[Guest post] A dificuldade de emissão de passagens com pontos Multiplus

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Transcrevo abaixo o relato da péssima experiência do leitor Albino no processo de emissão de passagens aéreas utilizando pontos Multiplus Fidelidade.

É impressionante como a Latam consegue sempre piorar um pouco mais. 🙁

…………………

.

Abaixo envio meu relato da péssima experiência que passei para emitir passagens com pontos Multiplus, para voar tanto na própria Latam quanto em parceiras Oneworld:
.
Devido ao site da Latam ainda ser muito “engessado” e ultrapassado tecnologicamente, ao não pesquisar corretamente a disponibilidade de bilhetes-prêmio em voos Oneworld, uma vez que apenas em alguns casos é que no site realmente aparece, fiz uma vasta pesquisa tanto no site da Latam quanto no site da British Airways, que permitem visualizar melhor as disponibilidades de bilhetes-prêmio em voos Oneworld, no dia 07/08/2017 liguei para a central de vendas da Latam, através do telefone 4002-5700.
.
Apesar de os voos que eu precisava estarem disponíveis para resgate no site da Latam, eu queria fazer um open-jaw, ou seja, chegar por uma cidade e sair por outra. Isso o site da Latam não permite. Daí a necessidade de ligar para a central para poder emitir este tipo de bilhete.
.
No site, a passagem de ida FOR-BKK, com conexões em MIA e DOH, estava com disponibilidade por 110.000 pontos por pessoa, em classe executiva. Igualmente, o retorno SYD-REC estava com disponibilidade por 110.000 pontos por pessoa, em classe executiva.

.

.
Ao ligar para a central de venda e ser atendido pelo primeiro atendente, de cara já notei que algo estava diferente. Aquela cortesia e conhecimento que em geral os funcionários dessa central tinham, agora tinham sido substituídos por desconhecimento de termos técnicos básicos no setor de aviação como “open-jaw” e “múltiplos destinos”.
.
Constatei que a central de vendas tinha sido terceirizada e que agora constava com funcionários despreparados e mal treinados para atender uma companhia de tamanho porte.
.
Em seguida, começou uma dificuldade sem tamanho de “encontrar” disponibilidade nos voos que, para agilizar, eu já tinha informado os números.
.
Comecei apenas pelos voos de ida. Os atendentes, pasmem, não encontravam disponibilidade nos voos que eu informava, mesmo constando disponibilidade no site. Eu sempre dizia isso ao atendente e pedia para ele abrir o site. Eles viam a disponibilidade, mas no sistema deles “não constava”.
.
Liguei nesse dia 12 vezes, falando sempre com atendentes diferentes. Metade dizia que “não encontrava” disponibilidade. Outra metade, quando encontrava, a muito custo, tarifava em 175.000 pontos por passageiro, enquanto no site o valor era de 110.000 pontos.
.
Eu pedia para que fosse mantido o valor do site, mas os atendentes simplesmente diziam que não podiam fazer nada pois era o valor do sistema, ou que o valor do site era diferente da central.
.
Cada ligação demorava cerca de 1 hora, entre aguardar para ser atendido e o tempo demandado para tentar ensinar o atendente a encontrar os voos e, quando encontrava, para tentar convencê-lo a manter o valor do site.
.
Um atendente chegou ao absurdo de dizer que um dos voos da própria Latam que constava no site não existia. Nessa hora quase caí da cadeira.
.
Nada feito, fui emitir pelo site, pois não aguentava mais de tanto ligar para a central de vendas da Latam.
.
O interesse de emitir o bilhete open-jaw, ou múltiplos destinos, é porque em caso de alteração de voo, estando tudo na mesma reserva eu posso alterar ou cancelar sem custo todo o bilhete. Sendo separado, a ida fica independente da volta e, consequentemente, se houver alteração na ida, não posso mexer na volta, e vice-versa.
.
Ao emitir pelo site, constatei que a Latam estava cobrando R$ 625,34 por pessoa de “Adicional de Combustível (YQAC)”. Essa cobrança é ilegal.
.
.
Segundo a Resolução 400 , Art. 4º, Parágrafo 1º: O valor total da passagem aérea será composto pelos seguintes itens:
.
I – valor dos serviços de transporte aéreo;
II – tarifas aeroportuárias; e
III – valores devidos a entes governamentais a serem pagos pelo adquirente da passagem aérea e arrecadados por intermédio do transportador.
.
Desta forma, cobrança de Adicional de Combustível não se encaixa em nenhum dos itens acima, portanto é ilegal.
.
Além disso, cobrança de valores indevidos é clara infração ao Código de Defesa do Consumidor que diz:
.
“Art. 42. Parágrafo único. O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais…”.
.
Realizei reclamação junto ao Procon, através do site consumidor.gov.br, solicitando a devolução em dobro do valor cobrado indevidamente e em 17/08/2017 a Latam respondeu dizendo ser legal a cobrança mas que, por liberalidade, iriam estornar apenas o valor pago.
.
Como a lei diz que cobrança indevida gera devolução em dobro e eles não devolveram em dobro, irei entrar com ação para receber a repetição, que não foi paga pela companhia.

