Como programar uma viagem sem comprometer o or?amento dom?stico: a t?cnica das “reservas mensais”

N?o h? d?vidas que despesas de viagens s?o daqueles tipos de despesas que assumem duas caracter?sticas b?sicas: (a) s?o de alto valor; e (b) s?o de baixa frequ?ncia.

Avi?o

? “mais ou menos” parecido com atos de compras de eletr?nicos, tais como TVs, celulares e computadores: voc? gasta uma alta soma de dinheiro, mas de uma ?nica vez.

A d?vida ?: como programar uma boa viagem, que certamente demanda altos custos, sem desequilibrar o or?amento dom?stico, principalmente daquele m?s onde ocorrer? a viagem?

Simples: fatie os gastos. Antecipe-se ?s despesas que ocorrer?o, fracionando o valor correspondente em “x” presta??es mensais.

Ou seja, ao inv?s de comprar uma viagem, digamos, para a semana que vem, fracionando-a em 12 vezes; fa?a o inverso: fracione as despesas antes da viagem acontecer, e n?o depois.

Por exemplo: suponha que voc? queira viajar para Paris no Reveillon de 2016 para 2017, e calcule que essa viagem custar?, segundo suas estimativas pessoais, em torno de R$ 10.000,00 a R$ 12.000,00. Em vez de deixar tudo para ?ltima hora, j? v? reservando mensalmente uma cota de, digamos, R$ 1.000,00, separando-a para essa viagem.

Voc? pode destacar esse valor de seu or?amento dom?stico aplicando-o num investimento financeiro, ou fazendo as compras necess?rias para essa viagem – como, por exemplo, fazendo a compra de papel-moeda, comprando ingressos para atra??es tur?sticas online, pagando a presta??o da passagem a?rea ou do hotel, e assim por diante.

A vantagem dessa estrat?gia ? que, quando efetivamente chegar o per?odo da viagem, voc? n?o ir? comprometer e desequilibrar o or?amento dom?stico do m?s da viagem, pois todos os gastos j? foram devidamente provisionados nos meses anteriores.?

Da? a import?ncia do planejamento financeiro: pague primeiro, e viaje depois; e n?o fa?a o que muitos fazem, que ? justamente o contr?rio: compram por impulso, viajam primeiro, contraem d?vidas, e s? pagam depois.

A t?tica de separar “reservas mensais” para a viagem te d? a tranquilidade necess?ria de que poder? curtir e aproveitar a viagem sem se preocupar com o gasto de dinheiro, pois esse gasto j? foi devidamente antecipado.

Muitos leitores do blog j? disseram que fazem isso. Veja o excelente depoimento do leitor Cristiano:

“Em um m?s compro as passagens, noutro m?s pago o hotel, no seguinte o carro, ingressos de atra??es assim por diante. Vou viajar em agosto, em outubro emiti as passagens com milhas e paguei as taxas (que s?o em euro) e uma passagem intra Europa que preferi pagar ao inv?s de usar milhas. Em novembro paguei o hotel. Em dezembro paguei algumas atra??es, em janeiro paguei o aluguel do carro ? agora comprei um pouco de papel-moeda. Terei o melhor cen?rio? Certamente n?o! Terei o pior? Tamb?m n?o! Fugi do risco e viajarei tranquilo com a viagem toda praticamente paga”.

Conclus?o

Executar um planejamento financeiro que englobe tamb?m os custos financeiros de uma viagem ? essencial para que sua viagem seja melhor aproveitada. 😉