Eliminando os cartões de crédito – Parte 1. Ganhos financeiros: + R$ 890,00.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Gastar dinheiro, hoje em dia, deve ser cuidadosamente planejado. E, numa época de crise como a que vivemos, gastar dinheiro com anuidade definitivamente não vale a pena.

Recentemente, o Bradesco, no seu pacote de malefícios aos clientes, começou a cobrar anuidade dos seus cartões de crédito.

Como eu passei a não usar mais o Mastercard deles, por motivos óbvios já comentado em diversos posts anteriores, comecei a ser cobrado na anuidade, de salgadíssimos R$ 890.

A saída, naturalmente, foi eliminá-lo.

Master Black Eliminado

Com esse valor (R$ 890), garanti uma passagem para os EUA, naquela louca promoção que anunciamos há um tempinho.

Conclusão

Não me apego a bancos nem a cartões de crédito. Se eles tiverem me trazendo mais prejuízos do que benefícios, não tenho o menor receio de eliminá-los de minha vida financeira. Aliás, fico muito contente em saber que muitos leitores do blog também pensam e ajam dessa mesmíssima forma.

Muito melhor gastar dinheiro – esses R$ 890, no caso – com um serviço (serviço de transporte aéreo, e ainda ganhar milhas com isso) do que com uma tarifa inútil, não é mesmo? 😛

19 Comments

  1. Maria G 30/07/2015 at 19:48 #

    Ola Guilherme! Tudo bem? Nossa, concordo plenamente com voce, parabens!!! Acabo de cancelar um cartao Itau, pela mesma razao, anuidade! Pena nao ter tirado foto pra postar aqui, pq adorei a sua, daria uma campanha: sendo cobrado por anuidades inuteis? desapega ja e cancele seu cartão sem dó! Muito bem Guilherme, excelente compartilhar!

    • Guilherme 31/07/2015 at 21:37 #

      Oi Maria, obrigado, e parabéns pela atitude também!

      E gostei do slogan da campanha, sem dúvida, seria um sucesso….rs 😀

      Abraços!

  2. Investidorpb 30/07/2015 at 20:00 #

    Penso da mesma forma Guilherme. Abro contas e fecho contas por critérios absolutamente objetivos. A mesma coisa com cartões de crédito. Já cansei de recusar o master black e o visa infinite. Anuidades caras. Infelizmente, muita gente fica atraída pela cor do cartão e pela pontuação prometida, sem considerar a anuidade e a taxa de conversão do dolar. Não é o seu caso, pois tinha isenção.
    Não é a toa que o Bradesco aumentou seus lucros em 18%, muito em virtude do aumento de tarifas. Os acionistas agradecem. 😁

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:29 #

      Isso mesmo, Investidor, nessas horas, nada melhor do que ser dono do banco, do que ser devedor do banco…rs

      Abç

  3. Rafael 30/07/2015 at 20:25 #

    É isso ai.
    Pra mim é inaceitável pagar anuidade ou tarifa de pacote de conta.
    Sempre existe um cartão gratuito para cada nível de gastos.

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:29 #

      Concordo, Rafael!

  4. Eduardo 30/07/2015 at 21:40 #

    Concordo, por isso resolvi fazer o Santander Free, livre de anuidade (Mesmo).
    E ainda não pago a tarifa de pague-contas, porém a conversão é 5reais=1ponto, mas não pagando anuidade vale a pena. Depois que fiz as contas, vale mais a pena comprar milhas em promoções tipo as do Smiles ou AAdvantage do que pagar a anuidade e esperar uma mínima conversão.

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:30 #

      Oi Eduardo, ótima dica essa do Free.

      A compra de milhas realmente faz sentido quando o custo da aquisição é menor do que o custo da compra da passagem em dinheiro.

      O Lucky do OMAT vive falando isso.

  5. Humberto 31/07/2015 at 03:40 #

    Discordo eu uso 3 cartões de crédito do Bradesco o black infinite e TPC e nunca paguei uma anuidade até porque está no contrato quando seus gastos passam de 9 reais por mês vc tem direito a 100% de isenção

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:31 #

      Oi Humberto, não sabia dessa regra de isenção acima de R$ 9k gastos por mês.

      • Daniel 02/08/2015 at 10:15 #

        Ouso discordar:

        Tenho gastos superiores a 15k mensais no TPC, além de financiamento imobiliário com o mesmo banco em valor superior a 500k e recebimento de salário na conta.

