[Fev/Mar 2018] Hilton Honors com 80% de bônus na compra de pontos: 144 mil pontos por USD 800 (~R$ 2.978,64)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O programa de recompensas Hilton Honors está com uma promoção de 80% de bônus na compra de 10 mil pontos ou mais.

Nessa promoção, aproveitando o limite máximo anual de compra, que é de 80 mil pontos, você terá, em sua conta HH, um total de 144 mil pontos ao custo de USD 800 (antes dos tributos).

Com o dólar bancário atualmente flutuando na casa dos R$ 3,50, e já incluindo o IOF na conta, isso significaria um desembolso de R$ 2.978,64, valor esse igual ao praticado na última promoção de 80% de bônus.

Vale lembrar que as melhores promoções de compra de pontos no HH envolvem bônus maiores, de 100%, de modo que a compra no percentual de 80% só é válida para específicas situações, tais como completar um saldo para resgates imediatos; ou renovação da validade dos pontos, que prescrevem em um ano desde a última atividade – sendo que compra de pontos é computada como atividade, portanto, é válida para renovação de pontos.

Conclusão

Eu acho que esse tipo de promoção vale a pena sempre que o custo das diárias com pontos for menor do que o custo em dinheiro, ainda que os pontos sejam provenientes de compras, como é o caso. 

De se lamentar, porém, o fim das parcerias com programas brasileiros de fidelidade, como o Multiplus e o Santander Esfera.

O interessante, pelo que eu já usei do HH, é que o valor das diárias em pontos é fixo, e não sofre as variações sazonais impostas por datas comemorativas e feriados prolongados, por exemplo, quando os preços das diárias tendem a se elevar.

Algumas marcas da rede, como os Hampton Inns, oferecem café da manhã gratuitamente na estadia, o que já economiza um bocado de dinheiro, já que o café da manhã costuma ser cobrado à parte nos hotéis situados nos EUA.

E, naquelas marcas da rede onde o café é cobrado, como os Hiltons e Garden Inns, se você tiver status Gold ou Diamond, terá o café da manhã assegurado gratuitamente, para você e mais um hóspede registrado no mesmo quarto.

Outra utilidade da compra de pontos é que, fazendo-o, você renova a validade deles por mais um ano, o que pode vir a calhar se sua conta HH tiver saldo em conta e você estiver quase inativo nela. 😉

Tagged as:
  • Willian Munch

    Para ter uma noção, uma diária é cobrada quanto mais ou menos em pontos?

    • Vitor Martins

      Tb tenho essa curiosidade…

      • Guilherme

        O valor varia conforme a categoria de hotel. Dá pra fazer a pesquisa no próprio site do HH: http://hiltonhonors3.hilton.com/en/index.html marcando a caixa de usar pontos. Em geral, os preços em pontos variam muito, de 10.000 pontos (hotéis econômicos) a 95.000 pontos (5 estrelas).

  • Marcelo Migon

    Off…será que alguém já passou por isso? Como resolveu? Estou com uma reserva Miami-RJ(executiva…escala Bogotá). No momento da compra os dois trechos eram operados pelo a330 e agora o último trecho(maior duração…6hs) foi alterado para o a320. Já tentei na conversa e eles se negam a resolver…desculpa por “poluir”
    o tópico. Agradeço a ajuda. Bgdo.

    • Marcus Vinicius

      Aconteceu comigo também e um trecho foi mudado para a empresa TACA no a320. Muito ruim a executiva totalmemte diferente do a320.

    • Albino

      Infelizmente mudança de aeronave não dá margem para alterarmos sem custo. Caso tenha havido alteração de horário também, desde que superior a 30 minutos em voos nacionais ou 60 minutos em voos internacionais, aí você pode alterar.
      Uma vez a Latam alterou um voo internacional meu em 35 minutos e trocou de A350 para B767. Consegui convencer a atendente a me trocar sem custo, porém ainda era na época da central própria da Latam.
      Enfim, você pode tentar, mas não tem nenhuma garantia nem respaldo legal para conseguir.

      • Marcelo Migon

        Pois é, minha dúvida é como se desenrola judicialmente essa situação. É específicado no momento da compra que uma poltrona tem reclinação total e a outra parcial. Inclusive, a própria empresa pratica preço diferenciado quando o trecho é operado pelo a330. No meu entender, já caracterizaria produtos diferentes, que gera uma quebra de contrato por parte do contratado.

        • Albino

          Desconheço, mas não acredito que tenha-se êxito numa ação. E, se tiver, no máximo poderia pleitear o cancelamento sem custo. Mas não sou advogado nem conheço nenhum caso assim que tenha ido à justiça.

          • José Carlos

            Você tem argumentos sim para entrar na justiça. Eu já processei a azul por mudar de aeronave (aeronave velha, que era chamada de business light, sendo que tinha comprado business nova, xtra). Documente a diferença de preços (eu pedi 50% entre valor vendido executiva e econômica, pois essa executiva e mais uma econômica premium), além de danos morais. Ganhei em ambos. Já conheço varias pessoas que ganharam Dano moral por mudança aeronave em executiva. Tem jurisprudência sim, pois quem paga executiva espera um voo diferenciado. Mas vc será reparado após a viagem, dificilmente vai conseguir uma liminar para mudar voo para os tipos de aeronave reservado inicialmente, mas pode tentar, alegando que sofreu downgrade aeronave que não oferece a mesmo tipo de conforto – falando que essa cabine não passa de uma econômica premium…

            • Marcelo Migon

              Bgdo pela dica. Acho que não vai haver outro caminho mesmo. Já tentei argumentar de todas as formas no call center deles, mas só escuto “não”.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×