Alerta dos leitores: Livelo inflacionando repentinamente o preço dos pontos na promoção conjunta com o Tudo Azul, de R$ 33,80 para R$ 46, o lote de 1.000 pontos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Ontem, por ocasião do lançamento da promoção conjunta Livelo/Bradesco/Tudo Azul (post aqui), recebi alertas dos leitores Dorgival e Vinícius sobre o aumento repentino no preço dos pontos Livelo, usando, no Livelo, a opção Pontos + Dinheiro.

BRA 80 20

Confiram o relato do Dorgival:

“Tomei um susto! Eu simulei 100k do Livelo para o Tudo Azul hoje (ontem) pela manhã, utilizando a opção Pontos + Dinheiro, e dava 40k Livelo + R$ 2028, ou seja R$ 33,80 cada 1k comprado.

Agora à noite (ontem de noite) tá 40k Livelo + 2.802!!! Parece erro de digitação, mas não é (2.028 vs 2.082). O ponto comprado pulou para R$ 46,70 por 1k. Para Azul na Livelo o céu é o limite”.

E o do Vinícius:

“A Livelo/Azul novamente usam de artifícios para enganar o consumidor. Ontem a Tudo Azul/Livelo lançaram uma promoção de bônus de até 80%, no entanto, quando você vai transferir os pontos usando pontos+dinheiro, eles aumentaram esse valor de R$ 33,80 (que estava até antes da promoção), para pouco mais R$ 46,00 por 1.000 pontos. Isso não é querer enganar o consumidor?

A Livelo alega que quem define esses preços é o parceiro, ou seja, o Tudo Azul. Acho, porém, que ela também é responsável, uma vez que compra é feita em seu site e permite uma subida de preço em meio à promoção supracitada, induzindo clientes a comprar pontos+dinheiro achando que está pagando pelo valor antigo, mas no final está comprando por um novo valor (mais caro), tornando, por sua vez, a promoção desvantajosa”.

Conclusão

Ficou feio pras duas empresas, tanto a Livelo, quanto o Tudo Azul. Aumentar o preço do lote de 1.000 pontos Livelo de R$ 33,80 para R$ 46,00 em plena luz do dia, de uma hora para a outra, e sem aviso prévio, é mais um fator que só vai arranhando a credibilidade de ambas as empresas.

Troféu bola fora pras duas. 🙁

Agradeço ao Dorgival e ao Vinícius pelo envio do alerta!

 

Tagged as:

19 Comments

  1. Leonardo 18/04/2017 at 11:56 #

    Fiz uma reclamação exatamente neste sentido na Livelo. Aguardando resposta. Um absurdo um aumento deste nível em questão de horas.

  2. Albino 18/04/2017 at 12:11 #

    Guilherme, tem um erro de digitação aí no trecho “mas não é (2.028 vs 2.082)”.

    Eu já tinha notado esse aumento há um tempinho.

    Naquela promoção de novembro, dava pra “comprar” cada 1.000 pontos por R$ 24,50, ou seja, pelo menos já foram 3 aumentos desde então.

    • Dorgival 18/04/2017 at 13:31 #

      Albino, tudo bem? Eu citei os números pois eles se parecem. É quase um trocadilho.
      O que eu quis chamar a atenção na verdade foi o aumento do preço em plena luz do dia.
      Nem foi na calada da noite. Foi durante a promoção e durante o dia mesmo.
      E sim, houve aumentos nos valores da modalidade “pontos mais reais” do Livelo em relação ao Azul, e isso foi citado aqui por outros leitores, até sendo mostrado um histórico.

      • Albino 18/04/2017 at 17:56 #

        Tudo bem Dorgival, e contigo ?

        Acho que é erro de digitação mesmo, pois você informou que o preço subiu de 2.028 para 2.802, ou seja, um aumento de R$ 774…

        Mas nesse trecho específico fala que aumentou de 2.028 para 2.082, ou seja, apenas R$ 54.

        Não é isso ?

        • Dorgival 18/04/2017 at 22:05 #

          Você está correto! Agora que vi que passei batido duas vezes! Obrigado pela paciência.

  3. Ângelo 18/04/2017 at 13:17 #

    Eu também há havia notado. Na promoção da livelo com o banco do Brasil mês passado já estava custando acho que uns 40,00 reais o lote. Mas depois da promoção o preço voltou ao normal. São muito espertos.

  4. José Filho 18/04/2017 at 14:11 #

    Guilherme, boa tarde nobre, uma dica para quem tem pontos no Premmia e quer transferir para o TudoAzul ou adquirir um vale combustível, ok? Saudações aos demais colegas! Link: https://www.petrobraspremmia.com.br/premmiastorefront/premmia/pt/oferta-evento-2/aniversario-premmia-5anos

    • Vanderley 18/04/2017 at 16:19 #

      não estava mostrando a promoção, más agora já está.

