Atenção para não perder os pontos Le Club Accor: apenas hospedagens válidas postergam a validade dos pontos por mais um ano!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Dica do leitor Henrique:

“Olá, gostaria de fazer uma observação em relação à validade dos pontos do Le Club Accor: apenas hospedagens válidas postergam a validade dos pontos por mais um ano. Retirei dos termos do Le Club a parte que fala disso:

“7.7. Validade dos Pontos Rewards

Os Pontos Rewards têm validade de 365 dias a partir da data do acontecimento que deu origem ao seu crédito. Em relação aos Pontos Rewards acumulados, após uma hospedagem em um hotel participante ou em um hotel Independente, esta data é a do Check-out.

A duração da validade dos Pontos Rewards acumulados por um Associado é prolongada 365 dias sempre que o Associado hospedar-se em um hotel participante ou em um hotel Independente que proporcione o acúmulo de Pontos.

Se o Associado não realizar qualquer hospedagem em um hotel participante ou em um hotel Independente que resulte em um acúmulo de pontos durante 365 dias consecutivos, perderá todos os Pontos Rewards de sua conta, independentemente da origem do ganho de Pontos Rewards, sem aviso prévio e sem a possibilidade de recuperá-los ou transferi-los.”

E o leitor SwineOne complementou, destacando a importância dessa mudança nas regras:

“Se eles levarem à risca o que está escrito aí, já não basta mais mandar pontos (por exemplo do Multiplus ou do Smiles) 1 vez por ano para renovar a validade dos pontos: é preciso uma hospedagem de fato”.

Conclusão

Mais uma mudança para pior do Le Club, e essa é daquelas bem ruins, já que, uma vez perdidos os pontos, não há possibilidade alguma de revalidação deles.

Agradeço ao Henrique e ao SwineOne pelo envio das dicas!

Tagged as: ,
  • Cristiano Andrade

    Não tinha reparado nessa mudança… não me impacta muito, mas tem uns pontos na conta da minha esposa que nunca queremos perder.
    Pensando aqui, talvez melhor opção seja enviar pro Avios da Iberia quando estiver próximo de vencer na proporção 1:1. Mas muita gente não consegue fazer uso disso, então no pior dos casos Multiplus, Smiles ou Tap na péssima proporção 2 Rewards = 1 Milha…. O ideal mesmo é usar em hospedagem.

  • Fernando Huang

    Boa tarde,

    Minha mãe possui vários pontos Le Club da Accor. Viajo em Janeiro e a Accor não permite que os pontos sejam utilizados em uma reserva na qual o titular não está presente. Gostaria de saber o que posso fazer com esses pontos para que a validade não seja perdida. Obrigado.

    • SwineOne

      Não tem um Íbis na sua cidade? Faça uma hospedagem lá, só para garantir a manutenção dos pontos.

    • Observando Fato

      Pode transferir para a IBERIA PLUS e de la para o Executive Club na proporcao de 1:1.

      • Fernando

        Tem um Novotel na frente da minha casa. Se eu me hospedar os pontos renovam por mais um ano?

        Se eu transferisse os pontos para o Iberia Plus, só teria aqueles pontos, uma vez que nenhum dos meus cartões possui parceria com o Iberia Plus. Teria alguma outra alternativa? Obrigado.

        • Henrique

          Com a hospedagem renovam sim, Fernando! Apenas hospedagem nos ibis Budget e uma lista restrita de hotéis que não fazem parte do Le Club (disponível no site do programa, sendo a maioria na Ásia) que não serviriam para renovar os pontos

  • Márcio Peixoto Tibiriça

    Posso estar equivocado, mas existe também a questão do status, se você for cliente Platinum (conseguiu o status antes de 2017) você tem que se hospedar pelo menos uma vez por ano para manter o Status.

    • SwineOne

      Também posso estar enganado, mas entendi que você perderia o status no ano seguinte (ou pelo menos sofreria um downgrade para Gold), a menos que você atingisse as pesadas metas como 60 noites de hospedagem no ano.