        Quando abri a conta, a gerente acordou comigo anuidade do Black e Infinite para sempre… É assim foi ao longo dos últimos 3 anos.

        Todavia, fui informado que por mudanças internas das regras do Banco, não mais poderiam me isentar nos dois… Fui isentado no Infinite… No Black, tentaram e não conseguiram.

        Cancelei antes de pagar a última parcela da anuidade…

        E já estou trocando de banco…

        Quanto ao TCP, tenho isenção negociada por telefone face o montante dos gastos… A negociação por telefone com o Black foi irredutível.

        • Humberto 03/08/2015 at 04:07 #

          Amigo, peça à sua gerente o contrato do cartão.

          Tenho essas cartões há 4 anos e nunca paguei anuidade, mas eu divido os gasto entre cada cartão; não adianta nada gastar 50k em um só, tem que passar de 9k em todos, e depois ligar lá e pronto, nunca tive dificuldade nem que ficar batendo papo pra negociar … Eu digo logo sobre o contrato e eles tiram minha anuidade e dos adicionais.

  6. Vinicius 31/07/2015 at 08:21 #

    Excelente atitude! Afinal, quais os benefícios reais de um cartão dessa categoria? Descontos e parcerias quase inexistentes por aqui. Talvez o serviço mais útil seja o concierge, mas pessoalmente ainda nunca usei. Em todo caso, hoje em dia meu único cartão Master Platinum é um do nubank, que, felizmente, não possui anuidade 🙂

    O cartão de crédito “de luxo” realmente tem um poder sedutor altíssimo, mas as facadas que vêm junto com ele não compensam.

    Obrigado pelo exemplo! 🙂

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:32 #

      Valeu, Vinícius! É isso mesmo, o pacote de benefícios dos cartões tem cada vez sido diminuído mais e mais. 😀

  7. PB 31/07/2015 at 16:24 #

    Parabéns pela sábia decisão.

    Me surpreende a necessidade de brasileiros ostentarem status, nem que tenham que pagar muito caro por isso; Por outro lado me parece muitissimo alinhado à realidade brasileira a solução adotada pelo Santander onde os titulares de cartão Mastercard Black recebem um segundo cartão, com a mesma numeração, mas neutro, comum, possibilitando que o usuário o utilize em qualquer estabelecimento sem chamar a atenção para seu patrimonio.

    Enquanto quem tem dinheiro, necessita se precaver recorrendo ao uso de cartões neutros, temos os ostentadores que fazem questão de pagar o cafezinho na padaria com seu Mastercard Black.

    De novo, parabéns pelo seu racional; Na minha opinião quem não sabe avaliar custo*benefício sofre de deficit de educação financeira…

    • Guilherme 31/07/2015 at 23:33 #

      Obrigado, PB, e achei perfeita sua última frase, que faço questão de repetir aqui:

      “…quem não sabe avaliar custo*benefício sofre de deficit de educação financeira…””

      Abraços!

  8. Alis 11/09/2015 at 20:59 #

    Acabei de cancelar meu Visa Infinite do Bradesco. Eles realmente mudaram a politica e somente dão desconto na anuidade conforme uma tabela de gastos. Minha gerente chegou a mandar essa tabela de descontos na anuidade:
    25% para gastos de R$2.000,00 a R$2.999,00
    50% para gastos de R$3.000,00 a R$4.999,00
    75% para gastos de R$5.000,00 a R$7.999,00
    100% para gastos Acima de R$8.000,00

    Antigamente era só ligar e negociar, normalmente se conseguia a isenção, agora não mais.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Eliminando os cartões de crédito – Parte 2. Ganhos financeiros: + R$ 450,00. Ganhos acumulados: + R$ 1.340,00 | Meu Milhão de Milhas - 04/09/2015

    […] p.s.: os ganhos acumulados com essa série somam R$ 1.340,00, considerando o outro cartão que foi pro brejo. […]

  2. Mais notícias ruins: Bradesco diminui pontuação dos cartões Platinum e Prime Platinum… :-( | Meu Milhão de Milhas - 19/11/2015

    […] por essas e outras que decidi abandonar o Bradesco, que passou a ser inflexível nas negociações de anuidade e a diminuir progressivamente a […]

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×