Giga post do leitor Carlos! Comparação de resgates (emissões) em classe executiva para América do Norte, Europa, África do Sul e Ásia, entre Smiles, Tudo Azul, Amigo Avianca, Multiplus Fidelidade e Victoria TAP!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

O leitor Carlos mais uma vez brinda toda a comunidade de leitores e milheiros do MMdM com mais um fantástico guest post, ou melhor giga post. 😀

Nesse texto, ele faz uma exaustiva e profunda pesquisa sobre resgates de passagens-prêmio utilizando todos os programas brasileiros de milhagens – Amigo Avianca, Tudo Azul, Smiles, e Multiplus Fidelidade – e mais o Victoria TAP, parceiro da maioria dos cartões de crédito emitidos no Brasil.

O foco são os resgates de pontos e milhas em classe executiva, abrangendo 4 continentes: América do Norte, Europa, África e Ásia, contextualizado não só dentro das possibilidades oferecidas pelas tabelas de resgates, mas sobretudo contextualizado dentro do panorama atual do mercado brasileiro de cartões de crédito e programas de milhagens, que têm oferecido, nos últimos anos, diversas promoções de compras de milhas e transferência de pontos com polpudos bônus.

Esse texto tem, por consequência, o brilhantismo de lançar luzes sobre quais programas oferecem os melhores e piores valores para resgates em cada um dos continentes analisados, servindo de orientação segura sobre onde você poderá com mais facilidade emitir Aquela Passagem tão sonhada. 😉

Trata-se, enfim, do estudo mais completo e mais abrangente, já disponibilizado em língua portuguesa, sobre o comparativo de resgates em classe executiva, entre todos os programas de milhagens aéreas brasileiros e mais o Victoria TAP.

Acompanhe-nos! 😀

………………………………….

“Prezado Guilherme,

Continuando meu planejamento para o mundo das milhas de 2017, eu resolvi fazer uma comparação entre os custos de emissões dos principais programas disponíveis no mercado brasileiro, custos esses expressos tanto em quantidade de pontos/milhas exigidos, quando o custo em reais, no caso de compras de pontos e milhas, associados a bônus de transferências.

Até o ano passado, somente os programas de milhagens aéreas vendiam pontos, e os melhores valores para um lote de 10 mil pontos/milhas,em promoções mais raras, eram de R$ 280 para o Multiplus Fidelidade (post aqui), R$ 200 para o Smiles (normalmente combinado com a transferência de uma quantidade de pontos de cartões de crédito, post aqui), R$ 350 no Tudo Azul (post aqui) e R$ 660 para o Victoria TAP (se não me engano, post aqui). O Amigo Avianca ainda não comercializa pontos. Ainda. 😆

Em termos de transferências de pontos de cartões de crédito com bônus, os melhores bônus foram de 70% para Multiplus (post aqui), 100% para Smiles (post aqui), 100% para o Tudo Azul (post aqui), 100% para o Victoria TAP (post aqui), e 120% para o Amigo Avianca (post aqui). O bônus do Amigo Avianca foi específico para os cartões Amex, para os demais cartões de crédito, o bônus foi 100%.

Uma novidade importante de 2016 foi o surgimento do Livelo (post aqui), que é o primeiro programa de recompensas de cartões de crédito que vende diretamente pontos a valores razoáveis, que ainda poderiam receber os bônus indicados acima, ao serem transferidos para os programas de milhagens aéreas.

Em duas promoções, o lote de 10 mil pontos foi vendido a R$ 350 (post aqui). É possível também adquirir os pontos por valor ainda mais baixo, com a adesão ao Clube Livelo (post aqui).

Mas, de qualquer forma, resolvi fazer uma comparação do valor de emissões em classe executiva dos principais programas, levando em conta o valor normal, o valor com bônus de transferência de milhas e o valor com a compra de milhas em promoção e bônus de transferência.

Nestas condições, o Livelo é o que apresenta os melhores valores para todos os programas, sendo possível adquirir milhas – e em seguida transferi-las – para Smiles, Tudo Azul, Amigo Avianca, e Victoria TAP por R$ 175 o lote de 10 mil pontos; e R$ 206, o mesmo lote de 10 mil pontos, para o Multiplus. E uma das vantagens é que, mesmo que os bônus não se repitam para todos os programas, sempre há opções vantajosas em algum outro.

