O super elástico prazo para compras dos cartões de crédito Ourocard, do Banco do Brasil: 44 dias (ou mais)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Para geração de milhas e pontos, os melhores cartões de crédito disponíveis no Brasil são o Santander Master Black e o Amex The Platinum Card, pela elevada pontuação oferecida e pela variedade de parceiros aéreos (ao menos no caso do Amex).

Para quem quer economizar em compras no exterior, os melhores cartões de crédito são os da CEF, que seguem rigorosamente a cotação do dólar comercial, com quase nenhum ágio.

E para quem quer prorrogar ao máximo o desembolso de uma compra, os cartões do Banco do Brasil parecem ser os melhores.

BB

Recentemente, no dia 2 de fevereiro, fiz uma compra e, como eu havia esquecido de levar o Amex, paguei com o cartão de crédito do Banco do Brasil. É um Visa, que sempre levo como backup, não só em caso de não aceitação do Master e do Amex, mas também em caso de não aceitação da função crédito, pois ele é um cartão múltiplo.

Pois bem. A fatura desse cartão vence todo dia 17. Quando fui conferir o extrato, essa compra foi lançada não na fatura com vencimento no dia 17 de fevereiro, mas sim na fatura com vencimento no dia 17 de março.

Ou seja, fazendo as contas, ganhei nada mais nada menos do que 44 dias para liquidar essa compra.

Agora, imagine uma compra de R$ 1.000,00, cujo dinheiro para liquidá-la esteja investido numa aplicação que renda, digamos, 0,8% a.m. líquido (já descontados IR e taxas de administração). Esses R$ 1.000,00 podem render, após 44 dias corridos (o que deve dar uns 30 dias úteis, me corrijam se eu estiver errado), algo em torno de 1,2% de rentabilidade líquida, o que pode significar um dinheiro extra de até R$ 12. Nada mal.

Mas por quê os cartões do BB têm um prazo tão elástico para fechamento da fatura?

Eu suspeito que se deva à necessidade de diminuir os custos com uso do Pague Contas, já que, nos cartões BB, os juros são “pro rata”. Ou seja, quanto mais distante for a data de fechamento da data de vencimento, mais o banco irá lucrar com esse negócio, já que prazos maiores significam juros “pro rata” maiores na conta da instituição financeira. Imagine que, ao invés de eu ter pago uma compra no dia 2, eu tivesse feito um pagamento de contas no cartão de crédito, no dia 2 de fevereiro. Sobre essa conta iriam incidir juros de 44 dias, pois ela seria lançada somente na fatura do dia 17 de março…

Se por um lado isso é ruim para quem usa o Pague Contas, por outro pode ser um ótimo negócio para quem pretende aproveitar o máximo o prazo de pagamento oferecido por esses cartões: basta fazer uma compra a crédito logo depois da data de fechamento da fatura, pois, dessa forma, a compra será lançada só na fatura do mês seguinte.

Conclusão

Ultimamente, ando bastante desanimado com o uso do cartão de crédito como meio para geração de milhas e pontos. Afinal de contas, para gerar um simples bate-e-volta doméstico (20 mil milhas, isso se eu tiver sorte de encontrar ambos os trechos por 10 mil pontos), é preciso gastar quase R$ 40 mil em compras no cartão de crédito (considerando o dólar a R$ 4,22, e um cartão que pontue 2,2).

Com essa compra do BB, que me levou a ganhar quase 50 dias para quitar o débito, eu penso seriamente em voltar a usar os cartões de crédito mais como ferramenta de gerenciamento de fluxo de caixa (= ganho de dinheiro) do que propriamente como instrumento de geração de milhas e pontos.

Aliás, era exatamente isso o que eu fazia antigamente, com uma dupla de cartões posicionada com intervalo de 15 dias das datas de vencimento, entre uma e outra.

E vocês, o que têm feito ultimamente? 

8 Comments

  1. Leonardo 18/02/2016 at 07:03 #

    Estou usando o Citibank Mastercard Platinum Cashback. Retorno de 2,0% da fatura (ainda mais me oferecendo primeira anuidade grátis). Quando chego na pontuação mínima, eu já peço para usar os pontos acumulados. Com o dólar a R$4 tá compensando mais que juntar pontos para milhas que dependem de n fatores para utilização. Além disso, todos os programas de milhas nacionais estão piores. TudoAzul e Smiles não são boas opções. Multiplus e AviancaAmigo são bons somente em alguns casos.

    • Guilherme 18/02/2016 at 12:21 #

      Ótimas dicas, Leonardo.

  2. Roberto Pedro DAvilla 18/02/2016 at 08:19 #

    eu troquei agora minhas milhas pra o voo gru-mia por 19.000 milhas por trecho, porem foi muita benção pois geralmente esse trecho esta por 35.000. Meu utiliza os pontos no cartao porto seguro para desconto no seguro do carro.

    • Guilherme 18/02/2016 at 12:21 #

      Ótimo resgate, Roberto!

  3. Leonardo Bopp 18/02/2016 at 09:11 #

    Estou na mesma situação com o meu Mastercard do Santander. A fatura fechou ontem, 17/02, e só vence em 1 de abril (43). Pena que o fator de conversão do meu cartão seja de apenas 1,3/U$.

    O Amex costumava ter um prazo bastante longo, mas ultimamente eles estão diminuindo este intervalo.

    • Guilherme 18/02/2016 at 12:21 #

      Bom saber, Leonardo.

  4. Paulo 21/02/2016 at 12:38 #

    Olá

    Verifiquei (no call center) o meu cartão da caixa vence dia 06/03 e já fechou no dia 18/02, o próximo fechamento é dia 22/03 (15 dias)

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pensando em voltar a utilizar os cartões de crédito “à moda antiga” | Meu Milhão de Milhas - 06/03/2016

    […] do incidente envolvendo o cartão de crédito do BB, comentado nesse post O super elástico prazo para compras dos cartões de crédito Ourocard, do Banco do Brasil: 44 dias …, e considerando o desânimo e as dificuldades de acumular milhas e pontos como nos velhos tempos, […]

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×