Livelo encerra 2017 com receita operacional de R$ 974,3 milh?es e atinge breakeven

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Segue o press release:

“A Livelo, uma das maiores empresas de fidelidade do pa?s, encerrou, em 2017, seu primeiro ano completo de opera??o e registrou, no per?odo, receita operacional de R$ 974,3 milh?es. Com isso, a empresa n?o s? alcan?ou o?breakeven?- ponto de equil?brio financeiro -, como tamb?m registrou crescimento em todos os seus indicadores de neg?cios. Para 2018, a Livelo tem a meta de seguir em crescimento sustent?vel e ampliar sua atua??o com novas frentes, como solu??es corporativas para o mercado B2B.

Com apenas um ano e meio de opera??o ? a Livelo foi lan?ada em junho de 2016 ? o programa de fidelidade do grupo Elopar (Bradesco e Banco do Brasil) tem o seu modelo de neg?cio bem estruturado e os n?meros refletem isso. Em 12 meses, se comparados os resultados do 4? trimestre de 2017 com o mesmo per?odo do ano anterior, a empresa registrou crescimento de 30% no n?mero de resgates.

Al?m disso, com?breakeven?registrado no fim do primeiro semestre de 2017, a Livelo viu seu lucro l?quido crescer 125% no comparativo do 4? trimestre de 2017 com o trimestre anterior. O saldo de caixa da empresa ficou em R$ 1,03 bilh?o no 4? trimestre de 2017 e, assim como a receita l?quida, tamb?m teve um incremento nos ?ltimos meses. Se comparado o 4? trimestre de 2017 com o 3? trimestre do mesmo ano, o aumento foi de 26% e 29%, respectivamente. J? no comparativo anual, as altas foram de 145% em saldo de caixa e 194% em receita l?quida.

De acordo com Alexandre Rappaport, presidente da Livelo, estes dados de crescimento foram poss?veis gra?as ao foco na experi?ncia do cliente, gera??o de valor e vendas. “Trabalhamos na Livelo para atingir constantemente a maior efici?ncia para nossos clientes, para as empresas parceiras e, agora, para nossos clientes corporativos”, comenta o executivo.

Em 2017, a Livelo realizou alguns movimentos importantes, como a expans?o de sua atua??o com a abertura do programa para todos os perfis de clientes – antes restrita aos clientes de Bradesco e Banco do Brasil -, a cria??o de uma rede de coaliz?o na qual os usu?rios passaram a acumular pontos por meio dos reais gastos em lojas parceiras, al?m de entrada no mercado B2B com o Livelo Incentivo, programa de for?a de vendas que oferta pontos Livelo para campanhas de incentivo relacionadas a objetivos comerciais de empresas.

Focada no Livelo Incentivo, as solu??es corporativas da empresa s?o a grande aposta para seguir em crescimento. “A Livelo j? possui um modelo de neg?cios estruturado no qual buscamos melhorias constantes para os nossos clientes. Isso n?o vai mudar. Em paralelo, estamos buscando mostrar ?s empresas o valor que os pontos Livelo possuem, para que elas possam utiliz?-los como forma de incentivo e reconhecimento de equipe. Os pontos t?m forte valor emocional e est?o atrelados a recompensas e experi?ncias diferenciadas, seja uma viagem, um show, uma pe?a de teatro ou qualquer outro produto ou servi?o dentre as mais de 700 mil op??es que oferecemos dentro de uma plataforma moderna”, comenta Rappaport.

Em 2017, primeiro ano completo de opera??o do programa de fidelidade, a Livelo alcan?ou expressivos 2,5 milh?es de resgates em todos os seus canais e o n?mero de clientes chegou a mais de 16,2 milh?es”.

Conclus?o

N?meros bem expressivos, que revelam a for?a que o Livelo det?m: praticamente um monop?lio no segmento de programas de cart?es de cr?dito (que ? distinto do segmento de programas de milhagens a?reas), quando se trata de compra e venda de pontos, e cria??o de assinaturas mensais de compras de pontos, al?m de uma consider?vel quantidade de parceiros para ac?mulo e resgate de pontos.

Interessante como seus concorrentes diretos – a saber, cart?es Caixa, Ita? Sempre Presente e Santander Esfera, principalmente – ainda n?o acordaram para esse verdadeiro nicho de mercado.

Enquanto isso, a concorr?ncia (leia-se: Livelo), agradece.

Tagged as:
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×