.
Em tempo, até a presente data (10/09/2017) a Latam não estornou o valor pago.
.
Agora vamos à volta !
.
Como já tinha emitido a ida, em 13/08 fui emitir a volta. Ao acessar o site da Latam pesquisei SYD-REC e encontrei a mesma disponibilidade, ou seja, por 110.000 pontos em classe executiva.
.
Fui emitir. Por sorte, prestei muita atenção antes de concluir a emissão e constatei que um dos voos internacionais, mais precisamente o SCL-GRU, estava em classe econômica, apenas de o voo ser operado por um Boeing 767 da própria Latam e com disponibilidade em executiva, confirmada através da pesquisa apenas desse trecho no site da Latam.
.
.
Aliás, pesquisando apenas o trecho SCL-GRU, a disponibilidade era APENAS na classe executiva, não havia disponibilidade na econômica:
.
.
Mas ao montar o bilhete inteiro, o site colocava na classe econômica apenas nesse voo.
.
Ora, se a pessoa está pagando a quantidade de pontos cobrados por classe executiva, como vai voar em classe econômica, mesmo tendo a classe executiva no voo e com disponibilidade ?
.
Desta forma, tive que, mais uma vez, depender da central de vendas da Latam.
.

Conclusão

.
No final, foram 9 ligações até encontrar, às 02:41 da manhã, uma pessoa que “encontrasse” a disponibilidade e emitisse pelos mesmos 110.000 pontos, além de isentar a taxa de emissão do call center. Todos os outros antes não conseguiam tarifar, seja por não encontrar disponibilidade em executiva no voo JJ8027 ou por tarifar por mais pontos do que o que constava no site.
.
Enfim, essa foi a minha (péssima) experiência com o novo call center terceirizado da Latam. Além de que o site precisa urgentemente de melhorias e modernização. É um absurdo que em tempos como os atuais, ainda precisemos ligar para a central de vendas porque o site não vende uma passagem com parceiros.
.
Se precisarmos emitir um voo, por exemplo, DOH-BKK pela Qatar, companhia membro da Oneworld, não será possível fazer pelo site da Latam, sendo necessário ligar para a central e sofrer “na mão” dos atendentes.
.
Peço que publique essa experiência no MMdM, tanto para alertar outras pessoas das dificuldades que podem vir a ter com a Latam, quanto para tentarmos fazer isso chegar ao conhecimento de pessoas da própria Latam que tenham capacidade de fazer algo para mudar isso.
.
Forte abraço,
.
Albino”
…………………………….
.
E você, também teve que “suar a camisa” pra conseguir emitir passagens, com pontos Multiplus, pelo call center da Latam?
.
Agradeço ao Chief pelo envio da dica!
  • adrián

    Hola gente. No, al contrario. En el sitio de Latam en español (quizá en Colombia), me han atendido muy bien. Llamé un par de veces por un check in y por up grades, y siempre conforme.

