Danou-se. N?mero de pontos Amigo para voar na Avianca Brasil vai variar conforme pre?o das passagens em reais [via Todos a Bordo]

P?ssima not?cia: o Amigo Avian?a pretende fazer a “marca??o a mercado” dos pre?os das passagens em pontos.

Apesar de n?o ter (ou ter!?) uma tabela de resgates, todos sabemos que, na pr?tica, o Amigo Avianca trabalha com 10 mil pontos para o resgate padr?o, e 20 mil pontos para os resgates “mais em cima da hora”, com eventuais promo??es abaixo de 10 mil pontos.

Vejam a not?cia do blog Todos a Bordo:

“Outra mudan?a ? em rela??o ? pol?tica de pre?o praticada nessa modalidade. Hoje, as rotas t?m pontua??o fixa e a proposta ? que os valores variem de acordo com o pre?o em real das passagens. ?Se baixar o valor em reais, os pontos, os pontos automaticamente v?o descer para ficarem mais atrativos e deixar o sistema mais f?cil?, afirma Pedreira. ?Vamos dar mais op??es aos nossos clientes para usarem as milhas deles de uma forma mais eficiente?, avalia.

Melhorar o programa Amigo tem sido um dos objetivos atuais da Avianca. Em recente pesquisa feita pela pr?pria companhia com seus passageiros, esse foi o item que recebeu a pior avalia??o.”

Conclus?o

Se o pre?o das passagens em pontos vai variar conforme o pre?o da passagem, ent?o qual ser? o incentivo para usar um programa de milhagens a?reas? ? melhor comprar a passagem em dinheiro, parcelar em “n” vezes (coisa que ? imposs?vel com os pontos), e ainda acumular os pontos no programa de milhagens.

Um dos grandes atrativos dos programas de milhagens ? permitir justamente melhores precifica??es e efetiva economia de dinheiro. Imagine uma passagem GRU-CNF que custe R$ 500 em dinheiro, e 10.000 pontos em milhas. O que voc? vai preferir, pagar em dinheiro ou pagar em pontos?

Agora, imagine a mesma passagem custando R$ 500 em dinheiro, e 200 mil pontos em milhas (como o Tudo Azul gosta de fazer). O que o Amigo Avianca pretende fazer ? isso: estabelecer uma esp?cie de “banda flutuante” do valor em pontos, proporcional ao?valor da passagem em dinheiro.

Isso ? p?ssimo para o programa de milhagens, principalmente nas emiss?es mais caras: imagina ent?o quanto n?o vai sair uma passagem em classe executiva!??

Apesar dos pesares, acho que essa loucura n?o vai chegar nos resgates da Star Alliance, pois eu suspeito – n?o tenho certeza – de que as cias. a?reas s?o obrigadas a obedecerem uma tabela fixa de resgates para voos na alian?a.

Mas, de qualquer forma, fica aqui registrada a minha cr?tica a esse programa que eu considerava (at? ent?o) um dos melhores do mercado brasileiro.

Agrade?o ao Bruno pelo envio da not?cia!

p.s.: de certa forma, essa flutua??o do pre?o das passagens em milhas ao sabor do pre?o em dinheiro ? que o Tudo Azul j? vem praticando h? algum tempo, e um dos motivos pelos quais esse programa n?o decola.

Tagged as: ,