Ganhe o quádruplo de pontos Le Club hospedando-se no Pullman Miami… pera lá, que hotel novo é esse!?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Na verdade, trata-se do antigo Sofitel Miami, que acabou sofrendo um downgrade para Pullman.

Pullman MIA

A promoção é válida para estadias completadas até o final desse mês de novembro.

Le Club 4x

Vale lembrar que vários outros novos hotéis participam dessa promoção.

Le Club 4x Hotéis

Conclusão

Boa oportunidade para incrementar o saldo de pontos Le Club.

8 Comments

  1. Andre 07/11/2015 at 16:14 #

    conheço este hotel desde o fim dos anos 80, quando me hospedei por primeira vez. sempre foi considerado de bom nível. sofreu algumas reformas ao longo das ultimas décadas, mas apenas atualizações e nada de muito relevante.
    na ultima vez que estive la, ha dois anos, ainda estava bom e espero que não seja uma desculpa para não reformar, ou seja, em vez de reformar apenas fazem o down grade do hotel.
    de toda forma, na minha opinião, sempre valeu a pena pois esta a 30 minutos de South Miami Beach, uns 15 ou 20 min do Dadeland Mall, outros 15/20 do Dolphin Mall, alem de estar perto do aeroporto e ter o transporte gratuido de/para o aeroporto.
    o custo do estacionamento (que ate o final dos anos 90 era grátis) ainda é mais barato do que estacionar nos hotéis de SMB.

    • Guilherme 07/11/2015 at 18:12 #

      Olá, André!

      Ótimos comentários. Realmente, é um ótimo hotel, e, além da boa localização, bem citada por você, ele ainda fica perto de um pequeno centro comercial, onde há Publix, Subway e farmácias – dá pra ir até a pé para esse centro comercial.

      Staff sempre atencioso, ótima sala fitness e um serviço de quarto sempre eficiente completam o quadro de pontos positivos do Sofitel, quero dizer, Pullman. 😀

      Bom, parece que o estacionamento voltou a ser gratuito, pois me hospedei recentemente por lá, e não me cobraram o parking.

      Abraços!

  2. Rodrigo Resende 08/11/2015 at 18:12 #

    Eu reservei esse hotel para dezembro, então, infelizmente, não usufruirei dessa promoção de acúmulo de pontos.
    Ficarei apenas duas noites: a primeira usando pontos do cartão le club e a segunda com estadias de graça do programa da Hotels.com.
    É bom saber que a localização é boa, pois eu estava em dúvida justamente quanto a isso. É que havia escolhido o hotel mais para economizar do que pela localização.
    A propósito, na página da Hotels.com há informação de que o estacionamento custa 9 Obamas por dia, o que me pareceu um bom preço. Ou a informação está desatualizada ou eles se esqueceram de te cobrar, Guilherme.

    • Guilherme 08/11/2015 at 18:27 #

      Oi Rodrigo!

      Interessante ter conseguido sua hospedagem de graça pelo programa de recompensas do Hotéis.com Também me inscrevi nesse programa de fidelidade acreditando ter um bom retorno conseguir uma diária grátis, ainda mais considerando que os preços dessa agência online de viagens apresentam-se, de forma geral, de maneira bem atraente, garantido a melhor tarifa, o famoso BRG dos norte-americanos (Best Rate Guarantee).

      Bom saber que hotéis mais sofisticados, como esse Sofitel, quero dizer, Pullman, 😆 também participam do Rewards.

      Quanto à localização, eu acho muito boa, principalmente para estadias curtas, como é o seu caso. Além das vantagens citadas acima, o hotel ainda oferece van até o Dolphin Mall por USD 7 cada viagem, e, indo para o aeroporto, dá pra pegar o metrô rumo a Downtown, caso se dispense o carro.

      Sobre a cobrança do estacionamento, eu também achei que seria cobrado, mas não fui. Não sei se é uma política nova do hotel. Minha dica é você apresentar seu cartão Le Club no ato do checkin, pode ser que a gratuidade do estacionamento tenha vindo em decorrência disso.

