Giga post do leitor Carlos! Levantamento histórico de *TODAS* as promoções de bônus de transferências dos cartões de crédito para os programas de milhagens, no ano de 2016!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O leitor Carlos mais uma vez brinda toda a comunidade de leitores e milheiros do MMdM com mais um fantástico guest post, ou melhor giga post. ?

Nesse texto, ele faz uma exaustiva e profunda pesquisa sobre o retrospecto histórico de todas as promoções de bônus de transferências dos cartões de crédito para os programas de milhagens aéreas, ao longo do ano de 2016.

CC Logo

Trata-se, como de costume, de mais um estudo inédito produzido no Brasil.

Ele utilizou como base a página de Arquivos do blog (link aqui), que contém absolutamente todos os posts já publicados no blog, em ordem cronológica.

BÔNUS! no final do post, um gráfico feito no capricho pelo leitor Viajante.

Sem mais delongas, vamos ao post. 😉

………………….

Fiz um levantamento utilizando o MMdM para ver como foram as distribuições de bônus de transferências de cartões de crédito no ano passado (abaixo). A que conclusões cheguei?

Não muitas, estou com um pouco de preguiça de fazer maiores análises, mas me parece que, no geral, BB e Bradesco foram os melhores cartões, e o Tudo Azul o mais frequente com bônus elevados.

Mas alguém consegue tirar alguma conclusão mais interessante?

• Janeiro
Smiles: 30% – Todos; 35% – Clube Smiles
Tudo Azul: 30% – Todos
Multiplus: 40% – BB

• Fevereiro
Smiles: 40% – BB
Tudo Azul: 50% – Diners; 40% – Todos
Multiplus: 30% – Todos
Amigo: 50% – Bradesco e Amex

• Março
Smiles: 50% – BB
Multiplus: 50% – Todos; 20% – Todos

• Abril
Smiles: 30-40% – BB
Tudo Azul: 40% – Todos
Multiplus: 30% – Itaú, Caixa, Bradesco e Amex
Amigo: 50% – Bradesco e Santander

• Maio
Smiles: 80% – Caixa; 50% – BB
Tudo Azul: 60% – Todos com Clube Azul; 100% – Itaú
Multiplus: 30% – Santander
Victoria: 30% – Caixa

• Junho
Smiles: 50% – Todos
Tudo Azul: 50% – Todos; 80% – BB
Multiplus: 40% – BB
Victoria: 100% – BB, Porto, Itaú, Amex

• Julho
Smiles: 40% – Todos
Tudo Azul: 70% – Todos
Multiplus: 40% – Todos
Amigo: 100% – Todos

• Agosto
Smiles: 50% – BB, Itaú

• Setembro
Smiles: 100% – BB, Amex e Bradesco; 50% – Todos
Tudo Azul: 50% – Todos
Multiplus: 40% – Todos; 50% – BB, Bradesco
Amigo: 120% – Amex e Bradesco

• Outubro
Smiles: 50% – Todos; 100% – BB e Itaú; 60% – Amex
Tudo Azul: 70% – Todos; 80% – Todos com Clube Azul
Multiplus: 50% – BB
Amigo: 120% – Amex e Bradesco

• Novembro
Smiles: 100% – Livelo
Tudo Azul: 100% – Livelo; 50% – Santander
Multiplus: 50% – Todos

• Dezembro
Smiles: 50% – Todos com Clube Smiles
Tudo Azul: 80% – Todos
Multiplus: 30% – Todos

………………………..

Para finalizar, um gráfico feito no capricho pelo leitor Viajante:

Grafico

Conclusão

Realmente, se fizéssemos um gráfico evolutivo dos resultados apresentados (como muito bem feito pelo leitor Viajante), observaríamos uma tendência de aumento dos percentuais de bônus no decorrer do ano, com o ápice sendo atingindo no trimestre de setembro-outubro-novembro.

É como disse o Thiago:

Comment Thiago

Agora é com você? Quais suas conclusões a respeito?

Agradecemos ao Carlos por mais um fantástico guest post, e ao Viajante pelo excelente gráfico! ?

……………………….

Quer aprender mais? Então leia os demais guest posts do Carlos:

Tagged as:
  • Viajante

    Excelente!