      • Cévolo Cévolo

        Eu tb entendi isso.
        Pesado 60 noites/ ano. Isso pq eu viajo bastante a trabalho e nem chego perto …

  • Rafael

    A não ser que tenha ocorrido uma alteração no regulamento neste mês de outubro, a Accor não está aplicando o regulamento.
    Meus pontos Le Club por exemplo, estão válidos até setembro de 2018, em função de uma transferência feita do Smiles em setembro de 2017.
    Minha ultima hospedagem na rede foi em julho.

    • SwineOne

      Como você verifica a validade dos pontos? No meu caso, no site do Accor só aparece “Validade Permanente*”, onde o asterisco indica que “desde que seja realizada uma hospedagem por ano”.

      • SwineOne

        Localizei um dos emails de promoções que a Accor sempre manda, e no meu caso também apareceu a validade renovada em função de uma transferência que fiz da Multiplus (e não a data da última hospedagem). Porém, fico um pouco receoso de arriscar — é provável que eles vão honrar a data colocada no email, mas por outro lado, vai que decidem cancelar os pontos. Sei que dá pra recorrer na justiça, mas enfim, será que vale a dor de cabeça? Provavelmente serei conservador e irei me hospedar só pra não correr nenhum risco de perder os pontos.

        • Leonardo BH

          Veja o meu caso: minha última hospedagem foi em 10/10/2016 e no email consta que os pontos são válidos até 24/01/2018. De onde tiraram essa data ??? Não fiz nenhuma movimentação na conta em 2017. E agora ? Confiar nessa data do email ?

  • Viajante

    Pessoal, nunca pontuei ou transferi pontos para o Le Club Accor, o que talvez seja um vacilo meu, já que muitos de vocês parecem extrair valor desse programa.
    Já li no guest post do Celso algumas coisas sobre o programa, o que esclareceu um pouco.
    Mas será que alguém se habilita a dar uma palhinha mais detalhada sobre o funcionamento do programa, as vantagens, os “sweet spots”, etc?

    • SwineOne

      Esse programa não tem erro, é extremamente transparente, na medida em que 2000 pontos Accor sempre valem exatamente €40 em hospedagens. Gosto muito do programa exatamente por isso, sei quanto valem meus pontos. Fica fácil de julgar se uma promoção de compra de pontos vale ou não a pena: se eu gastar, por exemplo, R$ 200 para comprar pontos que de alguma forma virem 3000 pontos Accor (€60), eu faço a conta que é como comprar euros a uma cotação de R$ 3,33, e decido que vale a pena. Claro que o fato de outros programas (aéreos, por exemplo) não serem tão previsíveis dificulta um pouco a decisão de transferir para a Accor ou para o programa aéreo, mas aí vai da sua experiência: pelo menos você tem uma referência firme do valor dos seus pontos caso transferidos para a Accor, e na outra ponta, pode comparar com o valor para compra das passagens nas companhias aéreas com dinheiro para decidir.

      Quanto ao uso dos pontos, é só comparar as tarifas de hoteis da Accor com a de outros hoteis no seu destino. Claro que é bom aproveitar promoções como essa que estava vigente há pouco, com 30% de desconto e café da manhã grátis (hoteis da Accor quase sempre cobram o café da manhã à parte). Também sugiro ficar de olho nas promoções em que você se hospeda 3 a 4 vezes e ganha de 6000 a 10000 pontos Accor, que acontecem com certa frequência (basta procurar aqui no site). Ultimamente me hospedo apenas nos hoteis da Accor (que, no final das contas, deveria ser o objetivo de qualquer programa de fidelidade: fidelizar o cliente), e nas minhas últimas viagens internacionais, paguei tudo com os meus pontos, sem precisar tirar um centavo do bolso (a menos, claro, do custo de adquirir os pontos que não vieram de promoções, mas sempre a um valor inferior ao do euro numa casa de câmbio, e muitas vezes muito inferior, coisa de 30-50%).

      • Viajante

        Muito esclarecedor, valeu SwineOne!