    Que buena información la del recargo de combustible. Las partidas de Argentina, por ejemplo las de Emirates para Río de Janeiro, incluyen ese altísimo recargo. Habría que ver si reclamando se anula ese cargo.

    Muy buena información, para tenernos alertados.

    Abrazo!!!

    • Albino

      Adrián, é questão de regulamentação. No Brasil há regras da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para que não haja cobrança de valores além da passagem e taxas governamentais. Se você emitir a passagem pelos sites brasileiros, as companhias terão que manter essa regra. Já se emitir por sites estrangeiros, segue a legislação/regulamentação de cada país. Abraço

      • Ricardo Lucena

        Albino, o mesmo serve para voos emitidos na Smiles ? Estou querendo emitir uma volta BKK-NAT e a melhor emissão é pela emirates na smiles, pois tenho um cupom de 20%, porém eles estão cobrando uma famigerada taxa de combustível de mais de R$ 1.000,00 reais, você já teve experiência semelhante com a smiles ? Grato e parabéns pela postagem e pela viagem!

      • Luiz Carlos Costa

        Albino, boa noite! Qual a forma mais fácil de emitir executiva da Turkish? Usando milhas TAP? Agradeço a ajuda!!!

        • Na própria Turkish (Miles&Smiles) é a maneira mais fácil, uma vez que as companhias aéreas oferecem maior disponibilidade de bilhetes prêmio para seu próprio programa de fidelidade e menor disponibilidade para os parceiros (como a TAP).

          • Luiz Carlos Costa

            opa paulo valeu, mas é que não tenho nenhum ponto na Turkish, só na TAP, por isso queria saber a Qtde. de pontos necessária!

  • Pedro Kormann

    (Quase) Nada a ver com o post, mas…

    interessante a quantidade de milhas necessárias.

    Seria legal fazer um post com as tabelas dos programas mais usados pela comunidade milheira brasileira

    Abs

    • Albino

      Pedro, existem alguns posts aqui no site falando dos sweet spots de alguns programas de fidelidade, inclusive esses. Há poucos meses atrás falamos destes valores para Ásia e Oceania.

      • Pedro Kormann

        Brigado Albino!! Vou averiguar

  • Victor Prado

    Aproveitando que o assunto é LATAM, eu não consigo mais acessar a opção “múltiplos destinos” no site.. houve alguma mudança-proibição que eu não estou ciente?
    Sobre o post.. a central deles é sofrível mesmo..tbm tive essa situação de isentar da taxa por mera liberalidade, porém já fui ressarcido.
    Abs.

    • Albino

      Victor, com milhas nunca foi possível emitir pelo site múltiplos destinos.

      Pagante sim, eles retiraram do site. Também nunca mais consegui. Mesmo clicando em “Voo para mais de um destino?”, somos redirecionados para uma página na qual não consta a opção de emitir open-jaw.

      Notei isso desde que o site mudou para Latam.

      • Victor Prado

        É pagante mesmo; achei que era o meu navegador que estava com problemas, então foi retirado do site mesmo..que pena!

        • Albino

          Aí qdo vc liga lá, além do tempo que perde, querem cobrar adicional de emissão pra ganhar mais dinheiro. Voltamos aos anos 90 ? Absurdo

          • Victor Prado

            Isso daria uma representação no Ministério Público, pois consta a opção no site, fato que induz o consumidor em erro e consigna propaganda enganosa. E principalmente porque a empresa está cobrando pelo mesmo serviço via call-center.

      • Na verdade, foi um pouco depois a alteração Albino. Eu já consegui emitir open jaw no site novo da Latam, mas já tem um bom tempo que não consigo mais pesquisar através do link que você citou.

