[Guest post] A minha experi?ncia com o cart?o de cr?dito Santander Reward (sistema cashback)

H? dois anos, em abril de 2016, o leitor SwineOne havia feito um estudo comparativo entre?cart?es de cr?dito cashback e cart?es que geram milhas e pontos (veja aqui).

Hoje, o Swine escreve sobre sua experi?ncia concreta usando o Santander Reward, comparando-o com as alternativas existentes no mercado, especialmente o Santander Unique, atrav?s de um detalhado estudo comparativo.

Confiram!

………………………………….

Os resultados do meu cashback com o Santander Reward

“J? defendi aqui no passado o cart?o Santander Reward, com seu cashback de 2%, crescendo at? 2,5% ap?s 5 anos com o cart?o. Inclusive, quando n?o h? promo??es de b?nus em triplo para os cart?es Santander com ac?mulo no Esfera, estava concentrando meus gastos no Reward.

Hoje resolvi fazer um balan?o da minha taxa efetiva de cashback no Reward ? afinal, ? necess?rio descontar a anuidade (R$ 27,50 mensais) deste cart?o. Nunca tentei pedir que isentassem, por ter ouvido falar que o Santander ? bastante inflex?vel na isen??o de anuidade deste cart?o.

Os resultados foram os seguintes: gastei R$ 660 de anuidade nos ?ltimos 24 meses, e obtive R$ 1.650 de cashback. Considerando que a minha taxa de cashback m?dia nesse per?odo foi de 2,05%, ao deduzir os custos da anuidade, obtenho uma taxa pr?xima a 1,25% de cashback efetivo, o que ? muito pouco.

H? de se considerar que, durante todas as promo??es de b?nus em triplo do Santander nos ?ltimos 18 meses, deixei o Reward de lado para atingir as metas das promo??es e maximizar meus ganhos, pois, com b?nus em triplo, n?o h? o que discutir, o cashback perde feio. Caso concentrasse mais as compras no Santander Reward, esta taxa de cashback efetivo teria sido maior.

Em todo caso, o contrato mais recente do Santander Reward indica um limite mensal de cashback de R$ 250, e dada a anuidade, isso j? implica em uma redu??o m?nima de 11% no cashback efetivo. Ou seja, mesmo no melhor, esta taxa n?o poderia ultrapassar 1,78% a 2,225%, dependendo de h? quantos anos voc? tem o cart?o. E isso se voc? gastar o suficiente no Reward para atingir o limite mensal de cashback de R$ 250 ? se gastar menos do que isso, ? at? menor, como foi no meu caso.

Estudos comparativos com o cart?o de cr?dito Santander Unique

Recentemente migrei do Santander Van Gogh para o Santander Select ? sei que as tarifas do segmento s?o caras, mas tenho 50% de isen??o por portabilidade de sal?rio, ent?o o efeito no meu or?amento mensal foi de R$ 10, o que considero aceit?vel pela melhor qualidade de atendimento neste segmento. Durante a migra??o, aproveitei para solicitar o cart?o Unique, que como todos devem saber, d? 2 pontos/d?lar.

Pois bem, fa?amos uma conta muito simples, usando as taxas de c?mbio de hoje (R$ 3,48 para o d?lar e R$ 4,22 para o euro, ambos no comercial, mas posteriormente argumentarei que o uso do c?mbio comercial ? v?lido):

  • Cada R$ 3,48 gastos me geram 2 pontos Esfera;
  • Estes pontos Esfera podem ser convertidos em 3,6 milhas Smiles, admitindo um b?nus t?pico de 80% ? e permane?o na torcida que seja poss?vel conseguir b?nus melhores em algum momento, como os 100% (mais upgrade para categoria Ouro no Smiles) que consegui no ano passado, mas vamos ficar com uma estimativa mais conservadora;
  • Transfiro essas 3,6 milhas Smiles para o Le Club a uma taxa de 4:1, obtendo 0,9 pontos Le Club (embora eu deixe registrado que ao longo do ano passado houve per?odos em que isso caiu para 3:1, mas tenho minhas d?vidas se voltar? a acontecer com a nova subida do d?lar/euro);
  • Estes 0,9 pontos Le Club correspondem a 0,018 euros, que, convertidos, viram cerca de R$ 0,076.

Ao final da conta, cada R$ 3,48 gastos geraram R$ 0,076 em pontos do Le Club. Trata-se de uma taxa de cashback de 2,18%.

