Má notícia: Amex limitará uso das salas VIP Centurion Lounge de Miami e Seattle a apenas duas horas antes do horário de partida do voo!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Má notícia para os portadores dos cartões American Express The Platinum Card: a partir de hoje, 29 de maio de 2018, a empresa resolveu limitar o uso das salas VIP Centurion Lounge localizadas em Miami e Seattle a apenas duas horas antes do horário de partida do voo.

Segue a notícia extraída do blog No Mas Coach, que percebeu a seguinte nota na entrada de uma das salas:

Attention Platinum Card Members: Due to peak travel periods, access to the lounge is LIMITED TO 2 HOURS PRIOR to the SCHEDULED DEPARTURE TIME. Guests must have confirmed same day departure/connecting boarding passes. INBOUND BOARDING PASSES WILL NOT BE ACCEPTED. If you are traveling on Delta, you may access the Delta Sky Club located at gates A1 and S10. If you have a Priority Pass Card, you may access The Club at SEA at Gates A11 and S9. We apologize for any inconvenience and appreciate your support.

And note the fine print:
Use of the Centurion Lounge is subject to all rules and conditions set by American Express. American Express reserves the right to revise the rules at any time without notice.

Por exemplo: se você tem um voo MIA-GRU, com a AA, saindo de Miami às 9 da noite, você só poderá entrar na sala VIP de Miami a partir das 7 da noite. O problema é que, como o embarque internacional geralmente começa 1 hora antes da decolagem, na prática, você só poderia utilizar a sala durante aproximadamente 1 hora.

O programa é piloto, valerá apenas, por enquanto, para essas duas salas (provavelmente as mais lotadas), e durará alguns meses (não se sabe até quando).

Conclusão

Essa notícia é especialmente ruim para quem faz longas conexões em Seattle e Miami, e utilizava as salas Centurion Lounges para descansar e aproveitar o tempo, até o voo seguinte.

O objetivo da medida é elementar: tentar acabar com a super lotação dessas salas. Tomara que consigam.

Minha sugestão é o Bradesco fazer a mesma coisa com os Bradesco Lounges localizados em Congonhas e Guarulhos (principalmente CGH), aos quais os portadores do Amex TPC também têm acesso, já que ambas as salas vivem lotadas e, às vezes, é difícil achar lugar para sentar – fora o banheiro, que quase sempre tem fila.

  • Luis Gustavo

    Você não quis dizer sério nesse ultimo trecho do post né?

    • Guilherme

      A opção preferencial é o aumento do espaço.

      Contudo, a superlotação das salas em determinados momentos acaba inviabilizando a própria ideia de oferecer conforto, e, daí, algumas medidas deveriam ser tomadas, para equilibrar o uso, e tornar o espaço mais acessível a um maior número de pessoas.

      • Fernando

        Pois é.. tem lugares que é fisicamente impossível aumentar o espaço.. vide CGH por exemplo..

  • Cristiano Andrade

    A sala de Seattle é acanhada e vive super lotada, eles vivem dando vouchers pra quem chega e pega a sala no limite da capacidade (e não podem entrar). E Seattle não é um Hub (exceto talvez pra Alaska).
    Já Miami, como Hub é comum termos layovers maiores, aí isso pega.

  • Tarcísio Bezerra

    O mesmo deveria ocorrer com a Sala Vip Mastercard black do aeroprotde GRU, só entrei um vez e sai na mesma hora, muito lotada e olha, que foi em março, baixa temporada.

  • GuiCosta

    Nao faz a menor diferença. Eu viajei no inicio do ano e conheci a sala Centurion de Miami. Um LIXO.
    A sala Admiral da American Expresse e muito melhor em tudo inclusive comida e bebida e vc ainda pode tormar banho

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×