  • Thiago Soares Correia

    Sem contar, que em trechos internacionais especialmente pra Europa, no carrossel de datas aparece um valor de resgate , e já nas opções de voos o valor é outro bem mais alto!! por exemplo, estou tentando comprar Paris – Guarulhos, para outubro , no carrossel aparecem datas com valor de 40000 pontos, porem nas opções de voos o menor valor é 68000, ligo na central e ninguém sabe como resolver isso!! um absurdo , o site esta imprestável e o call center também. Alego que pela lei do consumidor o que vale é o menor valor, porém eles não “encontram” no sistema.

    • Albino

      Não é só para a Europa. Pra qualquer lugar acontece isso, até em voos nacionais.
      Além disso, tem a questão da disponibilidade que as vezes aparece no calendário ou no carrossel, mas ao entrar na data não tem. E vice-versa.

    • Guilherme Silva

      Pessoal, aconteceu o mesmo comigo, e resolveram bem facilmente, liguei 2x para confirmar, pois não estava acreditando em tanta benevolência. Me falaram pra tirar um print da tela e eles iriam abrir um chamado para eu enviá-lo por email, fiz isso, e logo após liguei e emitiram pelos 40k o trecho GRU-MAD, que estava em torno de 100.000 nas opções de voo. Desacreditei na facilidade que foi feita a emissão.

      • Albino

        Parabéns, você é parte viva de um milagre ! 😂

    • Pede para falar com um supervisor que ele honra o preço do site.

  • Acho que muitas empresas não estudam cases de sucesso e fracasso de outras. O atendimento ao cliente é peça fundamental para a fidelização do cliente e terceirizar esta parte é quase certeza de clientes insatisfeitos.
    Gosto muito do atendimento da Azul, e tenho sido muito bem atendido pelo atendimento da TAM, mas realmente o sistema deles está com algum problema, pois comprei uma executiva com pontos para Sydney e o trecho SCL-SYD está impossível de marcar os lugares, mesmo com disponibilidade. E na hora da compra também as opções que tinham no site o atendente nunca achava… e quando achava a tarifa era mais alta.
    Agora gostaria de saber, como vejo se me cobraram taxa de combustível em algum dos meus vôos comprados com pontos?
    []s Daniel

    • Albino

      No e-mail do bilhete, lá no final aonde consta a discriminação dos valores, veja se consta adicional de combustível.
      Mas no meu caso de SYD para o BR não me cobraram, sendo todos os voos LA ou JJ.

  • vm

    Albino, pensei que era seu mente comigo.
    Estou a vários dias tentando…
    Ligo e o despreparo è imenso.
    Exemplo : madrid/ Istambul com Turkish
    ( sr a Turkish nao è parceira da latam)

    Seul / gru
    ( sr onde fica Seul?)

    Singapura / Gru com British
    ( sr , British nao è parceira latam)

    Sydney / gru
    ( encontro voos, disponibilidade, porém o atendente não vê no sistema)

    È por aí vai…

    • Albino

      É uma luta mesmo. Passei por exatamente as mesmas coisas, mas o pior foi dizer que um voo da própria Latam que constava no site não existia.

      Mas essa SYD-GRU vc não consegue emitir pelo site ? Ou está tentando fazer open jaw ?

      Outra coisa que esqueci de falar e peço ao Guilherme pra incluir, foi que agora somente os clientes Latam Fidelidade Platinum podem emitir passagens com pontos nas lojas Latam. Demais (mortais) clientes só podem emitir pelo site, call center ou lojas Latam Travel.
      Até cheguei a ir numa Latam travel mas, por serem terceirizados, eles não tem poder de manter a tarifa do site. Lá os preços com pontos, nessas minhas pesquisas, eram muito superiores, inclusive nas mesmas classes tarifárias.

