Temendo a debandada de clientes FFP para o AAdvantage, Multiplus Fidelidade lança promoção de passagens em classe executiva para Frankfurt por 35 mil pontos o trecho

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

As datas disponíveis vão de janeiro a março do ano que vem. Abaixo, uma amostra:

TAM 35k Business

70 mil pontos até que não é mal negócio, não é mesmo?

Mas a questão é tentar entender por que que a TAM resolveu fazer esse tipo de promoção, que era absolutamente inexistente até um passado recente.

E a resposta só pode ser a fuga de clientes FFP (frequent flyer program) do TAM Fidelidade para o AAdvantage, que é muito mais consistente e estável do que qualquer programa tupiniquim.

Conclusão

Boa sorte aos que viajarem!

Vou ficar de fora, principalmente porque não tenho a mínima pretensão de voar numa executiva cuja configuração é essa abaixo:

Mapa Business TAM

Ou seja, dois-TRÊS-dois, de modo que, se você viajar sozinho, e na janela, corre o risco de alguém sentar ao seu lado e bloquear o acesso ao corredor. E se você sentar na fileira F, e for sozinho, corre o risco de ter ambos os acessos aos corredores bloqueados.

Business TAM 1

Prefiro muito mais esse layout abaixo:

Business AA 1

B77W, da AA.

Ou seja, 1-2-1, com acesso livre ao corredor em qualquer assento.

Mapa Business AA

Ah, e antes que eu me esqueça, embora seja certo que a AA não voa direto do Brasil para os EUA, não é menos certo que a Iberia, por exemplo, que faz parte da OneWorld, assim como a TAM e a AA, tem aeronaves com configuração em business no 1-2-1, e oferece resgates de Avios nessa classe, em baixa temporada, por 42.500 pontos (é regra fixa, não é promoção), num trecho Guarulhos-Madrid, por exemplo.

E, sim, eu fui um dos que abandonei o TAM (in)Fidelidade e fui para o AAdvantage, onde estou muito satisfeito até o momento.

23 Comments

  1. Katia 04/11/2015 at 15:15 #

    Olá Guilherme, na sua opinião, vale a pena ter o cartão Citi Aadvantage Platinum, que pontua 1,3 por dolar, ao valor de 420,00 de anuidade? É somente dessa maneira através de cartões que conseguimos pontuar no Aadvantage, correto? obrigada

    • Guilherme 04/11/2015 at 15:26 #

      Olá, Katia, vale a pena, sim, até porque é possível conseguir descontos na anuidade pelo volume de gastos.

      Em termos de cartões de crédito, o Diners também transfere, mas a taxa é de 1,5 ponto Diners = 1 milha AAdvantage http://www.diners.com.br/conheca-as-vantagens/viagem/diners-club-rewards/milhas-aereas/exclusive/

      Abraços!

      • Rafael 04/11/2015 at 21:07 #

        Nossa, eu não sabia que o cartão Diners transferia pro AAdvantage.
        Pelo que percebi no link acima, é uma transferência indireta via Global Club Rewards.
        15k viram 10k, é isso? Poderia explicar o funcionamento, Guilherme?

        • Guilherme 04/11/2015 at 21:19 #

          Isso mesmo, Rafael, há um deságio na conversão, nessa exata proporção citada por você.

          Por isso, eu não recomendo utilizar o Diners para acumular milhas AAdvantage.

          Nesse caso, os cartões de crédito Citi AAdvantage são melhores.

          Abç!

    • Dirceu Guimaraes 04/11/2015 at 15:34 #

      Ola Katia,
      O Advantage tem cartões mais básicos tb.
      O gold custa 3×100 e o internacional 3×68.
      As vezes vc pode conseguir a primeira anuidade gratuita ou com grande desconto.
      As milhas nunca expiram, acho que essa é uma das grandes vantagens.
      Tb depende do perfil da pessoa, se seu foco é so viajar no Brasil mesmo não sei se compensaria.

      • Guilherme 04/11/2015 at 15:40 #

        Olá Dirceu, concordo com você.

        Se o foco da Kátia for viagens nacionais, é melhor escolher algum programa brasileiro.

        Agora, se o foco for para acumular e resgatar pontos para viagens ao exterior, principalmente EUA, eu já pensaria num programa de milhagens estrangeiro.

        Para a Europa o AAdvantage não tem tantos benefícios, e, nesse caso, eu optaria por um programa europeu mesmo, como o Victoria TAP, Iberia Plus ou Executive Club da British Airways.

