Nova oferta de compra de Avios via Groupon: 2 mil Avios por € 19 (~R$ 78,82). 6 pacotes disponíveis para compras

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O site de compras coletivas Groupon Espanha está fazendo nova promoção de compra de Avios com desconto. A promoção é válida até 31 de dezembro de 2017, ou enquanto durarem os estoques – no melhor estilo o que acabar primeiro.

Nessa promoção, como podemos ver na imagem acima, são oferecidas 6 opções de pacotes de pontos, ou melhor, milhas, ou melhor, Avios.

  • 2.000 Avios Iberia Plus por 19 € en vez de 54 €
  • 4.000 Avios Iberia Plus por 59 € en vez de 91 €
  • 8.000 Avios Iberia Plus por 99 € en vez de 164 €
  • 15.000 Avios Iberia Plus por 189 € en vez de 293 €
  • 20.000 Avios Iberia Plus por 249 € en vez de 385 €
  • 34.000 Avios Iberia Plus por 429 € en vez de 646 €

Enquanto esse artigo estava sendo escrito, o pacote de 2 mil Avios, o mais barato, e com o melhor custo/benefício da promoção, ainda estava disponível.

Termos & Condições

Validez:
Hasta el 31/12/2017 para canjear el cupón por tus Avios. Una vez canjeado, no se admitirán modificaciones ni cancelaciones. Canje de cupones: Tras la compra, entra en el siguiente enlace y añade los datos de tu cupón y el número de tu tarjeta Iberia Plus.
Si todavía no tienes cuenta de Iberia Plus, regístrate aquí.
Consultar el proceso de canje aquí. Límite de compra: Límite de 1 cupón por tarjeta Iberia para la opción de 2.000 Avios.
Límite de 5 cupones por tarjeta Iberia para la opción de 4.000, 20.000 y 34.000 Avios.
Límite de 10 cupones por tarjeta Iberia para el resto de opciones: 8.000 y 15.000 Avios.
En los vuelos comprados con Avios no están incluidas las tasas y gastos de gestión. Estos conceptos tendrán que ser pagados a la hora de realizar la compra del vuelo.

Análise

Os dois pacotes com melhor relação custo/benefício são os de 2 mil Avios, onde o custo unitário (custo por Avio) sai por R$ 0,0394 (considerando o euro bancário a R$ 3,90 + IOF), e o pacote de 8 mil Avios, onde o custo unitário sai por R$ 0,0513.

Retrospectiva histórica

Nós temos constantemente publicado essas promoções de compras de Avios, conforme se verifica dos posts abaixo:

Se analisarmos o retrospecto histórico recente dessas compras de Avios via Groupon, e utilizando uma métrica padronizada de referência, que é o custo do bloco de 10 mil Avios, chegaremos à conclusão de que a promoção atual está dentro da faixa de valores praticados nas últimas promoções (bloco de 10k por cerca de R$ 450 a 500, a depender da combinação de pacotes que você comprar).

O fator principal que explica esse valor alto para o bloco de 10k é, sem dúvida, a cotação do euro comercial, que atualmente está em R$ 3,857, fazendo com que o euro do cartão de crédito chegue fácil aos R$ 3,85.

A melhor promoção de todas foi aquela publicada em fevereiro de 2017 (post aqui), em que o bloco de 10 mil Avios estava sendo vendido por cerca de R$ 456,10, muito por conta da baixa cotação do euro na época (R$ 3,318).

Conclusão

Bom, e aí, vale a pena ou não?

Como eu gosto de dizer, compras de pontos só valem a pena para situações excepcionais, como completar o saldo para um resgate já previamente planejado.

Outra utilidade das compras, ao menos nesses programas estrangeiros em que existe uma regra de validade móvel, é a extensão de todos os pontos acumulados no programa de milhagens.

É o caso do Iberia Plus: qualquer movimentação na conta, incluindo compra de pontos, renova a validade dos Avios por mais 36 meses. Quando você pensa nas validades mixurucas dos programas brasileiros – Tudo Azul, Amigo Avianca e Multiplus Fidelidade com seus ridículos 2 anos de validade, sem possibilidade alguma de prorrogação – é que você começa a ver “com outros olhos” e ter um apreço diferenciado nos programas estrangeiros de milhagens, com suas validades de pontos móveis e renováveis (infelizmente, o Victoria TAP não tem essa regra de renovação de validade, salvo engano, são 3 anos e ponto, embora seja possível renová-los mediante pagamento de taxa – careira por sinal).

Vale lembrar também que você pode combinar as compras de pontos com transferências de pontos de cartões de crédito: Santander e Amex Raiz são parceiros do Iberia Plus, sendo que você pode ainda transferir os pontos do Iberia Plus para o Executive Club da British Airways. Além disso, o Iberia é parceiro do Le Club Accor Hotels, e as transferências de pontos do Le Club para o Iberia Plus são feitas obedecendo à regra paritária de 1 ponto Le Club = 1 Avios Iberia Plus.

Os Avios são, em geral, ruins para resgates de trechos de longa distância, e ótimos para trechos de curta distância, já que a quantidade de pontos exigidos varia em função da distância: quanto maior a distância, mais Avios são exigidos. A ponte aérea Rio-São Paulo, voando LATAM (parceira do Iberia Plus, via aliança One World) custa 4.500 Avios por trecho.

