Curiosidade: em alguns casos, é mais barato “comprar” milhas por meio de passagens compradas em dinheiro do que comprando-as diretamente da cia. aérea

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

A combinação de promoções de passagens aéreas, com manutenção de status elite permite, a certos passageiros, fazer algo que não é tão comum de acontecer: comprar milhas de forma mais barata viajando, ao invés de aproveitar as promoções de compras diretas de milhas.

Há tempos eu venho dizendo que a compra direta de milhas não é, geralmente, um bom negócio, só valendo a pena em específicas situações, como completar o saldo para a emissão de uma viagem-prêmio.

A situação atual, de crise no setor de aviação, está permitindo a configuração de uma situação um tanto quanto inusitada: ser mais barato comprar milhas por meio de viagens, desde que você tenha status elite. Isso mesmo.

Confiram uma pesquisa que fiz para viagens no final desse mês:

AA 2 RS 1287

A passagem GRU-MIA-JFK-MIA custa R$ 1.287, já com todas as taxas inclusas.

Essa passagem custa USD 370, e permite ao cliente acumular 9.907 milhas no AAdvantage.

AA 1 USD 370

Contudo, se você for cliente Platinum ou Executive Platinum, irá ganhar bônus de 100% sobre as milhas voadas, o que significa um acúmulo de 19.814 milhas.

Como você pagou USD 370 pelas passagens, seu custo por milha é de USD 0,018, ou 1.8 centavos de dólar para cada 1 milha “adquirida” por meio da viagem.

O AAdvantage costuma fazer promoções de compras de milhas, e, numa das últimas, com bônus de 60%, era possível adquirir 160k milhas AAdvantage por USD 3.201,25 (+ IOF), o que dava um custo de 2.0 centavos de dólar para cada milha adquirida, ou 2,12 centavos de dólar por milha (já com o IOF incluso).

Conclusão

Por incrível que pareça, em determinadas situações, é mais barato “comprar” milhas adquirindo uma viagem, do que pagando pela compra das milhas diretamente da empresa aérea.

É claro que, numa compra de viagem, você também terá gastos com hospedagem, alimentação, tempo etc., mas veja bem: você estará gastando dinheiro num serviço de transporte, realizando uma viagem, e tendo contato com culturas e pessoas diferentes. E ainda estará ganhando milhas adicionais como bônus. Você maximiza o valor do seu dinheiro, que tem benefícios duplos: com a viagem atual, e com a viagem futura. No caso da compra direta de milhas, você não ganha tais experiências de viagens, ganhando apenas uma viagem futura.

Quando você realiza uma viagem, e ganha milhas por isso, as milhas não são o fim principal, são um bônus, que poderá lhe permitir fazer outras viagens, ao melhor estilo “pague 1, leve 2”. Quando você compra milhas diretamente da cia. aérea, você “paga 1, leva 1”.

O problema é que esse tipo de situação pode estar chegando ao fim. Especula-se que o AAdvantage sofra uma grande mudança na sua estrutura para privilegiar quem gasta mais dinheiro. Ou seja, em vez de ser um programa baseado em distância voada, ele pode vir a se tornar um programa baseado em dinheiro gasto, seguindo o modelo da United Airlines e da Delta, o que seria péssimo, pois barganhas como as citadas nesse artigo (ganhar 20 mil milhas pagando pouco mais de USD 350) poderão não ser mais possíveis.

É aguardar pra ver.

Tagged as:

5 Comments

  1. Paulo 05/10/2015 at 08:25 #

    Olá, bom dia

    Como calculo quantas milhas que vou ganhar em uma viagem?

  2. Rodrigo Resende 05/10/2015 at 11:08 #

    Pois é, Guilherme, essa especulação de que mudanças significativas esperam o AAdvantage me dão certo receio, mas estou seguro de que, em assim ocorrendo, ela considerará a data de compra do bilhete como referência para aplicação das alterações; não a data do vôo, o que poderia colher muita gente de surpresa e é de legalidade questionável.

    • Guilherme 05/10/2015 at 11:23 #

      Também penso da mesma forma, Rodrigo.

      A AA, felizmente, tem um histórico de respeitar direitos dos clientes, e espero que essa postura se mantenha quando for feita a transição para o “novo” AAdvantage.

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×