Os tentáculos da rede Accor se expandem: marca assume a gestão de 26 hotéis da rede BHG no Brasil

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Segue notícia enviada pela querida amiga Célia:

“A francesa AccorHotels anunciou nesta quinta-feira (2) que assumiu a gestão de 26 hotéis da Brazil Hospitality Group (BHG) no Brasil. Os hotéis ficam nas principais cidades do Brasil, especialmente no Rio de Janeiro e em São Paulo e serão administrados pela Accor. Com o negócio, a Accor passará a deter 278 hotéis no Brasil.

Os hotéis serão repaginados sob as marcas da AccorHotels, como ibis, ibis Styles, Ibis Budget, Mercure, Novotel, Mama Shelter, MGallery e Pullman. As reformas deverão ser realizadas até o final de 2019.

A compra da plataforma de gestão dos hotéis da BHG custou à Accor R$ 200 milhões”.

Conclusão

O movimento no mundo hoteleiro é realmente esse: fusões e aquisições. Grandes conglomerados vão ficando ainda maiores: vide os casos Marriott-Starwood, e o caso da própria Accor, que abocanhou a Swissôtel, Fairmont e Raffles.

Accor

O lado bom dessa história toda é que provavelmente haverá mais opções para os clientes do Le Club acumularem e resgatarem seus pontos.

O lado ruim é que a Accor está cortando o benefício de ganhar o status Le Club com tão somente o envio de pontos de cartões de crédito. A partir do ano de 2018, valerão apenas as estadias pagas acumuladas ao longo do ano de 2017, conforme dissemos nesse post.

Agradecemos à Célia pelo envio da notícia!

Tagged as: ,
  • Bruno

    “A partir do ano de 2018, valerão apenas as estadias pagas acumuladas ao longo do ano de 2017, conforme dissemos nesse post.”

    Na verdade essa regra já começou agora em 2017. Por isso ano passado eu e diversas pessoas transferimos pontos para o LeClub para garantir o status.

    • Guilherme

      Oi Bruno, na verdade, para obtenção de status no ano de 2017, ainda valeram as regras antigas, ou seja, transferência de pontos ao longo do ano anterior.

      Porém, transferir pontos nesse ano não garantirá status em 2018.

      Acho que expressamos a mesma ideia, porém, com palavras diferentes. 😉

  • Alberto

    Notícia interessantíssima para o público viajante!
    Outro lado que eu considero bom é que pela minha experiência pessoal, a maioria dos hotéis Golden Tulip em que estive eram velhos e pouco reformados (Golden Tulip Leme, vergonhoso na ala em que estive; o Tulip Inn Copacabana, banheiro do século passado; Golden Tulip Recife, reformas atrasadíssimas; e o Royal Tulip Brasília, que não mudou absolutamente nada desde a época que era Blue Tree). Toda torcida pelos investimentos da Accor!
    E vale enfatizar que, eu entendo que o Le Club será uma evolução danada em termos de milhagem para os futuros ex-BHG, pois apesar de sempre pedir, o Connections nunca me deu nada para programa nenhum.

    • Guilherme

      Verdade, Alberto!

      Com a cobertura da Accor, agora os viajantes que costumam se hospedar nos Golden Tulips terão certamente um “upgrade” no programa de fidelização, já que as marcas estrangeiras geralmente têm uma estrutura melhor de acúmulo e resgate de pontos.

      Certamente a Accor fará melhorias na infra-estrutura de todos esses hotéis, e tomara que não demorem em relação a isso!

      Abraços

    • pesquisadorbsb

      Infelizmente os hotéis Royal Tulip e Golden Tulip Brasília “NÃO” serão administrados pela ACCOR. Não estava no acordo com a BHG.

  • Andre Assuncao

    Serei um dos prejudicados em termos de status na rede AccorHotels, por nao me hospedar com tanta frequência assim. Não condeno a empresa em pensar em beneficiar seus clientes realmente frequentes. Mas acredito que perdendo meu status platinum, não darei tanta preferência para a rede como dou hoje

    • Guilherme

      André, vc, eu e a torcida do Flamengo inteira…….rsrsrsrsr

      Eu também tenho *exatamente* a mesma ideia sobre o tema que você tem (acho incrível essa sintonia de pensamentos entre os participantes desse blog): também não darei tanta preferência para a rede como dou hoje.

      Abraços!

  • Leonardo

    07/04/2024, a post from the future. =)

    Ainda tenho um caminhão de pontos no LeClubAccor, vou ter que usar mesmo sem status no ano que vem. O que complica mesmo é eles não contarem as noites compradas por meio de outros sites, mas é prática comum nesses programas de fidelidade.

    • Guilherme

      rsrsrssrs….. só agora que eu notei, Leonardo…..rsrsrs

      Bom, é verdade, se as noites compradas em sites de terceiros contassem, isso seria um ponto a favor do Accor Le Club.

      Abç

    • Ricardo

      Pois eu achei a notícia não muito positiva, mais concentração, menos concorrência, pois, apesar de a Accor – da qual possuo status Le Club, ou seja, pontos – ser uma grande rede mundial e com hotéis modernos e atualizados, em muito mais cidades do que a rede BHG, ela porém não tem promoções tão boas quanto as da rede BHG, muito mais interessantes e frequentes do que às da Accor, com preços geralmente realmente melhores para hotéis de níveis equivalentes entre as duas redes, e nesses casos nem compensa usarmos pontos para pagarmos a estadia, já que os preços são realmente interessantes, isso sem falar que ainda incluem café da manhã, coisa rara de acontecer em uma promoção da rede Accor.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×