  • Joseli Araujo

    Corrijam-me se eu estiver errada, a regra diz: 7.7. Os Pontos Rewards têm validade de 365 dias a partir da data do acontecimento que deu origem ao seu crédito. Por acontecimento eu entendo qualquer acontecimento que gere crédito. Digo isso pois, na conta do meu marido tem pontos de 2 anos pra cá gerados integralmente nos parceiros, ou seja, nós nunca nos hospedamos no nome dele, apenas no meu, e todos pontos dele estão validos, mesmo pontos que transferimos há dois anos atrás do Smiles. Tanto que ontem mesmo fiz uma reserva com esses pontos para o IBIS Maceió.

    • SwineOne

      1. A parte que você destacou é normal, se você tem 5000 pontos e adquirir mais 1000 pontos, esses 1000 pontos só vão vencer daqui um ano. A questão é que os 5000 pontos podem expirar caso não se hospede, devido ao restante da cláusula.

      Na verdade, relendo agora devido ao ponto que você chamou a atenção, acredito que o regulamento está mal-escrito (o que não seria novidade nenhuma — tenho costume de ler regulamentos de promoções e de programas de milhagem e encontro problemas com frequência). Estou me referindo à seguinte parte: “Se o Associado não realizar qualquer hospedagem em um hotel participante ou em um hotel Independente que resulte em um acúmulo de pontos durante 365 dias consecutivos, perderá todos os Pontos Rewards de sua conta”. Ora, imagine que eu abri a conta há 364 dias e nunca me hospedei. Hoje adquiro 1 milhão de pontos via um parceiro. Pelo trecho que você destacou, esses pontos valem por mais um ano, mas por esse trecho que eu copiei agora, eles seriam perdidos amanhã caso não me hospede. Portanto, essas duas afirmações estão em conflito.

      2. Uma coisa é o que está escrito no regulamento, outra coisa é o que os programadores da Accor efetivamente implementaram no sistema. Com frequência estes dois não batem.

      Um excelente exemplo é a promoção recente do Smiles com bônus de 100% para quem transferisse pontos do Santander, onde afirmava no regulamento que valia somente pra quem recebeu uma certa comunicação pessoal (que, infere-se, seria um email ou SMS). Houveram exemplos, relatados aqui no Meu Milhão de Milhas e em outros lugares, de pessoas que transferiram mesmo sem ter recebido o SMS, e receberam os bônus. Sorte deles, porém caso não tivessem recebido os bônus (como aconteceu comigo, que recebi o SMS no último dia da promoção e transferi naquele momento), teriam que conversar com um atendente que, aí sim, leria o regulamento para fazer o crédito manual dos pontos. E de fato, no meu caso, quando entrei em contato com o Smiles, pediram prova de que havia recebido o email ou SMS. Se eu não tivesse tido como fornecê-la, não teria ganho os bônus.

      Então, a questão toda é que você pode até não ter perdido os pontos por um erro de implementação das regras do regulamento no sistema, mas ninguém garante que isso irá continuar assim. Se você não quer correr riscos, como eu, o melhor é garantir uma hospedagem por ano, aí certamente você não perderá os pontos, e caso porventura perca, você atende a todas as condições do regulamento e tem todo o direito a reclamar. Claro que nada impede você de correr os riscos para depois questionar na justiça, mas eu sou do tipo que prefere não ter essa dor de cabeça, então vou fazer uma hospedagem não-planejada só para não correr risco algum.

      • Guilherme

        Concordo com o Swine. Se for pra fazer uma aposta onde há uma chance grande de erro, que erre para o lado da segurança, o que, no caso em questão, significa garantir uma hospedagem por ano.

      • Joseli Araujo

        Foi ótima sua analise!! Obrigada!! Concordo. Como temos as viagens do ano que vem programadas e os pontos que tínhamos não eram muitos, já usei eles para reservar os hoteis do ano que vem e a partir de agora eu vou ficar ligada nisso e me hospedar pelo 1 vez por ano em casa conta ( uma minha e outra do meu esposo).

  • Pingback: Hospede-se pela primeira vez utilizando o Le Club Accorhotels e ganhe 1.000 pontos extras (20 euros) | Meu Milhão de Milhas()

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×