Accor Brasil e as suas vergonhosas promoções de Black Friday

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

No Twitter, eu havia comentado sobre a promoção de Black Friday da Accor Brasil, que consegue a proeza de ter as tarifas mais caras que as usualmente praticadas.

Será que alguém vai ser burro o suficiente para pagar mais caro pela tarifa Black Friday?

E o leitor Leandro Luiz complementou, com algo que eu acho a própria vergonha alheia em seu tom maior: dobrar o preço da Black Friday de 2017 para a BF desse ano.

Confiram a promoção Dream Stay da Black Friday 2017, onde a estadia no Santa Teresa MGallery estava saindo por 18 mil pontos:

Agora vejam a mesma promoção, para o mesmo hotel, para a Black Friday desse ano:

Agora ela custa 36 mil pontos. Sendo que em 2017 estava custando 18 mil pontos. 100% de aumento! E estamos falando da Black Friday!

Não duvido nada que em 2019 o mesmíssimo pacote saia por 72.000 pontos Rewards! Aliás, alguém duvida!!???

E o Leandro complementou:

“Ou eles acham que somos burros ou que temos memória fraca. E ainda tem mais, se pesquisar duas diárias com café nesse mesmo hotel gastaríamos 24 mil pontos, sobrando 12 mil pontos ( 240 euros ) para pagar pelo jantar e massagem. Ou seja, não tem desconto nenhum…”

Conclusão

Que vergonha, hein, Accor Brasil? Vocês acham mesmo que os consumidores são burros e/ou têm memória fraca?

Essa atitude da Accor Brasil parece ser uma síntese da Black Friday no Brasil: muita pompa, muita circunstância, mas pouca coisa que realmente valha a pena.

Agradeço ao Leandro pelo envio desse alerta!

Tagged as: ,
  • Leandro Esteves

    Em 2017 fiz o resgate do pacote pelos 18 mil pontos ( 360 euros = ~ 1700 reais ) e achei que valeu a pena. O hotel é excelente, teve jantar todos os dias com tudo incluído, massagem, o tour por Santa Teresa, enfim, foi um bom custo beneficio. Agora colocar o dobro do preço foi um abuso com o consumidor, ainda mais pelo fato de que conseguimos reservar pelo site usando os pontos e obter preço mais em conta. Promoção totalmente Fake e uma afronta da Accor a inteligência do seu público consumidor.

  • Vergonha !!!

    Eu não caio nesses golpes baixo da Accor, pesquiso muito, ano passado consegui bons descontos para o período do carnaval (fev/18), mas esse ano o mesmo não foi contemplado, devido ser em Março/19.

  • Observando Fato

    DANIEL, onde voce está? Acalme o Guilherme. O rapaz esta nervoso demais. Ele não tem ouvido suas palavras fica assim. Deu perrengue ele fica furioso. Acalme o Guilherme.
    Guilherme , enquanto o Daniel não aparece vá pegar seu voo do SMILES. https://uploads.disquscdn.com/images/8d61fdd04e994e5576d8768b152b971430a7d448b9b91a590bd251073cd780eb.jpg

    • Guilherme

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk……

    • Henry

      Eu estou curioso pra saber o aeroporto/nacionalidade dos “artistas” que produziram essa obra de arte….rsrs

      • Observando Fato

        YANQUES DE ATLANTA.

        • Henry

          Rsrs… o que as cias. aéreas ñ fazem pra faturar um fretezinho extra….
          As sorte dos passageiros foi que o container não coube na turbina…
          Mas ja estou sabendo que Boeing já encomendou ao setor de projetos especiais da Embraer um projeto de carretinha pra engatar lá trás…
          Como os engenheiros brasileiros são muito criativos, ja esta em fase de testes uma carretinha pressurizada com 80 assentos do padrão do 737-MAM..
          A Gol já está colocando um pedido firme pro aviões da rota pros EUA…rsrs

  • Mas afinal, gente! Pra que serve essa £osta de Accor?!? O site é uma £erda homérica!!! Além de transformar pontos de real em euro, serve pra que?!? Eu não consigo nem mesmo acessar a £orra da tabela de resgates!!!

    • Leandro Esteves

      Não existe tabela de resgate. São simplesmente 40 euros a cada 2000 pontos. O site é uma merda mesmo, mas o APP está muito bom. Quando combinado promoção de 50% de desconto na compra de pontos Livelo, com 100% de bônus pra Smiles e envio para Le Club, conseguimos um preço bem atrativo nas estadias.