        Abraços!

        • Katia 05/11/2015 at 13:32 #

          Agradeço a excelente explicação, Guilherme! abs

          • Guilherme 05/11/2015 at 21:07 #

            De nada, e boa sorte na escolha, Katia! 😀

      • Katia 05/11/2015 at 13:32 #

        Muito obrigada pela explicação, Dirceu! abs

  2. Claudio 04/11/2015 at 15:16 #

    Ol’a eu sempre escuto que o AAdvantage ‘e o melhor programa de fidelidade de aereas do mundo. Muito melhor do que o TAM fidelidade.

    Apartir desta ideia, eu fico com algumas d’uvidas. Por favor, nao me entendam mal, nao estou querendo criticar ninguem, apenas estou discutindo uma ideia que eu nao entendo porque o AAdvantage ‘e muito melhor do que os outros programas de fidelidade.

    O ‘unico cartao que passa as milhas para o AADvantage ‘e o do Citibank, certo? Se a pessoa nao tem acesso ao cartao do Citi, fica quase imposs’ivel eleger o AA como o seu principal programa, certo?

    Outra pergunta; o Citibank faz constantemente promo’coes de bonus de milhas por tranferencia como os outros bancos brasileiros?

    Eu sei que as tarifas em milhas da AA sao bem menos volateis que as companhias brasileiras, geralmente passagens para os USA em baixa temporada, por exemplo, sao 20 mil milhas a perna, mas compensa mesmo aderir a um programa que praticamente nao da bonus nas transferencias?

    Muito obrigado pela atencao, e por favor, alguem me responda os questionamentos,

    • Guilherme 04/11/2015 at 15:35 #

      Olá Cláudio, a sua dúvida é pertinente, e eu também a tinha quando iniciei no mundo das milhas e pontos, mas aos poucos fui me convencendo sobre os argumentos que os FFPs estrangeiros utilizavam sobre os programas de milhagens.

      Sim, o Citibank é a única via de acesso às milhas AAdvantage por meio de cartões de crédito, mas isso não é exclusividade do Brasil. Imagine que nos EUA, onde há o mercado mais acirrado e competitivo de cartões de crédito do mundo, o AAdvantage também só permite acúmulo de milhas por meio de cartões de crédito por meio dos cartões Citi.

      Sobre sua segunda pergunta, sim, aliás, atualmente, está vigendo uma promoção de bônus de até 30% para o Multiplus, e cartões Citibank que tenham parceria com o Multiplus são plenamente elegíveis a esse bônus.

      Sobre a questão de aderir a um programa que não dá bônus de transferências, na minha opinião é justamente isso que torna o AAdvantage tão singular, pois, como menos pessoas têm acesso a esse programa, mais fácil ficam os resgates, em valores cujas tabelas (até aqui) são justas e razoáveis.

      Vide o caso do Smiles: há constantes promoções de compra, venda, transferência, permuta, troca, escambo…… de milhas, mas olha como é ruim a tabela de resgates – que em futuro breve nem existirá. São muitas milhas estocadas, muita gente querendo resgatar bilhetes, e a empresa tem que aumentar o valor dos prêmios.

      Já o AAdvantage é um programa mais restrito e tem regras mais estáveis, que permitem uma maior programação de viagens. Além disso, a tabela de resgates é bem interessante: trechos domésticos brasileiros por 10k a perna (voando TAM), 20k a perna para os EUA (econômica), 10k/15k entre Brasil e demais países da América do Sul, 50k Europa (que não é tão vantajosa, mas pelo menos é estável) etc.

      Abç!

  3. Barreto 04/11/2015 at 15:41 #

    Eu posso usar o AAdvantage da mesma maneira que uso o Multiplus? Melhor….posso acumular pontos da mesma forma (Itaú Platinum / TAM Platinum / Km de vantagens, etc) e resgatá-los em qualquer companhia da aliança?

    • Guilherme 04/11/2015 at 15:44 #

      Barreto, o TAM Platinum e o KM de Vantagens somente transfere para o Multiplus.

      Em termos de cartões de crédito, a melhor opção é o Citi AAdvantage.

      Mas, uma vez acumuladas as milhas na sua conta AAdvantage, você pode resgatá-las em qualquer cia. da OW, respeitadas, é claro, as regras de resgate do AAdvantage.

