Bônus 90% ou 100% cartões de crédito para o Tudo Azul; Azul quer comprar parte da Avianca Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Bônus 90% ou 100% cartões de crédito para o Tudo Azul

Promoção válida para transferências realizadas até amanhã.

Termos & Condições

  • 1. Período da promoção: 11/03/2019 a 12/03/2019.
  • 2.Para garantir o bônus, o cliente deve cadastrar na promoção (3499OPMF00) em https://tudoazul.voeazul.com.br/web/azul/20190311-Consumidor antes de realizar a transferência;
  • 3. Clientes TudoAzul que transferirem pontos dos parceiros financeiros, exceto Santander, durante o período promocional receberão 90% bônus.
  • 4. Clientes participantes do Clube TudoAzul que transferirem pontos dos parceiros financeiros, exceto Santander, durante o período promocional receberão 100% bônus.
  • 4.1. Clientes participantes do Clube TudoAzul há mais de 6 meses receberão mais 5% de bônus sobre os pontos transferidos. O limite de bônus cumulativo é de 20.000 pontos por ano.
  • 4.2. Clientes participantes do Clube TudoAzul há mais de 12 meses, exceto clientes Clube TudoAzul plano 10.000 e Clube TudoAzul plano 20.000, receberão mais 10% de bônus sobre os pontos transferidos. O limite de bônus cumulativo é de 20.000 pontos por ano.
  • 4.3. Clientes participantes do Clube TudoAzul plano 10.000 ou plano 20.000 há mais de 12 meses receberão mais 20% de bônus sobre os pontos transferidos. O limite de bônus cumulativo é de 20.000 pontos por ano.
  • 5. Promoção não cumulativa com outras promoções;
  • 6. A bonificação será inserida juntamente com os pontos transferidos;
  • 7. Os pontos qualificáveis para upgrade de categoria serão considerados na proporção padrão (15:1) somente sobre o montante de pontos transferidos, sendo assim, não serão considerados os pontos bonificados para a contagem de qualificação de categoria;
  • 8. Os pontos bônus tem validade de 2 anos;
  • 9. As regras gerais de cada parceiro continuam inalteradas;
  • 10. Caso haja algum problema operacional no processamento do resgate ou na inserção dos pontos no programa TudoAzul o cliente terá até 10 dias corridos, após o término da promoção, para regularizar a solicitação dos pontos junto ao Parceiro.

Azul quer comprar parte da Avianca Brasil

Dica do Henry: a Azul quer comprar alguns ativos da Avianca Brasil. Segue notícia no G1:

“A aérea brasileira Azul informou nesta segunda-feira (11) que fez uma proposta para comprar parte das operações da Avianca Brasil por US$ 105 milhões – o equivalente a R$ 400 milhões.

O objetivo é adquirir os ativos de uma empresa, a Unidade Produtiva Isolada (UPI), que seria criada a partir do desmembramento da Avianca em duas partes. A UPI está prevista no plano de recuperação judicial da companhia”.

Conclusão

Quanto à promoção do bônus, o destaque é o percentual relativamente bom – 90% – pra quem não paga mensalidade do Clube.

Agora, achei estranho o limite anual do bônus cumulativo para quem faz parte do Clube. Isso já existia em promoções anteriores, ou foi uma “novidade” dessa promoção?

Já no que tange à notícia Azul/Avianca Brasil, alguém sabe o que exatamente essa compra poderia significar, em termos de milhas e pontos? Será que haveria esperança de a Azul finalmente ingressar na Star Alliance?

Agradeço ao Henry pelo sempre oportuno HOT!

  • Henry

    Primeira comentário: o Henry NÃO deu no G1. . O Henry só dá pra Sra. Henry…. rsrs
    Segundo comentário: o dono da Azul, David, recebeu o apelido carinhoso se David Raspa Trilha… putz, o cara ñ pode ver uma cia. aérea carente que ele vai lá e creu…. rsrs

    • juan bautista

      Prezado henry

      Dei uma chance pro cartão azul e não arrependi…. O que você acha desse cartão?