      • vm

        novo record estou na linha a 4 hs esperando um atendente alterar meu voo.
        ontem foram 2 hs e agora estou com ele aqui na linha a 4 hs… esperando…. syd/mel/scl/bog/gru

        • Albino

          4hs numa só ligação eu nunca passei não, mas 2hs é comum, infelizmente

          • vm

            Albino ontem fiquei na linha 6 hs, no final o atendente disse que nao iria conseguir alterar meu trecho, devido um erro na emissao do meu sobrenome…
            depois de 6 hs. das 10:00 hs ate as 16:00 … no fim uando consegui arrumar a emissao ja nao tinha disponibilidade do voo que eu queria… me ofereceu economica para quase 3 dias de voos… entrei em contato com o sac. pediram…. muitos detalhes… vao para analisar a esculta das ligacoes.

            • Albino

              Nossa, que absurdo. Estamos totalmente desamparados agora com esse novo call center.

  • Rodrigo Rieger Maia

    Pessoal, gostaria de aproveitar e enviar um comentário off topic. Ontem o Smiles voltou com a promo triplo de milhas para Hoteis. PRESTEM ATENÇÃO! Estou o final de semana inteiro pesquisando Hoteis para a minha proxima viagem (passagem ja emitida) e durante o final de semana inteiro a quantidade de milhas (sem a promo) era maior do que com a promo iniciada ontem. Não sei se isto é alguma pegadinha ou falcatrua mesmo. Seria interessante o blog publicar isso para que todos ficassem sabendo e não cairem no impulso dessa promo fake!

  • Lorenzo Firmino

    Nesse caso, temos que confessar que a Smiles dá um show em emissões pelo site e atendimento via telefone.

    Fiquei com uma dúvida: “fiz uma vasta pesquisa tanto no site da Latam quanto no site da British Airways..”.

    – o próprio site da Latam mostra a quantidade de pontos? Na verdade é o da Multiplus, certo?
    – os pontos que são exibidos no site da British, na teoria, são os mesmos do call center da Multiplus?

    Eu nunca entendi bem porque a Multiplus não mostra trechos de parceiros Oneworld no site. Mas nesse caso, mostrou da Qatar e outros, não?

    Até logo! 🙂

    • Albino

      Oi Lorenzo. Embora a pesquisa possa ser feita no site da Latam, realmente é o sistema da Multiplus que tarifa e dá a disponibilidade, mas no final é tudo a mesma coisa.
      Os pontos exibidos no site da British dá a disponibilidade na rede Oneworld, mas a quantidade de pontos é relativa ao programa Executive Club. Cada programa tem sua tabela e no seu respectivo site diz a quantidade necessária de pontos daquele mesmo programa.
      No meu caso usei o sistema da British pois o da Latam ainda é muito falho, principalmente em voos puros no exterior que nunca aparecem no site.
      Como o bilhete saía do Brasil, o site da Latam/Multiplus mostrou essa disponibilidade, além de outra na Finnair. Mas isso não é garantia, nem sempre aparece.
      O fato de nem sempre aparecer, na minha opinião, é uma dessas coisas, ou as duas: defesagem tecnológica do sistema de busca/emissão e/ou intencionalmente não mostrar para evitar emissões. O quê realmente acontece só eles sabem.
      Com relação ao Smiles concordo que ele é muito superior, aliás o melhor nacional para emitir passagens tanto saindo do Brasil quanto apenas no exterior. Não é perfeito, nem sempre aparece disponibilidade em First, temos que pesquisar data a data ao invés de mostrar um calendário com as datas disponíveis, etc, mas a verdade é que realmente ele dá um show nas demais nacionais.

  • Moscha Iss

    Minha primeira participação nesse blog, mas é realmente assim que funciona não apenas a Multiplus, mas os outros programas de fidelidade, também.
    É importante que cada vez mais se publiquem relatos e críticas, pois essas empresas sentem-se intocadas pela lei de proteção ao consumidor. Se a regra do programa é clara e permite tal itinerário, porque tornam a vida do cliente nesse pesadelo? Só aí já deveriam responder por danos morais. Se a Multiplus agisse de boa-fé já teria implementado um sistema de resgate na internet com total possibilidade de autonomia ao cliente. É um absurdo, que esses descasos sejam sempre tornados públicos!