Na comparação abaixo, peguei quatro regiões do planeta, e, quando havia mais de uma possibilidade para a mesma região (devido às variações de definições delas), peguei os maiores valores. Também não peguei valores promocionais, como TAM, Victoria TAP ou Smiles com desconto, ou o vôo da Azul somente para FLL. O Victoria TAP não publica mais tabela, mas me baseei na antiga que ainda parece ser válida.

Segue então a tabela comparativa. As primeiras duas tabelas com valores em unidades de mil pontos/milhas, sendo a segunda tabela calculada com as promoções de bônus de transferência de cartões de crédito. A terceira tabela apresenta valores em reais, pressupondo que voltem a ocorrer promoções de compras de pontos, combinadas com os bônus de transferências de cartões de crédito.

Emissoes executiva exterior Azul Smiles Avianca Multiplus Victoria

Ao final, Smiles e Tudo Azul não apresentaram menores valores em nenhum caso, embora, no caso do Smiles, é possível aparecer alguma promoção, de emissão com desconto, e fazer a reserva sem pontos e transferir posteriormente.

O Multiplus Fidelidade se mostrou o mais vantajoso para a Ásia (perdendo por pouco para o Victoria TAP em passagens ida e volta na região), o Amigo Avianca foi imbatível para a África Sul e vantajoso para emissões somente ida para América do Norte e Europa; e o Victoria TAP é o melhor programa disponível para resgates de passagens ida e volta, em classe executiva, para todas as regiões, exceto África Sul.

Conclusão

E a conclusão a que cheguei é que serei comprador de Livelo em promoção neste ano. Já pedi um Elo doméstico para ativar minha conta pelo BB (já que bloqueei a função crédito dos meus cartões BB, por usar o TPC e Porto Seguro).

Em condições favoráveis (bônus de compra e transferência), dá para fazer emissões bem vantajosas por quase todos programas e regiões, embora eu planeje concentrar minhas transferências para o Victoria TAP para emissões em executiva para a América do Norte, executiva Emirates para Ásia, e primeira classe Lufthansa para Europa.

Novamente, espero obter ainda mais dicas com os ótimos comentários dos frequentadores do MMdM.

Abraços,

Carlos”

…………………………………….

Agora é com você. O que você achou da tabela comparativa? Que sugestões e comentários tem a acrescentar, para tornar ainda mais produtivos e enriquecedores os debates?  Aproveite para deixar um comentário, e participe você também das discussões! 🙂

Agradecemos ao Carlos por mais um fantástico guest post! 😀

……………………………………

Quer aprender mais? Então leia os demais guest posts do Carlos:

  • Cristiano Andrade

    Oi Carlos e Guilherme
    Sei que pode ser “chover no molhado”, afinal sempre falo do Tap Victoria, mas alguns detalhes interessantes que tornam o Tap Victoria ainda melhor e dicas que podem ajudar;
    – O TAP Victoria é bem interessante voando TAP com crianças, pois eles cobram só 50% da milhas para os pequenos. Também é possível emitir só ida ou só volta nos vôos TAP. Já fiz uso desse “benefício” mais de uma vez! Aliás, eles tratam os pequenos muito bem!
    – Outra vantagem para quem viaja em família é a disponibilidade de assentos-prêmio no mesmo vôo em Executiva (voando TAP, já que das parceiras depende da disponibilidade que a parceira oferece). De novo, para quem viaja em um grupo maior, faz diferença não ter que se dividir em vôos diferentes, sempre consegui emitir com eles para 3 ou 4 pessoas.

    Minha experiência resgatando com parceiras:
    – acompanhe a disponibilidade pelo site da ANA ou através de extensão do Chrome que facilita a vida (https://chrome.google.com/webstore/detail/awardflights-awardfinder/dkmdpdpnihcmgndoolimdhfmljfpgnif)
    – Ligo na Central já com o vôo que tem disponibilidade e todas informações em mãos, nunca tive problema na emissão, mas já ligo com toda pesquisa feita
    – Viajando sozinho é mais fácil, não importa o destino, é possível conseguir planejando com antecedência
    – Em grupo varia bastante. Para América do Norte sempre tem disponibilidade com a Copa (acho desperdício de milhas) ou Avianca (melhor que Copa), mas já emiti de Air Canada (top!), nunca achei com United e nunca tentei de Azul (mas pode ser uma boa se seu destino for Orlando ou Miami/Fort Lauderdale pois ele não combina bilhetes com outras cias da Star Alliance)
    – Para Europa sempre tem disponibilidade de Swiss e Turkish (Lufthansa varia muito) com bastante antecedência. O problema da Turkish é o vôo diurno se você tem como destino Europa e acaba chegando no destino tarde da noite.
    – Outros destinos nunca tentei…