      Dos péssimos cartões de crédito brasileiros este e o melhor

      • Henry

        Juan…
        Depois de horas e horas no divã, meu psicanalista jogou a toalha: falou que minha Smilesfobia e Azulfobia não tem cura…

      • Beto Junior

        Só presta para quem voa MUITO de azul e mesmo assim para comprar a passagem com ele (em função do desconto), fora isso melhor acumular em outro e mandar com bônus, se for o caso de valer mandar pra Azul.

        • juan bautista

          Sei não viu. O bonus mensal dele caso vc bata a meta de 4 k azul + os pontos comum + anuidade Free…. Qual cartão sem anuidade tem isso?
          Não vale falar Amex Platinum “pq eu negociei a anuidade”.
          Cartão anunciado que digo com promoção para todos.

          • Beto Junior

            Bônus e eventual pontuação puros não dizem nada. Tem que analisar o que eles resgatam. Tudo Azul só é bom se vc consegue resgatar com MTA antecedência, fora isso direto surgem trechos nacionais a 60K a perna.
            Com 4K de gasto vc isenta por exemplo algum cartão Platinum com acúmulo na Livelo e em alguma promoção de transferência já iguala e supera o que a Azul oferece. E ainda sempre terá a opção de escolher o programa que for mais conveniente pra vc naquele momento. Agora se vc mora em uma cidade exclusivamente atendida pela Azul e voa bastante com eles, aí sim pode valer a pena “se amarrar” com eles.

            • juan bautista

              Cara , não sendo hipócrita, a chance de eu “resgatar” uma passagem hoje com milhas está próxima de zero. Os preços são ridículos se comparados com as passagens pagantes. Vejo meus pontos como um “cashback”, vendo essas merd** (ou seriam milhas?) E faço um “desconto ” cashback.
              O ponto bônus azul são 4 k + os pontos acumulados no cartão…digamos 1000 dólares + 4 k de pontos bônus…. Seriam 6 mil pontos mensal direto na azul….
              Digamos que vc acumule livelo ou Itaú ou mesmo no lixo Santander….
              1000 dólares mensal – 2/dólar seriam 2 k pontos mensal.
              Numa transferência 100% vc teria 4 k no Smiles no melhor cenário…
              Na Max Smiles e vendido a 21/mil e azul 23.50/mil

          • Jonas

            Quanto é o bônus mensal?

    • Guilherme

      rsrsrrsr….. fiz a edição no texto, mil desculpas, Henry!!! …….rsrssrs

      Quanto à compra, de fato, isso só vai aumentar a concentração de mercado no Brasil, reduzindo as opções para o consumidor.

      • Henry

        Relaxa Guilherme… eu aproveitei o lapso pra fazer um graça meio sem graça. . rsrs

    • Anderson Cunha

      Pois é meu caro Henry Bolsonarista. O mundo encantado da livre concorrência vai para o vinagre tanto a leste quanto a oeste. Tem regulamentação estatal, reclamam da interferência, deixa aos cuidados da inciativa privada, reclamam que o concorrente mais próximo quer abocanhar o que presta do outro em decadência. Resumo da ópera: CAPETALISMO. E ferro nos pobres coitados dos consumidores.

      • Henry

        Pois bem: livre concorrência com 3 empresas ??? tá mais pra livre oligopólio ou ação entre amigos…
        Governo regulamenta o mínimo possível, tratando apenas de aspecto de segurança do consumidor, livre concorrência ( mas favorecendo ela e não concentrando) e estabelecendo metas em setores que efetivamente precisam ser regulados… deixar o mercado a deriva vira suruba…
        E, já te falei que não existe apenas um Henry por aqui… assim como não tem apenas um Henry no Antagonista…
        E esse Henry aqui, este que te escreve, não votou no Hadad, votou no Bolsonaro, mas não é bolsonarista e nem nunca foi…
        Meu candidato era o Alkmin, mas sem chance do picolé de chuchu ser eleito num partido que tem uma Lady Gaga, ou melhor, um senhor gagá, chamado FHC… um partido de amigos que são inimigos entre si…. isto sem falar no “probo” Aécio…
        Nem pra síndico eles elegem alguém….