  • Alexandre Gromboni

    Albino, só uma coisa. Sobre a taxa de combustível, ela deve ter sido cobrado pois você tinha voos com início fora do brasil, no caso MIA-DOH e DOH-BKK, e feito com cias estrangeiras. Nesse caso a cobrança não é ilegal, infelizmente. Mas muito bom que você reclamou e eles estornaram o valor.

    • Albino

      Alexandre, o voo tem saída no Brasil sim, pois inicia-se em FOR. Os dois outros voos são conexão, não são stopover. Daí a cobrança é sim ilegal.

      • Ricardo Lucena

        Engraçado que quando vou emitir na Smiles, Quatar, Eithad e as demais companhias não cobra essa famigerada taxa, mas quando vai pra emirates eles cobram, vou reclamar, depois do seu post Albino.

        • Albino

          Foi como eu acabei de responder seu comentário abaixo. Eles sempre alegam que essa taxa é cobrada pela companhia que opera o voo. Mas o bilhete é emitido pela Smiles, então não vejo motivo para cobrança.

          • Luis

            Pessoal, emiti no mês passado o trecho SYD-SFO voando Qantas. Havia taxa de combustível de quase R$ 1000. Questionei o alto valor da taxa, aguardei na linha por uns 2 min e na hora a atendente confirmou o abatimento da taxa. No final paguei em torno de R$150 para emissão. Pelo que li em diversos blogs, para voos saindo do Brasil não é permitida cobrança da taxa de combustível. Isso se aplica também para passagens emitidas com milhas de programas brasileiros. No meu caso isso parece ter sido respeitado pois emiti trecho sem origem/destino no Brasil e voando cia estrangeira e a taxa foi abatida.

            • Albino

              Pronto, era exatamente esse meu entendimento. Obrigado por compartilhar, Luis !

  • Albino

    NT não vejo porquê um bilhete comprado em classe executiva ter um voo internacional e em aeronave com classe executiva ser colocado em econômica. O que a origem e o destino influencia ?

    Com relação à sua pergunta, depende do seu perfil de resgate. O ideal é vc comparar quantas milhas ganha no bilhete consultando a classe tarifária e a tabela de cada programa, bem como a quantidade de milhas necessárias para emitir o bilhete que você almeja.

    Na Oneworld os que eu uso são o Latam Fidelidade, AAdvantage e Executive Club e abaixo explico minha estratégia:

    Não tenho objetivo específico de resgate, procuro maximizar os ganhos de acordo com a pontuação de cada bilhete/programa. Também não tenho programa preferido, gosto de espalhar as milhas de acordo com as promoções de compras e bônus de transferências.

    Para resgate, o Latam Fidelidade se demonstra atualmente ruim (no meu caso) para voos nacionais, portanto tenho utilizado-o mais para resgates internacionais.

    O AAdvantage estou acumulando com o cartão Santander AAdvantage para um possível resgate futuro em companhias top, como Etihad ou Qatar por exemplo.

    O Executive Club é muito bom para resgatar voos de curta distância, pois tem uma tabela de acordo com a distância percorrida pelo voo. Além disso, de vez em quanto a Iberia possui boas tarifas em classe executiva para a Europa, embora não tão boas quanto as da Tap no conjunto de promoções Livelo/Victoria.

    Abraço!

    • NT

      Boa noite Albino.

