A treta do Victoria TAP com a famigerada cobran?a das taxas de combust?vel, em voos saindo do Brasil, continua…

A cobran?a das famigeradas taxas de combust?vel pelo Victoria TAP, para emiss?o de pr?mios em voos saindo do Brasil, continua dando o que falar.

Vejam o exemplo pr?tica e ilustrativo fornecido pelo nosso leitor sempre atento Anderson Vasconcelos.

Ele tinha comprado, domingo, dia 5 de novembro de 2017, uma passagem-pr?mio no trecho CNF-LIS, em classe executiva.

Foram pagos 50 mil milhas Victoria + 29,96 euros a t?tulo de taxas de embarque. Confiram:

A?, na segunda-feira, anteontem, dia 6 de novembro de 2017, ao fazer uma pesquisa para o mesmo trecho CNF-LIS, ele foi surpreendido pelo aumento das taxas em voos saindo do Brasil, o que ? um claro sinal de que foram acrescentadas as sobretaxas de combust?vel.

Vejam os resultados das pesquisas:

Classe econ?mica: 35 mil milhas + 115,78 euros a t?tulo de taxas, sobretaxas e outros encargos.

Classe executiva: 50 mil milhas + 201,59 euros a t?tulo de taxas, sobretaxas e outros encargos.

Conclus?o

Bem estranho essa mudan?a repentina, de domingo para segunda-feira. Parece que a cobran?a se iniciou a partir do dia 6 de novembro de 2017, pois o Anderson conseguiu emitir, sem a taxa de combust?vel, no dia 5 de novembro de 2017, conforme as imagens acima.

Pode ser um bug no sistema, ou pode ser uma coisa proposital, ou seja, feita de modo deliberado.

Pelo que eu me lembre de cabe?a, a ANAC veta a cobran?a de taxa de combust?vel em voos originados do Brasil.

Vamos ver se o Victoria TAP se manifesta, ou se muda seu sistema, a respeito desse assunto.

Algu?m mais notou (ou continua com) esse problema?

Agrade?o ao Anderson pelo envio da dica!

 

Tagged as: ,