    Ahh, complementaria também no post:
    – America do Sul – com dor no coração, Multiplus a melhor opção tanto para cabines premium quanto econômica;
    – Brasil – acho que varia muito do destino e das datas

    • Carlos

      Cristiano, o que exatamente é esta disponibilidade voando TAP em família? É só porque eles liberaram vários assentos por vôos ou é possível requisitar a liberação de assentos?
      Sobre o uso do Victoria, eu fiz poucas ligações. O atendimento foi muito bom, mas o sistema era bem ruim, diversas vezes não iniciava a gravação. É normal isso ou peguei uma época com problemas?

      • Cristiano Andrade

        Oi Carlos
        É porque eles liberam vários assentos por vôos. Quanto as ligações nunca tive problemas, pode ter sido sorte minha ou azar seu… não sei dizer. Sempre que liguei e caiu direto no atendente, consegui emitir sem problemas. Agora para emissões “simples” em vôos puro TAP eu fiz pelo site.
        Cristiano

    • Thiago

      Alguma dica para First? 😀

      • Carlos

        Firsts que valem a pena, tem Lufthansa (só com 14 dias de antecedência) no Amigo e Victoria. Para a Europa, ida e volta saem a 200k, 100k ou R$ 3500 no Amigo (seguindo a sequência das 3 tabelas) ou 180k, 180k e R$ 3150 no Victoria, com vantagem para o último por permitir cabines mistas.
        E para Ásia tem JAL e Cathay (com combinação com American ou British) a 280k, 165k e R$ 5768 no Multiplus.

        • Davi

          Porque 14 dias de antecedência?

          • Bruno

            Regra da Lufthansa, só libera primeira classe para companhias parceiras com 14 dias de antecedência. Se usar milhas Lufthansa ou dinheiro não tem essa restrição.

    • Guilherme

      Ótimas observações, Cristiano!

    • Gilmar

      Olá a todos, Cristiano por acaso tem em portugues como utiizar o site da ANA ?
      (https://chrome.google.com/webstore/detail/awardflights-awardfinder/dkmdpdpnihcmgndoolimdhfmljfpgnif)

  • Cristiano Andrade
    • Guilherme

      Realmente, muito tímidos….rsrsr

  • Bruno

    Fantástico trabalho do Carlos, evidenciando algo que já imaginava, que Smiles e TudoAzul estão bem aquém no quesito emissão (lembrando que são as duas companhias que não fazem parte de uma aliança global).
    O único ponto a considerar é que vários valores (tanto em milhas quanto em reais, referentes à segunda e terceira tabelas) são obtidos somente na promoção do cartão X para a companhia Y, o que restringe muito quem de fato consegue obter esses valores, com isso acredito que a primeira tabela, ou algo próximo dela, será a realidade da maioria das pessoas.

    • Carlos

      Obrigado, Bruno. Mas eu acho que a segunda tabela funciona de 3 a 4 vezes por ano e a terceira de 1 a 2. Teoricamente seria arriscado comprar pontos sem a possibilidade de uso imediato, por causa do risco da desvalorização, mas no caso do Livelo acho este risco minimizado. A possível desvalorização seria a diminuição dos bônus de transferência, mas acontecer isto com as cinco parceiras deve ser mais difícil.
      E o ponto de Smiles e Azul terem tabelas piores por não integrarem alianças acho que não é o caso, acho que é má decisão de negócios, mesmo (a Alaska também não faz parte mas tem excelentes valores). O Smiles tinha ótimas tabelas, mas a cada dia vem piorando cada vez mais, embora, vez ou outra, lance boas promoções, com a redenção de poder reservar sem milhas e transferir posteriormente. A Azul é que é pior, desde o início sempre foi esta tabela ruim. O meu medo é eles estragaram daqui a pouquinho o Victoria.