Fa?amos outra opera??o para obter pontos Le Club:

  • Cada R$ 3,48 gastos me geram 2 pontos Esfera;
  • Estes pontos Esfera podem ser convertidos em no m?nimo 2,6 pontos Multiplus, devido ao b?nus de 30% para assinantes do Clube Multiplus 10.000 (o plano ? caro, mas posso assinar por apenas um m?s quando acumular pontos Esfera suficientes para fazer a transfer?ncia). ? poss?vel que hajam promo??es pontuais com b?nus extras, mas n?o tenho acompanhado;
  • Transfiro esses 2,6 pontos Multiplus para o Le Club a uma taxa de 3:1, obtendo 0,87 pontos Le Club;
  • Estes 0,87 pontos Le Club correspondem a 0,0173 euros, que convertidos viram cerca de R$ 0,073.

Com esta opera??o, cada R$ 3,48 gastos geraram R$ 0,073 em pontos do Le Club, ou uma taxa de cashback de 2,1%, podendo melhorar se houverem b?nus maiores que 30% de transfer?ncia.

Muitos aqui argumentariam que h? usos melhores para os pontos do que transferir para o Le Club. Concordo, por?m a quest?o ? que o Le Club imp?e um piso sobre o valor dos pontos: no m?nimo tenho uma garantia de uma taxa de cashback de 2,1% a 2,18%, caso n?o ache nenhuma oportunidade melhor, por exemplo, para emiss?o de passagens.

Poder-se-ia argumentar que a convers?o de pontos para o Esfera n?o ? feita pelo d?lar comercial, mas sim pela taxa razoavelmente mais alta do Santander. Sim, ? verdade, mas tamb?m n?o conseguirei pagar hot?is Accor no exterior ao valor do euro comercial.

Na pr?tica, em viagens internacionais, compro euros em esp?cie, com um c?mbio geralmente um pouco melhor do que o Santander faria no cart?o, e seria desta forma que pagaria os hot?is, se n?o usasse os meus pontos Le Club.

Atrav?s de uma s?rie de contas, que n?o perderei tempo detalhando, cheguei ? conclus?o que o spread de c?mbio ? de cerca de 1,5%. Isto implica numa corre??o das taxas de cashback pelo mesmo valor, obtendo-se ent?o 2,07% a 2,15%.

Ali?s, a beleza dessa opera??o de transfer?ncia para o Le Club ? que, assumindo que a taxa de c?mbio do d?lar para o euro se mantenha aproximadamente constante, a taxa de cashback ? constante independente de varia??es na taxa de c?mbio do d?lar para o real, visto que o euro subiria junto. Ganho menos pontos no Esfera para virarem pontos Le Club, mas esses pontos Le Club se tornam mais valiosos ? mesma propor??o.

Fatores a serem levados em conta a favor do cart?o de cr?dito Santander Unique (contra o Santander Reward)

Embora, em tese, piores do que a taxa efetiva de cashback m?xima de 2,225% para quem tem o cart?o Reward h? 5 anos, ? ineg?vel que os valores est?o muito pr?ximos. E se, por um lado, ? melhor receber cashback do que pontos Le Club, tamb?m h? uma s?rie de fatores a serem levados em considera??o a favor de usar o cart?o Unique:

  • Possibilidade de b?nus de transfer?ncia maiores, passando ent?o a favorecer incondicionalmente o ac?mulo de pontos Le Club;
  • Possibilidade de usos melhores dos pontos atrav?s de emiss?o de passagens;
  • Relacionado ao item anterior: maior ac?mulo de pontos Esfera, aumentando a possibilidade de juntar o suficiente para emitir passagens;
  • Possibilidade de ganhar upgrade de categoria no Smiles caso os pontos sejam transferidos para l?, j? que a cada 10 pontos transferidos, ganha-se 1 milha qualific?vel no Smiles;
  • Durante as promo??es de b?nus em triplo, usaria o Unique de qualquer forma e deixaria o Reward de lado, gastando apenas a anuidade sem receber cashback;
  • E possivelmente o mais importante para mim: ao concentrar os gastos no cart?o Unique, n?o terei dificuldades em atingir todo m?s a meta de R$ 5.000 em gastos para isentar a anuidade do Unique, que ? de R$ 31,75 (j? tenho 50% de isen??o por ter o pacote Select na conta corrente).