    • Cristiano Andrade

      Pensando com meus botões sobre o CADE…
      1. Qual o mercado relevante (talvez técnico demais sobre nossa legislação anti-truste)? analisarão o mercado doméstico como um todo ou rota a rota? Sim, porque se for rota a rota podem chegar a conclusão de que a concentração trará mais concorrência em diversas rotas e que em algumas rotas particulares a nova companhia tenha que devolver os slots.
      2. Qual o efetivo prejuízo a concorrência? E isso deve ser analisado também levando em consideração a situação pre-falimentar da companhia adquirida. Oras, se essa companhia (que está em RJ) fecha as portas, teremos mais ou menos concorrência do que se seus ativos forem adquiridos pela empresa #3 no mercado doméstico?
      2. Pelo que entendi foi comunicado as autoridades e a fusão não é imediata até que tenham as devidas autorizações, isso acelera o processo no CADE e ele pula na fila de análise.
      Acho que o problema maior não é o CADE, mas a ANAC entender que o certificado de companhia áerea e transferência dos contratos de leasing é apenas uma manobra para venda dos slots (o que é proibido pela regulamentação).
      A rigor é ótimo ter mais concorrência, mas pior ainda do que a falta de concorrência é um mercado de aviação falido. Se as empresas estiverem em situação pre-falimentar isso leva a piora dos níveis de serviços, redução de oferta, envelhecimento de frota, perda de competitividade em rotas internacionais (o que tem um impacto não desprezível no fluxo de pagamento do BR). Eu tenho minhas dúvidas se nosso mercado doméstico comporta 4 aéreas lucrativas e competitivas.
      Resumo, a avaliação de concentração de mercado parece algo óbvio, mas obedece critérios técnicos, entre eles a definição de mercado relevante e o prejuízo a concorrência. O CADE não é um órgão de defesa do consumidor, é um órgão que visa garantir que a livre concorrência (e isso é explicito na nossa legislação anti-truste).
      Aqui de orelhada, me parece que o mercado relevante não é o mercado doméstico nacional, que ele deveria ser quebrado em bases (ou aeroportos de partida) e analisado onde há concentração. Azul quase não opera em Congonhas ou Galeão (bases principais da Avianca BR) e Avianca é quase inexistente em Viracopos ou Confins (bases principais da Azul), Avianca é forte em Salvador, Azul é forte em Recife. Quase certeza que encontraremos algum mercado em que a concentração seja gritante! E aí o CADE pode solicitar a devolução desses slots específicos para redistribuição para outras companhias.

  • Observando Fato

    Consiste na compra dos direitos (slots ), Programa Amigo e patrimonio quitado. A parte em divida fica com a outra unidade. Acho dificil a venda por esse valor apenas. O fundo Elliot esta no pareo para injetar dinheiro na empresa sem o controle sair das maos do Jose, o habilidoso e do German o bravo!. Vejamos os proximos lances.

    • Henry

      Tb achei estranho… é meio que vc pagar R$ 5,00 no quilo do filé mignon ja limpinho e cortado….
      Ou será que rolou um por baixo dos panos pro Batman e Robin da Avianca ???? rsrs

    • Cristiano Andrade

      Proposta está assinada entre as empresas. Só não sai se os órgãos reguladores não aprovarem (porque é uma venda disfarçada de slots, algo que a rigor a legislação proíbe).

  • Nicolas

    Algum cupom de desconto para comprar pontos da Livelo?

    • Daniel Gadelha

      Também quero 👀

  • Jhow

    Pelo que entendi a LIVELO entra na promo então né?

    • Gustavo Moraes

      também fiquei na dúvida. Alguém sabe?

      • Jhow

        Liguei na Livelo. Disseram que a promo é da Azul e não deles. Mas que “provavelmente entra sim”, pois são parceiros. Já na Azul: afirmaram com todas as palavras que SIM, a Livelo participa. De fato, só o Santander não entra!

        • Gustavo Moraes

          massa demais! entao vou transferir! valeu cara!

        • Flávio Augusto

          Boa noite amigo, desculpe minha ignorância, mas sabe dizer o porque dessas promoções da azul nunca incluirem o Santander?

  • Cristiano Andrade

    E ninguém falou nada se o “Muy Amigo” seria transferido.. hehehe

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×