      • Bruno

        Carlos, não estava me referindo à quantidade de vezes que essas promoções ocorrem. O que quis dizer foi que (pelo que entendi) as melhores condições são usando bonificações tanto do Livelo quanto dos programas Amigo Avianca e Victoria TAP, onde nem todos fazem parte ou usam esses programas simultaneamente para poder aproveitá-los, conseguindo os melhores valores mostrados nas tabelas 2 e 3. Meu caso por exemplo, tenho conta no Santander (que óbvio não é Livelo, mas transfere para Avianca) e Itaú (também não é Livelo e transfere pra TAP, com deságio). Ou seja, só aproveito parcialmente as promoções, caso venha a usá-los.
        Sobre a questão das alianças, não foi uma explicação pelo má resultado, mas apenas um adendo. E concordo com a questão da Alaska, que parece ser um ponto fora da curva nos dias de hoje.

        • Cristiano Andrade

          Itaú não tem mais deságio para a TAP, está 1:1

          • Bruno

            Cristiano, acabei de verificar meu Sempre Presente e está assim:
            A cada 1,25 pontos do Programa Sempre Presente transferidos, será adquirido 1 ponto no Programa Victoria da TAP.
            Aliás, verifiquei os demais programas e somente Azul, Smiles e Multiplus estão 1:1. LanPass e TAP estão 1,25:1

  • Daniel

    Só uma dúvida: quando se diz “R$ 175 o lote de 10 mil pontos”, é o preço padrão ou alguma promoção do Livelo?

    Obrigado antecipadamente pelo esclarecimento.

    • Henrique

      Acredito que seja referente a LIVELO dando 50% de desconto no valor do lote, ou seja, R$ 350 para cada 10.000 milhas, somado com uma promoção de 100% de bônus na transferência. No final, para cada 10.000 milhas compradas você ganharia mais 10.000, totalizando 20.000 milhas. Assim no final você pagaria os R$ 175 para cada 10.000.

  • Fernando

    Acho Santander Esfera imbatível.. principalmente quando aparecem as promoções de pontuar 2x.. 3x (até 4x) mais.. cheguei a pontuar em dezembro 8,8 pontos por dólar..

  • Pingback: Tudo Azul faz promoção com 60% de bônus nas transferências de pontos de cartões de crédito | Meu Milhão de Milhas()

  • BRUNO DANTAS

    Carlos, parabéns pelo post, belo trabalho, e só pra complementar, no caso de combinar Livelo com Amigo, a opção de pontos mais dinheiro fica ainda mais barato (o milheiro custa R$26,00 para Tudo Azul e Avianca Amigo, e não R$37,00 para Multiplus, Smiles e TAP), onde você pode comprar 150% do seu saldo de pontos, por exemplo: você compra 100K na promoção livelo a R$35,00/K, custo total de R$3.500,00, ai na hora de transferir você seleciona o Amigo e pontos mais dinheiro, podendo transferir mais 150K extra do saldo inicial, ou seja, 250K no total, só que o milheiro para o Amigo Avianca custa R$26,00 (26,00 x 150K = 3.900,00) e ganha o bônus de 100%, ficando com 500K na conta do Amigo, a milha vai ter o custo final de R$14,80/K (3.500,00 + 3.900,00 = 7.400,00 / 500K = 14,80), ou seja, Brasil Africa do Sul Business custaria 120k x R$14,80 = 1.776,00 (muito barato)

    • Carlos

      Obrigado pelas informações, Bruno. Do Livelo eu ainda sei muito pouco, mas já aprendi aqui dois meios mais baratos de adquirir os pontos, através do Clube Livelo e este pontos+dinheiro. Até no caso da TAP, como tem uma tabela generosa, este valor de de R$ 370 por 10k pode valer a pena por facilitar uma compra ainda maior que o limite normal de 150k. Pelo visto daria para comprar 150k em promoção, depois mais 225k com o ponto+dinheiro e transferir o saldo (375k) com bônus de 100% para ficar com 750k na Azul, Smiles, Amigo e Victoria. Com disponibilidade dá para fazer a emissão da família inteira de uma única tacada.
      Aproveitando o ambiente legal aqui do MMdM, ninguém se anima a escrever um tutorial do Livelo? Os valores que postei podem ficar ainda mais atrativos.

