Pesquisa Livelo “quer ouvir você”: que tal sugerir fim do deságio para transferências para programas internacionais de milhagens aéreas?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Segue a dica do leitor Tarcísio Bezerra:

“Recebi uma pesquisa para avaliar a Livelo, e creio que vários leitores também receberam.

Pensei em você pedir aos leitores, para no final, onde a Livelo pergunta onde pode melhorar, você sugerir que os leitores coloquem o deságio de parceiros internacionais, conforme print, que eu mesmo fiz:

Abraços”.

Conclusão

A união faz a força.

Não sei qual é o nível de importância que as empresas dão a esse tipo de feedback (talvez alguém que tenha trabalhado “do lado de lá” possa nos ajudar), mas é importante esse tipo de feedback sugerido pelo Tarcísio, afinal, as empresas precisam entender as necessidades dos clientes.

Agradeço ao Tarcísio pelo envio da dica!

Tagged as:
  • Lucas

    A Livelo tem grandes oportunidades na mão. Primeiro aumentando a quantidade de parceiros internacionais e depois baixando para 1:1 ou 1,5 para 1 a proporção de pontos.
    Tem muita cia aerea que voa para o Brasil que não está em nenhum programa de transferência de pontos.

    • Guilherme

      Concordo, Lucas. Se a Livelo fizer isso, não tenho dúvidas de que ela se tornará, de fato, o melhor programa brasileiro de recompensas, já que o grande diferencial do Amex Membership Rewards era justamente a variedade de parceiros aéreos.

    • Anderson Cunha

      Tudo dependerá do custo financeiro para a Livelo esse tipo de transferência. Por mais que desejem captar todos os clientes frustrados pelos programas de fidelidade das companhias aéreas nacionais, se o preço de mil pontos das estrangeiras for, por exemplo, 10 dólares Livelo, esquece. Nunca será oferecida a proporção de 1 para 1 já que esses mesmos mil pontos renderam, no extremo, trinta e poucos reais (para assinantes do Clube 20.000). Ainda mais em tempos de desvalorização da nossa pobre moeda.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×