  • Albino

    Bom levantamento, mas eu tenho duas observações:

    1) Pelo o que eu pesquisei, o Victoria não deu 100% de bônus para o BB em Junho. Os cartões participantes foram Itaú, Amex, HSBC, Safra, Porto Seguro e Pan. (http://meumilhaodemilhas.com/2016/06/17/victoria-tap-oferecendo-o-dobro-de-milhas-nas-transferencias-de-cartoes-de-credito-nao-todos/);

    2) Que alguns desses bônus relacionados eram no formato “até”, sendo o bônus escalonado de acordo com a quantidade de milhas transferidas. Lembro, por exemplo, do caso da Avianca que deu bônus de 120% nas transferências acima de 50.000 pontos. Abaixo disso havia uma tabela de acordo com as milhas transferidas.

    Sem dúvidas, pra mim a promoção mais aguardada de todas é a da Tap, para juntar com aquelas outras promoções de 50% de desconto que eles fazem.

    Em segundo lugar ficam as campanhas do TudoAzul com bônus de 100% do Itaú, que atualmente é a única transferência que faço dos meus pontos do Sempre Presente considerando a desvalorização na transferência para outros programas.

    Abraços

    • Carlos

      Albino, a informação do BB tirei daqui: http://meumilhaodemilhas.com/2016/06/21/bonus-de-transferencia-para-clientes-dos-cartoes-de-credito-bb-40-para-multiplus-e-80-para-o-tudo-azul/
      Só para esclarecer alguns pontos que não deixei claro, eu não peguei todas as promoções, mas as melhores do mês. O melhor exemplo é a Azul, que em dezembro lançou bônus de 60% geral e 70% para Clubes Azul e Livelo e cinco dias depois, 80% geral.
      E toda a pesquisa peguei os dados daqui do MMdM, exceto para o mês de julho, que foi de promoções de um site muito desonesto (quem for da época do Aquela Passagem vai entender a referência. Felizmente, acho que a alcunha não é mais o caso).

      • Albino

        Se você olhar nessa mesma página que você citou sobre o Victoria, vai ver que ninguém do BB conseguiu transferir, porque na época só estava funcionando para quem era cliente Bradesco.

  • Daniel

    Prezado Guilherme,

    Excelente postagem, pois nos confere, ainda que falsa, uma ideia do que podemos esperar…

    Mas tenho dúvidas sobre a questão de que próximo ao final do ano que aumentaria… ou melhor, que isto seria uma máxima…

    Pendo que pode ser, por outro lado, o aumento da concorrência (final do ano entrou o Livelo, por exemplo) e/ou diminuição do uso de cartão pela clientela face crise (e, com isto, as empresas têm de tornar mais atrativas as promoções para buscar o cliente) e/ou até mesmo diminuição da quantidade de milhas dos clientes, levando a se atrair estes com melhores promoções…

    Acho nunca saberemos a resposta.

    • Thiago Gonzalez

      Acho que o efeito BLACK FRAUDE em novembro também impulsionou os programas de pontos em outubro, pré black fiday, novembro black friday, por isso os programas colocaram 100% de bônus, uma dica é que sempre deixo agora na livelo 50k pelo menos comprado com pelo menos 50% de desconto o que sai ao custo de 35 reais, se houver alguma forma promo bonus com 100% você consegue chegar a R$17,50 o custo do lote de 1k , visto que a maioria dos programas pra dar 100% de bônus exige sempre uma média entre 20k e 50k

    • Carlos

      Daniel, concordo que a crise e a concorrência devem ser as principais responsáveis pela melhoria dos bônus dos cartões de crédito e acredito que teremos um primeiro semestre bem mais interessante que o do ano passado.
      Pegando o começo deste ano, tivemos Tudo Azul com 80%, Smiles com 60%, Amigo com 100% e 45% do Multiplus, já bem melhor que no ano passado.
      Mas a colocação do Guilherme que o final do ano é a melhor provável época também acho correta. Não sei se tem a ver com o fechamento de balanços das empresas, com o marketing da Black Friday ou alguma outra causa, mas se você olhar o gráfico que o Viajante fez, é o que aconteceu, sendo que Livelo foi criado por volta de maio e a crise já vem há tempos.