      • Entao, se não tem tabela, não há troca de LeClub por passagens? Tipo, eh parceria de mão única?

        • Leandro Esteves

          Não. O máximo que você consegue é enviar os pontos Le Club para algumas companhias aéreas ou para Livelo, mas numa taxa horrorosa que não vale a pena.

        • Henrique M

          “Conversão de pontos em milhas aéreas mediante solicitação

          O associado Le Club AccorHotels deve ser associado do programa aéreo para o qual quer converter seus pontos Rewards antes de convertê-los. Esta conversão só pode ser realizada para a conta de milhas aéreas com seu nome.

          O associado pode converter seus pontos Le Club AccorHotels em milhas aéreas para as seguintes companhias parceiras do programa Le Club Accorhotels : Aeroflot Bonus (Aeroflot), Aeroplan (Air Canada), Asia Miles (Cathay Pacific), Avios, Club Premier (Aeromexico), Etihad Guest (Etihad), Executive Club (British Airways), Finnair Plus (Finnair), Fortune Wings Club (Hainan Airlines), Flying Blue ( Air France KLM), Iberia Plus (Iberia), JAL MILEAGE BANK (Japan Airlines), JetPrivilege (Jet Airways), KrisFlyer (Singapore Airlines), LifeMiles (Avianca Taca), Miles & More (Lufthansa), Miles&Smiles (Turkish Airlines), MilleMiglia (Alitalia), Multiplus Fidelidade (TAM Airlines), PhoenixMiles (Air China), Privilege Club (Qatar Airways), Qantas Frequent Flyer (Qantas Airways), Royal Orchid Plus (THAI Airways), Safar Flyer (Royal Air Maroc), SkyMiles (Delta Air Lines), SKYPASS (Korean Air), Skywards (Emirates Airlines), topbonus (airberlin), Victoria (TAP Portugal) e Velocity Frequent Flyer (Virgin Australia).

          Para cada uma destas companhias aéreas, o limite mínimo é de 4.000 pontos Rewards por conversão, com base na tabela abaixo:

          4.000 pontos Rewards = 2.000 milhas, quilômetros ou milhas aéreas.

          Há 12 exceções:

          Para a Finnair Plus (Finnair) a conversão é 2.000 pontos Le Club AccorHotels = 2.000 pontos Finnair Plus
          Para a Iberia Plus (Iberia) a conversão 3.000 pontos Le Club AccorHotels = 3.000 pontos Avios
          Para a Qantas Frequent Flyer (Qantas Airways) a conversão é 2.000 pontos Le Club AccorHotels = 2.000 pontos Qantas.
          Para a Velocity Frequent Flyer (Virgin Australia) a conversão é 4.000 pontos Le Club AccorHotels = 4.000 pontos Velocity.
          Para a PhoenixMiles (Air China) a conversão é 4.000 points Le Club AccorHotels = 3.200 miles.
          Para a Privilege Club (Qatar Airways) a conversão é 2.000 pontos Le Club AccorHotels = 1.000 milhas.
          Para a Flying Blue (Air France KLM) a conversão é 2.000 pontos Le Club AccorHotels = 1.000 milhas, com um máximo de 60.000 pontos Le Club AccorHotels convertidos por ano e por portador.
          Para a Skymiles (Delta Airlines), existe um limite máximo de 250.000 pontos Le Club Accorhotels convertidos por ano e por associado de Le Club AccorHotels.
          Para a Aeroflot Bonus (Aeroflot) a conversão é 2.000 pontos Rewards = 1.000 milhas.
          Para a Safar Flyer (Royal Air Maroc) a conversão é 2.000 pontos Rewards = 1.000 milhas.
          Para a United MileagePlus® (United Airlines) a conversão é 2.000 pontos Rewards = 1.000 milhas.
          Para o Fortune Wings Club (Hainan Airlines) o mínimo é de 2.000 Pontos Rewards = 1.000 pontos Fortune Wings, com um limite de conversão máximo de 200.000 Pontos Rewards por associado e por ano”

  • Henry

    A Accor/Le Club sempre teve promoções fake… não dá pra confiar em nenhuma das promoções deles.. vc sempre tem que estar pesquisando pra saber se a promoção é promo mesmo…
    Várias vezes, eu fiz reserva do hotel por X… dias ou poucos meses depois, vem uma “promo”.. para o mesmo período/quarto/condições a promoção faz o quarto custa X mais de 10 a 30%….
    Mas o pior deles é a expiração de pontos..
    Eles simplesmente não comunicam às pessoas que os pontos vão expirar… deixam rolar.. totalmente ilegal..
    A legislação é bem clara: toda restrição de direito tem que ser expressamente comunicada às pessoas.. e a retirada de pontos de uma conta é restrição a pessoa usar os pontos livremente….