Conclus?o

Especialmente levando o ?ltimo ponto em conta, cheguei ? conclus?o que, nas condi??es atuais, n?o faz mais sentido ter o cart?o Reward.

Caso conseguisse gastar o suficiente para esgotar o limite mensal de cashback do Reward (mais de R$ 11.000, dada a minha taxa de cashback atual de 2,2%) e ao mesmo tempo gastar mais pelo menos R$ 5.000 para isentar a anuidade do Unique, poderia at? pensar em manter o cart?o para, daqui a 3 anos, finalmente chegar aos 2,225% de taxa de cashback efetivo que equilibrariam a conta. Felizmente, a minha realidade n?o envolve gastos mensais de mais de R$ 16.000 no cart?o, ent?o realmente bati o martelo.

Como ?ltima tentativa, vou falar com o meu gerente e com a central do Santander para ver se n?o h? mesmo nenhuma maneira de isentar ou pelo menos reduzir a anuidade do Reward. Se n?o houver, ser? cancelado.

D?vidas que os leitores podem responder

Em todo caso, fa?o uma pergunta para a qual j? imagino que a resposta seja negativa: algu?m conhece alguma forma de ?congelar? o cart?o, basicamente algo como bloque?-lo, impedindo seu uso, mas, ao mesmo tempo, interrompendo a cobran?a de anuidade?

Pergunto isso por tr?s motivos:

1. J? estou com o Reward h? 2 anos, tendo atingido a taxa de cashback de 2,2%. Caso cancelasse o cart?o hoje e solicitasse novamente, entendo que resetaria para 2% e teria que come?ar tudo de novo at? atingir os 5 anos de relacionamento e taxa de 2,5% de cashback.

2. Ouvi relatos de dificuldades para contratar o Reward ? a impress?o que fica ? que ? um produto que o Santander deseja enterrar, embora n?o cancele o cart?o de quem j? tem. Ou seja, se cancelasse agora, ? poss?vel que nunca mais consiga recontrat?-lo.

3. E afinal, por que falo em recontratar no futuro, se estou pensando em cancel?-lo? Aqui fico na especula??o, mas sabemos o quanto os programas de milhagem adoram mudar as regras, ent?o n?o seria imposs?vel ver o Smiles aumentar a taxa de convers?o para o Le Club para 5:1, ou o Multiplus para 4:1, ou at? mais ? isso se n?o acontecerem coisas piores, a exemplo daquele susto que todos tomamos achando que a Multiplus encerraria a parceria com o Le Club.

Vejo que mudan?as na taxa de convers?o se tornam ainda mais prov?veis em um cen?rio de forte alta do d?lar/euro.

A grande vantagem do Santander Reward ? que o cashback n?o est? sujeito a varia??o cambial.

At? argumentei anteriormente que a taxa de cashback usando o Unique e estas opera??es de transfer?ncia para o Le Club tamb?m n?o estaria sujeita a varia??es cambiais, por?m, isto s? ? verdade se as taxas de convers?o do Smiles/Multiplus para o Le Club se mantiverem constantes.

Considera??es finais

Enfim, adoraria de alguma forma manter o cart?o sem ter que pagar a anuidade (e entendendo que isto significa n?o poder usar o cart?o ? enquanto as condi??es n?o mudarem, n?o seria usado de toda forma).

A ?nica estrat?gia que considero que poderia funcionar seria ligar para a central do Santander solicitando uma nova via, mas n?o desbloque?-la ? algu?m sabe se a anuidade n?o incide enquanto o cart?o est? bloqueado? E se n?o desbloque?-lo, ele ? cancelado ap?s um prazo?”

…………………….

Com cart?es de cr?dito do Banco do Brasil que s?o m?ltiplos (fun??es de cr?dito e d?bito), ? poss?vel inibir a fun??o cr?dito, com a consequente interrup??o da cobran?a da anuidade, mas com o uso normal do cart?o para a fun??o d?bito.

Por?m, no caso desse cart?o Santander Reward, penso que n?o seria poss?vel congelar o uso, pelo fato de ser um cart?o que tem somente a fun??o “cr?dito”, mas s? a experi?ncia concreta de algum outro leitor com esse tipo de cart?o pode nos dar uma resposta mais precisa.

Agrade?o ao Swine pelo envio do guest post!