  • José Filho

    Excelente! Parabéns ao MMdM e ao leitor Carlos! Nunca tinha vista nada parecido. Faço aniversário agora em fevereiro e quase transfiro com 30% bônus para Multiplus, com isso já sei que posso aguardar 40% ou 50% ao longo do ano, já que não preciso dessas milhas imediatamente.

  • Viajante

    Pra facilitar a visualização, coloquei os dados em gráfico, segue o link:

    http://imgur.com/a/xAs1p

    • Carlos

      Parabéns, ficou excelente.

      • Guilherme

        Excelente, tanto é que foi incluído no post, muito obrigado, Viajante!

  • Raf

    Parabéns ao Carlos e ao Viajante !

    Quero acrescentar uma outra promoção não citada aqui em Nov/2016:

    100% de Bônus para Amigo – qualquer cartão – contanto que seja a 1ª transferência

  • Cristiano Andrade

    Eu acrescentaria assim:
    1 – não precisamos transferir nossos pontos a todo momento
    2- defina o seu objetivo de viagem
    3 – para seu objetivo verifique qual o programa de milhagem que lhe “custará” menos pontos do cartão/viagens (já considerando eventuais bônus)
    4 – aguarde o momento em que lhe seja oferecido um bônus próximo do seu objetivo

    Meu exemplo #1:
    – Viagem para a Europa em Business (2 adultos e 1 criança) – concluí que a melhor opção seria TAP (preciso de 250 mil pontos), guardei pontos dos meus cartões até um momento de 100% de bônus (normalmente 1 vez por ano, aproveitei em 2016 e 2015) para depois emitir, assim eu retiro o saldo que eu tenha de vôos Star Alliance e considero 100% de bônus para saber quanto preciso para a viagem;
    – Viagem para Fernando de Noronha – eventualmente a Azul tem promoções que reduz a quantidade de pontos necessária para o paradisíaco arquipélago, havia observado que seria 12 mil pontos por trecho, por pessoa (3 pessoas, total 72 mil pontos), como já tinha um saldo próximo disso de vôos realizados com eles, não me empolguei em transferir pontos de cartões, quando a promoção de milhas reduzidas veio eu precisava de apenas 2 mil milhas que transferi sem bônus (não maximizei, mas não desperdicei as preciosas milhas dos cartões)
    – Viagem para Orlando em Business – estou me programando para 2018 ir para Orlando e cheguei a conclusão que, na média, a Azul cobra 75 mil pontos por trecho por pessoa, em momentos específicos a Azul cobra 50 mil pontos por pessoa por trecho. Isso me fará precisar de 300 mil pontos na conta (depois do segundo semestre) quando uma dessas promoções surgir. Considerando que somarei mais pontos de vôos até meados desse ano, acredito que terei uns 200 mil pontos na conta, faltando então outros 100 mil que precisarão vir de cartões. Então vou ficar de olho em alguma transferência com 70% até 100% de bônus, ou seja, precisarei de 50 mil a 60 mil pontos do cartão, os quais já tenho, agora é aguardar, mas não preciso transferir meu saldo inteiro quando a promoção vier, economizando as mais preciosas milhas de todas para outro resgate;

    Agora vai ser osso conseguir encaixar as 2 viagens que quero em 2018 (Orlando e Europa), o que reforçou minha ideia de migrar para Star Alliance os meus vôos para os EUA a trabalho.

    Assim acredito que até final do terceiro trimestre eu tenha por volta de 150 mil pontos no Tap Victoria (precisando de mais 100 mil vindo de cartões, ou 50 mil com bônus de 100%) e precisarei de 300 mil pontos Tudo Azul (terei uns 200 mil na conta, faltando mais 100 mil vindo de cartões, ou 50 a 60 mil com bônus mínimo 70%). Já sei quanto e como irei transferir meus pontos esse ano, agora aguardar pacientemente a oportunidade! E acompanhar o blog pra não perder a chance que pode ser única.

    • Guilherme

      Excelentes análises, Cristiano!

      Você mostrou que é perfeitamente possível fazer um planejamento de curto-médio prazo, com uso dos pontos e milhas. Parabéns!

  • Pingback: [Guest post] Comparando os programas brasileiros de milhagens aéreas com seus congêneres estrangeiros: qual grupo é mais vantajoso? | Meu Milhão de Milhas()

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×