      • José Filho 18/04/2017 at 18:55 #

        Caro amigo Vanderley, é verdade, mas caso verificasse no regulamento, já constavam quais as opções de troca/promoção seriam disponibilizadas, por isso coloquei o link antes mesmo de ficarem disponíveis de forma clara, como estão agora. Obs: Pois é, colocaram o regulamento antes das ofertas/promoção aparecerem, rsrs, de qualquer forma, é sempre bom essa troca de informações, obrigado. Já fiz minha troca, só estranhei que não pediu meu número TudoAzul como diz no regulamento para inserir, mas fiz print. Valeu, abs.

        • Vanderley 19/04/2017 at 07:53 #

          É verdade José Filho, corretíssimo em fazer um print, vai que… kkk

    • Vanderley 18/04/2017 at 16:19 #

      não estava mostrando a promoção com o tudoazul, más agora já está.

  5. Vanderley 18/04/2017 at 14:51 #

    Para mim, não é nenhuma surpresa, ainda mais se tratando dessa dupla…E digo mais, o caminho que esse Livelo está percorrendo em 1 ano no máximo estará se igualando aos demais clubes de (in)fidelidade, ou pior!

  6. Vanderley 18/04/2017 at 16:13 #

    Guilherme segue link da promoção PREMMIA/TUDOAZUL, até 80% de bônus. https://www.petrobraspremmia.com.br/premmiastorefront/premmia/pt/oferta-evento-2/aniversario-premmia-5anos

  7. Bruno 18/04/2017 at 20:06 #

    Tenho uma sugestão: vamos todos fazer reclamação em massa no Reclame Aqui e no Consumidor.gov (https://www.consumidor.gov.br/). Aparentemente o Reclame Aqui é o único canal que a Livelo leva a sério (os analistas entram em contato em menos de 24h), já que as reclamações nos demais canais de atendimentos eles simplesmente ignoram. Vamos todos exigir que a Livelo cancele o aumento que fez no pontos+dinheiro e que estenda o período da promoção do bônus de 80% para que todos que foram lesados possam aproveitar a promoção.

    O valor do pontos+dinheiro até 31/12/2015 era R$24,50. Absolutamente NADA justifica o valor ter ido para R$33,80 em três meses, MUITO MENOS ter ido para mais de R$46,00 nessa promoção ENGANA TROUXA!

    Além de desrespeitar totalmente seus clientes, parece que a Livelo desconhece completamente o Código de Defesa do Consumidor e demais medidas de proteção ao consumo. Abaixo vou apresentar alguns embasamentos legais para que possam subsidiar nossas reclamações:

    Vejam o que diz a Lei 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor) sobre alguns aspectos dessas práticas abusivas da Livelo:

    ==> Aumento abusivo de preços:

    Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas:
    V – exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva;
    X – elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços;

    ==> Não informar o valor da compra de pontos através de pontos+dinheiro (na prática o pontos+dinheiro nada mais é do que uma compra de pontos, o que é inclusive informado no extrato de pontos), que impede que o consumidor médio faça comparação do preço efetivamente cobrado pelos pontos e não perceba esses sucessivos aumentos abusivos:

    Art. 6º São direitos básicos do consumidor:
    III – a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresentem;

    Art. 39. É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas:
    IV – prevalecer-se da fraqueza ou ignorância do consumidor, tendo em vista sua idade, saúde, conhecimento ou condição social, para impingir-lhe seus produtos ou serviços;

    ===> Fazer uma promoção de bônus (essas semanas atrás de 70% e agora de 80%) e no mesmo período aumentar absurdamente o preço do pontos+dinheiro

    Art. 37. É proibida toda publicidade enganosa ou abusiva.
    § 1° É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços.

    § 3° Para os efeitos deste código, a publicidade é enganosa por omissão quando deixar de informar sobre dado essencial do produto ou serviço.

    Esse negócio de fazer a promoção e aumentar absurdamente o preço é tão sério que pode até mesmo, s.m.j, ser enquadrado como um possível crime contra o consumo, nos termos do Art. 7°, inciso da Lei 8.137/90:

    Art. 7° Constitui crime contra as relações de consumo:
    VII – induzir o consumidor ou usuário a erro, por via de indicação ou afirmação falsa ou enganosa sobre a natureza, qualidade do bem ou serviço, utilizando-se de qualquer meio, inclusive a veiculação ou divulgação publicitária;

  8. vinicius simoes botelho 18/04/2017 at 21:24 #

    o ideal é tirar um print hoje, e um logo apos o fim da promoçao… provando a má fé

  9. Antonio 19/04/2017 at 08:19 #

    Calma lá gente… gosto muito do MeuMilhaoDeMilhas mas acho que vocês estão exagerando.

