reembolso do valor da taxa de embarque

  • Henry

    Depois da Páscoa parece que a Avianca vai devolver 18 aviões…
    Pelo jeito vão lá no Museu Aeroespacial pedir emprestado o 14-Bis pra poder atender a demanda, embora a Lacta já tenha sido contra pra ñ queimar o nome do biscoitinho dela…
    Game Over….

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×