      Primeiramente obrigado pela resposta. Pelo que consultei no where to credit, a tarifa A só pontua 25% da distância nas parceiras oneworld, mas mesmo assim é mais vantajoso do que pontuar na própria LATAM (2,5*gasto em reais).
      Acho que irei optar pelo executive club, devido a vantagem de resgatar voos domésticos curtos com poucas milhas.
      Quanto a questão da origem e destino, vou explicar o que eu já vi ocorrer na pesquisa no site da Multiplus, foi o seguinte, eu estava procurando por resgate em classe executiva entre GRU e DOH. No calendário de datas apareciam poucas opções de datas com disponibilidade. Quando mudei a origen para EZE a disponibilidade era maior (mesmo voo que passa por GRU) e quando mudei o destino para CPT, a diaponibilidade foi outra, diferente das 2 primeiras. Se eu tivesse dado o print da busca talvez fosse mais fácil de mostrar. Não sei se vc entendeu.
      Outra coisa que reparei no site da Multiplus, o sistema só dá resultados com até 3 voos, se tiver mais, não aparece. Por acaso as regras do Fidelidade mudaram?
      Qq coisa estou a disposição.
      Abraço.

      • Albino

        Boa noite, NT. Entendi sim. Daí vc vê como o sistema da Latam é burro/antiquado/desatualizado/etc.

        Se vc quer ir pra DOH e puder viajar sem bagagem na ida, pode comprar pra qualquer cidade da África do Sul (JNB, CPT ou DUR) e, se tiver conexão em DOH, vc desce lá. A qtd de pontos vai ser bem menor. Mas se tiver que levar bagagem, tem que penar pra conseguir montar pelo site.
        Se for montar pela central, acredito que vá ter o mesmo problema que eu tive.

        Mas se quiser insistir, entre no site da BA, veja a disponibilidade trecho a trecho e depois dê os voos para os atendentes tentarem tarifar. Se tem disponibilidade separadamente, tem que ter junto, no meu entender.

        Com relação aos 3 trechos, até quando consigo lembrar o site da Tam/Latam só tarifa até 3 voos. Tem que ver se nas regras dos bilhetes-prêmios da Latam o limite são 3 trechos. Se puder mais e houver disponibilidade, tem que, mais uma vez, sofrer na mão dos atendentes.

        Abraço

        • NT

          Pois é Albino, o sistema da Latam é muito estranho e limitado. Vi que nada consta nas regras sobre o resgate ter até 3 voos, então suponho que seja uma limitação do sistema.
          Aproveitei para verificar no regulamento sobre a taxa de combustível, cuja cobrança foi relatada por alguns colegas e nada consta a respeito. Veja só:

          3.10. O Cliente deverá arcar com o pagamento da taxa de embarque, cuja cobrança é
          determinada pelas autoridades aeronáuticas competentes, e com as demais taxas oficiais,
          impostos e tributos de qualquer natureza que porventura venham a ser instituídas por
          autoridades nacionais e/ou internacionais, bem como, com o pagamento de valores
          adicionais de emissão decorrentes de serviços prestados por canais disponibilizados pela
          TAM para emissão da Passagem-Prêmio.

          Abraço.

  • Pingback: Voltou! Compra de 10 mil milhas Smiles, via Netpoints, por R$ 229,36 (sem contar taxa de transferência). E incluíram o parcelamento em até 3 vezes sem juros (6x com juros)! | Meu Milhão de Milhas()

  • Fernando

    Entrei em contato com a central na semana passada para verificar vôos intra EUA em Janeiro 17 e não tinha disponibilidade em dia e horário nenhum. Achei estranho e pedi para que verificassem em Dezembro e também nada. Desliguei e liguei novamente pedindo opções para Novembro e tb nada. Refiz a ligação agora pedindo disponibilidade para Outubro e… NADA! De Outubro a Janeiro não existia nenhum vôo de parceiro disponível para compra com pontos Multiplus! Não sei mais o que fazer para conseguir!

    • Albino

      Fernando, entra no site da British, faz o login no Executive Club e pesquisa os voos q vc quer. Se houver disponibilidade lá, é porque tem disponibilidade sim. Anote o número do voo e ligue pra Latam já dizendo que quer o voo x no dia tal. Se não conseguir, desligue e ligue de novo. Uma hora vai conseguir. Como é um bilhete relativamente simples, basta achar um funcionário mais ou menos capaz pra poder emitir.
      Em tempo, lá nos EUA só vai ter disponibilidade na American.
      Boa sorte e avisa se e como conseguiu !

