Pessoas “for?ando a barra” pra tentar entrar na sala VIP: voc? j? testemunhou casos assim?

Sim, eu j? testemunhei.

Aeronave

Eu acho incr?vel que muitas pessoas, ainda nos dias de hoje, com tanta informa??o dispon?vel ao clicar de um Google, ainda queiram “for?ar a barra” ao tentar entrar nas salas VIP, exigindo supostos direitos que, efetivamente, n?o possuem.

As regras de acesso ?s salas VIP, na sua grande maioria, s?o de acesso p?blico, e atualizadas permanentemente. “?bvio”, voc? diria, e eu tamb?m acho ?bvio, mas o que eu acho incr?vel ? algumas pessoas ainda n?o quererem enxergar o ?bvio, e reclamarem para si direitos que n?o t?m.

Basta um m?nimo de informa??o, que pode ser facilmente encontrada via Google, para constrangimentos dos mais diversos tipos serem evitados.

Vou listar abaixo duas situa??es que eu testemunhei, relacionados ao tema, e que poderiam ser facilmente evitadas pelo passageiro em quest?o.

1. Sujeito querendo entrar na sala VIP da American Airlines em GRU com o cart?o Visa Infinite.

Sim, eu sei, ? bizarro, principalmente para quem j? conhece um m?nimo do mundo das milhas e pontos, mas aconteceu.

Ao entrar na recep??o do Admirals Club em GRU (Terminal 3), me deparei com um cara, j? aparentando ter entre 50 e 60 anos, que estava batendo boca com a funcion?ria da American Airlines (muito paciente, por sinal), querendo entrar na sala VIP com o cart?o de cr?dito Visa Infinite (!!!???).

Rapaz, que constrangimento: ? ?bvio que o Visa Infinite n?o oferece acesso a essa sala, mas o senhor em quest?o achava que tinha essa direito, talvez achando que portar um cart?o de cr?dito com anuidade mais cara lhe conferisse determinados “privil?gios” (por mais estranho que isso possa parecer).

Ora, o acesso ao Admirals Club da AA tem regras bastante claras (passageiros viajantes em primeira classe ou classe executiva na AA ou em cias. One World, passageiros com status elite Esmeralda ou Safira viajando em cia. membro da One World etc.), de modo que bastava uma simples pesquisa no Google – ou uma conversa pr?vio com algum atendente da AA no aeroporto antes de entrar na ?rea segura – para checar as condi??es de acesso.

2. “Autoridade” querendo entrar na sala VIP da LATAM s? pelo fato de ser – ou “estar” – “autoridade”

Mais bizarro ainda foi essa segunda situa??o, testemunhada em outra ?poca, na sala praticamente vizinha ? da AA, que ? a sala VIP da LATAM, no mesmo Terminal 3 do GRU.

Ao entrar nessa sala VIP da LATAM, uma pessoa, que aparentava ser uma “autoridade”, um funcion?rio p?blico de alto escal?o, pois estava vestindo terno e gravata, e parecia estar indo viajar para o exterior a servi?o, exigia?(sim, exigia) a entrada na sala VIP da LATAM, apesar de n?o preencher os requisitos de acesso (certamente estava viajando em classe econ?mica, e n?o possu?a status elite em programa de milhagens ?na rede One World que conferisse esse direito; ou viajava em cia. a?rea da Star Alliance ou Sky Team etc.).

Da mesma forma que no caso acima relatado, a funcion?ria da LATAM estava sendo bastante paciente e educada, explicando as regras de acesso, e tal.

O pior ? que o sujeito, a tal “autoridade”, entrou “na marra” mesmo. A funcion?ria da LATAM ficou paralisada, perplexa, sem saber o que fazer.

N?o sei o que aconteceu depois (provavelmente ele deve ter sido “convidado” a se retirar pelos agentes de seguran?a do aerporto), mas isso demonstra bem a falta de respeito ?s regras de acesso ?s salas VIP, que algumas pessoas ainda possuem.

Conclus?o

Se sua inten??o for passar algum tempo numa sala VIP de aeroporto, ? fundamental conhecer as regras de acesso ?s salas VIP antes de chegar ao aeroporto. Isso evita muitas frustra??es, constrangimentos e, sobretudo, estresse desnecess?rio.

E voc?, j? presenciou algo parecido? Conte pra gente!?