Os bastidores do poder econ?mico: como o Santander ganhou a queda de bra?o com o Ita? e levou o contrato com o AAdvantage

O leitor Carlos me passou o link para um interessante artigo da Folha de S. Paulo revelando os bastidores da compra do contrato com o AAdvantage, pelo Santander?(valeu, Carlos!).

American Airlines

A data de in?cio da emiss?o dos cart?es de cr?dito Santander AAdvantage j? estaria at? marcada: come?aria no m?s de mar?o de 2017.

O objetivo central que levou o Santander a fazer uma proposta melhor que a do Ita?, para levar o AAdvantage, n?o poderia ser outro: lucros maiores.

De acordo com a reportagem, os consumidores potenciais para esse cart?o de cr?dito t?m um poder aquisitivo mais alto, t?m menos risco de cr?dito, e estariam dispostos a pagar o pre?o necess?rio para ter esse cart?o.

A base de clientes AAdvantage no Brasil ? pequena: 650 mil associados. Desses, uma quantidade menor ainda deve ser titular dos cart?es de cr?dito Citi AAdvantage.

S? para voc?s terem uma ideia da diminuta presen?a do AAdvantage no Brasil, os programas de milhagens Smiles e Multiplus, e o programa de recompensas Livelo, possuem, cada um, mais de 10 milh?es de clientes.

Conclus?o

Resta saber em que termos se dar? essa parceria Santander AAdvantage, especialmente o fator de convers?o, os valores das anuidades (com eventual possibilidade de negocia??o, que atualmente ? imposs?vel para o Master Black Citi), e a inclus?o de algum benef?cio extra, como possibilidade de ganho de EQDs no AAdvantage.

O Santander sabe que o mercado de cart?es de cr?dito ? explorado de maneira pouco inteligente no Brasil, e implementou alguns avan?os na ?rea, como a inclus?o do Iberia Plus como programa parceiro, al?m de fazer constantes promo??es de pontos extras (embora as metas de compras sejam bastante discut?veis).

Contudo, esse mesmo Santander extinguiu parcerias importantes com a Delta e com o Victoria TAP,?o que demonstra que nem mesmo esse banco sabe explorar bem esse fil?o do mercado financeiro.

A quest?o?principal ? saber se o Santander ir? conseguir consertar a ca***a que a pr?pria American fez, ao praticamente destruir o AAdvantage.?

Hoje, sabemos que somente os clientes brasileiros mais informados optam por dar prefer?ncia a programas de milhagens estrangeiros, e ? uma tarefa herc?lea essa do Santander de tornar o AAdvantage mais “palat?vel” aos brasileiros.

O Santander sabe que muitos clientes, principalmente das classes A e B, somente abriram conta-corrente nesse banco, nos ?ltimos anos, por causa das milhas a?reas. O banco tem nas m?os, agora, com o AAdvantage, mais uma oportunidade de ouro de continuar captando novos clientes, desde que, ? claro, os cart?es de cr?dito Santander AAdvantage a serem lan?ados sejam atraentes aos atuais e (potenciais) novos associados AAdvantage.

A d?vida ?: ser? que o banco espanhol ir? conseguir aproveitar essa oportunidade? O que voc? acha?