2016: o ano em que as promo??es de compras de pontos tomaram definitivamente o lugar do Pague Contas

Existem duas formas cl?ssicas de acumular pontos nos programas de milhagens a?reas: (1) comprando as passagens em dinheiro e (2) utilizando os cart?es de cr?dito associados aos programas de milhagens.

No caso (1) as compras de passagens em dinheiro podem render mais ou menos milhas/pontos dependendo do tipo de tarifa, tipo de cabine e status elite no programa de milhagens.

J? no caso (2) os pontos acumulados nos cart?es de cr?dito dependem basicamente do fator de convers?o e do d?lar utilizado na cota??o.

Por?m, ao longo dos ?ltimos anos, essas duas formas cl?ssicas de acumular pontos t?m perdido cada vez mais a relev?ncia. No caso (1), ? not?rio que as empresas est?o substituindo o modelo de milhas?acumuladas pela dist?ncia pelo modelo baseado unicamente em dinheiro. Exemplo claro dessa t?tica ? o conjunto de mudan?as implementado pelo AAdvantage.

J? no caso (2), a maior dificuldade nos ?ltimos anos foi aquela criada pela valoriza??o do d?lar, que chegou a valer mais de R$ 4 entre o final de 2015 e o come?o de 2016.

Como forma de acelerar o ac?mulo de pontos nos cart?es de cr?dito, muitos bancos ofereciam o servi?o de Pague Contas, o que de fato apresentava uma boa rela??o custo vs. benef?cio.

Por?m, com o aumento dos custos – tarifas e tributos – no Pague Contas, associado ? crescente cota??o do d?lar, ficou completamente invi?vel o uso desse instrumento alternativo para acumular milhas e pontos. Nos dias atuais, no cart?o Santander Black, por exemplo, que pontua 1,1 ponto por d?lar no Pague Contas, um bloco de 10 mil pontos chega a custar por volta de R$ 500.

Paralelamente ao decl?nio do Pague Contas, e ?s dificuldades no ac?mulo de milhas e pontos pelo uso dos cart?es de cr?dito e voos pagos em dinheiro, assistimos ? consolida??o, no ano de 2016, das promo??es de compras de milhas e pontos como alternativa mais vi?vel, sob o ?ngulo do custo/benef?cio, para acelerar o ac?mulo de pontos.

Nesse ano, vimos o Smiles baixar o custo unit?rio de compra de pontos, nas suas melhores promo??es, de R$ 0,028 por milha, para R$ 0,02, uma significativa diminui??o. Nessas promo??es, cada bloco de 10 mil milhas sa?a por R$ 200, bem mais em conta que a melhor alternativa do Pague Contas (Santander Black Unlimited), que cobra cerca de R$ 500 pelo mesmo bloco de 10 mil pontos (ou b?nus, na linguagem do banco).

O Multiplus Fidelidade tamb?m fez constantes promo??es de compras de pontos praticando seu piso cl?ssico de R$ 0,028 por ponto.

Quem perdeu a oportunidade de fazer coisa melhor nesse terreno foi o KM de Vantagens, cujo custo da compra de pontos Multiplus, via transfer?ncia de KMs, subiu para R$ 0,03.

As melhores promo??es de compras de milhas e pontos do ano de 2016: compra de pontos Livelo com desconto de 50%, associado a transfer?ncias para o Smiles e Tudo Azul com b?nus de 100%

Mas as melhores oportunidades de compras de pontos apareceram com o Livelo, um programa de recompensas que surgiu doido pra abocanhar uma fatia desse mercado.

livelo-tudo-azul

Em suas melhores promo??es de compras de pontos, o Livelo estava vendendo cada ponto por R$ 0,035. Visto isoladamente, ? um valor ruim, por?m, usado em conjunto com as promo??es dos programas de milhagens (haja vista que o Livelo tamb?m transfere para os programas de milhagens), foi o que de melhor aconteceu nesse ano.

Isso porque, simultaneamente a essa promo??o do Livelo, surgiram promo??es de transfer?ncia de pontos com b?nus de 100% para o Smiles e Tudo Azul.

Isso significava, no final das contas, comprar pontos Tudo Azul e milhas Smiles por R$ 0,0175 a unidade, ou R$ 175 cada bloco de 10 mil pontos/milhas.

Mas isso n?o ? tudo.

Houve uma oportunidade incr?vel de comprar pontos Tudo Azul por R$ 0,01435, numa dica relatada pelo Chief Albino. Sem d?vida, essa foi a melhor dica do ano de 2016: compras de lotes de 10 mil pontos Tudo Azul por R$ 143,50.

E vale lembrar que o Livelo ainda ? parceiro do Victoria TAP, de modo que se espera, para 2016, uma oportunidade de b?nus de transfer?ncia de 100% do Livelo para o Victoria TAP, o que permitiria a compra de cada milha Victoria TAP por R$ 0,0175. Uma tremenda barganha em tempos bicudos de moeda brasileira desvalorizada.

Conclus?o

A chegada com for?a do Livelo no com?rcio das milhas e pontos suscita algumas reflex?es interessantes, sendo a mais curiosa delas a seguinte: quem quiser, j? n?o precisa mais?sequer usar o cart?o de cr?dito para o ac?mulo de milhas e pontos, uma vez que os pr?prios programas de recompensas de cart?es de cr?dito est?o come?ando a oferecer promo??es de compras de pontos.

O que esperar de 2017: a minha previs?o ? de que mais programas de recompensas de cart?es de cr?dito comecem a comercializar os pontos, assim como est? fazendo o Livelo. Ita? Sempre Presente, Programa de Pontos Caixa e Superb?nus Santander s?o os candidatos naturais a entrar nesse fil?o de mercado.

Quanto ao Multiplus, seria necess?rio avaliar os impactos que os programas concorrentes est?o tendo em seus balan?os trimestrais, mas eu n?o acredito que eles fa?am promo??es de compras de pontos em valores inferiores a R$ 0,028, que vem sendo o praticado por eles em seus melhores dias.

Em rela??o ao Smiles, eu continuo apostando nas promo??es de vendas de milhas a 2 centavos, com chances de venderem por abaixo desse valor em algum momento do ano que vem, se a concorr?ncia estiver enxugando muito os lucros dessa empresa.

Sobre o Tudo Azul e o Amigo Avianca, n?o creio que eles tragam alguma novidade nesse mercado. Particularmente em rela??o ao Amigo Avianca, n?o acredito que eles entrem nesse com?rcio de pontos.

E os Clubes, hein!? O que esperar deles? Tamb?m n?o espero nada muito atrativo para esses Clubes, sen?o a repeti??o das promo??es que ocorreram durante esse ano. Surpresa seria se o Clube Multiplus fizesse alguma coisa diferente, alguma promo??o inovadora, pois at? agora ele n?o mostrou a que veio.

Um fato ? inconteste: quem aproveitou as sucessivas promo??es de compras de pontos que ocorreram particularmente no m?s de novembro desse ano, entrar? em 2017 (agrade?o ao Jos? Filho pelo envio da dica!) carregando um belo estoque de milhas e pontos,?com uma boa rela??o custo/benef?cio.

E voc?s, aproveitaram alguma promo??o de compra de pontos nesse ano de 2016?