Alerta! Multiplus Fidelidade limitar?, por conta, o resgate de passagens a?reas para at? 25 pessoas distintas no per?odo de 12 meses, sob pena de suspens?o ou exclus?o definitiva do programa!

Eis o comunicado que recebemos dos estimados leitores Leandro, Amanda, Felipe Costa?e?Carlos Telles, que est?o sempre atentos ?s novidades do mundo das milhas e pontos:

“Acabei de receber um e-mail da latam com limita??es nos regastes para no m?ximo 25 pessoas num per?odo de 12 meses a partir do dia 9 de agosto.

?Gostar?amos de informar que desde o dia 9 de maio, foram implementadas altera??es no programa LATAM Fidelidade com o objetivo de cuidar e oferecer mais seguran?a a voc?, nosso cliente frequente e fiel.

A principal mudan?a refere-se ao resgate de passagens a?reas na rede Multiplus que, agora, ser? limitado para at? 25 pessoas distintas no per?odo de 12 meses.

A nova regra assegura que o programa continue investindo em novos benef?cios aos clientes, al?m de garantir a sustentabilidade de um programa que reconhece quase 15 milh?es de clientes Fidelidade.

Em acordo com os ?rg?os reguladores, importante ressaltar que a regra entra em vigor a partir do dia 9 de agosto de 2018.?

Quem violar tais regras est? sujeito ? suspens?o ou exclus?o definitiva do programa, nos termos do novo?regulamento.

Conclus?o

O com?rcio de milhas ? fortemente explorado no Brasil por in?meras empresas, sendo as mais conhecidas a Max Milhas e a Hot Milhas.

Se o Multiplus Fidelidade fizer valer o cumprimento dessa regra – e acho que v?o, j? que se deram ao trabalho de enviar um email espec?fico falando s? sobre isso – as empresas que comercializam milhas a?reas poder?o come?ar a ter queda de receita (“poder?o”, j? que ? dif?cil imaginar algu?m conseguir emitir passagens com pontos para 25 pessoas diferentes em um ano).

E nada impede que Tudo Azul, Amigo Avianca e Smiles sigam pelo mesmo caminho.

Resta tentar entender os motivos que est?o levando a Multiplus a fazer isso. O que estaria por tr?s disso? Algu?m arrisca um palpite?

Agrade?o ao Carlos Telles, Amanda, Felipe Costa?e ao Leandro pelo envio do alerta!