      De qualquer forma, 9 Obamas por dia até que está um valor bom.

      Abraços e boa viagem!

      • Rodrigo Resende 08/11/2015 at 20:49 #

        Boas dicas, Guilherme.
        Essa é minha primeira viagem aos States (não resisti ao preço de R$1500,00 para eu, esposa e duas filhas irem de Brasilia e Miami na promobug da AA), então qualquer dica é sempre benvida, seja ela de passeios, hospedagens e compras.
        Abraço.

        • Guilherme 08/11/2015 at 22:13 #

          Excelente, Rodrigo!

          Vamos lá, então:

          1) Aluguel de carros: caso pretenda alugar um veículo, da última vez que estive lá aluguei na Alamo, utilizando os seguintes códigos de desconto: AU4224FDC para coupon code e LHF para contract ID na página da Alamo. https://www.alamo.com/en_US/car-rental/home.html Com isso, consegui upgrade duplo gratuito de carro, de um standard para um full size, e seguros CDW e EP incluídos. Peguei um Sonata e paguei USD 43 por dia. Valeu muito a pena.

          2) Utilizando o Sofitel como “base” para sua estadia em Miami, e dependendo de seus objetivos de passeios, é plenamente possível dispensar o aluguel de carro. Como eu disse acima, o Pullman já oferece traslados cortesia aeroporto > hotel > aeroporto, logo, você não terá gastos com esse tipo de deslocamento. O hotel também oferece van de ida e volta para o Dolphin Mall, por USD 7 por pessoa, que é um ótimo shopping. Além disso, como o transfer até o aeroporto é gratuito, você pode ir até downtown utilizando o metrô que sai do aeroporto, e cuja passagem custa, salvo engano, uns USD 3.

          3) Refeições e supermercados: o restaurante e o serviço de quarto do Pullman cobram valores caros, então, minha sugestão é tomar o café da manhã num restaurante ou lanchonete fora do hotel, e/ou comprar as coisas, para comer, no supermercado Publix, que fica bem próximo do hotel e dá para ir a pé.

          4) Encomendas da Amazon: o hotel cobra uma taxa de USD 5 por pacote, para receber encomendas.

          5) Caso vá no Dolphin Mall, a primeira coisa a fazer é solicitar o seu “passaporte de descontos” no quiosque de atendimento ao turista. Dá pra economizar uns bons trocados, dependendo do valor que pretende comprar.

          6) O Pullman tem um caixa eletrônico dentro do hotel, próximo ao saguão de entrada, que funciona perfeitamente com cartões brasileiros. Da última vez, fiz um saque de USD utilizando o cartão de débito/crédito do Santander (função débito, claro), e ele cobra uns USD 4 a título de tarifa de saque. Porém, a cotação é a cotação do dólar comercial do dia, mais IOF de 6,38%. No dia do saque, o valor cobrado é a maior, mas depois de alguns dias o Santander faz um ajuste a crédito no valor do saque (pelo menos tem acontecido isso comigo nos últimos tempos).

          Boa viagem!

          Abraços!

          • Rodrigo Resende 09/11/2015 at 08:31 #

            Puxa, muito grato pelas dicas, Guilherme.
            Farei uma cotação do aluguel com estas dicas que você me enviou e depois te conto como foi.
            E as dicas dos descontos no Dolphin Mall e do Publix já foram anotadas aqui.
            A dica do saque no ATM do hotel é jóia, mas não sei se a adotarei. É que, como disse neste site noutros tempos (ou foi no VR? já nem me recordo), estou me “descolando” do Santander nos últimos tempos, então meu saldo lá anda meio reduzido depois da transferência do valor para instituições que me pagam mais pelos meus investimentos.
            Mais uma vez, muito grato pela valiosa orientação!

  3. Guilherme 09/11/2015 at 10:06 #

    Oi Rodrigo, lembro sim, você disse que estava reduzindo os investimentos no Santa aqui no blog. 🙂

    Abraços e boa viagem!

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×