Valendooo!!! Pontos dos cartões de crédito Ourocard do Banco do Brasil já podem ser transferidos para o Victoria TAP! Paridade respeitada, e lotes mínimos de 1.000 pontos!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Quando temos uma boa notícia para divulgar, temos que fazê-la em alto e bom som. Afinal de contas, em se tratando do mundo das milhas e pontos, a regra é a divulgação de notícias ruins, como corte de benefícios, piora nas pontuações, aumento de tabelas de resgates etc.

Pois bem, tempos atrás, noticiei que clientes BB poderiam transferir os pontos dos cartões de crédito Ourocard para o Victoria TAP, por intermédio do Livelo, que é o programa de fidelidade que unificou os programas de recompensas dos cartões de crédito do BB e do Bradesco.

A transição foi completada nesse mês de julho de 2016, e, ao conferir meu extrato no BB, já percebi que o saldo de pontos poderia ser consultado diretamente da página do Livelo.

Livelo 1

Mas as boas notícias não param por aí.

As transferências de pontos para o Livelo, além de obedecerem à paridade – ou seja, 1 ponto Livelo equivale a 1 milha Victoria TAP – ainda contam com as transferências a partir de módicos 1.000 pontos.

Livelo 2

Ou seja, ao contrário de alguns programas por aí que exigem quantidades absurdamente altas de pontos – como Santander, que exige 15 mil pontos, ou Itaú, que exige inacreditáveis 20 mil pontos – com 1.000 pontos Livelo já é possível transferir para o Victoria TAP.

Outra vantagem do sistema da Livelo sobre o antigo sistema do Bradesco é que os pontos podem ser transferidos online. Ou seja, economiza-se tempo, e ganha-se em praticidade.

Vale lembrar que, com a integração do BB ao Livelo, clientes dos cartões BB ganharam ainda outra opção de transferência de pontos: o Amigo Avianca (resta torcer agora por uma possível integração entre o Amigo Avianca Brasil e o Life Miles Avianca Internacional….rs).

Conclusão

Ainda podemos inferir outras boas notícias com essa integração do BB ao Livelo. Por exemplo, as promoções de bônus de transferências da Multiplus geralmente não contemplavam cartões BB. Agora, porém, para que a Multiplus discrimine os clientes BB, eles teriam também que excluir necessariamente os clientes do Bradesco, já que os pontos do BB se misturam aos do Bradesco, quando chegam no Livelo. Não sei se a Multiplus chegaria a tal ponto, pois isso significaria excluir uma grande base de usuários de seu sistema e, consequentemente, estimular os clientes desses dois bancos a não usarem a Multiplus como seu principal programa de milhagens.

Além disso, clientes que utilizam cartões de crédito de ambos os bancos – BB e Bradesco – ganham “musculatura” com a unificação dos pontos, já que, em eventuais promoções de transferências de pontos que envolvam a Livelo, os ganhos de pontos adicionais beneficiam, obviamente, os pontos acumulados nos cartões de ambos os bancos.

Ou seja: já não faz mais sentido, por exemplo, o Smiles ou o Tudo Azul fazerem promoções específicas para o BB, ou somente para o Bradesco. Se eles quiserem beneficiar os do BB, necessariamente beneficiarão também os clientes que usam os cartões de crédito do Bradesco.

No exterior, mesmo nos EUA, o berço dos programas de milhagens, não conheço um programa bancário de recompensas que tenha unificado os programas de recompensas de dois diferentes bancos. Por isso, a criação do Livelo chega a ser original, nesse sentido, e as notícias iniciais são, pelo menos, positivas.

O que está faltando de verdade no mercado brasileiro é a adição de mais programas de milhagens estrangeiros associados aos programas brasileiros de recompensas de cartões de crédito. Tirando o Membership Rewards, da American Express, que ocasionalmente acrescenta um ou outro programa estrangeiro ao seu cardápio (que mesmo assim é inferior ao cardápio do mesmo Membership Rewards de outros países), faz anos que não temos novidade positiva nesse terreno.

No meu “chutômetro”, o programa de milhagens estrangeiro que mais teria condições de ser incluído nos programas do Livelo, Caixa, Itaú e Santander é o Life Miles, da Avianca Internacional, não só por ser um programa oriundo da América Latina, mas também pelo fato de haver uma possibilidade de integração futura entre o Life Miles e o Amigo Avianca. O ConnectMiles da Copa também poderia ser uma aposta nesse sentido, pela sua origem latino-americana.

3 Comments

  1. Rogers 01/08/2016 at 18:26 #

    Ótima notícia!

  2. Tlars22 02/08/2016 at 03:11 #

    Infelizmente, eh um pena o BB ter concluido esta migracao dos pontos do Ponto para Voce para Livelo apenas depois de terem acontecido as melhores promocoes de bônus do ano ….

    • Guilherme 02/08/2016 at 11:51 #

      Verdade, Tiars.

      Mas ainda acho que promoções boas ocorrerão nesse segundo semestre. As pessoas têm consumido e gastado cada vez menos nos cartões de crédito, a “seca” está grande para os programas de recompensas.

      Acredito numa melhora a partir de outubro ou novembro.

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×