Má notícia: Caixa deixa de seguir a cotação do dólar comercial nas compras internacionais. Ágio médio é de 3%. :-(

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

E as notícias ruins não param no mundo dos cartões de crédito brasileiros.

Agora, é a vez da Caixa Econômica Federal. Historicamente conhecida pela excelente cotação do dólar nas compras internacionais, onde o dólar “bancário” praticado pela CEF praticamente empatava com a cotação do dólar comercial PTAX, a Caixa resolveu “jogar o jogo da concorrência”, e passou a cobrar um ágio.

caixa-visa-infinite

E um ágio até considerável: em média, a cotação tem ficado em 3% acima da cotação do dólar comercial do dia da compra (enquanto outros bancos adotam a data de fechamento da fatura para o cálculo em real das compras internacionais, a Caixa prefere adotar a sistemática da cotação do dólar do dia em que a compra foi efetuada, por mais estranho que isso possa parecer).

Exemplo: se você fez uma compra em um dia onde o dólar comercial fechou em R$ 3,25, a Caixa cobrará o equivalente a R$ 3,35.

Assim, uma compra de USD 1 mil, que antes ficava em R$ 3.250 (+ IOF), passará a custar, agora, com esse ágio, R$ 3.350 (+ IOF).

Conclusão

Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Ou seja, tudo o que eu menos espero são notícias positivas nesse mundinho particular dos cartões de crédito brasileiros, onde, via de regra, mas via de regra mesmo, ocorrem mudanças para pior.

Apesar desse ágio, os cartões da Caixa ainda continuam praticando um dos menores ágios em relação à cotação do dólar comercial. Mas não deixa de ser uma notícia ruim, até porque a Caixa parece não ter muita força em fazer promoções com bônus interessantes, como vem ocorrendo com os cartões da concorrência, por exemplo, Amex, Bradesco, BB e Itaú.

Quem usava os cartões da Caixa somente para compras internacionais terá que rever sua estratégia de compras, já que a diferença para os demais cartões agora diminuiu bastante, o que pode não justificar a manutenção dos cartões da Caixa para esse propósito, tendo em vista a quantidade limitada de opções de parceiros aéreos para o envio dos pontos.

Tagged as: ,

15 Comments

  1. JEFFERSON 25/09/2016 at 23:00 #

    Trágico. Mas convenhamos: usar um cartão da Caixa como principal (ou até mesmo como conta corrente principal) é um desafio e tanto.

    Sigo com o TPC, Diners e o BB Petrobras de backup (o BB, ao menos, tem uma estrutura tecnológica melhor)

    • Guilherme 26/09/2016 at 14:31 #

      Oi Jefferson, concordo!

      Gostei da sua estratégia de uso dos cartões: boa diversificação, e ampla rede de parceiros aéreos.

      Abç!

  2. Rafael 25/09/2016 at 23:43 #

    E qual é o dólar do BB?
    Não é PTAX +2%?

    • Guilherme 26/09/2016 at 14:37 #

      Rafael, acho que sim. Algum leitor pode confirmar a informação?

      • Cristiano 26/09/2016 at 21:22 #

        Tem tempo que era PTAX + 2%, já faz uns meses que é PTAX + 3%.

        • Guilherme 26/09/2016 at 21:58 #

          Obrigado pela informação, Cristiano. Então parece que tanto BB quanto CEF praticam PTAX + 3%.

  3. Renato C 26/09/2016 at 02:18 #

    Muito obrigado, Guilherme! Utilizo este cartão para dólares diariamente e só agora pude perceber isto, graças ao seu aviso! O absurdo é que eles sequer avisam nada…

    Pude verificar que pelo menos desde julho eles estão praticando este ágio.

    No passado, o dólar do BB era PTAX + 2%, resta saber se permanece isto hoje em dia.

    • Guilherme 26/09/2016 at 14:38 #

      Valeu, Renato C!

      Pois é, até os bancos públicos estão tomando essas medidas ruins…

      Abç!

  4. Renato C 28/09/2016 at 14:40 #

    Constatei em fatura que, de fato, o dólar do cartão do BB é o PTAX + 3%.

    Agora alguns detalhes: este dólar do BB se refere ao de 1 dia anterior do pagamento da fatura, é este o dólar que vale de modo efetivo. Isto é, se vc fez o pagamento hoje (28/09), pagará referente ao valor do dólar PTAX + 3% de 27/09.

    Já na caixa, o dólar que vale é o do dia da compra (não importando quando vai ser paga a fatura).

    Fiz diversas simulações para comparar o dólar da Caixa, hoje, com o do BB. Na maior parte das vezes, o do BB saiu mais barato (em algumas pouquíssimas vezes, o da Caixa saiu mais barato). Não consegui identificar um padrão para o dólar cobrado pela caixa, em relação à sua variação com o PTAX, Comercial ou Turismo.

    Abraços, Renato C

    • Guilherme 29/09/2016 at 09:54 #

      Ótimas dicas, Renato C!

      Achei interessante esse fato: o BB tomando o lugar da Caixa como o banco com as melhores cotações para compras no exterior.

      Abç!

  5. Assessoria de Imprensa da Caixa 29/09/2016 at 16:05 #

    Caros,

    Em relação ao aumento da cotação do dólar, a CAIXA esclarece que manteve os valores pelo maior tempo possível, com o intuito de beneficiar os clientes. Entretanto, com a elevação dos custos, foi necessário realizar o aumento da cotação. Ainda assim, continuamos praticando um dos melhores valores do dólar em relação aos demais concorrentes do mercado de cartão de crédito.

    Sobre a transferência de pontos, o banco informa que possui parceria com as principais empresas aéreas: Multiplus, Smiles, Tudo Azul e Victoria – TAP e realiza promoções com todas elas, com bônus e outras vantagens, como a promoção de 60% de bônus com a Smiles, já publicada neste blog.

    Estamos à disposição

    Assessoria de Imprensa da Caixa

    • Guilherme 29/09/2016 at 19:02 #

      Grato pelos esclarecimentos.

      Num contexto em que algumas empresas preferem atacar os consumidores que “divulgam promoções sem autorização”, é confortante saber que temos outras tantas que se dignam em prestar esclarecimentos de forma correta e sem rodeios (ainda que em detrimento dos consumidores), como foi o caso da Caixa: aumento dos custos, repasse deles para os consumidores. Ponto. Foram transparentes na justificativa, e considero isso um ponto positivo.

      Bom também saber que a parceria com o Victoria TAP continua ativa.

      • Rafael 30/09/2016 at 19:38 #

        Bom saber que o pessoal da CEF lê o blog.
        Assim fica bem claro que eles sabem que perderam o grande, e talvez único, diferencial em relação aos demais bancos, já que em temos de atendimento a caixa é sofrível …

        Quanto ao BB, Guilherme, sugiro um post alertando essa mudança de 2% pra 3% como mais um item do pacote de maldades desse banco.

        • Guilherme 30/09/2016 at 20:48 #

          Realmente, Rafael, ponto muito positivo essa atenção.

          Sobre o BB, vou providenciar isso.

          Abç!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Multiplus Fidelidade, Tudo Azul e Smiles com bônus de 40%, 50% e 60% nas transferências de pontos de cartões de crédito. Duas promoções de 100% prorrogadas até hoje! | Meu Milhão de Milhas - 26/09/2016

    […] Guilherme in Bancos, Cartões de crédito, Programas de fidelidade, Promoções Leave a comment Má notícia: Caixa deixa de seguir a cotação do dólar comercial nas compras internacionais. Ági… 0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares […]

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×