  4. Curioso 04/11/2015 at 16:28 #

    Teria aproveitado, mas cheguei atrasado!

    • Guilherme 04/11/2015 at 16:40 #

      Realmente, acabou. Mas fique ligado, porque acho que novas oportunidades em breve aparecerão!

  5. Tlars22 04/11/2015 at 16:30 #

    Guilherme,
    Parabéns pela ótima explicação.

    • Guilherme 04/11/2015 at 16:41 #

      Valeu, Tiars!

  6. Cristiano Andrade 04/11/2015 at 16:54 #

    Tenho a impressão que a Latam e o Multiplus ficaram tão ruins como Programa de Fidelidade que os passageiros de maior gasto acabaram migrando para o AAdvantage.
    parecem mesmo estar tentando reconquistá-los, ou ao menos evitar a sangria de clientes fidelidade desse perfil.
    A mudança das regras do programa me pareceu favorecer em especial quem voa com frequência nas rotas trancontinentais em Business LatAM (em One World esquece).
    Essas promoções de resgate promo de business começando a ocorrer com alguma frequência também (depois de um período em que promo business era lenda).
    Ainda alguns meses atrás eles introduziram os upgrades para Black e Vermelho Plus.
    O problema é crer que eles serão consistentes, e eu perdi a confiança na Latam faz tempo, assim continuo com a AA.
    Sem falar que os vôos da AA de SP para os EUA em Business são muito mais confortáveis do que os da LATAM, e em geral com tarifas mais competitivas.
    Acho que vou continuar acumulando na AA, e chorando a perda dessas oportunidades na TAM.

    • Guilherme 04/11/2015 at 17:22 #

      Perfeitas as suas colocações, Cristiano!

      Abraços!

  7. Felipe 05/11/2015 at 20:41 #

    Guilherme,
    Consegui emitir duas idas pela Tam para Frankfurt na promoção por 35 mil pontos na executiva ontem.
    Faltou ponto para emitir a volta.
    Na sua opinião qual a melhor forma de voltar? Tenho 100 mil pontos no Amex e mais um pouco na CEF.
    Pode ser de econômica mesmo.
    Parabéns pelo blog.
    Abraço

    • Guilherme 05/11/2015 at 21:06 #

      Olá, Felipe, inicialmente, parabéns pelas aquisições!

      Sobre sua dúvida, vamos lá, as melhores opções são essas abaixo:

      1) Mandar os pontos Membership Rewards (MR) para o Iberia Plus e emitir via Iberia ou Executive Club, voltando de Madrid, Londres ou Frankfurt;

      2) Mandar os pontos MR para o Krisflyer da Singapore Airlines e emitir voltando de Barcelona. Dá 20,5k por pessoa, 41k no total, em econômica; ou 100,3k de business, para 2 pessoas.

      3) Mandar os pontos MR para o Victoria TAP e emitir voltando de Lisboa.

      Como se vê, há inúmeras opções de pontos para resgates via Amex.

      Se eu estivesse no seu lugar, tentaria voltar de Singapores Airlines, não importa a classe, e ainda que isso custasse pagar em dinheiro a passagem pelo trecho FRA-BCN, não só pela qualidade do serviço da cia. aérea, mas também por se tratar de um voo diurno, que torna a viagem menos cansativa e mais proveitosa.

      Abraços e boa sorte!

      4)

      • Felipe 05/11/2015 at 21:28 #

        Muito obrigado pela resposta Guilherme.
        Sobre a Singapore realmente é a menor quantidade de pontos. Pelo que li se emitir pelo site tem um desconto. Sai cerca de 17500 um trecho Europa pro Brasil, porém o que me desmotiva é a taxa de combustível cobrada de cerca- de 150 euros.
        Pelo que li Tap também cobra taxa caso emita Europa pro Brasil.
        Não tinha pensado na Ibera. Vou pesquisar.
        Pensei na Tam que tem trechos por 30 mil na econômica.
        Mas ainda não estou decidido.
        Valeu.
        Abraço

        • Guilherme 05/11/2015 at 22:01 #

          Oi Felipe, realmente, em voos originados da Europa para o Brasil, a Singapore e a TAP cobram taxa de combustível.

          A Iberia é uma alternativa, e há muitas datas off-peak em fevereiro e março, onde você consegue emitir a volta por 85k para 2 pessoas em business. Em econômica, o valor fica menor ainda.

          Abraços!

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×