    Se a conta de “pontos + dinheiro” deixa de fechar pra Livelo e/ou Azul quando fazem uma campanha de 80% de bônus, estão no direito deles de aumentar o custo do “pontos + dinheiro”. Não estamos falando de tarifa de luz ou água (serviços regulados) e sim de milhas!

    Lembrando que nenhum cliente é obrigado a fazer uma transferência usando “pontos + dinheiro” e por si só 80% de bonus já é bastante interessante.

    Tentem se colocar no lugar das empresas por um minuto… ninguém está aqui pra perder dinheiro pra sempre! E o que foi feito no passado jamais será garantia de ser realizado no futuro. Se lá atrás eles estavam dispostos a perder um pouco pra ganhar mercado, talvez não estejam mais agora.

    Considerem também que a Livelo poderia ter cotas a cumprir com os programas de fidelidade e por isso estavam dispostos a oferecer os pontos a um valor mais atratativo. Mas agora, esse acordo especial poderia não mais existir. Se não estamos nos bastidores do negócio, é complicado ficar julgando e considerar que toda mudança pra pior é um ato de ma-fé – pode ser uma correção necessário pra existência do negócio.

    Falar de aumento abusivo é complicado também. Já consideraram que quando lançaram esse serviço de “ponto + dinheiro” estavam praticando “descontos abusivos”? Depois viram que a conta não fechava quando lançada junto com campanhas como a da Azul e decidiram ajustar isso? Não estamos falando de ma-fé, mas sim de promover a viabilidade de uma campanha como um todo.

    Quem já empreendeu, sabe dos desafios de achar modelos de negócios sustentáveis e rentáveis. E muitas vezes testar é a única forma de saber o que você tinha na cabeça estava certo ou não. E confiem em mim, na maior parte das vezes, as coisas não saem do jeito que a gente desenha no papel.

    Dito isso, vamos aproveitar as promoções da maneira que vem e não se prendam tanto com o que já aconteceu no passado! Marcação cerrada com eles só vale quando anunciam alguma coisa e não cumprem (vide o que aconteceu com LeClub). O resto, faz parte da vida 🙂

    PS: Não trabalho pra Livelo, pra Azul, banco ou qualquer outra empresa de milhas! Apenas busco me apoiar no bom senso e em situações de conflito como essa, me colocar no lugar do outro sendo atacado. Esse exercício é bom pra tudo nessa vida!

    • Bruno 19/04/2017 at 09:43 #

      Prezado, respeito seu ponto de vista, mas discordo totalmente dele. Não existe essa de “modelo de negócio” e “desconto abusivo” se sobreporem aos direitos do consumidor.

      A Livelo tem todo o direito de estabelecer um modelo de negócios para pontos+dinheiro, DESDE QUE respeite os direitos do consumidor, a começar pelo direito à transparência (informações claras e precisas) tal como determina o Código de Defesa do Consumidor. Ao vender os pontos normais, a Livelo deixa claro qual o valor “padrão” (70 reais, preço cheio), o valor com desconto para quem tem Clube Livelo (56 reais, 20% de desconto) e as verdadeiras campanhas de desconto (35 reais, 50% de desconto). Essas informações são claras e precisas, e permitem o consumidor a fazer comparativos e tomar uma decisão racional.

      Já o pontos+dinheiro, que nada mais é do que também compra de pontos, não existe qualquer informação a respeito. Qual seria o “preço cheio”? Ao longo dos meses, os descontos foram sendo retirados? O desconto foi retirado justamente no momento da promoção de 80%?

      Considerando que a venda de pontos e a venda indireta de pontos através de pontos+dinheiro são venda de bens (os pontos são bens intangíveis, mas ainda assim são bens), a empresa precisa prestar informações claras e precisas sobre os bens que está vendendo, bem como abster-se de praticar reajuste de preços abusivos, nos termos do Código de Defesa do Consumidor (que, vale reforçar, É UMA LEI, portanto, de cumprimento obrigatório).

  10. vinicius simoes botelho 19/04/2017 at 10:24 #

    pois é.. o grande questionamento é o aumento do valor no momento da promoção… assim como aconteceu na ultima promo azul/livelo, o preço foi aumentado e depois da promo voltou ao normal.

  11. vinicius simoes botelho 19/04/2017 at 10:29 #

    nao acho que o que fizeram foi ilegal… so acho que não é o melhor comportamento de uma empresa para com os seus usuários.. e associados. Como falou o proprio blog.. é uma tremenda “bola fora!”.

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×