    • Observando Fato

      Nas World Sales os descontos sao reais variando de 30-50% , com ou sem cafe, podendo ou nao usar pontos dependendo talvez da alavancagem deles. Sou Platinum e em hoteis especificos os beneficios tornam-se insuperaveis. Em outros nem tanto.

      sds

      • Henry

        Eu ja peguei reservas feitas com muita antecedência…
        Depois veio a World Sales com 50%…
        Simulei na promo e ainda assim, mesmo com os “50%” de desconto, ficaram mais caras que a reserva que eu ja tinha…
        Ano passado eu era platinum e ate ano que vem continuarei gold..
        O que eu uso e abuso é fazer early checkin e late checkout na mesma reserva… quase sempre rola upgrade de quarto…
        Tb gosto da rede, mas eles podiam dar uma melhorada pra quem é gold/platinum, dando desconto no valor do cafe da manhã….o HHonors da cafe de graça pra Diamond…
        Eu tb tenho o cartao Business.. custa 140/170 euros por ano, mas vale muito a pena… numa reserva ja se paga…

        • Leandro Esteves

          Eu uso muito a rede Accor. Só não fico com eles quando não tem hotel na cidade. Eu era Platinum mas vai pra Gold e consegui manter o Gold pro ano que vem fazendo 33 noites durante esse ano. Mas está bem complicado virar platinum novamente. Acredito que só quem usa a trabalho vai conseguir. Muito difícil uma pessoa comum ficar 60 noites num hotel em turismo.

  • Henry

    Guilherme…
    Apenas a título de informação:
    Ontem, consultando reservas para hotel em Miami, verifiquei que agora, além do Pullman Airport Miami (que eu acho tem uma ótima relação custo x benefício), tem um novo hotel da rede Accor:
    É o Atton Brickell Miami By Novotel.
    Esse hotel não é novo.. era o antigo Atton Brickell Miami (perdão pelas redundâncias…rsrs)…
    E, olhando pelo TripAdvisor, o hotel tinha avaliação nota 4,5 (de um máximo de 5,0) e ocupava a 8ª posição de 127 hotéis em Miami….
    Numa simulação para hospedagem por apenas 1 dia, em dez/18, para 1 casal, o preço base do Pullman ficou em R$ 970,00 .. já o Novotel ficou em R$ 1.021,00…
    De repente, merecia um tópico por aqui… porque nos EUA, a rede Accor é muiiiiito fraca… na Florida, só tem essas duas opções…
    Até 2015 tinha um projeto para um Accor Ibis, que ia ser construído por um grupo de engenharia/investidores do Espírito Santo… nessa mesma região de Brickell… mas depois esse grupo mudou para outra rede….
    Que em me lembre, tirando os hotéis da Rede Fairmont que foram incorporados a Accor, eles têm apenas:
    – 2 hotéis em Manhattan: Sofitel (+-) e Novotel (excelente)
    – 1 hotel perto do aeroporto de La Guardia: Ibis Styles….
    – 1 em Washington DC: Sofitel (excelente… e bem pertinho da White House);
    – 2 em Los Angeles: Mama Shelter e Sofitel…
    – 1 em São Francisco: Pullman (era Sofitel, e, assim como o de Miami, foi rebaixado pra Pullman).
    Não parece muito ser o foco da Accor os EUA….

    • Leandro Esteves

      Nunca consegui entender isso. Como a Accor não explora o mercado americano? Vejo varios lugares que iriam bombar se abrissem um Ibis por exemplo.

  • Henry

    Compartilhando a informação desse Novotel Miami com outro site, o editor de lá me informou que a Accor comprou a rede Atton…
    É uma rede bem pequena, com apenas 1 hotel nos EUA, mas tem alguma coisa aqui pela A.Sul…

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×