Mas a principal vantagem desses programas de milhagens estrangeiros, sobre os nossos tupiniquins, é mesmo a tabela fixa de resgates, que confere previsibilidade e adiciona segurança ao cliente, que sabe previamente que o programa de milhagens irá cobrar um valor pré-determinado para resgates de bilhetes-prêmio.

O leitor Carlos certa vez me perguntou:

Você sempre posta promoções do Avios aqui, mas qual o uso que costuma fazer? Eu consigo imaginar alguns usos que já fiz, principalmente vôos curtos, em que o preço tanto em econômica ou executiva ficam bem interessante, tipo MEL-SYD ou CAI-AMM.

Também GRU-MAD na executiva da Iberia (sairia em torno de 2k reais).

Mas acho o potencial um pouco limitado, embora possa ser desconhecimento meu. Por exemplo, vôos nacionais da Latam não funcionam, pois elas só liberam assentos promocionais para o Avios e, nestes casos, a passagem comprada em reais sai mais barata. Vôos na Europa ou saindo de lá também não valem, já que as taxas de combustível deixam a emissão com pontos também em desvantagem.

No final, seria útil para vôos curtos na Austrália, Ásia, EUA e Oriente Médio (voando Qantas, American, Cathay, JAL, Jordanian, Qatar…). É isso?

Ao que eu respondi:

É sim, você acertou, a maior parte dos Avios são para rotas regionais de curta distância, além de alguns esporádicos trechos de longa distância, em baixa temporada (off-peak).

Uma das facilidades dos Avios é a sua parceria com o Le Club, além da possibilidade de transferências de dois cartões de crédito brasileiros.

Abraços!

Por todas essas características, eu considero o Iberia Plus/Executive Club uma boa alternativa para concentração de pontos e milhas, se, é claro, os destinos de suas viagens forem bem atendidos por esse programa.

Vale ressaltar, contudo, que, com a frequência cada vez maior dessas promoções Groupon/Iberia Plus, eu tenho um receio, conforme disse o amigo Paulo do Passagens.top, de haver em breve uma desvalorização na tabela de resgates.

E aí, alguém vai aproveitar?

  • Observando Fato

    O preço é alto. Com pague contas conseguimos gerar os mesmos pontos com valor menor e a qualquer tempo.

    • Guilherme

      Verdade. E, com o euro nas alturas, continua sendo bastante inviável a compra de “moedas de milhas” com cotação na moeda europeia, tais como milhas Flying Blue, Avios, dentre outras.

      • Observando Fato

        De um modo geral, a compra de pontos em programas europeus sao muito desvantajosas, principalmente nos programas que cobram por distancia como o Executive Club e o Iberia Plus. ENTRETANTO, se sua emissão for para voos curtos ou com intuito de mudar de zona tipo descer no extremo da Europa e mudar para o Oriente Médio, para emitir a partir de uma nova zona podem ser interessantes esses programas. Mas no geral, para nós em função do cambio neste momento está muito desfavorável comprar pontos diretamente nos programas.

        OFF TOPIC – Singapore Airlines aumenta o valor do premio em voos exclusivamente da STAR ALLIANCE em até 30% conforme o caso.

        • Guilherme

          Interessante essa dica de descer no Extremo da Europa e mudar para o Oriente Médio. Nunca tinha pensado nisso.

          Essa notícia de aumentos no Krisflyer é ruim, e vem na tendência cada vez maior de aumentos gradativos de milhas em vários programas de milhagens.

  • Carlos

    Para quem consegue utilizar o Mercado Pago com os cartões Santander nesta época de Superbônus, é possível gerar milhas bem mais baratas.
    Fazendo uma conta de padeiro, 10k pontos no cartão pontuando 6,6 exigiriam gastos de 5,3k (dólar a 3,50), que custariam R$ 265 no Mercado Pago (estou desconsiderando os 4k grátis e gastos reais no cartão). No SantAA, pontuando 6,0, os mesmos 10k pontos sairiam a R$ 300.
    O Mercado Pago é meio instável e imprevisível, mas tenho conseguido usar normalmente a parte grátis e monitoro meus gastos para usá-lo no complemento da meta e garantir os 6,0. Daria até para usar mais e gerar milhas AA a 85 centavos de dólar (metade do valor que a AA já vendeu seus pontos na melhor das promoções), mas já estou satisfeito em somente atingir um pouco acima da meta.

  • DANIEL

    Desculpem-me pela ignorância, mas a British não anunciou mudança na tabela de resgate a partir do ano que vem??? Ou apenas a regra de acúmulo???

    • Guilherme

      Sim, Daniel, há uma previsão de que isso ocorra.

      • DANIEL

        Mas também na tabela de resgate?

        Ou apenas a de acúmulo?

        Pois se for ocorrer na de resgate, o Avios deixará de ser atrativo…

        • Guilherme

          Talvez ocorra nas duas tabelas, pois se pretende uma unificação das tabelas das diferencias cias. aéreas.

          Acompanhemos as cenas dos próximos capítulos…

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×