Multiplus agora permite transferência de pontos entre clientes. Desde que você pague (caro) por isso.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sem meia conversa, vamos direto aos valores: R$ 400 para cada lote de 10.000 pontos. Caríssimo, sob qualquer ângulo.

Multiplus Transferência de Pontos

Mais caro que isso, só mesmo comprando pontos da própria Multiplus: R$ 700 para cada lote de 10.000 pontos. Não, você não leu errado.

Levando-se em conta que podemos obter esses mesmos 10.000 pontos aproveitando promoções de parceiros de programas de fidelidade, fazendo compras normais no cartão de crédito, e até utilizando o cartão de débito (do BB) para pagamentos, fica evidente que é péssimo negócio pagar por algo que você pode obter de graça.

Só vejo uma utilidade nessas compras e transferências (e ainda assim com restrições), que é quando você precisa de alguns poucos pontos para completar um resgate, por exemplo, quando você tem 9.000 pontos e não tem alternativas de conseguir completar os mil pontos restantes por meio de transferências de cartões de crédito ou de estabelecimentos parceiros.

Conclusão

As milhas viraram um grande negócio para as empresas aéreas, e não tenha dúvidas de que cada vez mais você verá promoções de “compras” de milhas.

Fuja desse “comércio” para salvar seu patrimônio financeiro.

 

6 Comments

  1. Lênio Jácome 14/08/2014 at 08:23 #

    Guilherme, concordo com você. Também não vejo vantagem alguma em pagar R$ 70,00 por cada lote de mil pontos. Numa passagem dentro do Brasil seriam R$ 700,00 (10.000 pontos), para América do Sul R$ 1.050,00 (15.000 pontos) e América do Norte R$ 1.750,00 (25.000 pontos). Isso somente para um trecho. Com esses valores, conseguimos trechos de ida e volta tanto em alta como em baixa estação e ainda pontuando e parcelando a compra no cartão.

    • Guilherme 14/08/2014 at 10:43 #

      Excelentes exemplos, Lênio!

      E isso é uma amostra do poder que o dinheiro tem frente aos programas de fidelidade, quando se trata de comprar viagens. Fora o fato de que o dinheiro lhe dá uma liberdade num grau que as milhas jamais alcançarão, que é a liberdade de você comprar o que quiser, ou até mesmo investir e se valorizar com o tempo, ao contrário das milhas, que ano após ano perdem valor.

      Abç

  2. SwineOne 14/08/2014 at 15:05 #

    Se alguém fosse louco a ponto de estar pensando em pagar estes valores exorbitantes, no mínimo faça através do KM de Vantagens da Ipiranga. Com 500 km (que você acumula em três idas ao posto favorito, nem que seja para abastecer R$ 10 cada vez) você já troca por 1000 pontos Multiplus e paga R$ 26.

    • Guilherme 14/08/2014 at 19:56 #

      Exatamente, Swine.

      A ignorância financeira do brasileiro médio acaba se estendendo aos programas de fidelidade, e infelizmente eu acho que as empresas vão acabar lucrando (muito) em cima disso, pois sempre tem 99 desavisados para cada 1 informado nesse mundo das milhas…

      Abç!

  3. clerton 15/08/2014 at 12:25 #

    Não seria inocência acreditar que ganhamos milhas “de graça”???

    não existe almoço grátis!! Nos pagamos por essas milhas, tenham ctz!!! Quando compramos à vista sem desconto, simplesmente aumentamos o lucro do vendedor!!!

    ao invés de “é péssimo negócio pagar por algo que você pode obter de graça”, devemos dizer “é pavoroso pagar duas vezes por algo que vc pode obter pagando apenas uma vez”.

    • Guilherme 15/08/2014 at 14:17 #

      Olá Clerton,

      Sim, você tem razão. Mesmo quando pagamos com cartão de crédito, muitas vezes estamos pagando a anuidade. E, mesmo pagando com um cartão sem anuidade, podemos estar perdendo a chance de obter um desconto à vista se pagássemos com o débito.

      Se não há gasto de dinheiro, ao menos há o gasto de tempo. Como você disse, não há almoço de graça.

      Abç

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×