      • BRUNO DANTAS

        Isso mesmo, tenho o clube 7k com bônus chega a 100k/ano (custo de R$2.400,00), posso comprar 150k por R$35,00/k = R$ 5.250,00, ou seja, 250k de saldo na conta, fazendo o pontos mais dinheiro, é possível transferir até 625k (com bônus de 100% você passa do 1 milhão de milhas), isso tudo sem contar com o acumulo do uso do cartão (que não tem a melhor conversão, se comparado ao Esfera, mas o Visa Infinity paga 2,2/USD e pode liberar anuidade)

  • Pingback: Livelo: até 100% de bônus para o Amigo Avianca, para clientes dos cartões Bradesco que forem do Clube Livelo; e compra de pontos com 50% de desconto | Meu Milhão de Milhas()

  • Fabio Henrique

    Postagem TOP! Parabéns! Essa visão geral ajuda muito!
    Para ficar 100% a meu ver poderia colocar um campo nos quadros comparativos falando sobre a disponibilidade para o resgate em cada programa de milhagem. Por que não adianta cobrarem poucos pontos se conseguir o resgate é uma tarefa impossível =(

    Uma dúvida: Apenas o programa AMIGO cobra taxa de combustível? E os outros programas? Existe alguma regra geral?

    • Cristiano Andrade

      TAP Victoria cobra taxa de combustível de vôos TAP e parceiras (que cobram taxa de combustível) em vôos originados fora do Brasil.
      Se você emitir no mesmo bilhete ida-e-volta não será cobrada a taxa de combustível.
      Emissão de parceiros que não cobram, eles também não cobram, exemplos: Air Canada, Copa, Avianca…
      Smiles não cobra taxa de combustível.
      Latam eu não sei.

      • Fabio Henrique

        Valeu.

  • Bento

    Excelente Post!!
    Excelente Comentários!!!

    Obrigado por me ensinarem cada vez mais!

  • joao pimenta

    Carlos

    A conta não bate para Ásia com a Multiplus. Já simulei diversas vezes pelo call center e eles insistem em cobrar dois trechos ( Brasil x Europa ou Turquia e Europa ou Turquia x Ásia). Você efetivamente resgatou essas passagens? Qual cia aérea?

    • Carlos

      Sim, eu resgatei para a China voando com a Qatar por 110k. Eu também havia achado esta tarifa voando British. Mas me parece que não é sempre que funciona, assim como a não cobrança de taxas de combustível.
      Se quiser tentar pesquisar com a Qatar, uma dica é colocar a saída de EZE ao invés de GRU. Foi assim que achei minha vaga, e depois acresci a ida a EZE voando no mesmo avião da Qatar que vai voltar para GRU novamente. Dá para pesquisar pelo site do British, mas lá não aparece vôos com duas conexões ou mais, então tem que trecho a trecho.

      • Cicero

        Carlos,

        Muitos leitores em diversos blogs falam que a Múltiplos não está emitindo passagens com a Qatar (há sempre falha no sistema). Vc conseguiu essa emissão há pouco tempo? Se sim, alguma dica?

        Abs e parabéns pelo estudo.

        • Carlos

          Cícero, eu fiz a emissão no comecinho de novembro e não teve mistério, depois que achei a disponibilidade no sítio da British, liguei para lá para reservar. A única acrobacia foi esta ida e volta a Buenos Aires, porque a Qatar, propositalmente, estava bloqueando os lugares com saída direta de GRU para DOH. Mas isto era para todas as parceiras, BA e Smiles inclusos.
          Uma hipótese que tenho sobre estas dificuldades: elas se aplicam a qualquer emissão com a Qatar ou apenas saindo do Brasil? Se for apenas saindo do Brasil, pode ter a ver com um bloqueio da QR ou algo ligado à não cobrança de taxas de combustíveis nos vôos originados no Brasil. A Qantas, quando tento pesquisar no sítio dela, não mostra vôos partindo de GRU, mas se pesquiso ida a GRU e volta (quando a isenção de YQ não é obrigatória), funciona.

  • Pingback: What!? Etihad Airways integrando a Star Alliance!? | Meu Milhão de Milhas()

  • Pingback: [Guest post] Comparando os programas brasileiros de milhagens aéreas com seus congêneres estrangeiros, para resgates em classe econômica: qual grupo é mais vantajoso? | Meu Milhão de Milhas()

  • Pingback: Dúvida do leitor: atualmente concentro minhas compras nos cartões Itaú e a maior pontuação está no Multiplus. Quero viajar para EUA e Europa em classe executiva. Qual é a melhor opção? | Meu Milhão de Milhas()

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×