      • Fernando

        Maravilha Albino! Agradeço demais sua ajuda e disponibilidade em responder não só a minha questão como a de todos!!!! Vou tentar novamente e relato tudo por aqui!

        • Albino

          De nada, Fernando ! Temos que ajudar uns aos outros mesmo. Abraço

  • Samir Ali Zebian

    Albino, talvez eu esteja falando uma coisa que muitos ja saibam, mas eu nao sabia e descobri por acaso, rsrs
    Voce ja tentou emitir pelo siite alguma cidade que tem na Latam mas nao tem na Multiplus?
    Um exemplo: GRU-BEY (Beirute).
    Quando entro na multiplus, e digito BEY ele diz cidade nao encontrada.
    Ai entro na Latam, NAO CLICO em “utilizar meus pontos”, mas sim como se fosse em dinheiro.
    Ai aparecem os precos em dinheiro e em seguida vou no canto direito e clico em QUER PAGAR COM PONTOS?
    Ai o sistema FORÇA o multiplus a verificar a disponbilidade com pontos.
    ja viu isso?

    Na verdade eu acho que so força os voos da British e Turkish, pois quando coloco qualquer cidade dos Estados Unidos, como por exemplo Las Vegas, os voos fazem conexao na Europa.
    Entao para America do norte nao vale a pena, mas para demais destinos me ajudou muito.

    • Albino

      Muito bom, Samir ! Nunca tinha tentado isso. Excelente dica ! Obrigado por compartilhar !

      Guilherme, sugiro que isso vire um post !

      • Guilherme

        Sensacional, Samir!

        Vai virar post sim, Chief!

        Abraços!

  • Albino

    Complementando, mais uma vez, quando colocamos pra buscar REC-BKK ou FOR-BKK com pontos, o site da Latam/Multiplus só dá a opção de escolher classe econômica. Mas depois de aparecerem os resultados da busca, podemos alterar pra executiva e pesquisar novamente.

    Mais um problema do site da Latam…

  • Ótimo post Albino e GUilherme!
    Uma pena que o Multiplus esteja ficando tão “amigável”, se é que me entendem. Eu também tive dificuldades para realizar um resgate em companhia parceira mês passado.
    Dos programas de fidelidade nacionais, o Multiplus é o que tem ficado cada vez mais atrás. Com a piora do atendimento do call center, não vejo o programa se destacando novamente tão cedo.

  • Pingback: Mix: bônus 50% ou 70% cartões de crédito para o Smiles, bônus de 70% a 120% Bradesco Livelo para Smiles; passagens Smiles com *até* 40% de desconto em milhas | Meu Milhão de Milhas()

  • Pingback: Alerta do leitor: Smiles aumenta a quantidade de milhas para aplicar o “desconto promocional” :-( | Meu Milhão de Milhas()

  • Igor

    a LATAM tem um site terrível e o atendimento pior ainda… tentei comprar múltiplos destinos outro dia e simplesmente não funcionava, liguei pro SAC, me disseram que eu conseguiria pela central de vendas sem pagar as taxas de lá, pois era um problema do site que eles tinham conhecimento e por isso iriam me isentar da taxa

    liguei pra central de vendas e não consegui comprar de jeito nenhum sem taxa… desisti de comprar

    detalhe, meu caso não era nem de vôo de parceira nem de codeshare e nem de LATAM CHILE/etc… era tudo LATAM nacional mesmo

  • Khalil Chaves

    Estava monitorando trechos com a American Airlines pro Havaí e achei para 02/11/2018. Liguei na central latam e a atendente disse que “os trechos só aparecem de 2 a 3 meses antes”. Como pode isso? com 2 ou 3 meses obviamente os trechos não estarão lá na tarifa saver. Alguém tem conhecimento disso?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×